Marcelo Díaz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Marcelo Diaz
Marcelo Diaz
Díaz durante um amistoso contra a Espanha em 2013.
Informações pessoais
Nome completo Marcelo Alfonso Díaz Rojas
Data de nasc. 30 de dezembro de 1986 (29 anos)
Local de nasc. Padre Hurtado, Chile
Nacionalidade Chile chileno
Altura 1,66 m
Destro
Apelido Carepato, Chelo
Informações profissionais
Período em atividade 2005–
Clube atual Espanha Celta de Vigo
Número 5
Posição Volante
Clubes de juventude
1997–2005 Chile Universidad de Chile
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2003–2012
2010
2012–2015
2015
2016−
Chile Universidad de Chile
Chile Deportes La Serena (emp.)
Suíça Basel
Alemanha Hamburgo
Espanha Celta de Vigo
0210 0000(4)
0013 0000(5)
0099 000(13)
0020 0000(1)
0000 0000(0)
Seleção nacional3
2005
2008
2011–
Flag of Chile.svg Chile Sub-20
Flag of Chile.svg Chile Sub-23
Flag of Chile.svg Chile
0007 0000(0)
0001 0000(1)
0048 0000(1)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 5 de dezembro de 2015.
3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 26 de junho de 2016.

Marcelo Alfonso Díaz Rojas (Padre Hurtado, 30 de dezembro de 1986) é um futebolista chileno que atua como lateral-direito ou volante. Atualmente, joga pelo Celta de Vigo[1] e pela Seleção Chilena.[2]

Em 2005 estreou no Campeonato Chileno pela Universidad de Chile, clube onde permaneceu por cinco anos, no qual ele venceu o Torneio Apertura de 2009. Após ter atuado por empréstimo durante um ano na Deportes La Serena, voltou a La U, participando do primeiro título internacional da história do clube, a Copa Sul-Americana de 2011 e também o primeiro tricampeonato nacional.[3] Foi vendido em meados de 2012 ao Basel, conquistando duas edições consecutivas da Super Liga Suíça.[4] [5] No inverno de 2015 acertou com o Hamburgo, marcando um gol numa cobrança de falta no último jogo da temporada que evitou o rebaixamento do Rothosen.[6] O cube alemão o homenageou com duas camisetas comemorativas por causa desse gol.[7] [8]

Com a Seleção Chilena conseguiu o primeiro título da história do combinado, a Copa América 2015, fazendo parte da equipe ideal da competição.[9] [10]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Universidad de Chile[editar | editar código-fonte]

Formado pela Universidad de Chile, Marcelo Díaz passou por todas as categorias de base do clube. Foi promovido ao time profissional em 2004, sendo citado em 3 partidas e não estreando em nenhuma delas.

Sua estreia profissional com a camisa da La U só foi acontecer no Apertura de 2005, na derrota por 3 a 2 para o Everton. Marcelo jogou em 4 partidas do campeonato daquele ano em que o Ballet Azul acabou sendo eliminado nas quartas de final dos play-offs pela Unión Española. Foi inscrito na Copa Libertadores da América de 2005, onde a Universidad chegou as oitavas de final. Díaz não chegou a entrar em campo nesta competição.

Durante o ano de 2006, Díaz começou a jogar com mais regularidade no profissional dos Azules. No Apertura atuou em 10 partidas e sua equipe chegou a final, porém acabaram caindo para o Colo-Colo na disputa por pênaltis.[11] No Clausura do mesmo ano, Díaz se consolidou como titular, atuando em 19 partidas, onde foram eliminados pelo Cobreloa nas quartas de final.

Após um Apertura de 2007 irregular, com o Romántico Viajero terminando em décimo terceiro lugar, no Clausura Díaz disputou 21 jogos e a Universidad chegou as semifinais, sendo eliminado pelo Colo-Colo. No Apertura de 2008, Díaz marcou seu primeiro gol como profissional, na derrota por 3 a 2 para o Huachipato, em 23 de março.[12] Nesse mesmo torneio, a La U foi eliminada na semifinal pelo Everton, equipe que se tornaria o campeão. Não disputou partidas no Clausura de 2008, jogando somente uma partida pela Copa Chile de 2008.

