Eduardo Vargas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Eduardo Vargas
Eduardo Vargas
Vargas com o Chile na Copa das Confederações de 2017.
Informações pessoais
Nome completo Eduardo Jesús Vargas Rojas
Data de nasc. 20 de novembro de 1989 (32 anos)
Local de nasc. Renca, Chile
Nacionalidade chileno
Altura 1,75 m
destro
Apelido Edu, Turboman
Informações profissionais
Clube atual Atlético Mineiro
Número 10
Posição atacante
Clubes de juventude
2003–2006 Cobreloa
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2006–2009
2010–2011
2012–2015
2013
2014
2014–2015
2015–2017
2017–2020
2020–
Cobreloa
Universidad de Chile
Napoli
Grêmio (emp.)
Valencia (emp.)
Queens Park Rangers (emp.)
Hoffenheim
Tigres UANL
Atlético Mineiro
0057 000(11)
0079 000(32)
0028 0000(3)
0037 0000(9)
0025 0000(5)
0022 0000(3)
0030 0000(2)
0153 000(42)
0077 000(17)
Seleção nacional3
2009
2009–
Chile sub-20
Chile
0006 0000(4)
0106 000(40)


2 Partidas e gols totais pelos
clubes, atualizadas até 30 de maio de 2022.
3 Partidas e gols pela seleção nacional estão atualizadas
até 30 de maio de 2022.

Eduardo Jesús Vargas Rojas (Renca, 20 de novembro de 1989) é um futebolista chileno que atua como atacante. Atualmente, joga pelo Atlético Mineiro.[1]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Vargas começou a jogar em times amadores de Renca, em Santiago. Desde o começo, sempre mostrou o seu talento com a bola e começou a chamar atenção das pessoas com sua velocidade e explosão, mas não conseguiu se profissionalizar pelo fato de morar muito longe dos grandes clubes de Santiago. Desta forma, continuou a jogar em times amadores. No ano de 2006, enquanto jogava em um time da terceira divisão amadora do Chile, participou de um torneio disputado em Puerto Montt, no Sul do Chile. Vargas foi o artilheiro de sua equipe.

Cobreloa[editar | editar código-fonte]

Após o término do torneio, ele e Osvaldo Hurtado, ex-futebolista chileno, ficou espantado com o talento do garoto e entrou em contato com o treinador do Cobreloa na época, Jorge Aravena, e foi submetido a diversas avaliações para jogar no time. Após um certo período de testes, foi aceito e integrado na equipe reserva do Cobreloa.

Depois de destacar-se no time reserva, foi promovido para o grupo principal, estreando contra a equipe do Puerto Montt, no dia 23 de julho de 2006, aos 16 anos, no Estádio Regional de Chinquihue.

No dia 16 de março de 2008, marcou o seu primeiro gol pela equipe profissional contra o Palestino, em partida válida pelo Campeonato Chileno (Apertura).

Universidad de Chile[editar | editar código-fonte]

2010[editar | editar código-fonte]

Em 8 de janeiro de 2010, o Cobreloa chegou a um acordo com Artur Zaltsman Neto, o representante do Universidad de Chile, e após longas negociações, o clube da capital chilena pagou 700 mil dólares pelo seu passe e um contrato de quatro anos.

O jogador estreou oficialmente no dia 24 de janeiro, contra o Cobresal, no Apertura de 2010, e no Estádio Municipal Francisco Sánchez Rumoroso.

2011[editar | editar código-fonte]

Graças à escalação ofensiva do técnico Jorge Sampaoli, Vargas foi o jogador principal do time durante todo o Apertura de 2011 por conta de sua velocidade, potência, e arrancadas pela direita, sendo considerado como um pesadelo para as defesas adversárias, e sendo um dos artilheiros da equipe ao lado de Gustavo Canales e Edson Puch.

Depois de fazer um belíssimo campeonato nacional, foi eleito pelos capitães da primeira divisão chilena como o melhor jogador do Apertura de 2011.[2]

Marcou dois gols na final da Copa Sul-Americana de 2011, tendo marcado o primeiro aos 3 minutos do primeiro tempo e o segundo aos 42 do segundo tempo. Seus dois tentos ajudaram a "La U" alcançar o seu primeiro título internacional, e ele foi eleito o melhor jogador do torneio. Além disso, é o maior artilheiro da história da Copa Sul-Americana, com onze gols.

