Bruno Henrique Pinto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Bruno Henrique
Bruno Henrique
Bruno Henrique, em 2022.
Informações pessoais
Nome completo Bruno Henrique Pinto
Data de nasc. 30 de dezembro de 1990 (31 anos)
Local de nasc. Belo Horizonte (MG), Brasil
Nacionalidade brasileiro
Altura 1,84 m
destro
Apelido Bruninho[1]
Mister clássicos[2]
Rei dos clássicos[3]
BH 27[4]
Informações profissionais
Clube atual Flamengo
Número 27
Posição atacante
Clubes de juventude
2009–2012 Inconfidência[5]
Clubes profissionais
Anos Clubes
2012–2013
2012–2013
2013–2014
2014
2015
2016–2017
2017–2019
2019–
Cruzeiro
Uberlândia (emp.)
Uberlândia
Itumbiara (emp.)
Goiás
Wolfsburg
Santos
Flamengo
Seleção nacional
2019– Brasil

Bruno Henrique Pinto, mais conhecido apenas como Bruno Henrique (Belo Horizonte, 30 de dezembro de 1990), é um futebolista brasileiro que atua como atacante. Atualmente, joga no Flamengo.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Início[editar | editar código-fonte]

Nascido em Belo Horizonte, Bruno veio de uma família humilde e começou a jogar futebol aos 9 anos de idade nos campos de várzea, junto com seu irmão mais velho, Juninho. Tentou fazer um teste na base do Valério Doce EC, clube de Itabira, mas não deu certo. Sem ter ido para categorias de base de nenhum clube na juventude, Bruno conciliava a carreira no futebol amador com os estudos e trabalhos informais.[5]

Começo no Inconfidência[editar | editar código-fonte]

Sua história no Inconfidência começa em 2009, quando Bruno era conhecido como "Bruninho" ou ainda "mosquito" (apelido que ganhou na infância porque passava "voando" pelos zagueiros). Conciliando rotina de estudos e trabalhos informais, ingressou na equipe de futebol amador de seu bairro: o Inconfidência Futebol Clube. Nessa época, Bruno trabalhava como office boy. Trabalhava durante a semana e jogava aos domingos. Antes do sucesso, "Bruninho" precisou ouvir diversos "nãos" em sua vida. No começo, foi recusado em peneiras do Atlético-MG e do América-MG e, por isso, não teve formação em categorias de base. Descoberto por Ronnie, seu primeiro treinador, passou a disputar a Copa Itatiaia, torneio promovido por uma rádio do estado, e lá chamou atenção.[6]

Destaque na Copa Itatiaia[editar | editar código-fonte]

Em 2012, Bruno se destacou ao ser campeão da tradicional Copa Itatiaia de 2011–12 com o Inconfidência, de Concórdia, um bairro de sua cidade natal. Bruninho, como ainda era conhecido, foi eleito o melhor jogador da competição e atuou ao lado do seu irmão, Juninho, que ficou com o prêmio de revelação do campeonato.[7][8]

Cruzeiro e Uberlândia[editar | editar código-fonte]

Após o destaque, aos 21 anos, Bruno foi contratado pelo Cruzeiro no início de 2012 e logo emprestado ao Uberlândia.[9] Foi repassado novamente por empréstimo para a equipe do Triângulo Mineiro no começo do ano seguinte.[10] Ao longo de 2013 já havia assinado em definitivo com o clube do interior de Minas, com contrato até o fim da temporada seguinte.[11]

Itumbiara e Goiás[editar | editar código-fonte]

Em 24 de junho de 2014, Bruno mudou-se para o Itumbiara.[12] Após marcar 9 gols na Segunda Divisão Goiana e ajudar seu clube a voltar à elite do estado, fechou com o Goiás, no dia 7 de janeiro de 2015.[13]

Uma curiosidade sobre sua passagem pelo Itumbiara aconteceu na partida contra o Social, no Estádio Louis Ensch, em Coronel Fabriciano. Nesta partida, Bruno teve que atuar como goleiro, já que o goleiro titular Glaysson foi expulso e a equipe já havia feito as 3 alterações. Bruno atuou por mais de 10 minutos na meta e tomou um gol.[14]

Bruno Henrique fez sua estreia na Série A pela equipe esmeraldina em 10 de maio de 2015, num empate em 0–0 fora contra o Vasco da Gama na rodada inicial da competição.[15] Marcou os seus primeiros gols no campeonato seis dias depois, os dois na vitória por 2–0 em casa contra o Atlético Paranaense.[16]

Wolfsburg[editar | editar código-fonte]

Transferiu-se para o clube alemão Wolfsburg no dia 29 de janeiro de 2016, assinando contrato até junho de 2019,[17] comprado por aproximadamente 4,5 milhões de euros.[18] Em abril, deu uma assistência para o 2.º gol da sua equipe e teve atuação destacada na vitória dos Lobos em cima do Real Madrid por 2–0, na Alemanha, válido pela 1.ª partida das quartas de final da Liga dos Campeões da UEFA de 2015–16.[19] Entretanto, sua equipe foi eliminada ao perder o jogo da volta por 3–0 em Madri.[20]

Santos[editar | editar código-fonte]

2017[editar | editar código-fonte]

Bruno Henrique em atuação pelo Santos em 2017, em partida contra o Barcelona de Guayaquil na Libertadores.

