Umuarama Esporte Clube

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Umuarama
UmuaramaEC.gif
Nome Umuarama Esporte Clube
Alcunhas Colorado
Fundação 15 de novembro de 1965 (53 anos) [1]
Estádio Ferreirão
Capacidade 6.520 pessoas
Localização Iporá, GO
Presidente Brasil - Donizete
Treinador Brasil Kiko Araújo
Patrocinador Brasil
Material (d)esportivo Brasil Super Bolla
Competição Goiás Campeonato Goiano
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Temporada atual
editar

Umuarama Esporte Clube é um clube brasileiro de futebol, com sede na cidade de Iporá, no estado de Goiás.[2]

Uma das equipes mais tradicionais do oeste goiano, foi fundado em 15 de novembro de 1965. Após um longo período inativo após dívidas com a Federação Goiana de Futebol, o Colorado retomou as atividades em 2010 e ja conseguindo um Título do Amadorão 2010 vecendo a equipe do Associação Atlética Iporaense,e está visando a disputa da Terceira Divisão de Goiás.

O Umuarama manda seus jogos no Estádio Francisco José Ferreira, o "Ferreirão", com capacidade para 6.520 torcedores.

História[editar | editar código-fonte]

Neste lado do Estado de Goiás, nas décadas de 70 e 80, quando se falava em time de futebol, todos citavam o nome do Umuarama Esporte Clube como aguerrida equipe que dentro de campo conquistou todos os títulos possíveis para a realidade de um time do interior. VEJA MAIS SOBRE A HISTÓRIA.

Esse time, também conhecido como o Colorado, manteve uma rivalidade em Iporá com a Associação Atlética Iporaense, outro time de muito valor. Os dois fizeram jogos que dividiam grandes torcidas. Essa disputa entre os dois movimentou por muitos anos o futebol iporaense, dando a motivação que o esporte precisa.

Com o desaparecimento do Umuarama do cenário, depois da equipe ter contraído dívidas na Federação Goiana de Futebol (FGF), o futebol iporaense acabou não sendo o mesmo, pelo menos no que diz respeito a rivalidade local entre equipes.

Esse outrora gloriso time do futebol local, a equipe grená que foi campeã amadora do Estado (inclusive, em um tempo quando Tocantis fazia parte deste mesmo Estado), agora está voltando às atividades. Essa volta do time desperta uma grande torcida adormecida. Isto está sendo possível pois o advogado Dr. João Francisco patrocinou a volta da equipe que tem lugar no coração do povo.

Com pendências financeiras resolvidas, o chamamento de um grupo de desportistas, a contratação do treinador Humberto Matos e de plantel de jogadores, o Umuarama entrou em campo, na disputa do Campeonato Regional de Amadores Edição 2.010. O coração da torcida volta a pulsar...

Estes momentos iniciais ainda é de acerto do time. Fase boa certamente virá. Tudo isto está sendo possível porque o advogado Dr. João Francisco viabilizou a volta do Umuarama. O patrocinador banca com uma série de compromissos financeiros. Com o Umuarama em cena, nosso esporte é outro...

História do Umuarama

Quem entende bem sobre o Umuarama é Anísio Alves de Oliveira, o Anizinho, grande desportista iporaense. Anísio relembra que foi um dos fundadores do mesmo, juntamente com seu pai Odilon José de Oliveira. Recorda Adelar Dias que veio para Iporá como gerente do Banco do Brasil e começou a incentivar o esporte local. Ele convidou um grupo de homens para se associarem na compra de uma área para a prática de esportes. Assim, foi adquirida do senhor José Dias a área onde hoje situa-se a Câmara de Vereadores, Prefeitura e Fórum. No local foi construída uma quadra de esportes e um salão de festas. A ideia era um clube... Os jogos de futebol de salão foram os primeiros a serem praticados, com animadas partidas, principalmente entre o Banco do Brasil e o Grêmio Estudantil, time onde Anizinho jogava. Esse time era de alunos do Colégio Elias, que naquela época tinha outro nome. Era o início da década de 70...

Destes jogos de futebol de salão com intensa rivalidade entre os dois times surgiu em Adelar Dias uma ideia: “vamos juntar os dois times de futebol de salão e fazer uma equipe de futebol de campo”. Com isso, foi feito o campo de futebol, o qual ainda existe, ao lado do Fórum. Surgiu então o Umuarama Esporte Clube... Essa equipe disputou o primeiro campeonato regional. Os primeiros jogadores eram: José, Janarí, Roldão, Euler, Chico Nicolau, Gilson, Anísio Alves, Ivan, Hailton Sena, João Bosco, Mizera e outros. Destes, Anísio e Hailton estão aí...

A medida que o tempo passou o Umuarama se fortaleceu, alterando o plantel, buscando jogadores fora. Chegou a fazer jogos com equipes profissionais da capital. Ganhou títulos e se consolidou como entidade, inclusive, dona de valioso patrimônio.

No final da década de 80 o Umuarama começou a enfraquecer e, como equipe de futebol adulto, passava a ficar inativo. Alguns anos depois teve a prática de futebol de garotos. Aliás, bem sucedida experiência. Sem a existência do time, o patrimônio ficou esquecido de muitos que eram tidos como sócios.

No final da década de 90, quando o prefeito da época, Sebastião Coutinho, resolveu construir um novo prédio para a Prefeitura, o local escolhido foi a abandonada área do Umuarama, o velho Estádio Adelar Dias. Então, o senhor Diogo Lopes Pedra apresentou-se como posseiro da área e a vendeu para a Prefeitura. Em seguida, foram edificadas a Câmara e o Fórum. Então, o Umuarama sumiu do mapa... Ficou o campo, mas não é propriedade mais do glorioso time.

Hoje, Anísio Alves de Oliveira, o atleta e desportista que acompanhou toda essa História, sugere que o poder público deveria devolver para o Umuarama o campo, como forma de recompensar a dilapidação do patrimônio e como forma de fazer preservar pelo menos parte desta História. Isto é muito oportuno agora que o Umuarama está ressurgindo.

Em 2019, voltou a disputar campeonatos, disputando o Campeonato Goiano de Futebol de 2019 - Terceira Divisão.[3]

Referências

  1. http://www.fgf.esp.br/331-clube-umuarama-esporte-clube
  2. Jornal Oeste Goiano. «Um pouco da História do Umuarama, time que volta à cena esportiva». Consultado em 8 de setembro de 2010 
  3. Modesto, Breno (2 de julho de 2019). «Com Goiatuba de volta, FGF realiza conselho técnico da Terceira Divisão». Esporte Goiano. Consultado em 17 de julho de 2019