Goianésia Esporte Clube

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Goianésia
Escudo Goianésia EC.png
Nome Goianésia Esporte Clube
Alcunhas Azulão do Vale
Torcedor/Adepto Goianesiense
Mascote Azulão
Fundação 28 de março de 1955 (65 anos)
Estádio Valedir José de Oliveira
Capacidade 6.000 pessoas
Localização Goianésia, GO
Presidente Marco Antônio Maia
Treinador Luan Carlos
Patrocinador Jalles Machado
Sicoob Coopercred
JOFEGE
Vivalle
Fricó Alimentos
Viação Goianésia
Brascom Combustiveis
Supermercados Brasil AutoVip
Bazar do Professor Alcides
Material (d)esportivo Super Bolla
Competição Goianão - Série A
Copa do Brasil
Brasileirão - Série D
Ranking nacional Baixa (19) 94º lugar, 661 pontos [1]
Website [1]
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Temporada atual
editar

Goianésia Esporte Clube é um clube brasileiro de futebol da cidade de Goianésia, no interior do estado de Goiás, fundado na década de 50. Manda seus jogos no Estádio Valdeir José de Oliveira. O clube ficou conhecido por grandes participações no Campeonato Goiano, chega a semifinal três vezes e disputando Brasileirão série D e Copa do Brasil. Mas o seu auge do conhecimento foi quando Wendell Lira ganhou o prêmio Puskas, ele jogava pelo Goianésia e o gol passou no mundo inteiro, levando a marca do Goianésia.

Em 2013, o Goianésia Esporte Clube foi a grande surpresa do Campeonato Goiano 2013. Com jogadores experientes, como Romerito e Nonato, o Azulão do Vale figurou entre as principais equipes desde as primeiras rodadas, terminando o campeonato na terceira colocação, classificando assim pela primeira vez na historia para o Campeonato Brasileiro da Série D de 2013 e para Copa do Brasil de 2014.

Em 2014, a equipe do Goianésia Esporte Clube ficou na quarta colocação do Campeonato Goiano de 2014, com a colocação o Azulão do Vale classificou para o Campeonato Brasileiro da Série D pelo segundo ano consecutivo.

No Campeonato Brasileiro da Série D de 2014 a equipe ficou na 30ª posição , não conquistando o acesso para o Campeonato Brasileiro da Série C.

Na Copa do Brasil. No ano de 2014 a equipe enfrentou a equipe do Grêmio Barueri, na primeira partida realizada no estadio Waldeir José de Oliveira. O placar foi de 2 x 2. Já no jogo de volta, na Arena Barueri, o placar foi de 0 x 0, sendo assim eliminado na primeira fase da competição.

Em 2015, Goianésia encerrou sua participação no Campeonato Goiano de 2015 em terceiro lugar ficando entre os quatro melhores classificados pelo terceiro ano consecutivo, classificando para a Copa do Brasil de 2016 e Campeonato Brasileiro da Série D de 2015 e 2016. Na vitória por 2 x 1 sobre o Atlético, o gol marcado por Wendell Lira ganhou o Prêmio Puskás, concedido pela FIFA ao gol mais bonito do ano, com 1,6 milhões de votos (46,7%).[2][3]

Em 2016, não repetiu as campanhas anteriores no Campeonato Goiano e não passou da primeira fase. Também não passou da primeira fase na Copa do Brasil, sendo eliminado pelo ABC após empate em casa por 1 a 1 e derrota em Natal por 3 a 2. Nota: O Azulão do Vale vencia por 2 a 1 até os 40 minutos do segundo tempo e estava se classificando. No Campeonato Brasileiro da Série D não fez uma boa campanha e novamente não conseguiu passar da primeira fase.

Em 2017, acaba sendo rebaixado para a Divisão de Acesso, após 7 anos disputando a primeira divisão do Campeonato Goiano.

Em 2018, disputou a Divisão de Acesso do Campeonato Goiano, terminou em 4º colocado e garantiu seu retorno à elite do Futebol Goiano.

Em 2019, fez uma campanha memorável no Estadual, e garantiu sua classificação até às quartas de final da competição.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Estaduais
Competição Títulos Temporadas
GOtrophy.png Campeonato Goiano - Divisão de Acesso 1 1985

Campanhas de Destaque[editar | editar código-fonte]

Estaduais
Competição Posição Temporadas
Goiás Campeonato Goiano - 1ª Divisão 2020
Goiás Campeonato Goiano - 1ª Divisão 2013 e 2015
Goiás Campeonato Goiano - 1ª Divisão 2014
Campeonato Brasileiro
Competição Posição Temporadas
Brasil Campeonato Brasileiro - Série D 22º 2013
Brasil Campeonato Brasileiro - Série D 30º 2014
Brasil Campeonato Brasileiro - Série D 34º 2015

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Temporadas do Goianésia

Participações[editar | editar código-fonte]

Participações em 2020
Competição Temporadas Melhor campanha Estreia Última P Aumento R Baixa
Goiás Campeonato Goiano 14 Vice-Campeão (2020) 1971 2021 4
2ª Divisão 25 Campeão (1985) 1980 2018 5
Brasil Série D 6 Oitavas de Final (2020) 2013 2021
Copa do Brasil 3 1ª fase (2014, 2016 e 2021) 2014 2021

Torcida organizada[editar | editar código-fonte]

O Goianésia conta com apoio da Torcida Sangue Jovem Goianésia

Elenco[editar | editar código-fonte]

Última atualização: 24 de Janeiro de 2020.

Legenda:

  • Capitão - Capitão
  • Lesionado - Jogador lesionado

* - Atletas promovidos da categoria de base

Goleiros
Jogador
Brasil Thiago Santos
Brasil Luan Meireles
Brasil Marcão
Brasil Iury
Defensores
Jogador Pos.
Brasil Waldson Z
Brasil Márcio Luiz Z
Brasil Rodolfo Z
Brasil Felipe Z
Brasil Wester Z
Brasil Lucas Newiton LD
Brasil Mizael LD
Brasil Cleidson LE
Brasil Léo Carvalho LE
Meio-campistas
Jogador Pos.
Brasil Everton Luis V
Brasil Iran Capitão V
Brasil Capixaba V
Brasil Renato V
Brasil Dudu V
Brasil William Kozlowski M
Brasil Elias M
Brasil Railson M
Brasil Rodrigo Alves M
Atacantes
Jogador
Brasil Édipo Muniz
Brasil João Pedro
Brasil Ayrton
Brasil Alef Leite
Brasil Nilson Junior
Comissão técnica
Nome Pos.
Brasil Luan Carlos T
Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre clubes brasileiros de futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. http://www.itatiaia.com.br/blog/wellington-campos/cbf-muda-criterios-de-ranking-dos-clubes
  2. [2] Via Twitetr FIFA Media FIFA Puskas Award: 1.6 million fans voted! Wendell Lira 46.7%, Lionel Messi 33.3%, Alessandro Florenzi 7.1% of all votes. #BallondOr, acessado em 6 de novembro de 2015
  3. Wendell Lira bate figurões e leva prêmio de gol mais bonito do ano acessado em 11/01/2015]