Danilo Luiz da Silva

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Danilo
Danilo
Danilo pela Seleção Brasileira em 2018.
Informações pessoais
Nome completo Danilo Luiz da Silva
Data de nasc. 15 de julho de 1991 (31 anos)
Local de nasc. Bicas, MG, Brasil
Nacionalidade brasileiro
Altura 1,84 m[1]
destro
Informações profissionais
Clube atual Juventus
Número 6
Posição lateral-direito
Clubes de juventude
2004–2005
2007–2009
Tupynambás
América Mineiro
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2009–2010
2010–2011
2012–2015
2015–2017
2017–2019
2019–
América Mineiro
Santos
Porto
Real Madrid
Manchester City
Juventus
0045 0000(4)
0078 000(10)
0141 000(13)
0056 0000(3)
0060 0000(4)
0129 0000(5)
Seleção nacional3
2010
2012
2011–
Brasil Sub-20
Brasil Sub-23
Brasil
0015 0000(2)
0004 0000(1)
0049 0000(1)


2 Partidas e gols totais pelos
clubes, atualizadas até 13 de novembro de 2022.
3 Partidas e gols pela seleção nacional estão atualizadas
até 9 de dezembro de 2022.

Medalhas
Jogos Olímpicos
Prata Londres 2012 Futebol

Danilo Luiz da Silva, mais conhecido por apenas Danilo (Bicas, 15 de julho de 1991), é um futebolista brasileiro que atua como lateral-direito, lateral-esquerdo ou zagueiro.[2][3] Atualmente joga pela Juventus.

Danilo começou sua carreira profissional no América Mineiro antes de ser transferido para o Santos, onde fez o gol que deu ao clube o título da Copa Libertadores da América de 2011. Em janeiro de 2012, foi para o Porto, onde conquistou títulos consecutivos da Primeira Liga. Em 2015, ele se juntou ao Real Madrid após uma transferência de € 31,5 milhões. Em 2017, foi para o Manchester City. Em 2019, tendo vencido dois títulos da Premier League, uma Copa da Inglaterra e duas EFL Cups com o City, Danilo foi para a Juventus, conquistando o título da Série A em sua primeira temporada no clube.

Sua estreia na Seleção Brasileira ocorreu em 2011, também vencendo neste ano a Copa do Mundo Sub-20. No ano seguinte, conseguiu a medalha de prata nos Jogos Olímpicos de Verão de 2012 em Londres. Ele representou o Brasil nas Copas do Mundo FIFA de 2018 e 2022.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Início[editar | editar código-fonte]

Iniciou sua formação no futebol nas categorias mirim e infantil, do Tupynambás de Juiz de Fora, em Minas Gerais. Com o destaque que conseguiu na equipe de Juiz de Fora, atraiu atenção de outros clubes, e acabou acertando sua ida para o América Mineiro, onde finalizou sua formação de base, e acabou se profissionalizando.

América Mineiro[editar | editar código-fonte]

Revelado nas categorias de base do América-MG, estreou no time profissional em 2009 no hexagonal final do Campeonato Mineiro. Disputou nove partidas no Campeonato Brasileiro de 2009 - Série C, as quais colaborou como titular para o acesso do time para a Série B do Brasileiro 2010. No ano de 2010 no Campeonato Mineiro, Danilo disputou quatorze jogos e marcou dois gols no clássico contra o Atlético Mineiro pela as quartas de final da segunda fase. Na final do campeonato Danilo foi considerado a maior revelação do certame de 2010.

Santos[editar | editar código-fonte]

Foi contratado pelo Santos em 28 de maio de 2010.[4] Em 2011, foi campeão do Campeonato Paulista. No mesmo ano, foi campeão da Copa Libertadores da América de 2011, sendo fundamental por ter marcado o segundo gol da vitória por 2 a 1 do Santos contra o Peñarol na partida de volta da final, no Pacaembu. Também esteve presente na Copa do Mundo de Clubes da FIFA de 2011, onde marcou o terceiro gol na vitória do Santos por 3 a 1 contra o Kashiwa Reysol na semifinal.

