Esporte Clube Rio Verde

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde janeiro de 2017).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Rio Verde
ECRioVerde.png
Nome Esporte Clube Rio Verde
Alcunhas Verdão

Verdão do Sudoeste

Alviverde

Maior do interior

Torcedor/Adepto Alviverde
Mascote Hulk
Fundação 22 de agosto de 1963 (53 anos)
Estádio Estádio Mozart Veloso do Carmo
Capacidade 9.000[1]
Localização Rio Verde - GO, Brasil
Presidente Brasil Wolnei Marques
Treinador Brasil Edson Porto
Patrocinador Brasil Sadia
Brasil Rifertil
Brasil Sempre
Material (d)esportivo Brasil Super Bolla
Competição Goiás Campeonato Goiano
Goiás A 2018 a disputar
Goiás A 2017 8º colocado
Goiás B 2016 Campeão
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
editar

Esporte Clube Rio Verde é um clube brasileiro de futebol, sediado na cidade de Rio Verde com 230,237 habitantes, no estado de Goiás. chamado pelos mais fanáticos de "Verdão do Sudoeste" e de forma gloriosa ''Maior do Interior'', O Esporte Clube Rio Verde é o maior campeão da segunda divisão do campeonato goiano de futebol com 6 titulos. Rio Verde sempre foi um clube bastante competitivo, em 1995 o verdão chegou as semi-finais, quando caiu diante do forte Vila Nova de Goiânia, mesmo ano que encerrou suas atividades, Voltando a jogar no ano de 2009 pela terceira divisão do campeonato goiano, o clube esteve proximo do acesso, porém terminou a competição na terceira colocação, uma vez que subiram os dois primeiros colocados. Em 2012, com uma campanha regular na primeira fase e uma recuperação incrível na segunda do Goianão Chevrolet 2012, a equipe manteve-se entre os 8 melhores, permanecendo na 7ª colocação, obtendo 5 vitórias, 4 empates e 9 derrotas, dos 18 jogos disputados na primeira fase. Em 2013, entra como favorita pela classificação à segunda fase do Campeonato Goiano de Futebol de 2013.[2] Apesar do favoritismo, a equipe não obteve bons resultados e acabou sendo rebaixada para a Divisão de Acesso do Campeonato Goiano, que disputará em 2014. Em 2016 dispultou e consquistou a Divisão de Acesso do Campeonato Goiano de forma invicta. Com 6 vitórias e 2 empates na fase de grupos, já na semi final ganhou os dois jogos contra o Grêmio Esportivo Anápolis e se classificou para a final da segunda divisão do campeonato goiano 2016 contra o Iporá Esporte Clube que tinha vencido o Novo Horizonte, No primeiro jogo da final no Ferreirão estádio do Iporá a partida ficou no 0 a 0, Rio verde assim levou a desição para casa no estádio Mozart veloso do carmo, ganhando de 1 a 0 com o gol do atacante aleíson o Esporte clube Rio Verde se sagrou campeão de forma invicta e sendo o maior campeão da Divisão de Acesso do Campeonato Goiano com 6 titulos. com essa grande campanha o Esporte clube Rio Verde subiu para o Campeonato Goiano de 2017, com grande espectativas de permanecer na elite do futebol goiano.

História[editar | editar código-fonte]

O Esporte Clube Rio Verde foi criado no dia 22 de agosto de 1963, com o objetivo de incentivar a prática esportiva e proporcionar alegria aos torcedores. Ao longo de sua trajetória foram muitas as disputas e títulos conquistados. O Verdão do Sudoeste como é carinhosamente chamado pelos torcedores tem na galeria taças conquistadas em importantes disputas que renderam cinco títulos de campeão da Divisão de Acesso, o primeiro deles conquistado no ano de 1969.

A formação de ouro do Esporte Clube Rio Verde enfrentou adversários de peso e venceu todos eles, alguns com vitórias expressivas, conseguindo o primeiro título de campeão, invicto na competição.

Em todas as competições que participou, o emergente Esporte Clube Rio Verde teve em seu elenco o nome de grandes jogadores sendo que muitos fizeram histórias no futebol nacional como é o caso dos atletas Mug e Radar, que ao defenderem as cores verde e branco ganharam o coração dos torcedores tornando-se ídolos consagrados.

Nas conquistas do clube a torcida teve papel fundamental, tornando-se o décimo segundo jogador no campo. Em vários jogos dentro do Mozart Veloso do Carmo o público lotou o estádio, sendo campeão de bilheteria em muitas partidas.

Na caminhada de sucesso foram vários jogos importantes, mas, um deles talvez nunca se apague na lembrança do torcedor. Uma partida amistosa disputada dentro do Velosão contra o Clube Regatas Flamengo em sua formação de 1978. Jogadores como Carpeggiani, Cantarelli e Júnior jogaram em terras alviverdes, mas isso não intimidou o Verdão que arrancou um empate de 0 X 0.

