Weverton

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Weverton
Weverton
Weverton com a camisa da Seleção Olímpica em 2016.
Informações pessoais
Nome completo Weverton Pereira da Silva
Data de nasc. 13 de dezembro de 1987 (33 anos)
Local de nasc. Rio Branco (AC), Brasil
Nacionalidade brasileiro
Altura 1,89 m
destro
Apelido W12
Informações profissionais
Clube atual Palmeiras
Número 21
1 (Libertadores 2020)
Posição goleiro
Clubes de juventude
2006
2006–2007
Juventus-AC
Corinthians
Clubes profissionais
Anos Clubes
2007–2009
2006–2007
2009
2009
2010
2010–2012
2012–2017
2018–
Corinthians
Remo (emp.)
Oeste (emp.)
América de Natal (emp.)
Botafogo-SP
Portuguesa
Atlético Paranaense
Palmeiras
Seleção nacional
2016
2016–
Brasil Sub-23
Brasil
Medalhas
Jogos Olímpicos
Ouro Rio 2016 Futebol

Weverton Pereira da Silva, mais conhecido apenas como Weverton (Rio Branco, 13 de dezembro de 1987), é um futebolista brasileiro que atua como goleiro. Atualmente defende o Palmeiras.

Foi medalha de ouro com a Seleção Brasileira Olímpica nos Jogos Olímpicos de 2016.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Início[editar | editar código-fonte]

Nascido em Rio Branco, no Acre, Weverton surgiu nas categorias de base do Juventus do Acre. Participou da Copa São Paulo de Futebol Júnior pelo clube, onde ganhou destaque no jogo contra o Corinthians, sendo eleito o melhor em campo.[1]

Corinthians[editar | editar código-fonte]

Entre 2006 e 2007 ficou nas categorias de base do Corinthians. Após se destacar na base do Timão, Weverton subiu ao profissional como terceiro goleiro, sendo reserva de Felipe e Júlio César.[2]

No entanto, o técnico Mano Menezes promoveu Rafael Santos ao elenco profissional e Weverton passou a ser o quarto goleiro da equipe, fato que o desagradou e o fez querer deixar o clube.

Empréstimos[editar | editar código-fonte]

Sem disputar sequer uma partida pelo Corinthians em 2008, Weverton foi emprestado em 2009 ao Oeste e depois ao América de Natal.

Botafogo-SP e Portuguesa[editar | editar código-fonte]

Retornou à São Paulo para jogar no Botafogo-SP. Foi campeão do Campeonato Paulista do Interior pelo clube de Ribeirão Preto. Logo depois surgiram propostas, até o jogador ser anunciado como novo reforço da Portuguesa. Ele estreou na Série B de 2010 contra o Icasa, na vitória por 3 a 1.

Destacou-se na temporada de 2011, sendo campeão brasileiro da Série B.

No dia 19 de maio de 2012, Weverton despediu-se da Lusa no jogo contra o Palmeiras, pelo Campeonato Brasileiro, onde a partida terminou em 1 a 1.[3] O goleiro afirmou que a diretoria não o procurou para renovar o contrato que vencia no dia 25.[4]

Atlético Paranaense[editar | editar código-fonte]

Chegou no Atlético Paranaense em 2012, após o término do seu contrato com a Lusa.[5] Pelo Furacão realizou sua estreia junho diante do Goiás, num empate por 0 a 0 pela Série B.[6] Seguiu como titular do rubro-negro no restante da temporada, mesmo contestado por parte da torcida. No dia 24 de novembro, após um empate por 1 a 1 diante do rival Paraná, conquistou o retorno à Série A.[7]

Em 2013, ao lado de nomes como Paulo Baier, Éderson, Marcelo Cirino e Manoel, foi destaque do Furacão na temporada em que o time foi vice-campeão da Copa do Brasil e terceiro colocado no Campeonato Brasileiro, que resultou numa classificação para a Libertadores do ano seguinte.[8][9]