Porto[editar | editar código-fonte]

Em 19 de julho de 2011 foi oficializado a sua venda ao Porto, mas só chegaria ao clube no início de 2012.[5] Estreou no dia 22 de janeiro de 2012 na partida contra o Vitória de Guimarães pelo Campeonato Português.[6] Em 2014 recebeu o prêmio Dragão de Ouro de futebolista do ano do clube[7] e chegou a ocupar temporariamente, pela primeira vez, o posto de capitão.[8] Fez seu último jogo em 22 de maio de 2015 contra o Penafiel pela Liga portuguesa, marcando um dos gols da vitória da equipe.[9]

Real Madrid[editar | editar código-fonte]

Sendo sondado pelo Barcelona[10] para ser um substituto de Daniel Alves, Danilo acertou com seu maior rival, Real Madrid, em 31 de março de 2015, com vínculo até 30 de junho de 2021, pelo valor de € 31,5 milhões.[11][12]

Manchester City[editar | editar código-fonte]

Em 23 de julho de 2017, foi anunciado que Danilo havia assinado para o clube inglês Manchester City em um contrato de cinco anos, por uma taxa de £ 26,5 milhões paga ao Real Madrid.[13]

Juventus[editar | editar código-fonte]

Em 7 de agosto de 2019, assinou com a Juventus até junho de 2024, em negociação que levou João Cancelo ao Manchester City.[14] Danilo estreou na Juventus em 31 de agosto em partida pelo Campeonato Italiano contra o Napoli, no qual marcou o gol de abertura na vitória no Juventus Stadium por 4 a 3, 29 segundos após ter entrado em campo.[15]

Seleção Brasileira[editar | editar código-fonte]

Em 30 de novembro de 2010 foi convocado pelo técnico Ney Franco para defender a Seleção Brasileira de Futebol Sub-20 na disputa do Campeonato Sul-Americano de 2011.[16] A equipe sagrou-se campeã do campeonato com Danilo marcando seu gol na final.[17] Foi convocado também para a disputa da Copa do Mundo FIFA Sub-20 de 2011, na qual, novamente sagrou-se campeão.[18]

Danilo pela Seleção Brasileira na Copa do Mundo FIFA de 2018.

No mesmo ano, Danilo estreou pela Seleção Brasileira principal, em 14 de setembro de 2011 ante a Argentina no primeiro jogo do Superclássico das Américas de 2011.[19]

Em 5 de julho de 2012, foi convocado para a disputa dos Jogos Olímpicos de Londres.[20]

Vivendo grande fase no FC Porto, Danilo foi convocado para a Copa América de 2015, porém, no dia 11 de junho de 2015, foi cortado por conta de uma lesão, sendo substituído por Daniel Alves.[21]

Após um período longe da Seleção Brasileira, devido o pouco tempo de atuação no Real Madrid e no Manchester City, Danilo voltou a ser convocado dessa vez por Tite, em 15 de setembro de 2017.[22]

Copa do Mundo de 2018[editar | editar código-fonte]

No dia 14 de maio de 2018, foi convocado para a Copa do Mundo FIFA de 2018, na Rússia, e ganhou a condição de titular do time no primeiro jogo da Seleção Brasileira – contra a Suíça – após corte de Daniel Alves, até então titular absoluto da Seleção, por lesão.[23] Porém, após o primeiro jogo, Danilo sentiu dores no quadril, o que deixou-o de fora dos próximos jogos do Brasil na competição. Às vésperas do jogo das quartas de final – contra a Bélgica – Danilo teve nova lesão (desta vez no tornozelo esquerdo) durante treinos, a qual acabou com as chances do jogador de jogar outra partida na Copa do Mundo FIFA de 2018.[24]

Marcou seu primeiro gol pela Seleção Brasileira no dia 19 de novembro de 2019 na partida amistosa contra a Coréia do Sul na qual o Brasil venceu por 3 a 0.[25]

Copa do Mundo de 2022[editar | editar código-fonte]

Em 7 de novembro de 2022, Tite anunciou a convocação da Seleção para Copa do Mundo 2022. Entre muitos nomes certos no Catar o de Danilo foi chamado para disputar o torneio.[26]

Jogos pela Seleção Principal[editar | editar código-fonte]

Expanda a caixa de informações para conferir todos os jogos deste jogador, pela sua seleção nacional.

