Wagner Ferreira dos Santos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Wagner
Wagner
Wagner em campo pelo Fluminense
Informações pessoais
Nome completo Wagner Ferreira dos Santos
Data de nasc. 29 de janeiro de 1985 (33 anos)
Local de nasc. Sete Lagoas (MG), Brasil
Altura 1,75 m
Canhoto
Informações profissionais
Clube atual Vasco da Gama
Número 20
Posição Meia
Clubes de juventude
1998–2001 América Mineiro
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2002–2004
2004–2009
2009–2010
2011
2012–2015
2015–2016
2017–
América Mineiro
Cruzeiro
Lokomotiv Moscou
Gaziantepspor
Fluminense
Tianjin Teda
Vasco da Gama
0124 000(16)
0212 000(34)
0026 0000(3)
0034 0000(4)
0180 000(25)
0020 0000(2)
0062 0000(7)
Seleção nacional
2002
2004–2005
2006
Brasil Sub-17
Brasil Sub-20
Brasil
0004 0000(0)
0003 0000(0)
0000 0000(0)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 29 de Julho de 2018.

Wagner Ferreira dos Santos (Sete Lagoas, 29 de janeiro de 1985) é um futebolista brasileiro que atua como meia. Atualmente joga pelo Vasco da Gama.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Início[editar | editar código-fonte]

Revelado pelo América Mineiro, Wagner iniciou a sua carreira profissional em 2002 com apenas 17 anos. Ao lado de Fred, foi destaque da equipe no ano de 2003. Em 2004, foi vendido ao Cruzeiro com apenas 19 anos, onde viria a reeditar a dupla com Fred.

Cruzeiro[editar | editar código-fonte]

2004 e 2005[editar | editar código-fonte]

Estreou pelo clube mineiro na derrota por 2–0 para o Guarani no Brinco de Ouro, válida pelo Brasileirão. Em seu primeiro ano no clube, atuou em apenas 9 jogos, todos válidos pelo certame nacional, geralmente entrando como suplente no decorrer das partidas.[1]

A partir de 2005, se estabeleceu como um jogador importante na equipe com apenas 20 anos, e também marcou o seu primeiro gol pela Raposa. O gol foi marcado na vitória por 2–1 sobre o Paysandu no Mangueirão, válida pelo Brasileirão.[2] Mas o forte do meia eram realmente as assistências, geralmente para os gols de Fred, na parceria que durava desde os tempos de América.

2006[editar | editar código-fonte]

Em 2006, sem Fred e com mais liberdade no ataque, Wagner desandou a marcar gols. No Campeonato Mineiro, foram dois tentos marcados, com destaque para o gol do título sobre o Ipatinga no Ipatingão, quando o time celeste venceu a partida por 1–0.[3] Na Copa do Brasil, marcou um gol na derrota por 3–2 para o Fluminense no Mineirão, sendo o clube mineiro eliminado após também perder a partida de volta para a equipe carioca.[4][5] No Brasileirão, Wagner marcou gols em todas as sete primeiras rodadas, com destaque para os dois gols marcados na goleada por 5–1 sobre a Ponte Preta no Mineirão.[6] Ao todo no certame nacional, o meia marcou onze gols e foi premiado com a Bola de Prata de melhor meia. Marcou ainda um gol na Copa Sul-Americana, quando a sua equipe venceu o Santos por 1–0 mas foi eliminada nos pênaltis[7], completando um total de 15 gols na temporada de 2006.[8] Seu grande destaque com apenas 21 anos, lhe rendeu convocações do treinador Dunga, recém chegado à Seleção Brasileira.