Em 21 de janeiro de 2017, assinou contrato de quatro anos com o Santos. O alvinegro praiano pagou 4 milhões de euros (cerca de R$ 13,5 milhões) para contar com Bruno em seu elenco.[21] Seus primeiros gols pelo peixe vieram em uma partida diante do São Bernardo, na qual o Santos foi a campo com um time praticamente reserva, o jogador marcou um hat-trick, queixou-se de cansaço e deu lugar a Rodrigão aos 37 minutos do segundo tempo, tendo jogado por 83 minutos. O Santos venceu a partida fora de casa por 4–1 em partida válida pelo Campeonato Paulista.[22]

Ao longo da temporada, Bruno foi o principal jogador do Santos, se tornado o artilheiro da equipe no ano com 18 gols, sendo 8 no brasileiro, (inclusive dando 11 assistências no brasileiro, ficando em 2.º lugar no quesito, somente atrás de Gustavo Scarpa), 4 na Copa do Brasil e 4 na Libertadores.[23]

2018[editar | editar código-fonte]

Lesão no olho[editar | editar código-fonte]

No dia 17 de janeiro de 2018, na partida do Santos contra o Linense válida pela 1.ª rodada do Paulistão de 2018, Bruno sofreu 5 lesões diferentes no olho direito após tomar uma bolada, fato que o deixou afastado dos gramados por cerca de um mês[24]. Retornou aos gramados no dia 16 de fevereiro, para treinar e manter a forma física, utilizando óculos especiais devido à gravidade da lesão.[25] Só retornou definitivamente a uma partida no dia 21 de abril de 2018, válida pelo brasileirão de 2018, contra o Bahia na Arena Fonte Nova, jogo que o Santos foi derrotado por 1–0, com o time baiano marcando o gol da vitória aos 48 do 2.º tempo.[26]

No jogo entre Santos e Fluminense, a equipe da Vila Belmiro venceu por 1–0, sendo Bruno o autor do gol aos 40 minutos do 2.º tempo, após cruzamento de Diego Pituca. Com a vitória, o Santos saiu da zona de rebaixamento na época.[27]

Com as lesões no olho e no joelho, além dos erros individuais, essa foi a pior temporada de Bruno no Santos, marcando somente 2 gols e dando 3 assistências em 33 jogos pelo clube.[28]

Flamengo[editar | editar código-fonte]

2019[editar | editar código-fonte]

Bruno Henrique em 2019.

Em 22 de janeiro de 2019, o jogador chegou ao Rio de Janeiro para assinar um contrato de três anos com o Flamengo, que desembolsou mais de 23 milhões de reais mais o empréstimo do volante Jean Lucas por um ano. Em sua chegada, o atacante disse estar feliz pelo acerto e, quanto à expectativa no novo clube, foi mais breve ainda: "Títulos".[29] Estreou no Flamengo contra Botafogo, o clássico da rivalidade, no dia 26 de janeiro de 2019, pela 3.ª rodada da taça guanabara, tendo uma atuação de gala, entrando no 2.º tempo, e marcando os dois gols da vitória rubro-negra por 2–1.[30]

No dia 24 de março de 2019, marcou novamente mais dois gols no clássico contra o Fluminense, ajudando a equipe a sair com a vitória por 3–2, em partida válida pela 6.ª rodada da Taça Rio.[31] Foi decisivo na 1.ª partida da final do Campeonato Carioca de 2019, contra o Vasco da Gama, marcando os dois gols da partida[32]. Com isso, ele se tornou o primeiro jogador da história do Flamengo a fazer dois gols contra o Fluminense , Botafogo e Vasco da Gama no mesmo ano e em um único jogo (contra cada um).[33]

Os 6 gols marcados nos clássicos e mais dois contra times pequenos (Cabofriense e Portuguesa-RJ), fizeram Bruno Henrique terminar o Campeonato Carioca de 2019 como artilheiro do certame, com 8 gols.[34] O grande desempenho no ano o rendeu a 1.ª convocação para a Seleção Brasileira.[35] Logo após a convocação, no jogo seguinte pelo Campeonato Brasileiro Bruno Henrique seria um dos destaques da partida contra o Vasco participando diretamente dos 4 gols na goleada por 4–1 sobre o rival.[36]

