Grêmio Barueri

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Grêmio Barueri - GRB
Grêmio Barueri.png
Nome Grêmio Barueri Futebol Ltda.
Alcunhas Abelhao,
Time dos Acessos,
Time Guerreiro
Mascote Abelhão
Fundação 26 de março de 1989 (30 anos)
Estádio Arena Barueri
Capacidade 32.500[1]
Localização Barueri, São Paulo
Presidente Henrique da Costa Barbosa
Material (d)esportivo 1989
Competição Campeonato Paulista - 2° Divisão
Website www.gremiobarueri.com
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Temporada atual
editar

Grêmio Barueri Futebol Ltda. (mais conhecido como Grêmio Barueri ou simplesmente Barueri) é um clube de futebol brasileiro formado por uma sociedade de empresários da cidade paulista de Barueri, fundado em 26 de março de 1989. Permaneceu em Barueri de 1989 a 2010, e após divergências políticas entre os antigos proprietários do clube e a prefeitura de Barueri, mudou sua sede para o oeste paulista, na cidade de Presidente Prudente, e em 26 de fevereiro de 2010 adotou o nome Grêmio Prudente Futebol Ltda., permanecendo lá até 11 de maio de 2011, só foi registrada como empresa em 15 de julho de 2008, com o CNPJ nº 10.209.830/0001-87.


Após ser rebaixado no Campeonato Brasileiro da Série A em 2010 e no Campeonato Paulista da Série A1 em 2011, o clube voltou para a cidade que o projetou nacionalmente.[2] O time teve uma campanha pífia na Série A3 estadual de 2016, com nenhum ponto conquistado e saldo de gol de -79 em 19 partidas e, no ano seguinte, desistiu de disputar a Segunda Divisão Paulista (o quarto nível futebolístico em São Paulo). Após ficar licenciado as temporadas de 2017/2018.

O clube foi adquirido recentemente pelo empresário Henrique Barbosa e retornou suas atividades.


História[editar | editar código-fonte]

O clube foi fundado em 1989, mas só joga profissionalmente desde 2001. Nesse ano, com o nome de Grêmio Recreativo Barueri, disputou a Série B3 (sexta divisão) do Campeonato Paulista de Futebol, terminando em 14°. Em 2002, jogando a B3, conseguiu acesso para a B2.[3] No ano de 2003, jogando a B2, subiu para B1. Já em 2004, jogando a B1, subiu para a Série A3. O segundo título veio em 2005: jogando a A3, subiu para A2 como campeão.

Em 2006 o Barueri disputou a A2 e subiu para a primeira divisão do Campeonato Paulista de Futebol, sagrando-se campeão após golear o Sertãozinho por 4–1 no antigo Estádio Municipal Orlando Baptista Novelli.[4] No mesmo ano, pela primeira vez o Barueri disputou uma competição nacional, o Campeonato Brasileiro - Série C, e conseguiu acesso para disputar a Série B do nacional em 2007. Este foi o sexto acesso conseguido em seis anos, o segundo só em 2006.

Em 2008, conseguiu o acesso ao Campeonato Brasileiro - Série A, antecipadamente, no dia 22 de novembro de 2008, ao vencer o América de Natal por 3–0, colocando quatro pontos a frente do Bragantino e conseguindo o acesso faltando uma rodada, assim se juntando aos três que já haviam conseguido o acesso, o Corinthians, campeão do ano, Avaí e o Santo André. O maior artilheiro da história do Barueri é o atacante Pedrão, que em 203 partidas assinalou 131 gols.[5]

Em 2009, GRB faz sua estreia no Campeonato Brasileiro da Série A, e na oitava rodada do primeiro turno chega a ficar no grupo dos quatro melhores do campeonato. Termina a competição na 11ª posição, garantindo uma vaga na Copa Sul-americana de 2010. No entanto, desde o final de 2009, desavenças entre a prefeitura de Barueri e o clube despertaram a possibilidade da equipe se mudar para outra cidade.[6] O caso não teve um acordo entre as partes e a equipe já havia oficializado suas partidas no Estádio Prudentão, na cidade de Presidente Prudente, onde mandou seus últimos jogos da Série A do Brasileirão.[7][8][9]