2007 - Venda ao Al-Ittihad e retorno[editar | editar código-fonte]

Em janeiro de 2007, Wagner foi negociado com o Al-Ittihad da Arábia Saudita, por 5,4 milhões de euros (cerca de 14,7 milhões de reais). O pagamento foi dividido em uma parcela de 1,8 milhão de euros e outras quatro de 900 mil euros. Contudo, os sauditas só cumpriram com 1 milhão de euros (cerca de 2,7 milhões de reais), ainda em atraso. Portanto, de acordo com a cláusula contratual, a inadimplência resultou na volta do atleta ao clube mineiro.[9]

Retornou na vitória por 4–2 no derby com o Atlético no Mineirão, válida pelo Brasileirão[10], e logo na rodada seguinte diante no Vasco, também no Mineirão, marcou o seu primeiro gol após o retorno, e a Raposa venceu a partida por 3–1.[11] No certame nacional, o meia manteve a boa média de gols da temporada anterior, marcando 7 tentos, com destaque para o gol marcado na goleada por 5–0 sobre o Palmeiras no Mineirão, sendo essa a maior goleada da história do confronto até então.[12]

2008[editar | editar código-fonte]

Em 2008, foi novamente campeão mineiro marcando um gol na final. O gol marcado no primeiro jogo, fechou a goleada por 5–0 sobre o rival Atlético no Mineirão.[13] Além disso, o meia disputou a sua primeira Copa Libertadores e marcou dois gols na competição, ambos contra times argentinos. O primeiro deles, na vitória por 3–1 sobre o San Lorenzo no Mineirão, válida pela fase de grupos[14]; e o segundo deles, na derrota diante do tradicional Boca Juniors por 2–1 também no Mineirão, que sacramentou a eliminação da equipe mineira nas oitavas de final, por ter perdido o jogo de ida em La Bombonera também por 2–1.[15] No Brasileirão, o meia deixou a sua marca cinco vezes, com destaque para o terceiro gol da vitória por 3–0 sobre o então líder Grêmio no Mineirão, que deixou a Raposa viva na luta pelo título da competição[16]; porém, após uma série de resultados ruins na reta final, a equipe mineira terminou apenas na 3ª colocação, mas garantiu a vaga direta na fase de grupos da próxima Copa Libertadores, e o meia esteve novamente presente na seleção do Prêmio Bola de Prata.

2009[editar | editar código-fonte]

No ano de 2009, Wagner conquistou o seu terceiro título mineiro, após mais uma goleada por 5–0 sobre o Atlético no primeiro jogo.[17] Na Copa Libertadores, o meia marcou um importante gol na vitória por 3–1 sobre o Grêmio no Mineirão, válida pela semifinal[18]; porém, teve atuação apagada na grande final diante do Estudiantes, quando o Cruzeiro se sagrou vice-campeão após perder por 2–1 para a equipe argentina, de virada, em pleno Mineirão.[19]

Após o vice-campeonato, Wagner foi vendido ao Lokomotiv Moscou da Rússia por um valor de 6 milhões de euros (cerca de R$15,7 milhões de reais).[20] Apesar dos 5 anos defendendo o clube, o jogador saiu desgastado com a torcida, sendo apontado como um dos responsáveis por um racha no vestiário da equipe antes da segunda partida da final do torneio continental.[21]

Lokomotiv Moscou[editar | editar código-fonte]

2009[editar | editar código-fonte]

Foi apresentado em 13 de agosto de 2009.[22] No clube da capital russa, o meia reencontrou o volante Charles, companheiro dos tempos de Cruzeiro, além dos brasileiros Guilherme, Rodolfo e Fininho.

Tendo chegado com grandes expectativas ao seu redor, o jogador já estreou três dias após a apresentação, no clássico local diante do CSKA Moscou no Lokomotiv Stadium. Wagner entrou na segunda etapa e já deu a assistência para o gol da vitória por 2–1, marcado por Dmitriy Sychov.[23] Na partida seguinte, já foi titular da equipe e marcou o seu primeiro gol no futebol russo, diante do Zenit no Petrovsky Stadium, abrindo o placar do empate em 1–1.[24] No jogo seguinte, o meia deixou a sua marca mais uma vez, dando números finais a goleada por 4–1 sobre o Kuban Krasnodar no Lokomotiv Stadium.[25] Em alta, Wagner parecia já estar na Rússia há muito tempo, porém, no jogo seguinte, sofreu uma lesão que o deixou afastado por dois meses[26] e retornou já na antepenúltima rodada do certame. Apesar da lesão, Wagner foi importante na arrancada final da equipe que conseguiu uma vaga na Europa League do ano seguinte, tendo participado de 7 partidas (6 vitórias e 1 empate), e marcado 3 gols, além de ter dado 2 assistências.