Pela Libertadores, no jogo de ida contra o Internacional (quartas de final), Bruno Henrique marcou os dois gols na vitória por 2–0.[37] No jogo de volta, deu uma assistência para Gabigol marcar o gol de empate e levar o rubro-negro às semifinais da competição após 35 anos. [38] No dia 3 de novembro de 2019, em partida válida pelo campeonato Brasileiro, Bruno Henrique marcou hat-trick na vitória sobre o Corinthians por 4–1.[39]

Na final da Libertadores da América de 2019 contra o River, Bruno iniciou a jogada do primeiro gol rubro-negro, dando a pré-assistência para Arrascaeta tocar para Gabigol empatar o jogo. Depois, veria Gabigol marcar o 2.º gol da vitória sobre River Plate, sagrando-se campeão da competição após 38 anos de espera [40], posteriormente seria eleito o melhor jogador da competição, apelidado de Rei da América por seu excelente desempenho ao longo de todo o torneio, com 5 gols e 5 assistências em 13 jogos.[41]

Na 35.ª rodada do Campeonato Brasileiro contra o Ceará, Bruno Henrique voltaria a fazer um hat-trick em uma partida chegando assim a 21 gols na competição, igualando-se a Zico como o segundo maior artilheiro do Flamengo em uma edição de campeonato Brasileiro, ambos apenas atrás de Gabriel Barbosa.[42] Ao final do campeonato, Bruno Henrique seria eleito o craque da competição pela CBF.[43] Foi eleito também, em uma pesquisa realizada pelo Portal Uol com cem jogadores que disputaram a Série A do Campeonato Brasileiro, o melhor futebolista brasileiro do mundo no ano, desbancando Neymar, que nos últimos cinco anos (quase sempre com larga vantagem), havia sido eleito como o melhor jogador brasileiro do mundo.[44] Na disputa do Mundial de Clubes após vencer a Copa Libertadores, Bruno Henrique foi eleito o segundo melhor jogador da competição,[45] tendo ajudado o Fla a conquistar o vice-campeonato no torneio. O rubro-negro venceu o Al Hilal por 3 a 1 na semifinal em 17 de dezembro com Bruno fazendo um dos gols[46] mas na decisão do dia 21, perdeu para o Liverpool por 1 a 0.[47]

2020[editar | editar código-fonte]

Bruno Henrique trocou o Santos pelo Flamengo no início de 2019, e trilhou uma história de sucesso, alcançando o auge na carreira e foi um dos protagonistas de uma fase memorável e vencedora na história do clube. Na partida contra o Racing, pelo jogo de volta das oitavas de final da Libertadores 2020 , atingiu a marca de 100 jogos com a camisa do Flamengo.[48][49]

2021[editar | editar código-fonte]

Em 1 de fevereiro, ao fazer um dos gols da vitória por 3–0 sobre o Sport na 33.a rodada do Brasileirão, Bruno entrou no top 10 artilheiros do Flamengo em Campeonatos Brasileiros, com 28 gols feitos pelo clube na competição.[50] No dia 4 de fevereiro de 2021, Bruno chegou a marca de 100 gols na carreira ao marcar contra o Vasco, na vitória por 2–0 no Maracanã na 34.a rodada do Brasileirão, sendo 55 deles com a camisa do rubro-negro.[51][52]

No seu 1.º jogo após retorno do time principal, Bruno fez o 1.º gol na vitória por 3 a 0 sobre o Bangu, válida pela 7.a rodada do Campeonato Carioca.[53] Na goleada do Flamengo por 4–1 sobre o Unión La Calera na 2.a rodada da Libertadores, fez uma boa partida contribuindo com dois assistências para os gols de Arrascaeta e Gabriel.[54] Em dia 4 de maio, na difícil vitória contra a LDU por 3–2 em válido pela 3.a rodada da fase de grupos da Libertadores na altitude de Quito, Bruno fez um lindo gol e ajudou o Flamengo a sair vencedor no duelo.[55][56] Voltou a marcar em 13 de junho, na vitória por 2–0 sobre o América-MG, na 2.a rodada do Brasileirão 2021.[57]

Em 16 de junho, fez um dos gols na vitória por 2–0 sobre o Coritiba, no jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil.[58] No dia 23 de junho, fez os dois gols do Flamengo na vitória por 2 a 1 sobre o Fortaleza, em jogo válido pela 6.a rodada do Campeonato Brasileiro.[59] Depois de 5 jogos sem marcar, Bruno Henrique fez, no dia 25 de julho, três dos cinco gols na vitória de 5–1 em cima do São Paulo, quebrando um jejum de 4 anos em que o Flamengo não ganhava do clube paulista,[60] sendo também considerado o melhor jogador da partida.[61]

