Mauricio Isla

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Mauricio Isla
Mauricio Isla
Mauricio Isla em 2019 pelo Fenerbahçe.
Informações pessoais
Nome completo Mauricio Aníbal Isla Isla
Data de nasc. 12 de junho de 1988 (32 anos)
Local de nasc. Buin, Chile
Nacionalidade chileno
Altura 1,76 m
destro
Informações profissionais
Clube atual Flamengo
Número 44
40 (Libertadores de 2020)
Posição lateral-direito, zagueiro e volante
Clubes de juventude
1998–2007 Universidad Católica
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2007–2012
2012–2016
2014–2015
2015–2016
2016–2017
2017–2020
2020–
Udinese
Juventus
Queens Park Rangers (emp.)
Olympique de Marseille (emp.)
Cagliari
Fenerbahçe
Flamengo
0153 0000(7)
0048 0000(0)
0027 0000(0)
0037 0000(2)
0035 0000(1)
0091 0000(0)
0017 0000(0)
Seleção nacional3
2007
2007–
Chile Sub-20
Chile
0016 0000(2)
0118 0000(4)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 21 de novembro de 2020.
3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 17 de novembro de 2020.

Mauricio Aníbal Isla Isla (Buin, 12 de junho de 1988) é um futebolista chileno que atua como lateral-direito, volante e zagueiro. Atualmente joga no Flamengo.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Udinese[editar | editar código-fonte]

Isla nunca atuou profissionalmente no Chile. Foi formado nas categorias de base da Universidad Católica, mas seu primeiro clube foi a Udinese, que o contratou em 2007 após ser um dos destaques da campanha do terceiro lugar da Seleção Chilena no Mundial Sub-20 daquele ano.

O lateral-direito, que também chegou a atuar no meio-campo, ficou ao todo cinco temporadas no clube italiano e deixou saudades na torcida. Foram 153 jogos disputados e sete gols marcados.[1]

Juventus[editar | editar código-fonte]

As atuações pela equipe de Údine chamaram atenção de gigantes europeus. Barcelona, Real Madrid, Liverpool e Internazionale foram especulados como possíveis destinos de Isla, que acabou se transferindo para a Juventus em 2012.

Contratado por 9,4 milhões de euros, o chileno fez parte da equipe que conquistou dois Scudettos e três Supercopas da Itália. Mas nunca foi titular absoluto. Ao todo, disputou 48 partidas pela Velha Senhora e não marcou gols.

Empréstimos[editar | editar código-fonte]

Queens Park Rangers[editar | editar código-fonte]

Fora dos planos do técnico Massimiliano Alegri, Isla foi emprestado ao Queens Park Rangers em 2014. Esteve em campo em 27 jogos, mas não conseguiu ajudar a equipe a evitar o rebaixamento na Premier League.

Olympique de Marseille[editar | editar código-fonte]

Na temporada seguinte se aventurou por um terceiro país: a França. Foi titular do Olympique de Marseille, mas o time não foi muito bem - com exceção da Copa da França, torneio em que terminou como vice-campeão.

Cagliari[editar | editar código-fonte]

Em 2016, Isla voltou para a Itália, mas para defender o Cagliari. Recém-promovido, o time foi bem na Serie A, terminando no meio da tabela. Isla fez 35 jogos e marcou um gol pelo clube.

Fenerbahçe[editar | editar código-fonte]

Com dificuldades financeiras, o Cagliari tentou negociar com Isla uma redução salarial, mas o lateral não acertou. Assim, abriu-se o caminho para a ida do atleta ao quarto país na Europa: a Turquia, onde foi contratado pelo Fenerbahçe em 2017.

Isla atuou com regularidade na equipe turca. Foram 91 jogos, 13 assistências e nenhum gol marcado. Com o término do contrato em junho de 2020, ficou livre no mercado. Ao final do contrato, foi especulado em clubes como Boca Juniors, Valencia e Betis.

Flamengo[editar | editar código-fonte]

No dia 18 de agosto de 2020, assinou com o Flamengo até dezembro de 2022.[2]

Seleção Chilena[editar | editar código-fonte]

Após se destacar com Seleção Chilena Sub-20 no Mundial de 2007, recebeu a primeira chance na Seleção Chilena principal antes mesmo de sua estreia na Udinese. Foi convocado pelo técnico Marcelo Bielsa e estreou no dia 6 de setembro de 2007, contra a Suíça.[3] Atuou como titular nas Copas do Mundo de 2010 e 2014, e foi titular nas conquistas das Copas Américas de 2015 e 2016, os primeiros títulos da história da Seleção. O lateral-direito continua somando convocações e disputou a Copa América de 2019, na qual a equipe caiu na semifinal contra o Peru.