2010[editar | editar código-fonte]

No ano seguinte, Wagner não manteve o mesmo prestígio, sendo preterido e entrando geralmente no decorrer das partidas. Não marcou nenhum gol nesta temporada, fato que nunca havia ocorrido em sua carreira profissional.[27]

Gaziantepspor[editar | editar código-fonte]

2010–11[editar | editar código-fonte]

No final de 2010, clubes brasileiros (dentre os quais São Paulo, Flamengo e Atlético Mineiro) sonhavam em contratar Wagner, porém, o meia foi vendido para o Gaziantepspor da Turquia.[28] Estreou pelo clube turco, na vitória por 1–0 sobre o Kasimpapa no Recep Tayyip Erdoğan, válida pela Süper Lig Turca.[29] A partir de então, já foi titular absoluto da equipe, e cinco jogos depois, marcou o seu primeiro gol pelo clube, na goleada por 4–1 sobre o Bursaspor no Bursa Atatürk Stadium, também válida pelo certame turco.[30] Duas semanas depois, abriu o placar da vitória por 3–1 sobre o Sivasspor no Gaziantep Kamil Ocak Stadium.[31] Em seus primeiros nove jogos pelo clube, o meia venceu sete e empatou dois.[32] Ao final da temporada, sua equipe garantiu a classificação para a Europa League do ano seguinte.

2011–12[editar | editar código-fonte]

Logo no início da temporada, na fase pré-eliminatória da Europa League, Wagner marcou um gol na goleada por 4–1 sobre o FC Minsk no Gaziantep Kamil Ocak Stadium.[33] Porém, sua equipe foi eliminada na fase seguinte para o Légia Varsóvia, antes de chegar a fase de grupos. Na Süper Lig, o meia ainda marcou seu último gol na vitória por 3–0 sobre o Gençlerbirligi no Gaziantep Kamil Ocak Stadium[34], antes de deixar a equipe no final de novembro, na metade da temporada, para retornar ao futebol brasileiro.[35]

Fluminense[editar | editar código-fonte]

2012[editar | editar código-fonte]

O jogador que também interessava a outros times do país como o Palmeiras, foi apresentado pelo clube carioca ainda em dezembro de 2011, e revelou que a presença do amigo e ex-companheiro de América e Cruzeiro, Fred, pesou na escolha ao Tricolor.[36] Estreou pelo clube carioca na vitória por 3–0 sobre o Volta Redonda no Raulino de Oliveira, válida pelo Campeonato Carioca.[37] Uma semana e meia depois, na aguardada estreia do clube na Copa Libertadores, diante do Arsenal de Sarandi no Engenhão, Wagner cometeu uma falta aos 44 minutos do segundo tempo e acabou sendo expulso porque trocou socos com Nicolás Aguirre do time rival. O Fluminense venceu a partida pelo placar de 1–0.[38] Em maio, conquistou o seu primeiro título pelo clube: o Campeonato Carioca, após duas vitórias sobre o Botafogo na final.[39] No mesmo mês, Wagner foi eliminado da Copa Libertadores, mais uma vez pelo Boca Juniors, assim como em 2008; no Engenhão, o Tricolor estava vencendo por 1–0, o que estava levando a partida para as penalidades, até que Santiago Silva empatou o jogo no último minuto, eliminando o Fluminense da competição.[40] Quatro dias depois, Wagner marcou o seu primeiro gol pelo time das Laranjeiras, em um empate por 2–2 com o Figueirense, também no Engenhão, válido pelo Brasileirão.[41]

