Mauricio Isla

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Mauricio Isla
Mauricio Isla
Isla atuando pelo Chile em 2017.
Informações pessoais
Nome completo Mauricio Aníbal Isla Isla
Data de nasc. 12 de junho de 1988 (33 anos)
Local de nasc. Buin, Chile
Nacionalidade chileno
Altura 1,76 m
destro
Informações profissionais
Clube atual Flamengo
Número 44
Posição lateral-direito, zagueiro e volante
Clubes de juventude
1998–2007 Universidad Católica
Clubes profissionais
Anos Clubes
2007–2012
2012–2016
2014–2015
2015–2016
2016–2017
2017–2020
2020–
Udinese
Juventus
Queens Park Rangers (emp.)
Olympique de Marseille (emp.)
Cagliari
Fenerbahçe
Flamengo
Seleção nacional
2007
2007–
Chile Sub-20
Chile

Mauricio Aníbal Isla Isla (Buin, 12 de junho de 1988) é um futebolista chileno que atua como lateral-direito, podendo atuar também como zagueiro e volante.[1] Atualmente joga no Flamengo.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Udinese[editar | editar código-fonte]

Isla foi formado nas categorias de base da Universidad Católica, mas não chegou a atuar pelo clube chileno devido ao fato da Udinese o contratar em 2007, após ser um dos destaques da campanha do terceiro lugar da Seleção Chilena no Mundial Sub-20.[2]

O lateral-direito, que também chegou a atuar no meio-campo, ficou ao todo cinco temporadas no clube italiano. Foram 153 jogos disputados e 7 gols marcados.[3]

Juventus[editar | editar código-fonte]

Em 1 de julho de 2012, foi envolvido numa troca juntamente com Kwadwo Asamoah e se transferiu para a Juventus, por 9,4 milhões de euros. O chileno fez parte da equipe que conquistou dois Scudettos e três Supercopas da Itália. Ao todo, disputou 48 partidas e não marcou gols.[4]

Empréstimos[editar | editar código-fonte]

Queens Park Rangers[editar | editar código-fonte]

Em 5 de agosto de 2014, Isla foi emprestado ao Queens Park Rangers.[5] Esteve em campo em 27 jogos na temporada que resultou no rebaixamento na Premier League.[6]

Olympique de Marseille[editar | editar código-fonte]

Em 2015, foi emprestado ao Olympique de Marseille,[6] participando de uma campanha que resultou no vice-campeonato da Copa da França de Futebol.

Cagliari[editar | editar código-fonte]

Em 10 de agosto de 2016, Isla foi contratado pelo recém chegado a Série A Cagliari, por 3 temporadas.[7] Após não chegar a um acordo com o clube, foi anunciada a sua saída em 21 de julho. Ao todo, teve um bom desempenho pelo clube de Sardenha, fez 35 jogos e marcou um gol e concedeu 7 assistências.[8]

Fenerbahçe[editar | editar código-fonte]

Assinou com o clube turco Fenerbahçe por 3 temporadas, em 21 de julho de 2017.[9]

Em 10 de junho de 2020, após 3 anos, foi anunciada a sua saída do Fernerbahçe. Ao todo, forram 91 jogos, 13 assistências e nenhum gol.[10]

Flamengo[editar | editar código-fonte]

No dia 18 de agosto de 2020, assinou com o Flamengo até dezembro de 2022.[11]

Marcou seu 1° gol com a camisa do Flamengo em 20 de dezembro de 2020, em uma vitória por 4 a 3 sobre o Bahia, em partida válida pela 26a rodada do Campeonato Brasileiro.[12]

Com 5 assistências e dois gols na competição, ele foi eleito, pela ESPN Brasil, o melhor lateral-direito do certame (Troféu Bola de Prata)[13].

Seleção Chilena[editar | editar código-fonte]

Isla em partida contra a Espanha 2013

Sub-20[editar | editar código-fonte]

Foi um dos destaques da Seleção Chilena Sub-20 no Mundial de 2007, que terminou em 3° lugar após ganhar da Áustria.[14]

Principal[editar | editar código-fonte]

Após o bom Mundial Sub-20, foi convocado pelo técnico Marcelo Bielsa e estreou no dia 6 de setembro de 2007, contra a Suíça.[15] Foi convocado e atuou como titular nas Copas do Mundo de 2010[16] e 2014,[17] e foi titular nas conquistas das Copas Américas de 2015[18] e 2016,[19] os primeiros títulos da história da Seleção.

