Hernanes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Hernanes
Hernanes
Hernanes atuando pelo São Paulo em 2009
Informações pessoais
Nome completo Anderson Hernanes de Carvalho
Viana Lima
Data de nasc. 29 de maio de 1985 (36 anos)
Local de nasc. Recife, Pernambuco, Brasil
Nacionalidade brasileiro
Altura 1,80 m
ambidestro
Apelido Profeta
Informações profissionais
Clube atual Sport
Número 08
Posição meio-campista
Clubes de juventude
1996–1998
1999–2000
2001–2004
Santa Cruz (futsal)
Unibol
São Paulo
Clubes profissionais
Anos Clubes
2004–2010
2006
2010–2014
2014–2015
2015–2017
2017–2018
2017
2019–2021
2021–
São Paulo
Santo André (emp.)
Lazio
Internazionale
Juventus
Hebei China Fortune
São Paulo (emp.)
São Paulo
Sport
Seleção nacional
2008
2008–2014
Brasil Sub-23
Brasil
Medalhas
Jogos Olímpicos
Bronze Pequim 2008 Futebol

Anderson Hernanes de Carvalho Viana Lima, mais conhecido apenas como Hernanes (Recife, 29 de maio de 1985), é um futebolista brasileiro que atua como meio-campista. Atualmente joga no Sport.

Carreira[editar | editar código-fonte]

São Paulo[editar | editar código-fonte]

Dono de grande habilidade, condução de bola e bom chute tanto com a perna direita como com a esquerda,[1] jogou no São Paulo, tendo sido revelado no Unibol, time do município de Paulista, no estado de Pernambuco. Do São Paulo, foi emprestado ao Santo André em 2006 e voltou ao Tricolor no ano seguinte. Começou a ganhar espaço no time com as saídas de Mineiro e Josué[2] e tornou-se titular no Campeonato Brasileiro de 2007, depois de ter até excursionado pela Índia com o time "B".[1] O São Paulo levou o título e Hernanes ganhou o prêmio Bola de Prata na posição de volante.

Em 2008, após conquistar novamente o Campeonato Brasileiro, foi eleito o melhor volante pela direita e faturou o prêmio de melhor jogador da competição.[3]

Em janeiro de 2009, Hernanes foi considerado o jogador mais promissor do mundo pelo jornal inglês The Times.[4][5][6]

Em 28 de abril de 2010, completou 200 jogos com a camisa do Tricolor Paulista contra o Universitario, pelas oitavas de final da Copa Libertadores da América.[7]

Lazio[editar | editar código-fonte]

Em agosto de 2010, o São Paulo anunciou a venda do jogador para a Lazio, da Itália por 13,5 milhões de euros.[8] Com a eliminação do São Paulo da Copa Libertadores, ele atuou pela Seleção Brasileira no jogo amistoso contra os Estados Unidos e depois seguiu para a Itália.[9]

O jogador chegou à Itália com status de fenômeno. A imprensa local o comparou a Falcão, outro grande jogador brasileiro que foi ídolo da Roma. Fez sua estreia num amistoso contra o Deportivo La Coruña, sendo o grande destaque do seu time, jogando menos de 45 minutos, marcando um gol de pênalti e dando uma assistência para o outro, além de ter feito grandes jogadas no decorrer da vitória por 3 a 1.[10] Sua estreia oficial ocorreu contra a Sampdoria, em jogo válido pelo Campeonato Italiano. Apesar da derrota de 2 a 0, Hernanes teve boa atuação e foi elogiado pela imprensa italiana após o jogo.

Nesta mesma temporada a Lazio fez boas partidas, e Hernanes foi um dos principais jogadores da equipe. Após este início notório, foi comparado a grandes jogadores que passaram pelo futebol italiano, como Kaká, ex-jogador do Milan o melhor do mundo em 2007, e Juan Sebastián Verón, ex-jogador da própria Lazio e da Internazionale.[11]

Internazionale[editar | editar código-fonte]

Em 17 de dezembro de 2013, durante a janela de transferências do inverno europeu, se despediu dos torcedores Laziales, com quem adquiriu grande identificação, e anunciou sua ida para a Inter de Milão, por 20 milhões de euros (cerca de R$ 65 milhões).[12][13]

No dia 10 de maio de 2015, marcou seu primeiro gol da carreira com a perna esquerda em cobranças de falta. Este gol impressionou e atraiu a atenção de outros craques da bola parada.[14]

Juventus[editar | editar código-fonte]

No dia 31 de agosto de 2015, último dia da janela de transferências Hernanes foi vendido para a Juventus, por 11 milhões de euros (44 milhões de reais).[15] Fez sua estreia em 12 de setembro, no empate em 1 a 1 com o Chievo. Marcou seu primeiro gol com a camisa da Juventus na vitória por 2 a 0 sobre o Carpi.[16] Terminou a temporada 2015–16 com os títulos do Campeonato Italiano e da Copa da Itália.