No certame nacional, devido a quantidade de boas opções no meio-campo, como Deco e Thiago Neves, Wagner alternou entre a equipe titular e reserva, atuando bastante devido as lesões de Deco, e sendo geralmente elogiado pelo técnico Abel Braga.[42] Em outubro, no jogo diante do Coritiba no Engenhão, válido pelo Brasileirão, Wagner entrou no segundo tempo, e com apenas 15 minutos em campo, sofreu uma lesão e foi substituído. Sua equipe venceu por 2–1.[43] A lesão o deixou de fora do restante da temporada[44], que terminou com o título brasileiro da equipe tricolor.[45]

2013[editar | editar código-fonte]

Logo em seu primeiro jogo na temporada, o meia marcou os dois gols da vitória por 2–0 sobre o Nova Iguaçu em São Januário, válida pelo Campeonato Carioca.[46] Duas semanas depois, em jogo novamente válido pelo Estadual, dessa vez diante do Quissamã no Moacyrzão, Wagner marcou um gol na vitória por 3–0.[47]

Na Copa Libertadores, o meia marcou dois gols. O primeiro deles foi o gol da vitória de virada sobre o Huachipato do Chile por 2–1 no Estádio CAP, casa do adversário, válida pela fase de grupos[48]; e o segundo deles, pelo primeiro jogo das oitavas de final, na derrota por 2–1 para o Emelec no George Capwell[49]; o gol foi decisivo na classificação, pois o Tricolor venceu o jogo de volta por 2–0 em São Januário.[50] Porém, assim como no ano anterior, o clube carioca foi eliminado nas quartas de final da competição, desta vez para o Olimpia, após empate por 0–0 em São Januário, e derrota de virada por 2–1 no Defensores del Chaco.[51][52]

No Brasileirão, após a saída de Thiago Neves e a aposentadoria de Deco, o meia assumiu o protagonismo da equipe ao lado de Fred, assim como nos tempos de América e Cruzeiro, porém, a equipe sentiu o baque das perdas importantes e teve péssimo desempenho na competição, ficando na 17ª colocação, e se salvando do rebaixamento graças a escalações irregulares de atletas da Portuguesa e do Flamengo.[53] Wagner marcou quatro gols na competição, totalizando nove gols no ano, sendo o seu melhor número desde 2008.[54] Com destaque para os gols decisivos na vitória sobre a Portuguesa por 2–1 no Maracanã[55], e na vitória sobre o Bahia também por 2–1 na Fonte Nova, pela última rodada, ambas de virada.[56]

2014[editar | editar código-fonte]

Em 2014, no Estadual, sob o comando de Renato Gaúcho, Wagner amargava o banco de reservas novamente, porém, constantemente entrava e marcava gols, sendo 5 em 481 minutos jogados (média excelente de 1 gol a cada 96,2 minutos em campo).

Após a chegada de Cristóvão Borges, Wagner passou a ser titular absoluto da equipe, formando um bom quarteto ao lado de Conca, Rafael Sóbis e Fred. Na Copa do Brasil, marcou em uma goleada por 5–0 sobre o Horizonte no Maracanã.[57] No Brasileirão, Wagner viveu boa fase novamente e marcou 7 gols, com destaque para o gol contra o seu ex-clube, Cruzeiro, no empate em 3–3 no Maracanã[58]; e também para os dois gols decisivos na vitória por 4–2 sobre o Criciúma, também no Maracanã[59]; além da ótima atuação com um gol e uma assistência para Fred, na vitória por 2–1 nos acréscimos, sobre o Atlético Paranaense, novamente no Maracanã.[60] Tendo marcado também em duas vitórias sobre o São Paulo; no turno por 5–2 no Maracanã[61], e no returno por 3–1 no Morumbi.[62] O clube fez uma boa campanha no certame, brigando por uma vaga na Copa Libertadores do ano seguinte, porém, sem sucesso, alcançando somente a 6ª colocação[63], e Wagner marcou um total de 13 gols na temporada[64], seu melhor número desde 2006.[54]

2015[editar | editar código-fonte]

Em 2015, o meia permaneceu na equipe titular do Fluminense, porém seu desempenho caiu. Marcou um gol no empate em 1–1 com o Tigres no Maracanã, válido pelo Campeonato Carioca[65], e um gol na vitória de virada por 2–1 sobre o Goiás no Serra Dourada, válida pelo Brasileirão[66], antes de ser vendido ao futebol chinês no mês de julho.