Em 29 de julho, fez um dos gols na goleada de 6–0 sobre o ABC no jogo de ida das oitavas da Copa do Brasil.[62] Marcou novamente no jogo seguinte em 1 de agosto, na vitória de 3–1 sobre o Corinthians na 14.a rodada do Brasileirão, após cabeçear no cruzamento feito por Gabriel Barbosa.[63] Com esse gol, Bruno Hemrique se tornou o maior artilheiro do Encontro das Nações, com 5 gols feitos.[64]

Concedeu duas assistências na vitória de 4–1 sobre o Olimpia nas quartas de final da Libertadores: para o 1.º de Arrascaeta e para o 3.º feito por Gabriel Barbosa.[65] No dia 18 de agosto, fez o 2.º gol do rubro-negro na goleada de 5–1 sobre o Olimpia nas quartas da Libertadores.[66] Em 22 de setembro, fez os dois gols do Flamengo na vitória de 2–0 no jogo de ida das semifinais da Libertadores, contra o Barcelona de Guayaquil.[67] Em 30 de setembro, fez novamente os dois gols na vitória por 2–0 sobre o Barcelona de Guayaquil no jogo de volta das semifinais da Libertadores, ajudando o Flamengo a se classificar para a final.[68]

Marcou novamente no jogo seguinte, na vitória de 3–0 sobre o Athletico Paranaense na 23.ª rodada do Brasileirão.[69] Com o gol, Bruno chegou a 74 gols com a camisa do Flamengo, se tornando o maior artilheiro do clube no século XXI, atrás apenas de Gabriel Barbosa.[70] Voltou a ser participativo em 30 de outubro, ao dar uma assistência para Michael fazer o único gol da vitória por 1–0 sobre o Atlético Mineiro na 29.ª rodada do Brasileirão.[71] Em 14 de novembro, deu duas assistências e fez um dos gols da goleada de 4–0 sobre o São Paulo na 32.ª rodada do Campeonato Brasileiro.[72]

Em 17 de novembro, fez o gol da vitória de 1–0 sobre o Corinthians na 32.ª rodada do Brasileiro aos 47 minutos do segundo tempo, após cabeçear o cruzamento feito na boa jogada de Rodinei.[73] Com esse gol, Bruno chegou a 76 gols com a camisa rubro-negra, igualando Bebeto, e tornou-se o 2.º maior artilheiro do Flamengo no Campeonato Brasileiro de pontos corridos, com 41 gols, atrás apenas de seu companheiro Gabriel Barbosa com 49.[74] Além disso, esse foi o seu gol de nº 24 de cabeça, fazendo-o liderar em gols feitos nessa forma na elite brasileira desde 2019.[75]

2022[editar | editar código-fonte]

Em 20 de fevereiro, Bruno fez um dos gols do empate de 2–2 com o Atlético Mineiro, forçando as penalidades, que foi vencida pelo clube mineiro numa emocionante disputa por 8–7.[76] Fez um dos gols do Flamengo em 6 de abril, na vitória por 2–0 sobre o Sporting Cristal na estreia do clube na Libertadores. Com esse gol, ultrapassaou Zico e assumiu o 2º lugar de maior artilheiro da história do clube na competição com 16 gols, ficando atrás apenas de Gabriel Barbosa com 22 gols.[77]

Fez o gol do Flamengo no empate de 1–1 com o Atlético Goianiense na estreia do Brasileirão, em 9 de abril.[78] Na vitória de 3–1 sobre o Talleres em 12 de abril na segunda rodada da Libertadores, concedeu duas assistências para o segundo e terceiro gols do rubro-negro, ambos feitos por Éverton Ribeiro.[79] Após estar ausente de três jogos por lesão, Bruno retornou na terceira rodada contra a Universidad Católica em 28 de abril, tendo concedido duas assistências para Gabriel Barbosa fazer os dois primeiros gols da vitória por 3–2.[80] No jogo seguinte concedeu mais uma assistência, só que dessa vez para Pedro fazer o primeiro da vitória de 2–1 contra o Altos na terceira rodada da Copa do Brasil, em 1 de maio.[81]

Seleção Brasileira[editar | editar código-fonte]

Seleção Brasileira[editar | editar código-fonte]

Bruno foi convocado por Tite pela 1.a para a seleção brasileira em 16 de agosto de 2019, para dois amistosos, contra a Colômbia e Peru, nos dias 6 e 10 de setembro, respectivamente.[82] Bruno estreou logo no 1.º jogo, um empate por 2–2 com a Colômbia em Miami, nos Estados Unidos, entrando nos 10 minutos finais da partida, substituindo Philippe Coutinho.[83]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Atualizadas até 8 de maio de 2022.[84][85]

Clubes[editar | editar código-fonte]