Com as saídas de Paulo Baier e Manoel no ano seguinte, que foram para o Criciúma e Cruzeiro, respectivamente, Weverton assumiu ao posto de capitão do time. Pelo Atlético-PR se destacou principalmente por ser pegador de pênalti e por boas defesas.[10] Em outubro de 2015, foi herói na vitória por 1 a 0 fora de casa, no Maracanã, diante do Fluminense, em que realizou cinco defesas difíceis ao longo do jogo.[11]

Em novembro do mesmo ano, diante do Sport em um empate por 0 a 0 pelo Campeonato Brasileiro, Weverton atingiu a marca de 200 jogos pelo Furacão.[12][13]

Com sondagens de São Paulo e Internacional e boatos de uma possível saída, o Atlético-PR garantiu a permanência do arqueiro atleticano para a temporada de 2016, com quem vínculo até maio de 2017.[14] Logo depois renovou seu vínculo até maio de 2018.[15] Em 2016, na final do estadual, após vencer por 3 a 0 o rival Coritiba na Arena da Baixada no jogo de ida, e por 2 a 0 no Couto Pereira no jogo da volta, conquistou o Campeonato Paranaense, que foi seu primeiro título com a camisa do Furacão, e pondo fim a jejum de sete anos sem conquistar o título estadual.[16][17]

Ao longo da temporada foi destaque do Atlético-PR, realizando boas defesas e pegando pênaltis. No Campeonato Brasileiro, foi destaque ao lado de jogadores como Paulo André, Thiago Heleno, Pablo e Hernani. Comandados por Paulo Autuori, o time terminou em quinto lugar e conquistou a classificação para a Copa Libertadores do ano seguinte, tendo a melhor defesa do campeonato ao lado do Palmeiras.[18]

Palmeiras[editar | editar código-fonte]

Em dezembro de 2017, o Palmeiras anunciou sua contratação por cinco temporadas.[19][20]

Em 2018, com o técnico Roger Machado, Weverton ganhou a posição de goleiro titular contra o Santos, posição que foi mantida posteriormente pelo técnico Luiz Felipe Scolari, e onde alcançou uma marca histórica no clube e em sua carreira, de nove jogos sem tomar gol.[21] Em novembro do mesmo ano, sagrou-se campeão do Campeonato Brasileiro, conquistando o título com uma rodada de antecedência.[22]

No dia 6 de fevereiro de 2020, renovou com o Palmeiras até dezembro de 2024.[23]

Em 8 de agosto de 2020, Weverton foi decisivo na finalíssima do Campeonato Paulista de 2020 entre Palmeiras e Corinthians disputada no Allianz Parque. Após a partida que decidia a competição terminar empatada por 1 a 1, o goleiro defendeu duas cobranças na disputa por pênaltis e ajudou a equipe alviverde a conquistar o título da competição sobre o seu maior rival[24]

Seleção Brasileira[editar | editar código-fonte]

Weverton (esquerda) comemorando a conquista do ouro após Neymar converter o último pênalti.
Weverton em treino pela Seleção Brasileira

Olímpica[editar | editar código-fonte]

Poucos dias antes da abertura dos Jogos Olímpicos de 2016, e com o corte por contusão do goleiro Fernando Prass, foi convocado para a Seleção Brasileira Olímpica que jogou nas Olimpíadas Rio 2016.[25][26] Sagrou-se campeão e conquistou a inédita medalha de ouro numa disputa por pênaltis contra a Alemanha, ao defender a última cobrança do atacante Petersen.[27] Em toda a campanha olímpica, Weverton sofreu apenas um gol em seis jogos - justamente na final, marcado por Max Meyer.[28]

Principal[editar | editar código-fonte]

Após ser destaque nas Olimpíadas, no dia 16 de setembro de 2016 foi convocado pela primeira vez para a Seleção Brasileira principal pelo treinador Tite. Na ocasião, o Brasil disputou dois jogos pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018, contra Bolívia e Venezuela, respectivamente.[29]

No dia 19 de janeiro de 2017, Weverton foi novamente convocado para a Seleção Brasileira. Neste dia o técnico Tite divulgou uma lista com 23 nomes para o chamado Jogo da Amizade. Como este amistoso contra a Colômbia foi agendado fora da Data FIFA, apenas atletas que atuam no futebol brasileiro foram convocados.[30] Neste jogo realizou sua estreia pela seleção principal, em que o Brasil venceu por 1 a 0.[31]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Atualizadas até 19 de dezembro de 2020.