No ano de 2009 a equipe entrou na disputa com um único objetivo, conquistar o acesso a elite do futebol goiano. Foram três anos de ansiedade tanto dos dirigentes quanto dos torcedores. No ano de 2011 o coração do torcedor bateu acelerado nas disputas com o time enfrentando equipes também tradicionais. A conquista do título tão esperado veio com uma rodada de antecedência na Divisão de Acesso e voltou após dezesseis anos à Primeira Divisão.

Além do futebol, o nome do clube é reconhecido em outras modalidades. No futsal coleciona mais de 10 títulos de campeão goiano e no handebol foi campeão goiano em 2011. A valorização do esporte começa desde cedo, as categorias de base são mantidas através de uma parceria com o município que busca a realização dos sonhos de mais de mil crianças e jovens.[3]

No ano de 2013, o Ministério Público Estadual instaurou procedimento, que deverá ser convertido em Inquérito Civil Público, para investigar a aplicação de recursos da Educação da prefeitura de Rio Verde no futebol profissional. O Esporte Clube Rio Verde recebeu mais de R$ 5 milhões do Fundo Municipal de Educação para disputar a série A do Campeonato Goiano em 2012 e 2013. O promotor Paulo Penna Prado informou que já solicitou documentos da Seduc e efetuou diligências in loco, mas ainda não analisou as provas produzidas. Com a prestação de contas do time em mãos, a vereadora Lúcia Batista (PT) questionou esta semana (primeira de junho) na tribuna da Câmara a legalidade e as cifras dos convênios firmados pelo poder público com o time de futebol profissional. A título de ajuda de custo, a prefeitura pagou salários de até R$ 70 mil para técnico e jogadores no ano passado. A parlamentar ainda afirmou que foram feitos contratos de publicidade e marketing no valor de R$ 260 mil sem concorrência pública. Os membros da base aliada saíram em defesa do convênio e afirmaram que equipes de grande porte do Rio de Janeiro e São Paulo também recebem recursos públicos. A assessoria de comunicação da prefeitura de Rio Verde informou que os recursos aplicados no clube são separados do dinheiro específico para a Educação. “Apesar da Diretoria de Desporto e Lazer ter sido vinculada à Secretaria de Educação, Esportes e Lazer, as duas pastas têm fontes de recursos separadas e próprias de cada uma”, diz a nota. [4]

Goiano Série B 2011

Rio Verde faz uma grande campanha e se torna campeão da segunda divisão do campeonato goiano, Em cima do Itumbiara no dia 11 de semtembro de 2011. O artilheiro da competicão foi o jogador Nonato do Mineiros com 15 gols

Goiano Série A 2012

Após subir em 2011, Rio verde faz uma campanha mediana e se mantém na elite do futebol goiano.

Goiano Série A 2013[editar | editar código-fonte]

O Verdão do Sudoeste teve um início animador no Goianão 2013, mantendo-se invicto por 5 rodadas, até perder para o Grêmio Anápolis na 6ª rodada. Mais tarde, foi massacrado pelo Goiás por 7x0, o que foi destaque nacional.[5] A zona de rebaixamento estava distante, e a equipe novamente se destacou ao derrubar a invencibilidade do Goiás (sofreu a única derrota na fase inicial para o Rio Verde)[6]. Apesar disso, a equipe conquistou apenas 5 pontos nas 6 rodadas restantes, e a derrota na última rodada para o Vila Nova decretou o rebaixamento, salvando os colorados da capital.[7]

Goiano Série B 2014

Bate na trave, na fase de grupos do campeonato o Rio Verde fez 8 jogos ganhou 6 e empatou 2 jogos se classificando em primeiro no grupo A com 18 pontos, Na proxima fase foi feito um quadrangular com os dois melhores de cada grupo no qual o Rio verde acabou terminando em terceiro lugar e se manteve na Segundona. e o Caldas Novas se sagrou campeão e o Itumbiara em segundo ficou com a vaga para a elite do futebol goiano.

Goiano Série B 2015

Rio Verde acaba ficando em quarto (penultimo) lugar no grupo B com 8 jogos 2 vitórias 3 empates e 3 derrotas, Faz campanha ruim e apenas se mantém na Segunda Divisão. O Vila nova após ser rebaichado no ano anterior se torma campeão.

Goiano Série B 2016

Em 2016 dispultou e consquistou a Divisão de Acesso do Campeonato Goiano de forma invicta. Com 6 vitórias e 2 empates na fase de grupos, já na semi final ganhou os dois jogos contra o Grêmio Esportivo Anápolis e se classificou para a final da segunda divisão do campeonato goiano 2016 contra o Iporá Esporte Clube que tinha vencido o Novo Horizonte, No primeiro jogo da final no Ferreirão estádio do Iporá a partida ficou no 0 a 0, Rio verde assim levou a desição para casa no estádio Mozart veloso do carmo, ganhando de 1 a 0 com o gol do atacante aleíson o Esporte clube Rio Verde se sagrou campeão de forma invicta e sendo o maior campeão da Divisão de Acesso do Campeonato Goiano com 6 titulos. com essa grande campanha o Esporte clube Rio Verde subiu para o Campeonato Goiano de 2017, com grande espectativas de permanecer na elite do futebol goiano.