Acabou tendo menos espaço na equipe italiana durante a temporada 2016–17, disputando apenas 13 jogos e marcando um gol, contra o Pescara, no dia 19 de novembro de 2016.[17]

Hebei China Fortune[editar | editar código-fonte]

Em 9 de fevereiro de 2017, a Juventus anunciou a venda de Hernanes para o Hebei China Fortune por 8 milhões de euros, podendo chegar a 10 milhões em caso de algumas cláusulas do contrato serem cumpridas.[18][19]

No seu terceiro jogo oficial marcou seu primeiro gol pelo clube, sendo da vitória e de pênalti aos 25 minutos do primeiro tempo contra o Guizhou Zhicheng.[20]

Empréstimo ao São Paulo[editar | editar código-fonte]

No dia 19 de julho de 2017, o São Paulo Futebol Clube divulgou em seu Twitter o retorno do "Profeta"[21] ao tricolor paulista.[22] O Tricolor acertou um contrato por empréstimo de um ano, pagando parte do salário do atleta.[23]

Fez sua reestreia em 29 de julho, marcando um dos gols na virada heróica do São Paulo sobre o Botafogo por 4 a 3, no Engenhão.[24] No dia 13 de agosto, marcou dois gols na vitória por 3–2 sobre o Cruzeiro, além de ter dado uma assistência para o gol de Robert Arboleda.[25] Na rodada seguinte, voltou a marcar contra o Avaí, no empate em 1 a 1, em Florianópolis.[26] Em 9 de setembro, marcou o primeiro gol do São Paulo no empate em 2 a 2 contra a Ponte Preta, chegando a incrível marca de sete jogos e sete gols em seu retorno.[27]

Em 5 de janeiro de 2018, devido a uma cláusula no contrato, o Hebei China Fortune pediu o retorno de Hernanes, que confirmou sua despedida em entrevista coletiva.[28]

Retorno ao São Paulo[editar | editar código-fonte]

Em 29 de dezembro de 2018, voltou em definitivo ao São Paulo, que pagou 3 milhões de euros (R$ 13,2 milhões) ao clube chinês, assinando contrato por três temporadas.[29] Fez sua primeira partida na temporada no dia 10 de janeiro de 2019, contra o Eintracht Frankfurt, pela Florida Cup.[30] No jogo seguinte, marcou o primeiro gol do São Paulo na derrota por 4 a 2 sobre o Audax. Perdeu as primeiras rodadas do Campeonato Paulista para se recondicionar fisicamente, só estreando oficialmente na quarta rodada, na derrota para o Guarani. Na quinta rodada, contra o São Bento, marcou o gol da vitória do São Paulo por 1 a 0.[31]

Encerrou sua passagem no São Paulo em julho de 2021, após uma sequência de lesões e pouco espaço no time titular do Tricolor.

Sport[editar | editar código-fonte]

Após rescindir com o São Paulo, foi oficialmente anunciado pelo Sport no dia 3 de agosto.[32]

Seleção Nacional[editar | editar código-fonte]

A estreia e as Olimpíadas[editar | editar código-fonte]

Hernanes teve sua primeira convocação para a Seleção Brasileira em 22 de janeiro de 2008[33], para um amistoso contra a Irlanda, mas estreou somente em 26 de março, contra a Suécia, entrando no decorrer do segundo tempo.[34]

Foi titular da Seleção Brasileira nos Jogos Olímpicos de Pequim 2008, marcando o gol da vitória na estreia contra a Bélgica e, conquistando, posteriormente, a medalha de bronze para o país. Entretanto, após as Olimpíadas, não teve mais chances na Seleção do então treinador Dunga, ficando de fora da Copa do Mundo FIFA de 2010.[35]

A era Mano Menezes[editar | editar código-fonte]

Hernanes comemorando um gol do Brasil na Copa do Mundo FIFA de 2014

Com a chegada de Mano Menezes na Seleção, Hernanes retornou à Seleção após dois anos, participando do amistoso contra os Estados Unidos, em 10 de agosto de 2010.