Tianjin Teda[editar | editar código-fonte]

Aos 30 anos, o jogador analisou a proposta como "irrecusável".[67] No Tianjin, o jogador encontrou o brasileiro Lucas Fonseca e o argentino conhecido do futebol brasileiro, Hernán Barcos. Estreou pelo clube chinês, na derrota por 2–1 para o Shanghai SIPG no Shanghai Hongkou Football Stadium, válida pela Super League Chinesa.[68] Marcou o seu primeiro gol no futebol chinês, em uma goleada por 4–0 sobre o Beijing Guoan no Teda Football Stadium, também válida pelo certame chinês.[69]

Em maio de 2016, o meia marcou um gol no empate em 2–2 com o Shanghai Shenhua no Shanghai Hongkou Football Stadium, válido pela Super League.[70] Insatisfeito no futebol chines, o meia rescindiu o seu contrato com o Tianjin Teda antes do final da temporada.

Vasco da Gama[editar | editar código-fonte]

2017[editar | editar código-fonte]

Em janeiro de 2017, após ser especulado no Flamengo e no Corinthians, o meia foi anunciado como novo reforço do Vasco da Gama.[71] Fez sua estreia pelo Gigante da Colina no mês seguinte, em uma derrota por 1–0 diante do Volta Redonda no Raulino de Oliveira, válida pelo Campeonato Carioca.[72] Marcou o seu primeiro gol pelo Cruzmaltino, em seu quarto jogo pela equipe, diante do Vila Nova no Serra Dourada, válido pela Copa do Brasil. O gol de cabeça aos 39 minutos do 2º tempo, deu a vitória por 2–1 e a classificação ao clube carioca.[73]

Pelo Brasileirão, marcou novamente de cabeça nos minutos finais de uma partida, dessa vez aos 46 minutos do 2º tempo, diante do Coritiba na Vila Capanema; o gol de Wagner garantiu o empate por 2–2 para o Vasco da Gama.[74] Marcou o seu terceiro gol pelo Gigante da Colina, na vitória por 2–1 sobre o Avaí na Ressacada, também válida pelo certame nacional[75]; o belíssimo tento em um chute forte no ângulo (de fora da área), foi eleito o mais bonito da rodada.[76]

Durante a temporada, o meia sofreu diversas lesões que o impossibilitaram de ter uma sequência, alternando geralmente entre o time titular e reserva.[77]

2018[editar | editar código-fonte]

Marcou seu primeiro gol na temporada de 2018, em uma emocionante vitória por 4–3 sobre o Boavista no Kleber Andrade, válida pelo Campeonato Carioca.[78]

Seleção Brasileira[editar | editar código-fonte]

Com passagem pelas categorias Sub-17 e Sub-20 da Seleção, Wagner recebeu convocações do treinador Dunga para a seleção principal no ano de 2006, quando atuava pela equipe do Cruzeiro, porém, não chegou a entrar em campo.

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Até 23 de julho de 2018.

