João Miranda de Souza Filho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Miranda
Miranda
Miranda em 2014
Informações pessoais
Nome completo João Miranda de Souza Filho
Data de nasc. 7 de setembro de 1984 (32 anos)
Local de nasc. Paranavaí (PR), Brasil
Nacionalidade brasileiro
Altura 1,86 m
Destro
Informações profissionais
Clube atual Internazionale
Número 25
Posição Zagueiro
Clubes de juventude
Coritiba
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2004–2005
2005–2006
2006–2011
2011–2015
2015–
Coritiba
Sochaux
São Paulo
Atlético de Madrid
Internazionale
0088 0000(6)
0020 0000(2)
0260 000(10)
0177 000(13)
0070 0000(1)
Seleção nacional3
2007– Brasil 0039 0000(1)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 22 de abril de 2017.
3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 28 de março de 2017.

João Miranda de Souza Filho, mais conhecido como Miranda (Paranavaí, 7 de setembro de 1984) é um futebolista brasileiro que atua como zagueiro. Atualmente defende a Internazionale.

Clubes[editar | editar código-fonte]

Coritiba[editar | editar código-fonte]

Miranda foi formado como jogador nas categorias de base do Coritiba, onde se destacou na Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2004. Sua qualidade e liderança fizeram Antônio Lopes, o então técnico coxa-branca, confiar em seu futebol para a disputa como titular da Taça Libertadores daquele ano, quando também conquistou o título paranaense num clássico Atletiba decisivo em plena Arena da Baixada. Miranda fez 89 partidas (88 como titular) pelo Coxa e marcou seis gols, até ser negociado em julho de 2005 para o futebol francês.

São Paulo[editar | editar código-fonte]

Miranda chegou ao tricolor no segundo semestre de 2006. No mesmo ano foi campeão brasileiro.

Em 2007, ao lado dos zagueiros Breno e Alex Silva, no Campeonato brasileiro formou uma sólida defesa que passou 9 jogos consecutivos sem levar gols e sendo vazada apenas 18 vezes em 38 partidas e conquistando o título brasileiro com a defesa menos vazada do campeonato.

Em 2008, no segundo turno do Campeonato brasileiro formou ao lado dos zagueiros Rodrigo e André Dias um espetacular trio defensivo que ficou os últimos 18 jogos do campeonato invicto, conquistando o inédito tricampeonato brasileiro.

Em 2009 foi convocado pela Seleção Brasileira para a disputa da Copa das Confederações, de última hora, para substituir o zagueiro Alex, que se machucou. Participou da vitória sobre os Estados Unidos, na fase de grupos, e o Brasil acabou sendo o campeão.

Atlético de Madrid[editar | editar código-fonte]

Em 7 de janeiro de 2011, Miranda assinou um contrato de três anos com o Atlético de Madrid, que começa a valer a partir de julho[1].

Sua estreia em 28 de julho em uma Liga Europa, onde sua equipe venceu 2-1 do Strømsgodset, da Noruega, onde ele acabou sendo expulso. Seu segundo jogo também foi em uma Liga Europa onde sua equipe venceu de 4-0 o Vitória Guimarães, de Portugal.[2] Na final da Copa do Rei da temporada 2012-13, no dia 17 de maio de 2013, Miranda marcou o segundo gol do Atlético sobre o rival Real Madrid que garantiu o títulos para os colchoneros e a quebra de um tabu de quase 14 anos, sem vitórias do Atlético de Madrid sobre o rival.[3]

Obteve grande destaque por seu desempenho na temporada 2013-2014, onde sagrou-se junto ao time campeão do Campeonato Espanhol (Liga BBVA), quebrando um ciclo de 9 temporadas de hegemonia entre Real Madrid e Barcelona. Além de fazer parte do elenco vice-campeão da UEFA Champions League, perdendo na prorrogação para o próprio Real Madrid[4].

Internazionale[editar | editar código-fonte]

No final de junho de 2015 acertou com Internazionale por cinco anos.[5][6]

Seleção Nacional[editar | editar código-fonte]

Foi convocado pela primeira vez em 2007, para o amistoso contra a Argélia, junto com Thiago Silva e devido aos cortes de Lúcio e Luisão.[7] Miranda, no entanto, acabou não atuando, na vitória brasileira por 2 a 0.[8]

Estreou pela Seleção Brasileira principal em 1 de abril de 2009 contra o Peru em partida válida pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2010.

Integrou o elenco para a disputa da Copa América Centenário em 2016.[9]

Marcou seu primeiro gol pela seleção contra a Colômbia nas Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA de 2018.[10]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Até 12 de março de 2017.

Clubes[editar | editar código-fonte]

Clube Temporada Campeonato
Nacional
Copa
nacional
Competições
continentais¹
Outros² Total
Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols
São Paulo
2006
14
1
0
0
0
0
0
0
14
1
2007
35
2
0
0
11
2
18
0
64
4
2008
24
0
0
0
10
1
19
0
53
1
2009
28
0
0
0
6
0
15
1
49
1
2010
27
1
0
0
11
0
19
1
57
2
2011
0
0
6
0
0
0
17
1
23
1
Total 128 4 6 0 38 3 88 3 260 10
Atlético de Madrid
2011/12
27
1
2
0
15
1
0
0
44
2
2012/13
35
2
7
1
3
0
1
1
46
4
2013/14
32
2
5
0
13
2
2
0
54
4
2014/15
23
3
3
0
8
0
2
0
36
3
Total 117 8 17 1 39 3 5 1 180 13
Internazionale
2015/16
32
1
2
0
0
0
0
0
34
1
2016/17
27
0
1
0
3
0
0
0
31
0
Total 59 1 3 0 3 0 0 0 65 1
Total na Carreira 304 13 26 1 80 6 93 4 505 24

¹Em competições continentais, incluindo jogos e gols da Copa Libertadores e Copa Sul-Americana.
²Em outros, incluindo jogos e gols pelo Campeonato Estadual.

Seleção Brasileira[editar | editar código-fonte]

Ano
Jogos Gols
2009 6 0
2013 1 0
2014 6 0
2015 14 0
2016 10 1
2017 2 0
Total 39 1

Títulos[editar | editar código-fonte]

Miranda nos tempos de São Paulo.
Coritiba
São Paulo
Atlético de Madrid
Seleção Brasileira

Prêmios individuais[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre João Miranda de Souza Filho