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Clubes[editar | editar código-fonte]

Abaixo estão listados todos os jogos, gols e assistências do futebolista por clubes.[27]

Clube Temporada Campeonato

nacional

Copa

nacional[a]

Competições

continentais[b]

Outros

torneios[c]

Total
Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist.
América Mineiro 2009 8 0 0 18 2 0 26 2 0
2010 7 0 0 12 2 0 19 2 0
Total 15 0 0 30 4 0 45 4 0
Santos 2010 26 4 2 26 4 2
2011 23 1 2 14 4 0 15 1 0 52 6 2
Total 49 5 4 14 4 0 15 1 0 78 10 4
Porto 2011–12 6 0 0 1 0 0 1 0 0 8 0 0
2012–13 28 2 5 8 1 1 7 0 1 43 3 7
2013–14 28 3 3 9 0 0 12 0 2 49 3 5
2014–15 29 6 0 2 0 0 10 1 1 41 7 1
Total 91 11 8 20 1 1 30 1 4 141 13 13
Real Madrid 2015–16 24 2 5 7 0 1 31 2 6
2016–17 17 1 2 5 0 0 3 0 1 25 1 3
Total 41 3 7 5 0 0 10 0 2 56 3 9
Manchester City 2017–18 23 3 2 9 0 1 6 0 0 38 3 3
2018–19 11 1 0 9 0 1 2 0 0 22 1 1
Total 33 4 2 18 0 2 8 0 0 60 4 4
Juventus 2019–20 22 2 0 4 0 0 6 0 0 32 2 0
2020–21 34 1 4 4 0 0 7 0 0 1 0 0 46 1 4
2021–22 22 1 1 4 1 0 5 0 1 31 2 2
2022–23 15 0 2 0 0 0 5 0 0 20 0 2
Total 93 4 7 12 1 0 23 0 1 1 0 0 129 5 8
Total na carreira 322 27 28 55 2 3 86 5 7 46 5 0 508 39 38

Seleção Brasileira[editar | editar código-fonte]

Abaixo estão listados todos os jogos, gols e assistências do futebolista pela Seleção Brasileira, desde as categorias de base.[28]

Seleção Principal

Ano Copa do Mundo Copa América Qualificação Mundial Amistosos Total
Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist.
2011 2 0 1 2 0 1
2012 4 0 0 4 0 0
2014 5 0 0 5 0 0
2015 4 0 1 4 0 1
2017 1 0 1 1 0 1
2018 1 0 0 5 0 1 6 0 1
2019 3 1 0 3 1 0
2020 4 0 1 4 0 1
2021 7 0 1 8 0 0 15 0 1
2022 3 0 0 1 0 0 1 0 0 5 0 0
Total na carreira 4 0 0 7 0 1 13 0 1 25 1 4 49 1 6

Seleção Sub–23

Ano Jogos Olímpicos
Jogos Gols Assist.
2012 4 1 0
Total na carreira 4 1 0

Seleção Sub–20

Ano Campeonato Mundial Campeonato Sul–Americano Total
Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist.
2011 7 1 2 8 1 0 15 1 2
Total na carreira 7 1 2 8 1 0 15 1 2

Títulos[editar | editar código-fonte]

América Mineiro
Santos
Porto
Real Madrid
Manchester City
Juventus
Seleção Brasileira

Prêmios Individuais[editar | editar código-fonte]