Clubes[editar | editar código-fonte]

Clube Temporada Campeonato
nacional
Copa
nacional[a]
Competições
continentais[b]
Outros
torneios[c]
Total
Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols
Oeste 2009 18 0 18 0
Total 0 0 0 0 0 0 18 0 18 0
América de Natal 2009 16 0 16 0
Total 16 0 0 0 0 0 0 0 16 0
Botafogo-SP 2010 22 0 22 0
Total 0 0 0 0 0 0 22 0 22 0
Portuguesa 2010 29 0 29 0
2011 38 0 19 0 57 0
2012 1 0 4 0 14 0 19 0
Total 68 0 4 0 0 0 33 0 105 0
Atlético Paranaense 2012 33 0 33 0
2013 38 0 13 0 3 0 54 0
2014 35 0 2 0 8 0 1 0 46 0
2015 36 0 4 0 6 0 5 0 51 0
2016 30 0 8 0 20 0 58 0
2017 34 0 4 0 12 0 9 0 59 0
Total 206 0 31 0 26 0 38 0 301 0
Palmeiras 2018 23 0 4 0 6 0 1 0 34 0
2019 31 0 3 0 10 0 7 0 51 0
2020 21 0 3 0 10 0 16 0 50 0
Total 75 0 10 0 26 0 24 0 135 0

Seleção Brasileira[editar | editar código-fonte]

Expanda a caixa de informações para conferir todos os jogos deste jogador, pela Seleção Brasileira.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Palmeiras
Atlético Paranaense
Portuguesa
Botafogo-SP
Corinthians
Seleção Brasileira