Depois de atuar no futebol europeu e, após alguns meses fora, a boa fase vivida na Lazio fez com que seu nome fosse quase aclamado por torcedores e jornalistas esportivos, e novas chances na Seleção naturalmente aconteceriam. Foi convocado para o amistoso contra a França, em 9 de fevereiro de 2011, em Paris. Apesar do bom futebol apresentado em seu clube, Hernanes não demonstrou bom futebol em seu retorno à Seleção e foi expulso após uma violenta entrada sobre o francês Karim Benzema, ainda no primeiro tempo da partida. Coincidentemente, Benzema foi o autor do único gol da partida, e o Brasil terminou derrotado por 1 a 0.[36]

Na era Felipão[editar | editar código-fonte]

Com a chegada de Luiz Felipe Scolari em 2013, Hernanes retornou à Seleção, sendo convocado em maio para a Copa das Confederações.[37] No dia 9 de junho, num amistoso contra a França, em Porto Alegre, Hernanes entrou no segundo tempo, com o jogo 1 a 0. O meia mudou a cara do time, marcou o segundo gol da equipe e viu o Brasil vencer uma grande seleção após três anos. Vitória por 3 a 0, se redimindo da derrota de 2011.[38]

Foi convocado para atuar pela Seleção na Copa do Mundo FIFA de 2014 disputada no Brasil.[39]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Atualizadas até 17 de julho de 2021.

Clubes[editar | editar código-fonte]

[40]

Clube Temporada Campeonato
nacional
Copa
nacional[a]
Competições
continentais[b]
Outros
torneios[c]
Total
Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist.
São Paulo
2005
18
3
0
5
1
0
8
1
0
31
5
0
Total 18 3 0 5 1 0 8 1 0 31 5 0
Santo André
2006
23
6
0
8
1
0
12
1
0
43
8
0
Total 23 6 0 8 1 0 0 0 0 12 1 0 43 8 0
São Paulo
2007
31
3
2
4
0
0
12
2
0
47
5
2
2008
24
4
4
11
0
0
11
2
0
46
6
4
2009
33
6
9
10
1
1
13
3
6
56
10
16
2010
12
2
5
12
4
1
11
1
4
35
7
10
Total 101 15 20 37 5 2 47 8 10 185 28 32
Lazio
2010–11
36
11
6
1
1
0
37
12
6
2011–12
31
8
3
2
1
0
9
2
2
42
11
5
2012–13
34
11
5
5
2
0
14
1
3
53
14
8
2013–14
17
3
2
0
0
0
6
1
1
1
0
0
24
4
3
Total 118 33 16 8 4 0 29 4 6 1 0 0 156 41 22
Internazionale
2013–14
14
2
4
14
2
4
2014–15
26
5
4
1
0
0
9
0
2
36
5
6
2015–16
2
0
0
2
0
0
Total 42 7 8 1 0 0 9 0 2 52 7 10
Juventus
2015–16
14
1
1
3
0
0
5
0
0
22
1
1
2016–17
10
1
0
1
0
0
2
0
0
13
1
0
Total 24 2 1 4 0 0 7 0 0 35 2 1
Hebei China Fortune
2017
6
1
0
6
1
0
2018
13
3
0
1
1
0
14
4
0
Total 19 4 0 1 1 0 20 5 0
São Paulo
2017
19
9
3
19
9
3
Total 19 9 3 19 9 3
São Paulo
2019
25
2
4
1
0
0
2
0
0
11
3
0
39
5
4
2020
21
3
0
1
0
0
5
0
0
12
1
0
39
4
0
2021
0
0
0
1
0
0
3
0
0
5
0
0
9
0
0
Total 46 5 4 3 0 0 10 0 0 28 4 0 87 9 4
Total da carreira 410 85 52 25 6 0 94 10 10 96 14 7 628 105 72

Seleção Brasileira[editar | editar código-fonte]

Abaixo estão listados todos jogos e gols do futebolista pela Seleção Brasileira. Abaixo da tabela, clique em expandir para ver a lista detalhada dos jogos de acordo com a categoria selecionada.