Em novembro de 2011, após conquistar a Sul-Americana, foi selecionado para ser um candidato de Rei da América[3], e disputou o prêmio com Neymar, porém, ficou na segunda colocação. Em dezembro, foi eleito como o melhor jogador chileno de 2011. Além disso, ele foi eleito pelo jornal uruguaio "El País" como o "Atacante da Seleção da América de 2011".[4]

Napoli[editar | editar código-fonte]

No dia 23 de dezembro de 2011, após uma longa negociação, o Napoli comprou todos os direitos do jogador por cerca de 18 milhões de dólares[5]. Vargas chegou a Nápoles no dia 6 de janeiro de 2012 e assinou o contrato no dia 9 de janeiro[6]. No dia 20 de setembro de 2012, no primeiro jogo do Napoli na Liga Europa da UEFA de 2012-13, Vargas marcou 3 gols na vitória por 4–0 contra o AIK Fotboll, fazendo uma partida brilhante. Esta foi a primeira vez que um jogador chileno marcou um hat-trick em uma competição continental na Europa. Apesar disso, não fez uma boa temporada nos gramados italianos. Ele tem contrato com o clube italiano até o meio de 2016.[7]

Grêmio[editar | editar código-fonte]

Com sua saída do time italiano, vários clubes da América Latina e Europa se interessaram pelo jogador, entre eles São Paulo, Grêmio e Arsenal, da Inglaterra. Após longas negociações, o clube gaúcho acertou a contratação do atacante por empréstimo até o final de 2013.[8][9]. Vargas estreou contra Liga Deportiva Universitaria de Quito [10] válido pela Copa Libertadores da América. Vargas fez seu primeiro gol com a camisa do Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense em um jogo válido pela Taça Libertadores da América contra o Fluminense. Vargas fez o terceiro gol da partida, na qual terminou 3–0 para o time gaúcho, foi um dos destaques da equipe tricolor no ano de 2013 ao lado de Hernán Barcos, Zé Roberto e Elano, por seus dribles e sua velocidade. Vargas acabou deixando Porto Alegre decepcionando os torcedores do Grêmio, com uma amarga desclassificação nas oitavas de final da Libertadores.

Valencia[editar | editar código-fonte]

Foi emprestado ao Valencia de 23 de janeiro a 30 de junho de 2014.[11]

Queens Park Rangers[editar | editar código-fonte]

Sem espaço no Napoli, Vargas foi novamente emprestado, desta vez, para o Queens Park Rangers por uma temporada, Eduardo Vargas falou: "A Premier League é a melhor do mundo, a mais excitante do mundo, e estou ansioso para competir em uma divisão super-competitiva", falou o atacante.[12]

Tigres UANL[editar | editar código-fonte]

Após passar dois anos atuando no Hoffenheim, da Alemanha, acertou com o Tigres UANL, em 27 de janeiro de 2017.[13]

Atlético Mineiro[editar | editar código-fonte]

No dia 9 de novembro de 2020, Eduardo Vargas assinou um contrato de dois anos com o Atlético Mineiro.[14] Ele chegou ao clube de Minas Gerais sob indicação do então técnico da equipe Jorge Sampaoli, com quem havia trabalhado anteriormente na Universidad de Chile e Seleção Chilena. Sua estreia pelo Galo aconteceu em 14 de novembro, na vitória de virada por 2 a 1 sobre o Corinthians pelo Campeonato Brasileiro, anotando uma assistência em um passe de calcanhar para o gol de empate marcado por Guilherme Arana.[15]

Vargas marcou seu primeiro gol pelo Atlético Mineiro no dia 12 de dezembro, o único na vitória por 1 a 0 sobre o Athletico Paranaense pelo Campeonato Brasileiro.[16]

Exatamente 1 ano após seu primeiro gol, no dia 12 de dezembro de 2021, Eduardo Vargas fez 2 gols na final da Copa do Brasil contra o mesmo Athletico Paranaense, na goleada do Galo por 4 à 0.

Eduardo Vargas tem 5 títulos pelo Atlético: Campeonato Mineiro 2021 e 2022, Supercopa 2022, Brasileirão 2021 e Copa do Brasil 2021; participando com gols e/ou assistências em todos.

Seleção Chilena[editar | editar código-fonte]

Pela Seleção Chilena, fez sua estreia em 2009, na equipe Sub-20 que foi campeã do Torneio Internacional de Toulon[17] nesse mesmo ano tendo sido vice-artilheiro da equipe com três gols. Pela seleção principal estreou em 4 de novembro de 2009 em partida amistosa contra o Paraguai.[18]

Em 2014 foi convocado para a Copa do Mundo da FIFA, disputada no Brasil. Marcou seu único gol nessa competição na segunda rodada da fase de grupos, onde o Chile derrotou a Espanha por 2–0 e se classificou para as oitavas de finais com uma rodada de antecedência. A campanha chilena no mundial terminou nas oitavas de finais, quando foram derrotados pela Seleção Brasileira nos pênaltis.

