Eduardo Allax

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Eduardo
Eduardo
Informações pessoais
Nome completo Eduardo Allax Scherpel
Data de nasc. 2 de julho de 1977 (40 anos)
Local de nasc. Rio de Janeiro,  Brasil
Altura 1,93 m
Canhoto
Informações profissionais
Posição Treinador
(ex-Goleiro)
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1998–1999
2000–2002
2002–2005
2002
2003–2004
2005
2005
2005–2007
2007–2009
2010
2010
2011
2011
Brasil Portuguesa-RJ
Brasil Bangu
Brasil Atlético Mineiro
Brasil Portuguesa-RJ
Brasil Atlético Mineiro
Brasil Grêmio
Brasil Brasiliense
Brasil America
Brasil Náutico
Brasil Ceará
Brasil Brasiliense
Brasil Resende
Brasil Figueirense
Times/Equipas que treinou
2012
2012–2013
2013
2014
2014
2015
2016–2017
2017–2018
Brasil Duque de Caxias
Brasil Resende
Brasil Duque de Caxias
Brasil Gama
Brasil Duque de Caxias
Brasil Nova Iguaçu
Brasil Bangu
Brasil Boavista

Eduardo Allax Scherpel,[1] conhecido apenas como Eduardo Allax (Rio de Janeiro, 2 de julho de 1977[2]), é um treinador ex-futebolista brasileiro que atuava como goleiro. Atualmente está sem clube.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Mesmo jogando em tal posição, o atleta já marcou 2 gols na carreira: 1 pelo Bangu e outro pelo Atlético Mineiro. Eduardo acertou com o Brasiliense devido a um pedido do seu ex-técnico dos tempos de Náutico, o atleta estava sem clube após em menos de 1 mês ter sido contratado e dispensado pelo Ceará.[3] Em junho, Eduardo se aposentou,[4] após descobrir uma doença na artéria.

Logo depois, se tornou auxiliar-técnico do Duque de Caxias e, em 2012, após a saída de Mário Marques, virou treinador do time profissional do Tricolor da Baixada,[5] ficando pouco tempo no comando. Ainda esse ano, assumiu o Resende. em meados de 2013, retornou ao comando do Duque de Caxias[6].

Em outubro de 2014 foi anunciado pelo Nova Iguaçu como novo técnico do Carrossel da Baixada, para o Carioca de 2015.[7] Após sete rodadas sem vitória, entregou o cargo.[8]

Em novembro de 2016 foi anunciado pelo Bangu como novo técnico do alvirrubro, para o Carioca de 2017. No dia 13 de fevereiro de 2017, Eduardo Allax foi demitido do Bangu após a derrota por 4 a 0 para o Fluminense, ele comandou a equipe em 4 jogos sendo: 2 empates e nenhuma vitória.[9]

No dia 22 de abril de 2017, a diretoria anunciou Eduardo Allax como novo treinador do Boavista para o restante da temporada, com o principal objetivo á Série D nacional.[10] Em outubro de 2017, a diretoria do Verdão anunciou a renovação com Eduardo para a próxima temporada, ele realizou um ótimo trabalho á frente do Boavista, levando a equipe carioca ao título da Copa Rio, que os credenciou a uma vaga na Copa do Brasil do próximo ano e sua permanência no clube.[11] O Boavista realizou um ótimo início de temporada em 2018 sob o comando de Eduardo Allax, a equipe de Saquarema foi vice campeã da Taça Guanabara e tornou o clube sensação do Carioca, com a boa campanha realizada o Boavista garantiu vaga para a Série D do próximo ano. A equipe carioca terá folga até o segundo semestre de 2018, quando irá disputar a Copa Rio, a qual é o atual campeão, o clube defenderá o título e tentará vaga para a Copa do Brasil de 2019.[12] No dia 29 de março de 2018, Eduardo Allax deixou o comando do Boavista com o sentimento de dever cumprido, entre ambas as partes. O treinador da nova geração ficou no comando da equipe por 11 meses, colecionando 30 jogos com 14 vitórias, 7 empates e nove derrotas, números que refletiram no bom desempenho do clube que em 2017 conquistou a Copa Rio, chegou até a segunda fase do Brasileirão Série D e disputou a Copa do Brasil. Já em 2018, o Boavista continuou com os bons resultados sob o comando de Eduardo, a equipe de Saquarema conquistou o vice campeonato da Taça Guanabara e vaga para a Série D de 2019.[13]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Duque de Caxias[editar | editar código-fonte]

Boavista[editar | editar código-fonte]

Campanhas em Destaque[editar | editar código-fonte]

Duque de Caxias[editar | editar código-fonte]

  • 3° lugar na Copa Rio: 2012

Resende[editar | editar código-fonte]

  • Semifinalista da Copa Rio
  • Quinto lugar no Campeonato Carioca
  • Segundo melhor técnico do Carioca

Boavista[editar | editar código-fonte]

  • Vice campeão da Taça Guanabara: 2018

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.