Seleção principal[41]

Ano
Jogos Gols Assist.
2008 1 0 0
2009 0 0 0
2010 1 0 0
2011 5 1 0
2012 1 0 1
2013 15 1 1
2014 4 0 0
Total 27 2 2

Títulos[editar | editar código-fonte]

São Paulo
Lazio
Juventus
Seleção Brasileira

Prêmios individuais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b "O coringa virou volante", Placar número 1.313-B, dezembro de 2007, "Bola de Prata 2007", Editora Abril, pág. 23
  2. "Semana de paz no Morumbi", Gabriel Navajas, Jornal da Tarde, 9/6/2008, pág. 10C
  3. «Hexacampeão, SP domina também o Prêmio Craque Brasileirão». Virgula. 9 de dezembro de 2008. Consultado em 4 de agosto de 2021 
  4. «Jornal inglês elege Hernanes o talento mais promissor do mundo». Gazeta Esportiva. 13 de janeiro de 2009. Consultado em 4 de agosto de 2021. Arquivado do original em 21 de janeiro de 2009 
  5. «Jornal inglês elege Hernanes o talento mais promissor do mundo». ESPN.com.br. 13 de janeiro de 2009. Consultado em 4 de agosto de 2021 
  6. «Hernanes é eleito jogador mais promissor do mundo por jornal inglês». UOL. 13 de janeiro de 2009. Consultado em 4 de agosto de 2021 
  7. «Hernanes completa 200 jogos pelo São Paulo». Goal.com. 28 de abril de 2010. Consultado em 4 de agosto de 2021 
  8. «São Paulo fecha venda de Hernanes para a Lazio». Estadão. 2 de agosto de 2010. Consultado em 4 de agosto de 2021 
  9. «Fora da Libertadores, São Paulo oficializa venda de Hernanes». GloboEsporte.com. 6 de agosto de 2010. Consultado em 4 de agosto de 2021 
  10. «Em amistoso, Hernanes estreia com gol na Lazio». Estadão. 22 de agosto de 2010. Consultado em 4 de agosto de 2021 
  11. «Hernanes é comparado a Kaká e Verón em enquete de jornal italiano». GloboEsporte.com. 24 de setembro de 2010. Consultado em 4 de agosto de 2021 
  12. Victor Canedo (30 de janeiro de 2014). «Rumo ao Inter de Milão, Hernanes chora ao se despedir de torcedores do Lazio». Blog Brasil Mundial FC. Consultado em 4 de agosto de 2021 
  13. «Welcome to Inter, Hernanes!» (em inglês). Site oficial da Internazionale. 31 de janeiro de 2014. Consultado em 4 de agosto de 2021 
  14. «Hernanes faz gol de falta de esquerda e impressiona grandes cobradores». GloboEsporte.com. 12 de maio de 2015. Consultado em 4 de agosto de 2021 
  15. «Inter acerta com Felipe Melo e libera a venda de Hernanes para o Juventus». GloboEsporte.com. 31 de agosto de 2015. Consultado em 4 de agosto de 2021 
  16. «Hernanes marca, e Juventus vence o Carpi pelo Campeonato Italiano». GloboEsporte.com. 1 de maio de 2016. Consultado em 4 de agosto de 2021 
  17. «Hernanes faz golaço, Juventus passa fácil pelo Pescara e dispara na ponta». Globoesporte.com. 19 de novembro de 2016. Consultado em 19 de novembro de 2016 
  18. «Hernanes ceduto all'Hebei China Fortune» (em italiano). Site oficial da Juventus. 9 de fevereiro de 2017. Consultado em 4 de agosto de 2021 
  19. «Hernanes vendido para Hebei China Fortune por 8 milhões de euros». Folha de Pernambuco. 10 de fevereiro de 2017. Consultado em 4 de agosto de 2021 
  20. «Hernanes comemora primeiro gol e primeira vitória no futebol chinês». Terra. 1 de abril de 2017. Consultado em 4 de agosto de 2021 
  21. «35 anos de Hernanes: "Il Profeta" espalha a palavra do futebol». One Football. 29 de maio de 2020. Consultado em 4 de agosto de 2021 
  22. Érico Leonan (19 de julho de 2017). «#OProfetaVoltou». Site oficial do São Paulo. Consultado em 4 de agosto de 2021 
