Fábio Alves Félix

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção sobre futebol não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2009). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Fabinho
Informações pessoais
Nome completo Fábio Alves Félix
Data de nasc. 10 de janeiro de 1980 (37 anos)
Local de nasc. São Bernardo do Campo (SP),  Brasil
Altura 1,86 m
Destro
Apelido Fabinho Guerreiro
Informações profissionais
Equipa atual Brasil Corinthians
Posição Auxiliar técnico (ex Volante)
Clubes de juventude
19981999 Brasil São Caetano
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos (golos)
2000
20012004
2005
2006
20062008
20082009
20092010
2011
20112012
2013
Brasil São Caetano
Brasil Corinthians
Japão Cerezo Osaka
Brasil Santos
França Toulouse
Brasil Corinthians (emp.)
Brasil Cruzeiro
Japão Yokohama FC
Brasil Bahia
Brasil São Caetano

192 000 (15)
023 0000 (7)
023 0000 (2)
031 0000 (4)
055 0000 (2)
056 0000 (5)
004 0000 (1)
074 0000 (3)
024 0000 (0)
Times/Equipas que treinou
2017
2017
Brasil Corinthians (auxiliar das categorias de base)
Brasil Corinthians (auxiliar)

Fábio Alves Félix, mais conhecido como Fabinho (São Bernardo do Campo, 10 de janeiro de 1980) é um futebolista brasileiro que atua como volante. Atualmente é auxiliar-técnico do Corinthians.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Fabinho iniciou a sua carreira profissional em 2000 no São Caetano e em 2001 passou pelo Corinthians. No final de 2004 foi para o Japão para jogar no Cerezo Osaka. Em 2006 é anunciado para jogar no Santos. Transferiu-se para o Toulouse.

Em uma negociação envolvendo o lateral do Corinthians Eduardo Ratinho, acertou a sua volta ao clube paulista.

Conquistou em 2002 o Torneio Rio-São Paulo e a Copa do Brasil de 2002, o Campeonato Paulista de 2003 pelo Corinthians e o Campeonato Paulista de 2006 pelo Santos.

Chegou, junto com o Timão, na final da Copa do Brasil de 2008 e ficou com o vice-campeonato. Em 8 de novembro de 2008, conquistou o Campeonato Brasileiro - Série B pelo Corinthians e em 15 de maio de 2009 rescindiu seu contrato com a equipe.

Ainda em 2009, foi contratado pelo Cruzeiro Esporte Clube, por recomendação de Adílson Batista, fazendo parte do elenco vice-campeão da Libertadores do mesmo ano.

Fabinho teve seu contrato com o Cruzeiro rescindido no início de 2011. Logo depois assinou contrato com o Yokohama FC.

Em 04 de julho de 2011, assinou contrato com o Bahia, onde permanecerá até o fim do ano disputando a Série A. No final de dezembro de 2012, seu contrato não foi renovado, e ele deixou o Bahia.

Sem receber salários do Bahia, seu último clube, Fabinho deseja voltar a atuar por alguma outra agremiação. O volante tem preferencialmente a vontade de jogar no São Caetano, que, segundo o atleta, o tirou da "boca da favela".[1]

Em março de 2013, o volante acertou com o São Caetano. Na sua estreia, no dia 02 daquele mês, o volante acabou cometendo o pênalti que deu a vitória ao Botafogo de Ribeirão por 1 a 0 e que manteve o Azulão na lanterna do Paulistão.[2]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Corinthians
Santos
Bahia

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. Vídeo: Fabinho diz que gostaria de voltar a jogar
  2. [1]