Em 2015 se consagrou com a camisa da seleção chilena sendo campeão da Copa América, título inédito para os chilenos. A competição ocorreu no Chile, e logo na estreia Vargas anotou seu primeiro gol na competição, na vitória de seu país sobre o Equador por 2–0. Marcou novamente na segunda rodada da competição, no empate contra o México em 3–3. Marcou os dois gols da vitória chilena na semifinal sobre o Peru por 2–1. Na final o Chile derrotou a Argentina nos pênaltis. Vargas foi o artilheiro da competição, empatado com o peruano Paolo Guerrero, ambos com 4 gols cada.

Marcou um gol na vitória sobre o Brasil por 2–0 na primeira partida das Eliminatórias Sul-americanas para a Copa do Mundo FIFA 2018. Na segunda rodada marcou dois gols na vitória chilena sobre o Peru por 3–4, em Lima no Peru. Pela Copa América Centenário marcou os dois gols que classificaram o Chile para as quartas de final com a vitória de 4–2 sobre o Panamá pela terceira rodada da fase de grupos. [19] Marcou quatro gols na goleada de 7–0 sobre o México nas quartas de final, alcançando o seu 31° gol pela Seleção Chilena, se tornando o maior artilheiro chileno da história, além disso assumiu a condição de artilheiro da edição centenária da Copa América. [20]

Em 2017 disputou todas as partidas da Seleção Chilena na Copa das Confederações, onde sagrou-se como vice-campeão após perder a final para a Alemanha por 1–0 em St Petersburgo na Rússia, tendo anotado um único gol, na vitória sobre a Seleção de Camarões por 2–0 na estreia.

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Clubes[editar | editar código-fonte]

Atualizado em 30 de maio de 2022.[21]

Clube Temporada Liga Copa Continental Outros Total
Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols
Cobreloa B 2006 12 2 12 2
Cobreloa 2006 4 0 4 0
2007 5 0 5 0
2008 21 4 2 0 23 4
2009 24 6 1 1 25 7
Total 54 10 3 1 0 0 0 0 57 11
Universidad de Chile 2010 18 1 10[a] 2 28 3
2011 37 17 2 1 12[b] 11 51 29
Total 55 18 2 1 22 13 79 32
Napoli 2011–12 10 0 2 0 1[c] 0 13 0
2012–13 9 0 0 0 6[d] 3 0 0 15 3
Total 19 0 2 0 7 3 0 0 28 3
Grêmio 2013 18 6 3 0 10[e] 2 6[f] 1 37 9
Valencia 2013–14 17 3 8[d] 2 25 5
Queens Park Rangers 2014–15 21 3 1 0 22 3
Hoffenheim 2015–16 24 2 0 0 24 2
2016–17 5 0 1 0 6 0
Total 29 2 1 0 30 2
Tigres UANL 2016–17 12 1 0 0 6[g] 2 18 4
2017–18 41 10 1 0 4[g] 2 1[h] 1 47 13
2018–19 34 11 5 4 8[g] 2 2[i] 0 49 17
2019–20 19 4 0 0 2[g] 1 4[j] 1 25 6
2020–21 14 3 0 0 0 0 0 0 14 3
Total 120 29 6 4 20 7 7 2 153 42
Atlético Mineiro 2020 16 2 16 2
2021 16 4 7 3 11[e] 3 9[k] 3 43 13
2022 4 1 1 0 3[e] 0 5[l] 1 13 2
Total 36 7 8 3 14 3 14 4 72 17
Total na carreira 381 81 26 9 81 29 27 7 515 126
  1. Nove jogos e dois gols de Copa Libertadores, um jogo de Copa Sul-Americana
  2. Jogos de Copa Sul-Americana
  3. Jogos de Liga dos Campeões da UEFA
  4. a b Jogos de Liga Europa da UEFA
  5. a b c Jogos de Copa Libertadores
  6. Jogos de Campeonato Gaúcho
  7. a b c d Jogos de Liga dos Campeões da CONCACAF
  8. Jogo de Campeón de Campeones
  9. Um jogo de Campeón de Campeones, um jogo de Campeones Cup
  10. Um jogo de Campeón de Campeones, três jogos e um gol de Leagues Cup
  11. Jogos de Campeonato Mineiro
  12. Quatro jogos e um gol de Campeonato Mineiro, um jogo de Supercopa do Brasil

Seleção nacional[editar | editar código-fonte]

Atualizado em 2 de abril de 2022.