Clube Temporada Campeonato
nacional
Copa
nacional[a]
Competições
continentais[b]
Outros
torneios[c]
Total
Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols
América Mineiro Total 124 16
Cruzeiro 2004 9 0 9 0
2005 35 1 5 0 4 0 11 0 55 1
2006 32 11 5 1 1 1 10 2 48 15
2007 27 7 2 0 29 7
2008 28 5 10 2 10 3 48 10
2009 3 0 12 1 8 0 23 1
Total 134 24 10 1 29 4 39 5 212 34
Lokomotiv Moscou 2009 7 3 1 0 8 3
2010 12 0 5 0 1 0 18 0
Total 19 3 6 0 1 0 26 3
Gaziantepspor 2010-11 17 2 4 0 21 2
2011-12 9 1 4 1 13 2
Total 26 3 4 0 4 1 34 4
Fluminense 2012 29 1 3 0 15 0 47 1
2013 33 4 10 2 16 3 59 9
2014 31 7 5 1 1 0 15 5 52 13
2015 9 1 13 1 22 2
Total 102 13 5 1 14 2 59 9 180 25
Tianjin Teda 2015 9 1 9 1
2016 11 1 11 1
Total 20 2 20 2
Vasco da Gama 2017 19 2 1 1 9 0 29 3
2018 9 2 2 0 9 1 11 1 31 4
Total 28 4 3 1 9 1 20 1 60 7
Total na carreira 329 49 28 3 56 8 119 15 656 91

Títulos[editar | editar código-fonte]

Cruzeiro
Fluminense
Vasco da Gama

Outro títulos[editar | editar código-fonte]