No dia 12 de fevereiro de 2010, após uma reunião entre a diretoria do Barueri e a prefeitura do município de Presidente Prudente, foi definido o novo nome para o time: Grêmio Prudente Futebol Ltda..[10] Em 26 de fevereiro, o clube oficializou a mudança após a aprovação da câmara do município, e oficializado em ato realizado pelo prefeito.[11] O clube também mudou o seu distintivo, que apresenta a palavra Grêmio agora em destaque; o clube também se autodenominou Grêmio.[12]

A competição já finalizada pelo Grêmio de Presidente Prudente foi o Paulistão 2010, onde a equipe reformada do Grêmio começou mal, mas reagiu e conseguiu terminar em terceiro. Com o terceiro lugar, o time garantiu vaga para enfrentar o Santo André pelas semifinais do Paulistão. A equipe perdeu o primeiro jogo por 2–1, em troca, venceu o segundo pelo mesmo placar, mas o Santo André passou para a final pelo critério de melhor campanha na primeira fase.

No dia 14 de novembro, depois de ser derrotado pelo Atlético/PR na Arena da Baixada por 2–1, o Grêmio Prudente foi matematicamente rebaixado para a Série B do Campeonato Brasileiro. O time não teve mais condições de permanecer na elite do futebol brasileiro, sendo rebaixado depois de dois anos na divisão principal. No Paulistão de 2011, a equipe sofreu um novo rebaixamento e para a surpresa de todos, foi vendido para um grupo de empresários de Barueri, iniciando o processo de retorno à antiga sede.[13]

Porém, o clube deu sequência à série de rebaixamentos ao cair para a Série C do Campeonato Brasileiro em 2012, após terminar em último lugar. No ano seguinte, foi rebaixado para a Série D com a penúltima colocação na Terceirona, competição que disputará pela primeira vez. Em termos regionais, o time seguiu por três anos no Campeonato Paulista da Série A2 e não conseguiu retornar à elite.

Em 2014 o clube realizou uma péssima campanha na Série A2, sendo rebaixado a Série A3 do ano seguinte, após ser derrotado para o Red Bull Brasil por 2–1, no Moisés Lucarelli, com 5 vitórias, 2 empates e 12 derrotas, e com saldo de gols negativo.[14]No mesmo ano, o Barueri deu adeus a competições nacionais, após terminar em último lugar do Grupo A6 do Campeonato Brasileiro de Futebol de 2014 - Série D, somando apenas 3 pontos, com apenas 1 vitória, nenhum empates e 7 derrotas, encerrando na classificação final em 37º colocado.

Em 2016 sofreu o pior golpe de toda a história: O Grêmio Barueri perdeu todos os jogos da Série A3 e foi rebaixado para a Segunda Divisão, tendo sofrido a pior derrota da história, perdendo para o Noroeste por 10–0.[15] E com a profunda crise do clube, o até então presidente Alberto Ferrari, maior responsável pela triste fase do Abelha, finalmente resolveu abandonar o barco e vendeu o clube.[16]

O clube ficou inativo as temporadas 2017/2018, em janeiro de 2019 o clube foi comprado pelo empresário Henrique Barbosa e retornou suas atividades com as categorias de base, visando o breve retorno ao futebol profissional de São Paulo em 2020.

Presidentes[editar | editar código-fonte]

Presidente Mandato Referência
Walter Jorquera Sanches ? - ? [17]
Henrique da Costa Barbosa ? - atualmente


Símbolos[editar | editar código-fonte]

Escudo[editar | editar código-fonte]

A fim de extinguir o tratamento anterior de seu nome normalmente expressado pelas siglas GRB, o Barueri substituiu o seu antigo distintivo que era sob a forma de um círculo. A agremiação redesenhou seu novo distintivo, colocando-o em forma de escudo e buscando evidenciar mais o nome da cidade, preferindo com isso que seu nome seja sempre enfatizado como: Barueri.

Evolução do Escudo do Barueri
Grêmio Recreativo Barueri Grêmio Recreativo Barueri Grêmio Presidente Prudente Grêmio Barueri
120px 100px 100px Grêmio Barueri.png

Mascote[editar | editar código-fonte]

O mascote do clube é uma abelha. A ideia da abelha é expressar simplicidade, trabalho em equipe, força em conjunto e produção de riqueza. Esse mascote foi pensado de uma forma única, visto que pouquíssimos times brasileiros adotam a abelha como seu símbolo.