Clube Temporada Campeonato
nacional
Copa
nacional[a]
Competições
continentais[b]
Outros
torneios[c]
Total
Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist.
Uberlândia 2012 10 4 0 10 4 0
2013 7 0 0 7 0 0
2014 12 5 0 12 5 0
Total 0 0 0 0 0 0 0 0 0 29 9 0 29 9 0
Itumbiara 2014 12 7 0 12 7 0
Total 0 0 0 0 0 0 0 0 0 12 7 0 12 7 0
Goiás 2015 33 7 7 6 0 0 2 0 0 16 5 0 57 12 7
Total 33 7 7 6 0 0 2 0 0 16 5 0 57 12 7
Wolfsburg 2015–16 7 0 1 2 0 1 9 0 2
2016–17 7 0 0 1 0 0 8 0 0
Total 14 0 1 1 0 0 2 0 1 17 0 2
Santos 2017 28 8 11 4 4 1 9 3 1 12 3 0 53 18 13
2018 28 1 3 2 1 0 2 0 0 2 0 0 33 2 3
Total 56 8 14 6 5 1 11 3 1 15 3 0 86 20 16
Flamengo 2019 33 21 4 3 0 1 13 5 6 13 9 5 62 35 16
2020 31 9 7 4 1 1 6 4 1 12 7 2 53 21 11
2021 24 11 5 5 2 1 11 6 4 8 1 1 48 20 11
2022 2 1 0 1 0 1 4 1 4 8 1 0 15 3 5
Total 90 42 16 13 3 4 34 16 15 41 19 8 178 79 43
Total na carreira 193 57 38 26 8 5 49 19 17 113 42 8 377 127 68

Seleção Brasileira[editar | editar código-fonte]

Expanda a caixa de informações para conferir todos os jogos deste jogador, pela sua seleção nacional.

Seleção principal

Ano
Jogos Gols Assist.
2019 2 0 0
Total 2 0 0

Títulos[editar | editar código-fonte]

Goiás
Flamengo

Prêmios individuais e recordes[editar | editar código-fonte]

Artilharias[editar | editar código-fonte]