Fluminense

Prêmios individuais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Wagner :: Wagner Ferreira dos Santos :: Vasco». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 2 de fevereiro de 2018. 
  2. «Cruzeiro derrota Paysandu de virada - Terra - Série A». esportes.terra.com.br. Consultado em 2 de fevereiro de 2018. 
  3. «Ipatinga 0x1 Cruzeiro - 02/04/2006 - CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube». www.cruzeiropedia.org. Consultado em 2 de fevereiro de 2018. 
  4. «Fluminense bate Cruzeiro leva vantagem para o Maracanã - 26/04/2006 - UOL Esporte - Futebol». esporte.uol.com.br. Consultado em 3 de fevereiro de 2018. 
  5. «Fluminense 1 x 0 Cruzeiro | Copa do Brasil 2006». Futpedia. Consultado em 3 de fevereiro de 2018. 
  6. «Cruzeiro 5 x 1 Ponte Preta | Campeonato Brasileiro 2006». Futpedia. Consultado em 3 de fevereiro de 2018. 
  7. «Nos pênaltis, Santos elimina Cruzeiro e segue na Sul-Americana - 14/09/2006 - UOL Esporte - Futebol». esporte.uol.com.br. Consultado em 3 de fevereiro de 2018. 
  8. «Wagner :: Wagner Ferreira dos Santos :: Vasco». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 3 de fevereiro de 2018. 
  9. «Al-Ittihad não paga e Wagner está de volta ao Cruzeiro». O Globo. 4 de junho de 2007 
  10. «Cruzeiro 4 x 2 Atlético-MG | Campeonato Brasileiro 2007». Futpedia. Consultado em 3 de fevereiro de 2018. 
  11. «Cruzeiro 3 x 1 Vasco | Campeonato Brasileiro 2007». Futpedia. Consultado em 3 de fevereiro de 2018. 
  12. «Palmeiras é goleado pelo Cruzeiro e se complica no Brasileirão - Esportes - Estadão». Estadão 
  13. «Final do Campeonato Mineiro de Futebol de 2008». Wikipédia, a enciclopédia livre. 27 de junho de 2014 
  14. «Cruzeiro 3-1 San Lorenzo :: Copa Libertadores 2008 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 3 de fevereiro de 2018. 
  15. «Cruzeiro 1-2 Boca Juniors :: Copa Libertadores 2008 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 3 de fevereiro de 2018. 
  16. «Globoesporte.com > Futebol - CONFRONTO - Cruzeiro X Grêmio 29/10/2008». globoesporte.globo.com. Consultado em 3 de fevereiro de 2018. 
  17. «Final do Campeonato Mineiro de Futebol de 2008». Wikipédia, a enciclopédia livre. 27 de junho de 2014 
  18. «Cruzeiro 3-1 Grêmio :: Copa Libertadores 2009 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 3 de fevereiro de 2018. 
  19. «Cruzeiro 1-2 Estudiantes :: Copa Libertadores 2009 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 3 de fevereiro de 2018. 
  20. «Transferência Wagner». Consultado em 7 de Agosto de 2009. 
  21. Superesportes (10 de março de 2015). «Wagner fala sobre bastidores por prêmio da Libertadores'2009 e revela mágoa com torcida». Superesportes 
  22. TEMPO, O (23 de abril de 2013). «Wagner é apresentado ao Lokomotiv». Futebol 
  23. «Lokomotiv 2-1 CSKA Moskva :: Russian Premier-Liga 2009 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 3 de fevereiro de 2018. 
  24. «Zenit 1-1 Lokomotiv :: Russian Premier-Liga 2009 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 3 de fevereiro de 2018. 
  25. «Lokomotiv 4-1 Kuban Krasnodar :: Russian Premier-Liga 2009 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 3 de fevereiro de 2018. 
  26. «Spartak Nalchik 0-1 Lokomotiv :: Russian Premier-Liga 2009 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 3 de fevereiro de 2018. 
  27. «Wagner :: Wagner Ferreira dos Santos :: Vasco». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 3 de fevereiro de 2018. 
  28. Globo Esporte (28 de dezembro de 2010). «Volta ao Brasil adiada: ex-cruzeirense Wagner é vendido ao futebol turco». Consultado em 28 de dezembro de 2010. 
  29. «Kasimpasa 0-1 Gaziantepspor :: Spor Toto Super League 2010/2011 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 3 de fevereiro de 2018. 
  30. «Bursaspor 1-4 Gaziantepspor :: Spor Toto Super League 2010/2011 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 3 de fevereiro de 2018. 
  31. «Gaziantepspor 3-1 Sivasspor :: Spor Toto Super League 2010/2011 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 3 de fevereiro de 2018. 
  32. «Wagner :: Wagner Ferreira dos Santos :: Vasco». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 3 de fevereiro de 2018. 
  33. «Gaziantepspor 4-1 FC Minsk :: Europa League [Qualificação] 2011/12 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 3 de fevereiro de 2018. 
  34. «Gaziantepspor 3-0 Gençlerbirligi :: Spor Toto Super League 2011/2012 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 3 de fevereiro de 2018. 
  35. «Fluminense acerta contratação do meia Wagner - Futebol - R7». esportes.r7.com. Consultado em 3 de fevereiro de 2018. 
  36. «Fissurado pela Libertadores, Wagner garante: 'Darei a vida por esse título'». globoesporte.com 
  37. «Volta Redonda 0-3 Fluminense :: Campeonato Carioca 2012 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 3 de fevereiro de 2018. 
  38. «Fluminense 1-0 Arsenal de Sarandí :: Copa Libertadores 2012 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 3 de fevereiro de 2018. 