Goiano Série A 2017

No dia 29 de Janeiro de 2017 o Esporte clube Rio Verde faz sua estreia na elite do campeonato goiano de 2017 contra o Crac de Catalão em Itumbiara, Com o mando de jogo do Rio verde mais sem poder jogar em seu estádio mozar veloso o Rio Verde escolheu jogar no estádio Estádio JK do Itumbiara. Com os gols da meia atacante Roger Guerreiro e do centroavante Saulo o Rio Verde empatou com o Crac por 2 a 2. 

Escudo anterior

Cronologia[editar | editar código-fonte]

1969 - Ganha seu primeiro Titulo Estadual, sagrando-se Campeão da 2.ª Divisão do Campeonato Goiano.

1967 - Participa do primeiro Campeonato Goiano da Segunda Divisão, ficando em último lugar.

1975 - Disputa pela primeira vez o Campeonato Goiano, tendo uma péssima atuação, ficando em último lugar.

1977 - O clube conquista sua melhor marca até então com um 4 lugar, que seria quebrado em 1984 com um 3 lugar.

1982 - Campeão da 2.ª Divisão do Campeonato Goiano.

1984 - O clube conquista sua melhor posição na história do clube, ficando entre os três melhores no Estadual.

1988 - Fica em penúltimo lugar e é rebaixado para a Segunda Divisão.

1989 - Conquista o Campeonato Goiano da Segunda Divisão e a vaga para a Primeirona.

1990 - Penúltimo lugar no campeonato e acaba novamente sendo rebaixado.

1993 - Conquista mais uma vez o Campeonato Goiano da Segunda Divisão.

1995 - O clube conquista sua segunda melhor posição pela segunda vez, mesmo feito de 1977 quando ficou em 4 lugar. O clube pede licenciamento.

2001 - Fica 3.º lugar no Campeonato Goiano Serie B (Segunda Divisão).

2003 - Termina em 5.º lugar o Campeonato Goiano Serie B.

2009 - O Clube volta a disputar o Campeonato Goiano, na terceira divisão, porém não se classifica para a segunda, ficando em terceiro lugar.

2010 - Conquista o acesso à Segunda Divisão, ficando em segundo lugar na competição.

2011 - Consagra-se Campeão da Segunda Divisão de 2011 e garante o acesso a elite do futebol goiano.

2012 - Mantém-se entre os 8 melhores do estado e se mantém na elite goiana para 2013.

2013 - É rebaixado para a Segunda Divisão do Campeonato Goiano.

2014 - Bate na trave, terminando em terceiro lugar e se mantém na Segundona.

2015 - Faz campanha ruim e apenas se mantém na Segunda Divisão.

2016 - Com grande campanha, conquista o sexto título na segundona e retorna a elite do Goianão.

Histórico em competições oficiais[editar | editar código-fonte]

Campeonato Brasileiro de Futebol - Série C[editar | editar código-fonte]

Participou da Serie C em 1995 e Alcançou a colocação de 89º lugar.

Campeonato Goiano de Futebol - Primeira Divisão[editar | editar código-fonte]

Participou dos campeonatos goianos de 1975, 1976, 1977, 1978, 1980, 1981, 1982, 1983, 1984, 1985, 1986, 1987, 1988, 1990, 1994, 1995, 2012, 2013 e 2017. Alcançou sua melhor colocação em 1984 com um 3º lugar e 1977 e 1995 com um 4º lugar, foram 19 participações.

Campeonato Goiano de Futebol - Segunda Divisão[editar | editar código-fonte]

Participou dos campeonatos goianos da serie B de 1967, 1969, 1982, 1989, 1991, 1992, 1993, 2011, 2014, 2015 e 2016. foi campeão seis vezes 1969, 1982, 1989, 1993, 2011 e 2016. foram 11 participações.

Campeonato Goiano de Futebol - Terceira Divisão[editar | editar código-fonte]

Participou dos campeonatos goianos da serie C de 2009 e 2010. foi vice-campeão em 2010, foram 2 participações.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Futebol[editar | editar código-fonte]

Estaduais
Competição Títulos Temporadas
Goiás Campeonato Goiano da Segunda Divisão 6 1969, 1982, 1989, 1993, 2011 e 2016
Goiás Torneio Incentivo[8] 1 1976

Futsal[editar | editar código-fonte]

  • Brazil Region CentroOeste.svg Liga Centro-Oeste: 2009
  • Goiás Campeonato Goiano: 2000,2001,2002,2003 2007 e 2009
  • Goiás Liga Sudoeste: 2009
  • Goiás Torneio Rio Verde: 2008

Handebol[editar | editar código-fonte]

  • Goiás Campeonato Goiano: 2011,2012 e 2013
  • Copa Goias: 2013
  • Copa Anápolis: 2012 e 2013
  • Liga Nacional: 2012
  • Titulo de melhor técnico 2013: Profº Eguilar Rodrigues

Elenco 2017[editar | editar código-fonte]

Atualizado em 27 de Janeiro de 2017