Assistências[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Pires, Breiller (24 de novembro de 2019). «Bruno Henrique, dos campos de terra em Belo Horizonte a melhor jogador da América». EL PAÍS. Consultado em 13 de junho de 2021 
  2. «Mister clássicos! Veja os gols de Bruno Henrique contra os rivais cariocas». ge. Consultado em 13 de junho de 2021 
  3. Dia, O. «Rei dos clássicos, Bruno Henrique afirma: 'Meu freguês preferido é o Vasco' | Flamengo | O Dia». odia.ig.com.br. Consultado em 13 de junho de 2021 
  4. «Wolfsburg relembra passagem de BH27 para 'conquistar' a torcida do Flamengo na volta do futebol alemão». Terra. Consultado em 13 de junho de 2021 
  5. a b c Bianchini, Vladimir (7 de abril de 2016). «Brasileiro que aterrorizou Real Madrid era recepcionista e foi descoberto na várzea». ESPN.com.br. Consultado em 21 de abril de 2016 
  6. «Da várzea a herói do Flamengo: em 7 anos, Bruno Henrique cumpre profecia do avô». Extra Online. Consultado em 5 de fevereiro de 2021 
  7. Arruda, Rafael (20 de janeiro de 2015). «Presidente de clube campeão da Copa Itatiaia revela interesse do América por lateral-direito». superesportes.com.br. Consultado em 21 de abril de 2016 
  8. «Destaque no Flamengo, Bruno Henrique era recepcionista, foi descoberto na várzea e brilhou contra o Real na Champions». ESPN.com. 20 de agosto de 2019. Consultado em 5 de fevereiro de 2021 
  9. Soares, Eder (7 de fevereiro de 2012). «Uberlândia Esporte ganha reforço para o meio-campo». Correio de Uberlândia. Consultado em 21 de abril de 2016 
  10. Soares, Eder (10 de janeiro de 2013). «Meia-atacante Bruno Henrique volta ao Uberlândia Esporte para o Módulo II». Correio de Uberlândia. Consultado em 21 de abril de 2016 
  11. Soares, Eder (19 de abril de 2013). «Uberlândia Esporte acerta a renovação de nove jogadores até maio de 2014». Correio de Uberlândia. Consultado em 21 de abril de 2016 
  12. «Itumbiara contrata atacante que estava no Uberlândia». FutebolGoiano.com.br. 24 de junho de 2014. Consultado em 21 de abril de 2016 
  13. «Após acessos em 2014, Ruan e Bruno Henrique projetam ano bom no Goiás». GloboEsporte.com. 7 de janeiro de 2015. Consultado em 21 de abril de 2016 
  14. globoesporte.globo.com/ Goleiro no rachão, Bruno Henrique encarnou Caio e salvou time ao ir para o gol em 2014
  15. «Sem inspiração, Vasco e Goiás ficam no único 0 a 0 da primeira rodada do Brasileirão». ESPN.com.br. 10 de maio de 2015. Consultado em 21 de abril de 2016 
  16. «Bruno Henrique ofusca Walter, marca dois, e Goiás vence o Atlético-PR». GloboEsporte.com. 16 de maio de 2015. Consultado em 21 de abril de 2016 
  17. Dantas, Matheus (29 de janeiro de 2016). «Destaque no Goiás, Bruno Henrique assina com Wolfsburg». Terra.com.br. Consultado em 21 de abril de 2016 
  18. «Goiás vende atacante Bruno Henrique ao Wolfsburg por R$ 20 milhões». Terra.com.br. 25 de janeiro de 2016. Consultado em 21 de abril de 2016 
  19. «Técnico elogia Bruno Henrique: "Uma surpresa para o Real Madrid"». GloboEsporte.com. 6 de abril de 2016. Consultado em 21 de abril de 2016 
  20. Pereira, Leonardo (12 de abril de 2016). «Em noite de Cristiano Ronaldo, Real elimina o Wolfsburg na Champions». Terra.com.br. Consultado em 21 de abril de 2016 
  21. Musetti, Lucas (21 de janeiro de 2017). «Santos acerta com Bruno Henrique e espera burocracia para anunciar». GloboEsporte.com. Consultado em 4 de fevereiro de 2017 
  22. «São Bernardo x Santos - Campeonato Paulista 2017-2017 - globoesporte.com». globoesporte.com. Consultado em 13 de março de 2017 
  23. «Exclusivo! Dono de números invejáveis em 2017, Bruno Henrique valoriza identificação com Santos e espera títulos em 2018 | Goal.com». www.goal.com. Consultado em 5 de fevereiro de 2021 
  24. «Médico explica a lesão no olho de Bruno Henrique, do Santos». Globoesporte 
  25. «Médico explica a lesão no olho de Bruno Henrique, do Santos». Globoesporte 
  26. «Bruno Henrique volta, mas Santos perde para o Bahia nos acréscimos». Lance!. Consultado em 5 de fevereiro de 2021 
  27. «Fluminense 0 x 1 Santos - Campeonato Brasileiro rodada 12 - Tempo Real - Globo Esporte». globoesporte.com. Consultado em 5 de fevereiro de 2021 
  28. «Bruno Henrique revela mágoa, mas diz que fica no Santos após ano para esquecer». Folha de S.Paulo. 6 de dezembro de 2018. Consultado em 5 de fevereiro de 2021 
  29. «Bruno Henrique desembarca no Rio para assinar com o Flamengo». Lance. Consultado em 22 de janeiro de 2019 
  30. globoesporte.globo.com/ Bruno Henrique festeja gols na estréia pelo Flamengo
  31. globoesporte.globo.com/ Flamengo abre 3 a 0 sobre reservas do Fluminense, vê reação do rival, mas vence o clássico
