Cruzeiro Futebol Clube (Distrito Federal)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Este artigo é sobre o clube da região administrativa do Cruzeiro (DF). Para outros significados, veja Cruzeiro.
Cruzeiro
Cruzeiro-DF (BRA).png
Nome Cruzeiro Futebol Clube
Alcunhas Carcará do Cerrado
Torcedor/Adepto Cruzeirense
Mascote Carcará
Fundação 10 de maio de 2000 (21 anos)
Estádio Ninho do Carcará
Capacidade 1 500 torcedores
Localização Cruzeiro, DF, Brasil
Presidente Nyto Oliveira
Treinador José Lopes Rizada
Patrocinador Drogaria Popular
Material (d)esportivo Kbal Sport
Competição Campeonato Brasiliense - 2.ª Divisão
Website cruzeirodf.com
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Temporada atual
editar

O Cruzeiro Futebol Clube é um clube de futebol brasileiro, sediado no bairro do Cruzeiro Velho, na Região Administrativa do Cruzeiro, no Distrito Federal.[1] O clube foi fundado em 10 de maio de 2000.

História[editar | editar código-fonte]

Antecedentes[editar | editar código-fonte]

A RA do Cruzeiro tem um grande histórico no futebol do Distrito Federal. A primeira equipe de relevância do Cruzeiro foi a Associação Esportiva Cruzeiro do Sul, que foi o campeão do Campeonato Brasiliense de 1963.[2]

Na década de 1970 surge o Flamengo Esporte Clube, que muda de nome em 1976 para Cruzeiro Esporte Clube. No mesmo ano, disputa o Campeonato Brasiliense de 1976.[3] Porém a mais conhecida equipe do Cruzeiro é o ARUC, estava licenciado e retornou em 2020.

Cruzeiro[editar | editar código-fonte]

O Cruzeiro Futebol Clube foi fundado em 10 de maio de 2000 e teve sua primeira participação em competições oficiais na Divisão de Acesso de 2004.[4]

Foi promovido pela primeira vez para disputar o Campeonato Brasiliense de Futebol após se sagrar vice-campeão da 2ª divisão do campeonato distrital.[5]

Estádio Francisco Pires[editar | editar código-fonte]

O Estádio Francisco Pires, mais conhecido como Ninho do Carcará, é um estádio pequeno, com capacidade para 1.500 torcedores.[6] Fica localizado ao lado da Feira Permanente do Cruzeiro.[7] É de propriedade da Administração Regional do Cruzeiro.[8]

Rivalidades[editar | editar código-fonte]

ARUC x Cruzeiro[editar | editar código-fonte]

ARUC e Cruzeiro são um clássico em potencial. As duas equipes são as únicas em atividade da Região Administrativa do Cruzeiro. Apesar disso, como a primeira competição oficial do Cruzeiro foi em 2004 e o desaparecimento prematuro do ARUC em 2005 não permitiu que desse tempo de criar uma rivalidade entre as duas equipes.

Se enfrentaram apenas duas vezes em toda a sua história. Uma vez em 2004, e outra em 2005, ambas pelo Campeonato Brasiliense da Segunda Divisão.

Porém, é possível que a rivalidade dos dois clubes aumentem nos próximos anos, visto que em 2020 o ARUC foi refiliado, e os dois clubes se enfrentarão pela primeira vez em 15 anos na Segunda Divisão desse ano.[9]

Símbolos[editar | editar código-fonte]

Seu nome não se trata de uma homenagem ao Cruzeiro Esporte Clube, tão pouco o clube possui relações com o famoso clube de Belo Horizonte. Seu nome se dá pelo fato de se localizar na região administrativa do Cruzeiro.

Seu uniforme tem as cores azul e branco. Seu mascote é um Carcará, seu primeiro escudo foi criado baseado na bandeira do Cruzeiro e hoje tem o carcará estampado em seu meio.

Escudo[editar | editar código-fonte]

Evolução do Escudo do Cruzeiro
2000 – 2008 2009 2010 – 2011 2011 – Atual
Cruzeiro FCDF1.png Cruzeiro-DFBR(3).jpg Cruzeiro-DFBR(4).jpg Cruzeiro-DF (BRA).png

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Participações[editar | editar código-fonte]

Participações em 2020
Competição Temporadas Melhor campanha Estreia Última P Aumento R Baixa
Distrito Federal (Brasil) Campeonato Brasiliense 2 9º colocado (2015) 2015 2016 3
2ª Divisão 15 Vice-campeão (2014) 2004 2020 1

Referências

  1. Michel McNish (2016). «Cruzeiro Futebol Clube - DF». McNish Futebol Clube. Consultado em 31 de agosto de 2020 
  2. «Brazil - Distrito Federal - List of Champions» 
  3. Gerson Rodrigues Magalhães. «Campeonato Brasiliense 1976». Futebol Nacional. Consultado em 1 de junho de 2019 
  4. Rafael Fernandes de Souza. «CRUZEIRO FUTEBOL CLUBE (DF)». Da Base. Consultado em 20 de abril de 2019 
  5. «RSSSF, 2ª divisão do campeonato do DF». Consultado em 4 de julho de 2012. Arquivado do original em 10 de março de 2010 
  6. Sérgio Porto (21 de agosto de 2009). «Presença de Túlio Maravilha faz federação alterar Estádio de jogo». Futebol Interior. Consultado em 31 de agosto de 2020 
  7. CAIO BARBIERI (12 de março de 2018). «Estádio no Cruzeiro pode receber nome de político condenado na Pandora». Metrópoles. Consultado em 31 de agosto de 2020 
  8. Marcelo Gonçalo (26 de maio de 2020). «Estádios do DF sofrem com falta de laudos». DF Sports Mais. Consultado em 31 de agosto de 2020 
  9. https://distritodoesporte.com/aruc-reestrutura-departamento-de-futebol-visando-a-temporada-2020/

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre clubes brasileiros de futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.