Ídolos[editar | editar código-fonte]

O Barueri tem como seu maior ídolo o atacante Pedrão, que jogou por entre 2004 e 2009, saiu para o mundo árabe e só voltou ao clube em 2011. Pedrão com a camisa do Barueri marcou 131 gols, é o maior artilheiro da história do clube, e também, é o jogador que mais vestiu a camisa do time, 203 jogos defendendo a abelha. O jogador ainda pelo Barueri, conseguiu ser artilheiro do Paulistão de 2009, com 16 gols.


O Barueri tem outros jogadores que se destacam na história do clube, são eles o Goleiro Márcio, o Volante Alê, o atacante Thiago Humberto e o Goleiro Renê, capitão no acesso do Barueri a Série A de 2009. Ralf, Fernandinho e Leandro Castán também fizeram história com a camisa da Abelha.

Estádio[editar | editar código-fonte]

Arena Barueri

A Arena Barueri, é uma arena multiuso, localizada na cidade de Barueri, Região Metropolitana de São Paulo. A arena pertence a prefeitura municipal de Barueri, e tem como equipe mandante o Oeste Futebol Clube e agora conta com a volta do Grêmio Barueri. Inicialmente, o projeto era para 25 mil lugares, porém com a possibilidade da cidade sediar uma das chaves para a Copa do mundo de 2014, o projeto foi completamente reformulado, e a capacidade subiu para 35 mil lugares.

Ver artigo principal: Arena Barueri
Visão panorâmica da Arena Barueri.

CT Vila Porto[editar | editar código-fonte]

O Oeste FC utiliza atualmente o centro de treinamento situado na região Norte da Cidade de Barueri, no bairro da Vila Porto. O CT apresenta 2 campos de futebol, piscina aquecida, sala de fisioterapia com equipamentos mais modernos da área, sala de musculação, piscina aquecida, departamento médico, psicológico e nutricional. O CT é considerado um clube com uma das melhores estruturas dos times do estado de São Paulo e foi construído para o GRB.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Futebol[editar | editar código-fonte]

Showbol[editar | editar código-fonte]

Copa do Brasil 2009 Flamengo 1–1 Grêmio Barueri Grêmio Barueri 2–0 Flamengo

Uniformes[editar | editar código-fonte]

Uniformes de jogo[editar | editar código-fonte]

  • 1º - Camisa branca com detalhes azuis, calção e meias brancas.
  • 2º - Camisa azul com detalhes brancos, calção e meias azuis.
Estadual
Competição Títulos Temporadas
Paulista Championship Trophy.png Campeonato Paulista do Interior 1 2008
Paulista Championship Trophy.png Campeonato Paulista (Série A2) 1 2006
Paulista Championship Trophy.png Campeonato Paulista (Série A3) 1 2005
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
1º Uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2º Uniforme

Uniformes anteriores[editar | editar código-fonte]

  • 2011 (Barueri)
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
1º Uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2º Uniforme
  • 2010 (Prudente)
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
1º Uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2º Uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
3º Uniforme
  • 2009 (Barueri)
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
1º Uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2º Uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
3º Uniforme

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Participações[editar | editar código-fonte]

Competição Temporadas Melhor campanha Estreia Última A Aumento R Baixa
São Paulo Campeonato Paulista 5 3º colocado (2010) 2007 2011 1
Série A2 4 Campeão (2006) 2006 2014 1 1
Série A3 3 Campeão (2005) 2005 2016 1 1
Segunda Divisão 1 4º colocado (2004) 2004 2004 1
Série B2 (extinta) 1 Vice-campeão (2003) 2003 2003 1
Série B3 (extinta) 2 3º colocado (2002) 2001 2002
Brasil Campeonato Brasileiro 2 11º colocado (2009) 2009 2010 1
Série B 4 4º colocado (2008) 2007 2012 1 1
Série C 2 4º colocado (2006) 2006 2013 1 1
Série D 1 37º colocado (2014) 2014 2014
Copa do Brasil 3 Oitavas de final (2011) 2011 2014
Flags of the Union of South American Nations.gif Copa Sul-Americana 1 2ª Fase (2010) 2010 2010