  39. «Final do Campeonato Carioca de Futebol de 2012». Wikipédia, a enciclopédia livre. 18 de dezembro de 2017 
  40. «Fluminense vacila e é eliminado pelo Boca Juniors no último minuto de jogo». VEJA.com 
  41. «Desfalcado, Flu apenas empata com Figueirense no Engenhão». Consultado em 27 de maio de 2012. 
  42. Paulo, iG São (11 de novembro de 2012). «Confira quais foram os personagens de mais um título brasileiro do Fluminense - Futebol - iG». Esporte 
  43. «Fluminense 2–1 Coritiba - Brasileirão 2012». Ogol. 25 de outubro de 2012. Consultado em 3 de fevereiro de 2018. 
  44. «Wagner sofre pancada contra o Coritiba». Consultado em 11 de outubro de 2012. 
  45. «Palmeiras x Fluminense - Campeonato Brasileiro 2012 | globoesporte.com». globoesporte.com 
  46. «Nova Iguaçu x Fluminense - Campeonato Carioca 2013 | globoesporte.com». globoesporte.com 
  47. «Quissamã 0-3 Fluminense :: Campeonato Carioca 2013 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 3 de fevereiro de 2018. 
  48. «Huachipato 1-2 Fluminense :: Copa Libertadores 2013 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 3 de fevereiro de 2018. 
  49. «Emelec 2-1 Fluminense :: Copa Libertadores 2013 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 3 de fevereiro de 2018. 
  50. «Fluminense 2-0 Emelec :: Copa Libertadores 2013 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 3 de fevereiro de 2018. 
  51. «Fluminense x Olimpia - Taça Libertadores 2013 | globoesporte.com». globoesporte.com 
  52. «Olimpia x Fluminense - Taça Libertadores 2013 | globoesporte.com». globoesporte.com 
  53. Benites, Afonso (27 de dezembro de 2013). «No "tapetão", Fluminense se salva e Portuguesa cai para a segunda divisão». EL PAÍS 
  54. a b «Wagner :: Wagner Ferreira dos Santos :: Vasco». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 3 de fevereiro de 2018. 
  55. «Fluminense x Portuguesa - Campeonato Brasileiro 2013 | globoesporte.com». globoesporte.com 
  56. «Bahia 1–2 Fluminense - Brasileirão 2013». Ogol. 8 de dezembro de 2013. Consultado em 3 de fevereiro de 2018. 
  57. «Fluminense 5-0 Horizonte :: Copa do Brasil 2014 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 3 de fevereiro de 2018. 
  58. «Fluminense 3-3 Cruzeiro :: Campeonato Brasileiro 2014 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 3 de fevereiro de 2018. 
  59. «Fluminense 4-2 Criciúma :: Campeonato Brasileiro 2014 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 3 de fevereiro de 2018. 
  60. «Fluminense 2-1 Atlético Paranaense :: Campeonato Brasileiro 2014 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 3 de fevereiro de 2018. 
  61. «Fluminense 5-2 São Paulo :: Campeonato Brasileiro 2014 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 3 de fevereiro de 2018. 
  62. «São Paulo 1-3 Fluminense :: Campeonato Brasileiro 2014 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 3 de fevereiro de 2018. 
  63. «Classificação - Campeonato Brasileiro de Futebol - Série A 2014 - Confederação Brasileira de Futebol». Confereção Brasileira de Futebol 
  64. «Wagner :: Wagner Ferreira dos Santos :: Vasco». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 3 de fevereiro de 2018. 
  65. «Fluminense 1-1 Tigres do Brasil :: Campeonato Carioca 2015 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 3 de fevereiro de 2018. 
  66. «Goiás 1-2 Fluminense :: Campeonato Brasileiro 2015 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 4 de fevereiro de 2018. 
  67. «Wagner aceita proposta do Tianjin Teda, da China, e não joga mais com a camisa do Fluminense». Extra Online 
  68. «Shanghai SIPG 2-1 Tianjin Teda :: China Super League 2015 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 4 de fevereiro de 2018. 
  69. «Tianjin Teda 4-0 Beijing Guoan :: China Super League 2015 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 4 de fevereiro de 2018. 
  70. «Shanghai Shenhua 2-2 Tianjin Teda :: China Super League 2016 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 4 de fevereiro de 2018. 
  71. «Wagner é apresentado e cita "fator Cristóvão" como diferencial em acerto». globoesporte.com 
  72. «Volta Redonda 1-0 Vasco :: Campeonato Carioca 2017 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 4 de fevereiro de 2018. 
  73. «Vila Nova 1-2 Vasco :: Copa do Brasil 2017 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 4 de fevereiro de 2018. 
  74. «Coritiba 2-2 Vasco :: Campeonato Brasileiro 2017 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 4 de fevereiro de 2018. 
  75. «Avaí 1-2 Vasco :: Campeonato Brasileiro 2017 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 4 de fevereiro de 2018. 
  76. «Wagner coloca no ângulo e tem o gol mais bonito da rodada». Sportv 
  77. «Wagner :: Wagner Ferreira dos Santos :: Vasco». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 4 de fevereiro de 2018. 
  78. «Em jogo maluco de 7 gols, Vasco busca virada e vence Boavista em Cariacica - Futebol - UOL Esporte». UOL Esporte 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Wagner Ferreira dos Santos