  23. «"O profeta voltou": São Paulo anuncia retorno de Hernanes». GloboEsporte.com. 19 de julho de 2017. Consultado em 4 de agosto de 2021 
  24. «São Paulo bate o Botafogo com virada épica e agora seca para seguir fora do Z-4». GloboEsporte.com. 29 de julho de 2017. Consultado em 4 de agosto de 2021 
  25. Marcelo Prado (13 de agosto de 2017). «Atuações do São Paulo: Hernanes dá show, Arboleda marca e Gilberto entra bem». GloboEsporte.com. Consultado em 4 de agosto de 2021 
  26. «Com gol de Hernanes, São Paulo empata com Avaí e entra na zona da degola». UOL. 20 de agosto de 2017. Consultado em 4 de agosto de 2021 
  27. Marcelo Prado (9 de setembro de 2017). «Atuações do São Paulo: Hernanes marca, Militão defende bem, e Jucilei erra tudo». GloboEsporte.com. Consultado em 4 de agosto de 2021 
  28. Bruno Grossi (5 de janeiro de 2018). «Hernanes anuncia despedida do SP, mas tentará última cartada com chineses». UOL. Consultado em 4 de agosto de 2021 
  29. Marcelo Hazan (29 de dezembro de 2018). «São Paulo anuncia a contratação de Hernanes». GloboEsporte.com. Consultado em 4 de agosto de 2021 
  30. «São Paulo peca atrás e perde para o Frankfurt em primeiro teste do ano». Gazeta Esportiva. 11 de janeiro de 2019. Consultado em 4 de agosto de 2021 
  31. David Nascimento (3 de fevereiro de 2019). «Hernanes marca, São Paulo bate São Bento e volta a vencer no Paulista». LANCE!. Consultado em 4 de agosto de 2021 
  32. «A profecia foi cumprida! Hernanes veste a camisa, assina contrato e reforça o Sport». Site oficial do Sport. 3 de agosto de 2021 
  33. Thiago Lavinas (22 de janeiro de 2008). «Dunga convoca Pato e base olímpica». GloboEsporte.com. Consultado em 4 de agosto de 2021 
  34. Rafael Maranhão (26 de março de 2008). «Pato marca na estréia e dá vitória ao Brasil». GloboEsporte.com. Consultado em 4 de agosto de 2021 
  35. «Fora da Copa, Neymar, Hernanes e Pato ganham elogios de Dunga». GloboEsporte.com. 10 de outubro de 2010. Consultado em 4 de agosto de 2021 
  36. «Com "voadora" em Benzema, Hernanes é expulso no 1º tempo». Terra. 9 de fevereiro de 2011. Consultado em 4 de agosto de 2021 
  37. Rafael Brayan (3 de maio de 2020). «Copa das Confederações de 2013: relembre os convocados por Felipão que conquistaram o torneio». Torcedores.com. Consultado em 4 de agosto de 2021 
  38. «Ficha técnica: Brasil 3 x 0 França». Terra. 9 de junho de 2013. Consultado em 4 de agosto de 2021 
  39. «Felipão anuncia convocados da Seleção para a Copa do Mundo». GloboEsporte.com. 7 de maio de 2014. Consultado em 4 de agosto de 2021 
  40. «Hernanes - Free - Stats - titles won» (em inglês). Football Database. Consultado em 4 de agosto de 2021 
  41. «Hernanes» (em inglês). National Football Teams. Consultado em 4 de agosto de 2021 
  42. Bruno Nunes Loreto (4 de dezembro de 2017). «Confira como ficou a escalação da seleção do Brasileirão 2017». Torcedores.com. Consultado em 4 de agosto de 2021 
  43. «É do Profeta! Hernanes desbanca Jô e Juan e leva prêmio "Craque da Galera"». GloboEsporte.com. 4 de dezembro de 2017. Consultado em 4 de agosto de 2021 
  44. «Gol de Hernanes é eleito o mais bonito». Confederação Brasileira de Futebol. 4 de dezembro de 2017. Consultado em 4 de agosto de 2021 
  45. «The 100 best footballers in the world - interactive» (em inglês). The Guardian. 20 de dezembro de 2012. Consultado em 4 de agosto de 2021 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]