América Mineiro

Referências

  1. http://www.realmadrid.com/pt/futebol/plantel/danilo-luiz-da-silva
  2. «Danilo, lateral da Seleção, aprendeu a ser versátil dentro e fora de campo». G1. 8 de dezembro de 2022. Consultado em 9 de dezembro de 2022 
  3. Cara, Thiago (8 de dezembro de 2022). «Lateral-direito e esquerdo do Brasil, Danilo diz que deve virar zagueiro no futuro: 'Tenho desfrutado'». ESPN. Consultado em 9 de dezembro de 2022 
  4. Fern, Por; Pr, o; Santos, i. «Santos acerta contratação do lateral-direito Danilo, do América-MG». globoesporte.com. Consultado em 9 de junho de 2020 
  5. «FC Porto compra brasileiro Danilo ao Santos por 13 milhões de euros». TSF. 19 de julho de 2011 
  6. «Na estreia de Danilo, Porto vence e seca Benfica para virar líder». Terra. 22 de janeiro de 2012 
  7. «Jackson, Danilo e Rúben Neves são Dragões de Ouro». Sítio oficial FC Porto. 7 de outubro de 2014 
  8. «Danilo "orgulhoso" por ter sido capitão». Sapo. 27 de outubro de 2014 
  9. «Danilo: "Vou ter sempre o FC Porto no meu coração"». Sítio oficial FC do Porto. 22 de maio de 2015 
  10. «Reforço do Real, Danilo recusou oferta maior do Barcelona, diz jornal». Fox Sports. Consultado em 5 de janeiro de 2016 
  11. «Comunicado oficial: Danilo». Sítio oficial Real Madrid. 31 de março de 2015 
  12. «FC Porto e Real Madrid acordam transferência de Danilo». Sítio oficial FC Porto. 31 de março de 2015 
  13. Vitória, Folha (23 de julho de 2017). «Manchester City confirma acerto com brasileiro Danilo, ex-Real Madrid». Folha Vitória. Consultado em 9 de junho de 2020 
  14. «Ufficiale: Danilo è bianconero!». juventus.com. 7 de agosto de 2019 
  15. https://dugout.com/juventus/estreia-com-gol-danilo-x-napoli
  16. Janeiro, Por GLOBOESPORTE COM Rio de. «Ney Franco chama Neymar e Philippe Coutinho para Sul-Americano Sub-20». globoesporte.com. Consultado em 9 de junho de 2020 
  17. «Brasil Campeão do Sul-Americano Sub-20 de 2011». Melhores da Base. Consultado em 9 de junho de 2020 
  18. Lobo, Felipe. «Mesmo sem Neymar, Brasil campeão sub-20 de 2011 revelou muitos jogadores». Trivela. Consultado em 9 de junho de 2020 
  19. «Jogadores da seleção culpam o desentrosamento pelo mau futebol». iG. 15 de setembro de 2011 
  20. Janeiro, Por Felippe Costa e Márcio Iannacca Rio de. «Mano convoca Thiago Silva, Marcelo e Hulk para Londres: veja a lista dos 18». globoesporte.com. Consultado em 9 de junho de 2020 
  21. «Danilo é cortado da seleção brasileira por lesão; Daniel Alves será o substituto». ESPN. Consultado em 9 de junho de 2020 
  22. OAM. «Lista surpreendente: Tite convoca Arthur, Tardelli, Danilo e Fred para a Seleção». Gazetaweb. Consultado em 9 de junho de 2020 
  23. «Lista fechada: Tite anuncia os 23 convocados para a Copa do Mundo». Globoesporte. Consultado em 9 de junho de 2020 
  24. «Danilo machuca o tornozelo, não joga mais a Copa, mas seguirá com a delegação da seleção». Extra Online. 5 de julho de 2018. Consultado em 9 de junho de 2020 
  25. Lobo, Felipe. «Paquetá marca, Coutinho faz de falta, Danilo deixa o seu e Brasil joga um pouco melhor contra Coreia do Sul». Trivela. Consultado em 9 de junho de 2020 
  26. «Weverton entra para história ao ser o primeiro acreano convocado para uma Copa do Mundo». ac24horas. Consultado em 7 de novembro de 2022 
  27. «Danilo Juventus vídeos, histórico de transferências e estatísticas - SofaScore». www.sofascore.com. Consultado em 28 de setembro de 2022 
  28. «Danilo Estatísticas, Notícias, Biografia». ESPN (em inglês). Consultado em 29 de novembro de 2022 
  29. Bianchin, Luca (27 de julho de 2020). «Ronaldo firma la vittoria scudetto: storica Juve, è il nono titolo di fila» [Ronaldo assina a vitória do Scudetto: histórica Juventus, é o nono título consecutivo] (em italiano). La Gazzetta dello Sport. Consultado em 27 de julho de 2020 
  30. Della Valle, Fabiana (20 de janeiro de 2021). «Supercoppa alla Juve, Insigne sbaglia, Ronaldo e Szczesny firmano la vittoria» Supertaça da Juve, Insigne erra, Ronaldo e Szczesny assinam vitória (em italiano). Gazzetta dello Sport. Consultado em 20 de janeiro de 2021 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Danilo Luiz da Silva