Elenco atual[editar | editar código-fonte]

Legenda
  • Capitão: Capitão
  • Lesionado: Jogador contundido
  • Prata da casa: Prata da Casa


Goleiros
N.º Jogador
' Brasil Rhuan
Defensores
N.º Jogador Pos.
' Brasil Rylberth Z
' Brasil Tangará Z
' Brasil Lipe LD
' Brasil Patané LE
Meio-campistas
N.º Jogador Pos.
' Brasil Júnior Paulista V
' Brasil Boca V
' Brasil Luiz Paulo M
' Brasil Manga M
Atacantes
N.º Jogador
' Brasil Lucácio
' Brasil Diogo França
Comissão técnica
Nome Pos.
Brasil Ari Mantovani T

Torcidas[editar | editar código-fonte]

O Grêmio teve como primeira torcida a Torcida Guerreiros Barueri. Fundada em 26 de março de 2005, em base na grande campanha que o time vinha desempenhando quando estava na Série A3 do Campeonato Paulista. a Torcida Guerreiros Barueri é a maior torcida do Grêmio Barueri.

O clube possuia ainda a Torcida Independentes Loucos Barueri e a Torcida Uniformizada Barueri, esta última fundada em 5 de julho de 2007. Hoje, só existe a Torcida Guerreiros Barueri e a Torcida Uniformizada Barueri(atual Ultras 1989), a Torcida Independentes Loucos Barueri parou de frequentar aos jogos do clube.

Ranking da CBF[editar | editar código-fonte]

Ranking atualizado em dezembro de 2014

  • Posição: 44º
  • Pontuação: 3.045 pontos[18]

Ranking criado pela Confederação Brasileira de Futebol para pontuar todos os clubes do Brasil.[19]

Referências

  1. «CNEF da CBF» (PDF). Site Oficial da CBF. Consultado em 9 de março de 2012. Arquivado do original (PDF) em 8 de outubro de 2013 
  2. Barueri mandará seus jogos do Paulistão no Prudentão
  3. http://www.gremiopp.com.br/ Site oficial
  4. http://www.goal.com/br/teams/brazil/1433/gr%C3%AAmio-recreativo-barueri Goal.com
  5. «Matéria da Gazeta Esportiva». Site "A Gazeta Esportiva". Consultado em 7 de julho de 2009 
  6. Secretaria de Esportes de Barueri veta campos e equipe júnior fará preparação para a Copa São Paulo em Carapicuíba
  7. «Reforços chegam e melhoram situação do Barueri dentro da Série B». Consultado em 31 de dezembro de 2009. Arquivado do original em 27 de fevereiro de 2010 
  8. «Reforços chegam e melhoram situação do Barueri dentro da Série B». 8 de julho de 2011. Consultado em 8 de julho de 2011 
  9. «Barueri se muda para Presidente Prudente». 8 de janeiro de 2010. Consultado em 21 de janeiro de 2010 
  10. Grêmio Prudente é o novo nome do Barueri Arquivado em 7 de maio de 2010, no Wayback Machine. UOL
  11. Grêmio Barueri oficializa mudança para Presidente Prudente Arquivado em 2 de março de 2010, no Wayback Machine. UOL
  12. «Barueri altera distintivo e muda nome do clube para Grêmio». ClicRBS. 1 de março de 2010. Consultado em 1 de março de 2010 
  13. Grêmio Prudente é vendido e volta para Barueri
  14. Grêmio Barueri é rebaixado para Série A3 do Paulista
  15. Grêmio Barueri leva 10–0 e sofre a décima derrota seguida no Paulistão
  16. Paulista A3: Grêmio Barueri é vendido e Alberto Ferrari desaparece de vez
  17. Terra (4 de abril de 2012). «Políticos de Barueri se tornam réus por abastecerem clube com verba pública». Consultado em 18 de abril de 2019 
  18. RNC - RANKING NACIONAL DOS CLUBES 2015 Confederação Brasileira de Futebol - acessado em 11 de dezembro de 2014
  19. Cruzeiro lidera o Ranking Nacional de Clubes 2015 Arquivado em 22 de dezembro de 2014, no Wayback Machine. CBF
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Grêmio Barueri