Estádio Elmo Serejo Farias

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Serejão/Boca do Jacaré
Estádio Elmo Serejo Farias
Sisbrace: Star full.svg Star full.svg Star empty.svg Star empty.svg Star empty.svg


Torcida do Brasiliense Futebol Clube.jpg

Nomes
Nome Estádio Elmo Serejo Farias
Apelido Serejão, Boca do Jacaré
Características
Local Taguatinga, DF, Brasil Brasil
Gramado Grama natural (110 x 75 m)
Capacidade 27.000 pessoas [1]
Construção
Data 1978
Inauguração
Data 23 de janeiro de 1978
Partida inaugural Taguatinga 1 x 0 Vila Nova
Primeiro gol Dinarte (Taguatinga)
Recordes
Público recorde 34.228 torcedores
Data recorde 02 de junho de 2001
Partida com mais público Brasiliense 1 x 2 Gama
Outras informações
Competições Distrito Federal (Brasil) Campeonato Brasiliense
Brasil Campeonato Brasileiro
Proprietário Brasão do Distrito Federal (Brasil).svg Governo do Distrito Federal

O Estádio Elmo Serejo Farias, conhecido popularmente como 'Serejão' ou Boca do Jacaré é um estádio de esportes, situado em Taguatinga, no Distrito Federal.

História[editar | editar código-fonte]

O estádio Elmo Serejo Farias foi oficialmente inaugurado no dia 23 de abril de 1978, com a partida de Taguatinga 1×0 Vila Nova.[2] É batizado com o nome do governador que o ergueu e esteve à frente da administração distrital entre 1974 e 1979. O Serejão, como é conhecido, é gerido pelo Governo do Distrito Federal e sediava partidas e treinos dos extintos Taguatinga e Atlântida até o dia 9 de outubro de 1999, ano em que foi parcialmente reformado e, mais tarde, viria a ser fechado. O último jogo antes de fechar suas portas foi Atlântida 0 x 4 Bandeirante, válido pela segunda divisão do Campeonato Candango daquele ano.

Com a extinção dos dois times da cidade, as atividades no Serejão ficaram paralisadas até abril de 2001, quando a diretoria do Brasiliense arrendou o estádio junto à administração com o intuito de realizar as partidas do Brasiliense. Por acaso, o primeiro jogo do time no estádio aconteceria exatamente dois dias depois do estádio completar 23 anos de existência.[3]

Em 2016 uma grande reforma no gramado do estádio, fez com que o Brasiliense mudasse de lugar temporariamente migrando para o Abadião em Ceilândia. A Confederação Brasileira de Futebol confirmou a alteração e a argumentação do Brasiliense foi que, além da obra, o gramado do estádio Abadião estava melhor do que o de Taguatinga.[4][5]

Futebol Americano[editar | editar código-fonte]

O Futebol Americano passou a ser a sensação do momento dos últimos anos no Brasil, e não é diferente em Brasília. Desde 2016 o estádio é a casa do esporte no Distrito Federal abrigando jogos de inúmeros campeonatos da modalidade, Leões de Judá e Tubarões do Cerrado são os maiores clubes da região.[6]

Referências

  1. «CNEF da CBF» (PDF). Site Oficial da CBF. Consultado em 09/03/12. 
  2. «Estádio Serejão volta a ser gerido pelo poder público de Brasília | Clube do Esporte DF». clubedoesportedf.com.br. Consultado em 2016-06-23. 
  3. «Erro - brasiliensefc.com.br». Brasiliense FC. Consultado em 2016-06-23. 
  4. «Brasiliense a caminho do Abadião». Blog do Jânio. Consultado em 2016-06-23. 
  5. «Reforma no Serejão faz Brasiliense mudar de estádio | Clube do Esporte DF». clubedoesportedf.com.br. Consultado em 2016-06-23. 
  6. «Definido: Jogos de futebol americano serão no Serejão». Metrópoles. Consultado em 2016-06-23. 
Precedido por
Estádio do Morumbi
São Paulo
Copa do Brasil de Futebol
Final

2002
Sucedido por
Estádio do Mineirão
Belo Horizonte
Ícone de esboço Este artigo sobre estádios de futebol do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.