  32. oglobo.globo.com/ Bruno Henrique decide, Flamengo vence o Vasco e fica perto do título carioca
  33. «Bruno Henrique atinge marca que nem Zico, Adriano e Romário conseguiram pelo Flamengo». www.foxsports.com.br. 18 de abril de 2019. Consultado em 18 de abril de 2019 
  34. goal.com/ Bruno Henrique, do Flamengo: artilheiro do Carioca e maior garçom da Libertadores
  35. Bruno Cassucci e Raphael Zarko (16 de agosto de 2019). «Tite convoca Seleção com Bruno Henrique, Weverton e Neymar para amistosos de setembro». GloboEsporte.com. Consultado em 14 de novembro de 2019 
  36. «Com brilho de Bruno Henrique e Diego Alves, Flamengo goleia o Vasco e encosta na liderança do Brasileirão». Globo Esporte. 17 de agosto de 2019. Consultado em 31 de agosto de 2019 
  37. «Bruno Henrique decide, e Flamengo constrói boa vantagem sobre o Inter.». Globo Esporte. 21 de agosto de 2019. Consultado em 31 de agosto de 2019 
  38. «Flamengo se impõe, empata com Inter e está na semi da Libertadores após 35 anos». Globo Esporte. 28 de agosto de 2019. Consultado em 31 de agosto de 2019 
  39. «Flamengo goleia o Corinthians, mantém vantagem na liderança e derruba Carille». GloboEsporte.com. 3 de novembro de 2019. Consultado em 14 de novembro de 2019 
  40. «De geração para geração: 38 anos depois, Flamengo vence River Plate e volta a pintar a América do Sul de vermelho e preto». Globo Esporte. 23 de novembro de 2019. Consultado em 13 de dezembro de 2019 
  41. Mota e Baltar, Cahê e Marcelo (23 de novembro de 2019). «Bruno Henrique é eleito o craque da Copa Libertadores da América». Globo Esporte. Consultado em 13 de dezembro de 2019 
  42. «Noite de festa! Flamengo sai perdendo, mas pressiona e goleia o Ceará pós-títulos». Globo Esporte. 27 de novembro de 2019. Consultado em 13 de dezembro de 2019 
  43. «Bruno Henrique, atacante do Flamengo, é eleito o craque do Campeonato Brasileiro de 2019». Globo Esporte. 9 de dezembro de 2019. Consultado em 13 de dezembro de 2019 
  44. a b uol.com.br/ Pesquisão Uol 2019 - Melhor Jogador Brasileiro do Ano
  45. Macedo, Izabella (21 de dezembro de 2019). «Bruno Henrique é eleito o segundo melhor jogador do Mundial e Salah leva a Bola de Ouro». Sportbuzz. Consultado em 31 de março de 2022 
  46. «Bruno Henrique brilha, Fla vira sobre o Al-Hilal e vai à final do Mundial». www.uol.com.br. Consultado em 31 de março de 2022 
  47. Magri, Diogo (21 de dezembro de 2019). «Liverpool frustra o Flamengo e fatura o Mundial com gol de Roberto Firmino». El País Brasil. Consultado em 31 de março de 2022 
  48. «Com títulos e ótimos números, Bruno Henrique completa 100 jogos pelo Flamengo: "Mudou minha vida"». ge. Consultado em 2 de fevereiro de 2021 
  49. «Bruno Henrique comemora 100 jogos pelo Flamengo e diz: 'E que ainda possamos comemorar muita coisa'». Lance!. Consultado em 2 de fevereiro de 2021 
  50. «Bruno Henrique entra no top 10 dos maiores artilheiros do Flamengo em Brasileiros». Lance!. Consultado em 13 de junho de 2021 
  51. «Bruno Henrique decide de novo, quebra marca pessoal e Flamengo encurta distância para o Inter | Goal.com». www.goal.com. Consultado em 5 de fevereiro de 2021 
  52. «Bruno Henrique, do Flamengo, marca contra o Vasco o seu 100º gol na carreira». ge. Consultado em 5 de fevereiro de 2021 
  53. «Bruno Henrique externa percepção sobre o Carioca: 'Se ganhar, é normal. Se perder, é dor de cabeça'». Lance!. Consultado em 1 de abril de 2021 
  54. «Atuações do Flamengo: Gabigol, Arrascaeta e Bruno Henrique comandam goleada na Libertadores». ge. Consultado em 28 de abril de 2021 
  55. «ATUAÇÕES: Gabi decide, Bruno Henrique marca golaço e Everton Ribeiro cresce de produção em vitória do Flamengo - LANCE!». LANCE! | Futebol, Vôlei, F-1, MMA e todos os esportes. Consultado em 6 de maio de 2021 
  56. «LDU 2 x 3 Flamengo - Taça Libertadores rodada 3 - Tempo Real - Globo Esporte». ge.globo. Consultado em 6 de maio de 2021 
  57. Redação (13 de junho de 2021). «Bruno Henrique comanda, e Flamengo bate América-MG no Campeonato Brasileiro». Sportbuzz. Consultado em 13 de junho de 2021 
  58. «Flamengo vence o Coritiba e se classifica na Copa do Brasil». Extra Online. Consultado em 17 de junho de 2021 
  59. «Bruno Henrique resolve e Flamengo vence Fortaleza no adeus de Gerson». www.uol.com.br. Consultado em 24 de junho de 2021 
  60. «Flamengo goleia São Paulo por 5 a 1 e encerra jejum de quatro anos - 25/07/2021 - UOL Esporte». www.uol.com.br. Consultado em 25 de julho de 2021 
  61. «Bruno Henrique, do Flamengo, leva bola para casa, homenageia MC Kevin e admite: "Joguei mal em alguns jogos"». ge. Consultado em 26 de julho de 2021 