Foi também convocado para a Copa América de 2019 em 26 de junho[20] e também para a Copa América de 2021 em 10 de junho.[21]

Estilo de jogo[editar | editar código-fonte]

Considerado um jogador taticamente versátil, Isla joga principalmente no flanco direito como lateral, mas também pode atuar em várias outras posições, como volante, líbero, meia central ou como um meia direito.[22] Isso é possível devido à sua resistência, técnica, força e ritmo.[23][24]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Atualizado até 22 de setembro de 2021.[25]

Clubes[editar | editar código-fonte]

Equipe Temporada Campeonato
nacional
Copa
nacional[a]
Competições
continentais[b]
Outros
torneios[c]
Total
Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist.
Udinese 2007–08 10 0 0 3 0 1 13 0 1
2008–09 32 0 1 1 0 0 10 0 1 43 0 2
2009–10 30 1 9 3 0 0 33 1 9
2010–11 34 2 7 1 1 0 35 3 7
2011–12 21 3 2 7 0 0 28 3 2
Total 127 6 19 8 1 1 17 0 1 0 0 0 152 7 21
Juventus 2012–13 11 0 1 4 0 0 5 0 2 20 0 3
2013–14 18 0 1 1 0 0 8 0 0 27 0 1
2015–16 1 0 0 1 0 0
Total 30 0 2 5 0 0 13 0 2 0 0 0 48 0 4
Queens Park Rangers 2014–15 26 0 2 1 0 0 27 0 2
Total 26 0 2 1 0 0 0 0 0 0 0 0 27 0 2
Olympique de Marseille 2015–16 23 2 1 7 0 1 8 0 0 38 2 2
Total 23 2 1 7 0 1 8 0 0 0 0 0 38 2 2
Cagliari 2016–17 34 1 7 1 0 1 35 1 8
Total 34 1 7 1 0 1 0 0 0 0 0 0 35 1 8
Fenerbahçe 2017–18 21 0 3 4 0 0 4 0 0 29 0 3
2018–19 28 0 6 1 0 0 8 0 0 37 0 6
2019–20 19 0 3 6 0 0 0 0 0 25 0 3
Total 68 0 12 11 0 0 12 0 0 0 0 0 91 0 12
Flamengo 2020 29 2 5 2 0 0 3 0 0 34 2 5
2021 10 0 1 2 0 0 9 0 0 6 0 1 26 0 2
Total 39 2 6 4 0 0 12 0 0 6 0 1 60 2 7
Total na carreira 348 11 49 37 1 3 62 0 3 6 0 1 453 12 56

Seleção Chilena[editar | editar código-fonte]

Abaixo estão listados todos jogos e gols do futebolista pela Seleção Chilena, desde as categorias de base. Abaixo da tabela, clique em expandir para ver a lista detalhada dos jogos de acordo com a categoria selecionada.

Sub-20

Ano
Jogos Gols Assist. Média
2007 16 2 0 0,12
Total 16 2 0 0,12

Principal

Ano
Jogos Gols Assist. Média
2007 1 0 0 0
2008 2 0 0 0
2009 7 0 0 0
2010 8 1 1 0,12
2011 13 1 2 0,07
2012 3 0 1 0
2013 10 0 1 0
2014 13 0 3 0
2015 14 1 2 0,07
2016 14 0 2 0
2017 14 1 0 0,07
2018 6 0 0 0
2019 10 0 2 0
2020 3 0 0 0
2021 7 0 0 0
Total 125 4 14 0,03

Seleção Chilena (total)

Ano
Jogos Gols Assist. Média
2007 17 2 0 0,11
2008 2 0 0 0
2009 7 0 0 0
2010 8 1 1 0,12
2011 13 1 2 0,07
2012 3 0 1 0
2013 10 0 1 0
2014 13 0 3 0
2015 14 1 2 0,07
2016 14 0 2 0
2017 14 1 0 0,07
2018 6 0 0 0
2019 10 0 2 0
2020 3 0 0 0
2021 7 0 0 0
Total 141 6 14 0,04

Títulos[editar | editar código-fonte]

Juventus
Flamengo
Seleção Chilena

Prêmios individuais[editar | editar código-fonte]

Honrarias recebidas[editar | editar código-fonte]

  • 2010 - Medalha Bicentenário[30]