Chile
Ano Jogos Gols
2009 1 0
2010 2 0
2011 6 2
2012 6 0
2013 12 9
2014 12 7
2015 13 7
2016 14 7
2017 15 3
2018 1 0
2019 9 3
2020 2 0
2021 11 2
2022 2 0
Total 106 40

Títulos[editar | editar código-fonte]

Universidad de Chile
Napoli
Tigres UANL
Atlético Mineiro
Chile

Prêmios individuais[editar | editar código-fonte]

Artilharias[editar | editar código-fonte]

Universidad de Chile[editar | editar código-fonte]

Seleção Chilena
Copa América

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • Na cidade chilena de Renca, na região metropolitana de Santiago, onde Eduardo Vargas viveu grande parte de sua vida, a prefeita Vicky Barahona rebatizou uma das avenidas da cidade com o nome do craque chileno. A avenida, que se chamava "Vicuña Mackenna" (político chileno do século XIX), agora se chama Avenida Eduardo Vargas Rojas.[27]

Referências

  1. «Nicoletti: Atlético-MG acerta com Vargas, que chega nesta sexta a Belo Horizonte para assinar». ESPN Brasil. 5 de novembro de 2020. Consultado em 5 de novembro de 2020 
  2. prensafutbol.cl: Edu Vargas premiado como el mejor por el SIFUP[ligação inativa] (em castelhano)
  3. latercera.com: Eduardo Vargas pelea con Neymar para ser el mejor de América (em castelhano)
  4. correiodopovo.com.br: Neymar é eleito melhor jogador das Américas em 2011
  5. [1]
  6. [2]
  7. Cassucci, Bruno; Amaro, Guilherme (10 de dezembro de 2013). «Próximo de acerto, Vargas pode assinar com o Santos até julho de 2015». Lance!Net. Consultado em 12 de dezembro de 2013 
  8. Grêmio confirma chegada de Vargas no sábado a Porto Alegre - globoesporte.com
  9. «EDUARDO VARGAS É CONFIRMADO COMO NOVO REFORÇO DO GRÊMIO - gremio.net». Consultado em 18 de janeiro de 2013. Arquivado do original em 16 de outubro de 2013 
  10. http://esportes.terra.com.br/futebol/libertadores/vargas-estreia-mas-gremio-vacila-e-perde-da-ldu-em-quito,4109f90e14a6c310VgnVCM20000099cceb0aRCRD.html
  11. «Eduardo Vargas, nuevo jugador del Valencia CF hasta el 30 de junio» (em espanhol). Sítio oficial Valencia CF. 23 de janeiro de 2014 
  12. «QPR contrata 'vesátil' ex-gremista Vargas por empréstimo». ESPN. 21 de agosto de 2014 
  13. «Llega a Tigres el chileno Eduardo Vargas» (em espanhol). Site oficial do Tigres UANL. 27 de janeiro de 2017 
  14. «Vargas reforça o ataque atleticano». Clube Atlético Mineiro. 9 de novembro de 2020. Consultado em 9 de novembro de 2020 
  15. «De virada, Atlético-MG vence o Corinthians fora de casa e assume a liderança». Globo Esporte. 14 de novembro de 2020. Consultado em 14 de novembro de 2020 
  16. «Atlético-MG bate o Athletico e confirma a vice-liderança; Furacão perde 3ª seguida». Globo Esporte. 12 de dezembro de 2020. Consultado em 12 de dezembro de 2020 
  17. Festival International Espoirs de Toulon - Les résultats de la 37ème édition
  18. «Chile se enfrenta a Paraguay con Vargas desde el primer minuto» (em espanhol). El Mercurio. 4 de novembro de 2009 
  19. El Comércio (14 de junho de 2016). «Chile remontó ante Panamá con este doblete de Eduardo Vargas». Consultado em 18 de junho de 2016 
  20. East Bay Times (18 de junho de 2016). «Eduardo Vargas four golas lead Chile padt Mexico 7 a 0». Consultado em 18 de junho de 2016 
  21. «Perfil de Eduardo Vargas». no Soccerway 
  22. correiodopovo.com.br: Neymar é eleito melhor jogador das Américas em 2011
  23. globoesporte.globo.com: Sem brasileiros de novo, seleção da Copa América tem domínio chileno
  24. «Onze sul-americanos compõem o time ideal da Copa América Centenário». CONMEBOL. 28 de junho de 2016 
  25. «Eduardo Vargas» (em espanhol). Marca 
  26. chile.as.com: Eduardo Vargas fue elegido el mejor jugador de la China Cup
  27. «"EDITURRO" TIRARÁ PASOS EN SU CALLE». Consultado em 4 de maio de 2012. Arquivado do original em 14 de janeiro de 2012 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]