Estilo de jogo[editar | editar código-fonte]

Considerado um jogador taticamente versátil, Isla joga principalmente no flanco direito como lateral, mas também pode atuar em várias outras posições, como volante, líbero, meia central ou como um meia aberto direita.[4] Isso é possível devido à sua resistência, técnica, força e ritmo.[5][6]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Por clubes

Atualizadas até 21 de novembro de 2020.

Clube Div. Temporada Campeonato Nacional Copas Nacionais(1) Copas/Torneios Internacionais(2) Total
Jogos  Gols   Assist.  Jogos  Gols   Assist.  Jogos  Gols   Assist.  Jogos  Gols   Assist. 
Udinese
1.ª 2007–08 10 0 0 3 0 1 13 0 1
2008–09 32 0 1 1 0 0 10 0 1 43 0 2
2009–10 30 1 9 3 0 0 33 1 9
2010–11 34 2 7 1 1 0 35 3 7
2011–12 21 3 2 7 0 0 28 3 2
Total pelo clube 127 6 19 8 1 1 17 0 1 152 7 21
Juventus
1.ª 2012–13 11 0 1 4 0 0 5 0 2 20 0 3
2013–14 18 0 1 1 0 0 8 0 0 27 0 1
2015–16 1 0 0 1 0 0
Total pelo clube 30 0 2 5 0 0 13 0 2 48 0 4
Queens Park Rangers
1.ª 2014–15 26 0 2 1 0 0 27 0 2
Total pelo clube 26 0 2 1 0 0 0 0 0 27 0 2
Olympique de Marseille
1.ª 2015–16 23 2 1 7 0 1 8 0 0 38 2 2
Total pelo clube 23 2 1 7 0 1 8 0 0 38 2 2
Cagliari
1.ª 2016–17 34 1 7 1 0 1 35 1 8
Total pelo clube 34 1 7 1 0 1 0 0 0 35 1 8
Fenerbahçe
1.ª 2017–18 21 0 3 4 0 0 4 0 0 29 0 3
2018–19 28 0 6 1 0 0 8 0 0 37 0 6
2019–20 19 0 3 6 0 0 0 0 0 25 0 3
Total pelo clube 68 0 12 11 0 0 12 0 0 91 0 12
Flamengo
1.ª 2020 13 0 5 2 0 0 2 0 0 17 0 5
Total pelo clube 13 0 5 2 0 0 2 0 0 17 0 5
Total na carreira 322 9 48 35 1 3 52 0 3 408 10 54

Seleção Chilena

Chile
Ano Jogos Gols
2007 1 0
2008 2 0
2009 7 0
2010 8 1
2011 13 1
2012 3 0
2013 10 0
2014 13 0
2015 14 1
2016 14 0
2017 14 1
2018 6 0
2019 10 0
2020 3 0
TOTAL 118 4

Títulos[editar | editar código-fonte]

Juventus
Seleção Chilena

Prêmios individuais[editar | editar código-fonte]

Honrarias recebidas[editar | editar código-fonte]

  • 2010 - Medalha Bicentenário[9]

Referências

  1. «Isla perto do Flamengo: quem é o chileno que brilhou na Itália e tem até nome de rua». Goal.com. 16 de agosto de 2020 
  2. «Flamengo fecha com chileno Isla com multa para o exterior e vai insistir em Guga, do Atlético-MG». ESPN.com.br. 18 de agosto de 2020 
  3. «Mauricio Isla» (em espanhol). RPP Noticias 
  4. Alessandro De Felice (15 de abril de 2012). «SCHEDA VIDEO – Mauricio Isla: corsa, duttilità e gol per la fascia nerazzurra?» (em italiano). FC Inter 1908. Consultado em 18 de agosto de 2020 
  5. «Isla all'Inter? Sì, a prezzo maggiorato» (em italiano). TremilaSport. 16 de abril de 2012. Consultado em 18 de agosto de 2020 
  6. Monica Valendino (31 de dezembro de 2016). «Se Pozzo non avesse venduto nessuno…» (em italiano). Mondo Udinese. Consultado em 18 de agosto de 2020 
  7. «Los mejores jugadores de fútbol de 2014» (em espanhol). MARCA. Consultado em 18 de agosto de 2020 
  8. «Onze sul-americanos compõem o time ideal da Copa América Centenário». CONMEBOL. 28 de junho de 2016. Consultado em 18 de agosto de 2020 
  9. Radio Cooperativa, ed. (1 de julio de 2010). «Selección chilena visitó La Moneda y vivió tensa ceremonia con Sebastián Piñera». cooperativa.cl. Consultado em 17 de febrero de 2012  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]