Referências

  1. «Ofensividade e vigor físico: veja características de Isla, lateral-direito pretendido pelo Flamengo». ge. Consultado em 1 de abril de 2021 
  2. «Marsella confirmó el fichaje de Mauricio Isla». ESPN.com.mx. 31 de agosto de 2015. Consultado em 29 de junho de 2021 
  3. «Isla perto do Flamengo: quem é o chileno que brilhou na Itália e tem até nome de rua». Goal.com. 16 de agosto de 2020 
  4. «Juventus acerta com dois jogadores da Udinese». HOME. Consultado em 29 de junho de 2021 
  5. «Flamengo anuncia contratação do lateral Mauricio Isla». Terra. Consultado em 29 de junho de 2021 
  6. a b «El chileno Mauricio Isla, cedido al Olympique de Marsella». pt.besoccer.com. Consultado em 29 de junho de 2021 
  7. «El Cagliari oficializa fichagem de Mauricio Isla | CONMEBOL». www.conmebol.com. Consultado em 29 de junho de 2021 
  8. «Mauricio Isla lascia il Cagliari, risolto il contratto». La Nuova Sardegna (em italiano). 21 de julho de 2017. Consultado em 29 de junho de 2021 
  9. «Fenerbahçe anuncia chileno Mauricio Isla». www.uol.com.br. Consultado em 29 de junho de 2021 
  10. «Mauricio Isla rescindió su contrato con Fenerbahce». ESPN.cl (em espanhol). 10 de junho de 2020. Consultado em 29 de junho de 2021 
  11. «Flamengo fecha com chileno Isla com multa para o exterior e vai insistir em Guga, do Atlético-MG». ESPN.com.br. 18 de agosto de 2020 
  12. «Flamengo bate o Bahia em jogo de sete gols, duas viradas, expulsões e acusação de racismo». m.lance.com.br. Consultado em 28 de abril de 2021 
  13. espn.com.br/ Bola de Prata: Isla "faz o impossível", mantém Flamengo dono da direita e dá prêmio ao Chile após 6 anos
  14. «Chile campeão se formou com geração 2007, 'bielsista' na La U e travessão contra o Brasil». ESPN. Consultado em 29 de junho de 2021 
  15. «Mauricio Isla» (em espanhol). RPP Noticias 
  16. «Lista de convocados da seleção do Chile». Terra. Consultado em 29 de junho de 2021 
  17. «Com Valdívia, santista e recém-operado, Chile divulga lista com 30 nomes». UOL Copa do Mundo 2014. Consultado em 29 de junho de 2021 
  18. Besa, Ramon (5 de julho de 2015). «Chile conquista a América». EL PAÍS. Consultado em 29 de junho de 2021 
  19. Emmert/Afp, Don. «Chile supera Argentina nos pênaltis e fatura bi da Copa América». HOME. Consultado em 29 de junho de 2021 
  20. «Atual campeão, Chile divulga lista para Copa América sem goleiro Bravo e com Alexis Sánchez». ge. Consultado em 29 de junho de 2021 
  21. «Copa América: Chile convoca Isla, Vargas, Palacios e Pinares; veja lista». www.uol.com.br. Consultado em 29 de junho de 2021 
  22. Alessandro De Felice (15 de abril de 2012). «SCHEDA VIDEO – Mauricio Isla: corsa, duttilità e gol per la fascia nerazzurra?» (em italiano). FC Inter 1908. Consultado em 18 de agosto de 2020 
  23. «Isla all'Inter? Sì, a prezzo maggiorato» (em italiano). TremilaSport. 16 de abril de 2012. Consultado em 18 de agosto de 2020 
  24. Monica Valendino (31 de dezembro de 2016). «Se Pozzo non avesse venduto nessuno…» (em italiano). Mondo Udinese. Consultado em 18 de agosto de 2020 
  25. «Perfil de Mauricio Isla». Soccerway. Consultado em 2 de março de 2021 
  26. «Los mejores jugadores de fútbol de 2014» (em espanhol). MARCA. Consultado em 18 de agosto de 2020 
  27. «Onze sul-americanos compõem o time ideal da Copa América Centenário». CONMEBOL. 28 de junho de 2016. Consultado em 18 de agosto de 2020 
  28. https://www.uol.com.br/esporte/colunas/gabriel-vaquer/2021/02/26/premiados-do-flamengo-ficam-em-sp-para-receber-bola-de-prata-da-espn.htm
  29. «Copa América elege seleção da competição de 2021». TntSports. 13 de julho de 2021. Consultado em 13 de julho de 2021 
  30. Radio Cooperativa, ed. (1 julho de 2010). «Selección chilena visitó La Moneda y vivió tensa ceremonia con Sebastián Piñera». cooperativa.cl. Consultado em 17 de fevereiro de 2012 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]