Prêmios individuais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «No Acre, Weverton relembra início difícil no futebol e fala sobre emoção por reconhecimento». GloboEsporte.com. 30 de dezembro de 2018. Consultado em 9 de dezembro de 2020 
  2. Felipe Noronha (1 de março de 2016). «5 goleiros que jogaram no Corinthians neste século e você esqueceu». Torcedores.com. Consultado em 9 de dezembro de 2020 
  3. Diego Ribeiro (19 de maio de 2012). «Palmeiras começa bem, mas sofre no fim, e Lusa busca empate no fim.». GloboEsporte.com. Consultado em 9 de dezembro de 2020 
  4. Rodrigo Faber (20 de março de 2012). «Weverton treina na Portuguesa, mas não renovará seu contrato». GloboEsporte.com. Consultado em 9 de dezembro de 2020 
  5. «Weverton se despede e espera que torcida entenda sua opção». GloboEsporte.com. 19 de maio de 2012. Consultado em 9 de dezembro de 2020 
  6. Gabriel Hamilko (16 de junho de 2012). «Em jogo ruim, Atlético-PR e Goiás empatam em 0 a 0 e caem na tabela». GloboEsporte.com. Consultado em 9 de dezembro de 2020 
  7. Fernando Freire (24 de novembro de 2012). «Fim do martírio: Atlético-PR empate com o Paraná e volta para a Série A». GloboEsporte.com. Consultado em 9 de dezembro de 2020 
  8. «Flamengo vence o Furacão por 2 a 0 e é tricampeão da Copa do Brasil». GloboEsporte.com. 27 de novembro de 2013. Consultado em 9 de dezembro de 2020 
  9. «Furacão vai à Libertadores e rebaixa Vasco em jogo com briga de torcida». GloboEsporte.com. 8 de dezembro de 2013. Consultado em 9 de dezembro de 2020 
  10. «Herói, Weverton pega pênalti e salva o Atlético-PR em empate com o Santos». GloboEsporte.com. 15 de agosto de 2015. Consultado em 9 de dezembro de 2020 
  11. «Weverton atrás, Walter na frente: Furacão segura Flu e vence no Maraca». GloboEsporte.com. 24 de outubro de 2015. Consultado em 9 de dezembro de 2020 
  12. «Contra Sport, Weverton completará 200 jogos pelo Atlético-PR e sonha com seleção». ESPN.com.br. 21 de novembro de 2015. Consultado em 9 de dezembro de 2020 
  13. «Sport empata com Atlético-PR na Ilha do Retiro vazia e se complica na luta pelo G-4». GloboEsporte.com. 22 de novembro de 2015. Consultado em 9 de dezembro de 2020 
  14. «Atlético-PR garante a permanência do goleiro Weverton para 2016». GloboEsporte.com. 2 de dezembro de 2015. Consultado em 9 de dezembro de 2020 
  15. «Goleiro Weverton prorroga contrato com o Atlético-PR por mais um ano». GloboEsporte.com. 22 de fevereiro de 2016. Consultado em 9 de dezembro de 2020 
  16. «Atlético-PR desperta no segundo tempo e atropela o Coritiba por 3 a 0 na Baixada». GloboEsporte.com. 1 de maio de 2016. Consultado em 9 de dezembro de 2020 
  17. «É campeão! Em dia de Walter, Atlético-PR bate o Coritiba e conquista o Campeonato Paranaense». GloboEsporte.com. 8 de maio de 2016. Consultado em 9 de dezembro de 2020 
  18. «Furacão para em Muralha, fica no empate com o Fla, mas se garante na Libertadores». GloboEsporte.com. 11 de dezembro de 2016. Consultado em 9 de dezembro de 2020 
  19. Felipe Krüger (15 de dezembro de 2017). «Campeão olímpico, goleiro Weverton é o novo reforço do Palmeiras». Site oficial do Palmeiras. Consultado em 9 de dezembro de 2020 
  20. «Palmeiras anuncia a contratação do goleiro Weverton, ex-Atlético-PR». GloboEsporte.com. 15 de dezembro de 2017. Consultado em 9 de dezembro de 2020 
  21. Gabriel Amorim (20 de maio de 2019). «Weverton chega ao 7° jogo sem ser vazado e se aproxima de próprio recorde no Palmeiras». Nosso Palestra. Consultado em 9 de dezembro de 2020 
  22. «É campeão! Palmeiras vence o Vasco em São Januário e conquista o décimo título brasileiro». GloboEsporte.com. 25 de novembro de 2018. Consultado em 9 de dezembro de 2020 
  23. «Weverton amplia contrato com o Palmeiras até dezembro de 2024». Site oficial do Palmeiras. 6 de fevereiro de 2020. Consultado em 9 de dezembro de 2020 
  24. "Com drama, Palmeiras vence o Corinthians nos pênaltis e é campeão paulista", UOL, 8/8/2020
  25. Sérgio Rangel (31 de julho de 2016). «Weverton, do Atlético PR, é convocado para a seleção olímpica». Folha de S.Paulo. Consultado em 9 de dezembro de 2020 
  26. «Seleção chama Weverton, do Atlético-PR, para lugar de Prass». Terra. 31 de julho de 2016. Consultado em 9 de dezembro de 2020 
  27. «Herói da conquista, Weverton valoriza geração: "Merecemos respeito"». SporTV.com. 20 de agosto de 2016. Consultado em 9 de dezembro de 2020 
  28. Alexandre Lozetti, Felipe Schmidt e Raphael Zarko (20 de agosto de 2016). «Brilhou o ouro! Nos pênaltis, Brasil vence Alemanha e conquista medalha inédita». GloboEsporte.com. Consultado em 9 de dezembro de 2020 
  29. «Com novidades, Tite resgata astros europeus e chama Muralha». ESPN. 16 de setembro de 2016 
  30. Alexandre Lozetti e Edgard Maciel de Sá (19 de janeiro de 2017). «Com Robinho e Diego, Tite convoca Seleção para jogo contra a Colômbia». GloboEsporte.com. Consultado em 9 de dezembro de 2020 
  31. «Mais que um jogo: em dia de homenagem à Chape, Brasil vence Colômbia com gol de Dudu». GloboEsporte.com. 25 de janeiro de 2017. Consultado em 9 de dezembro de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Weverton