  62. «Flamengo faz 6 no ABC no Maracanã e se aproxima de vaga na Copa do Brasil - 29/07/2021 - UOL Esporte». www.uol.com.br. Consultado em 30 de julho de 2021 
  63. «Corinthians 1 x 3 Flamengo - Campeonato Brasileiro rodada 14 - Tempo Real - Globo Esporte». ge.globo. Consultado em 1 de agosto de 2021 
  64. «Bruno Henrique crava seu nome na história do clássico entre Flamengo e Corinthians». www.uol.com.br. Consultado em 2 de agosto de 2021 
  65. «Em jogo maluco, Flamengo goleia o Olimpia no Paraguai e se aproxima da semifinal da Libertadores». Terra. Consultado em 12 de agosto de 2021 
  66. «Flamengo 5 x 1 Olimpia - Taça Libertadores Quartas de final - Tempo Real - Globo Esporte». ge.globo. Consultado em 19 de agosto de 2021 
  67. «Bruno Henrique diz que o Flamengo vai atacar no Equador: "Não vamos pensando nos dois gols"». ge. Consultado em 23 de setembro de 2021 
  68. «Bruno Henrique repete a dose, Fla bate Barcelona e pega Palmeiras na final». www.uol.com.br. Consultado em 30 de setembro de 2021 
  69. «Flamengo atropela Athletico-PR em casa e joga pressão sobre o Palmeiras». www.uol.com.br. Consultado em 3 de outubro de 2021 
  70. «Gabigol e Bruno Henrique, os maiores artilheiros do Flamengo no século | Goal.com». www.goal.com. Consultado em 3 de outubro de 2021 
  71. Superesportes; Superesportes (30 de outubro de 2021). «Atlético perde para Flamengo e vê vantagem na ponta do Brasileiro diminuir». Superesportes. Consultado em 31 de outubro de 2021 
  72. «Em ensaio para a Libertadores, Flamengo goleia o São Paulo pelo Brasileiro em dia de Michael artilheiro». Extra Online. Consultado em 14 de novembro de 2021 
  73. «Bruno Henrique manda recado após decidir vitória do Flamengo». m.lance.com.br. Consultado em 20 de novembro de 2021 
  74. «Bruno Henrique iguala marca de Bebeto com a camisa do Flamengo». m.lance.com.br. Consultado em 20 de novembro de 2021 
  75. «Artilharia aérea! Bruno Henrique é o jogador com mais gols de cabeça na elite do Brasil desde 2019». ge. Consultado em 20 de novembro de 2021 
  76. «Atlético-MG 2 x 2 Flamengo - Supercopa do Brasil Final - Tempo Real - Globo Esporte». ge.globo. Consultado em 20 de fevereiro de 2022 
  77. «Bruno Henrique empata com Zico na vice-artilharia do Flamengo na Libertadores; Gabigol é líder». ge. Consultado em 6 de abril de 2022 
  78. «Flamengo sai atrás, pressiona e busca empate com Atlético-GO no Brasileiro». www.uol.com.br. Consultado em 10 de abril de 2022 
  79. «Comandado por Everton Ribeiro, Flamengo vence o Talleres (ARG) e segue invicto na Libertadores». Lance!. Consultado em 13 de abril de 2022 
  80. «Atuações do Flamengo: Gabigol e Bruno Henrique decidem no Chile». ge. Consultado em 29 de abril de 2022 
  81. «Com mistão, Fla sofre gol de bicicleta, mas vira e vence Altos na Copa BR». www.uol.com.br. Consultado em 2 de maio de 2022 
  82. «Tite convoca Seleção com Bruno Henrique, Weverton e Neymar para amistosos de setembro». ge. Consultado em 16 de maio de 2021 
  83. «Da várzea para a Seleção, Bruno Henrique cumpre profecia da avó e ganha pontos em 1ª convocação». ge. Consultado em 16 de maio de 2021 
  84. «Football: Bruno Henrique» (em inglês). FootballDatabase.eu. Consultado em 11 de fevereiro de 2017 
  85. «Perfil de Bruno Henrique na Soccerway: jogos e gols». Soccerway. Consultado em 11 de fevereiro de 2017 
  86. «Com seis jogadores, Flamengo domina seleção do Campeonato Carioca». Globoesporte. Consultado em 21 de abril de 2019 
  87. globoesporte.globo.com/ Gabigol, do Flamengo, é eleito craque do Campeonato Carioca; veja seleção
  88. «Bruno Henrique, do Flamengo, conquista prêmio de melhor jogador da Libertadores». O Globo. 23 de novembro de 2019. Consultado em 24 de novembro de 2019 
  89. a b globoesporte.globo.com/ Flamengo domina, e Athletico tem dois representantes na seleção do Brasileirão 2019; veja os 11
  90. espn.com.br/ Bola de Prata: Bruno Henrique supera lesão que quase o deixou cego e vai de recepcionista a premiado em 7 anos
  91. a b natelinha.uol.com.br/ Com estrelas de Flamengo e Corinthians, Troféu Mesa Redonda premia os craques de 2019
  92. globoesporte.globo.com/ Seleção do Cartola 2019 tem 4 do Flamengo: Arrascaeta é o mito, seguido por Gabigol, BH e Everton
  93. «Fifa diz que Bruno Henrique superou média de Bolt em recorde mundial; e não é 1º do Flamengo entre mais rápidos do mundo». ESPN.com. 24 de agosto de 2019. Consultado em 7 de fevereiro de 2021 
  94. «Bruno Henrique é o segundo jogador com mais hat-tricks na história dos pontos corridos». OneFootball. Consultado em 4 de setembro de 2021 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikinotícias Categoria no Wikinotícias