Ele marcou o gol da vitória sobre o Pachuca por 1 a 0, na primeira fase da Copa Libertadores da América de 2009.[13] Chegaram até as oitavas de final dessa Libertadores, sendo eliminados pelo Cruzeiro. Em 7 de julho do mesmo ano, se sagrou campeão do Apertura, após o León vencer por 1 a 0 a Unión Española.[14] Díaz teve uma participação regular nesse vitorioso campeonato, jogando 12 partidas. Com a chegada de Gerardo Pelusso como novo treinador da La U em 2010, Díaz retornou para a sua habitual posição, a lateral-direita, onde não jogava desde 2006. De volta a lateral, jogou apenas 5 partidas no Campeonato Nacional de 2010 e 2 na Copa Libertadores do mesmo ano.

Deportes La Serena[editar | editar código-fonte]

Chegou na Deportes La Serena, em 2010, por empréstimo.[15] [16] Marcou seu primeiro gol pelos Granates em seu terceiro jogo, contra o Audax Italiano. Em 3 de outubro, Díaz marcou 2 gols no empate com o Everton, sendo expulso após tomar o segundo amarelo.[17]

Retorno a Universidad de Chile[editar | editar código-fonte]

Para a temporada de 2011 ele seria emprestado novamente, desta vez ao Huachipato, mas o novo treinador Jorge Sampaoli, vetou, dizendo que contaria com ele para a temporada.[18]

Basel[editar | editar código-fonte]

Em maio de 2012, foi vendido para o Basel, da Suíça, por 3,4 milhões de euros.[19] Porém, só no final desse mesmo mês o clube suíço confirmou oficialmente a transferência do jogador, com contrato de quatro anos.[20] Em seu site oficial, explicou que o volante se juntaria ao clube após o término de sua participação na Copa Libertadores e no Torneo Apertura.[20] Pelo FCB foram 99 partidas, marcando 13 gols, em duas temporadas.

Hamburgo[editar | editar código-fonte]

No início de 2015, o Hamburgo pagou 1,5 milhão de euros por Díaz, que assinou com o clube da Bundesliga até 30 de junho de 2017.[21]

Seleção chilena[editar | editar código-fonte]

Sub-20 e Sub-23[editar | editar código-fonte]

Após não ter sido chamado para participar do Campeonato Sul-Americano Sub-20 de 2005, na Colômbia, foi convocado pelo técnico José Sulantay para representar a Seleção Chilena Sub-20 no Mundial Sub-20 de 2005, na Holanda, onde não jogou em nenhuma partida do torneio.[22] O Chile Sub-20 chegou até as oitavas de final, quando acabaram sendo eliminados pela Seleção do país sede da competição.[23]

Em 2008, foi convocado pela Seleção Chilena Sub-23 para disputar uma série de amistosos na Oceania. Na vitória por 2 a 1 sobre a Seleção Neozelandesa, Díaz marcou um gol.[24]

Seleção principal[editar | editar código-fonte]

Díaz foi convocado pela primeira vez para a seleção principal em 27 de outubro de 2011 para disputar a segunda e a terceira rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2014.[25] Na sua partida de estreia não foi tão bem, sendo substituído no segundo tempo por Milovan Mirosevic, na derrota para o Uruguai por 4 a 0.[26] Já na partida seguinte, na vitória em casa do Chile por 2 a 0 sobre o Paraguai, foi reserva e nem chegou a entrar no decorrer da partida.[27]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Até 5 de dezembro de 2015.

Clubes[editar | editar código-fonte]

[28]

Clube Temporada Campeonato
nacional
Copa
nacional[a]
Competições
continentais[b]
Outros
torneios[c]
Total
Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist.
Universidad de Chile 2003 0 0 0 0 0 0 0 0 0
2004 0 0 0 0 0 0 0 0 0
2005 4 0 0 0 0 0 0 0 0 4 0 0
2006 29 0 0 0 0 0 29 0 0
2007 37 0 0 0 0 0 37 0 0
2008 15 1 0 1 0 0 0 0 0 16 1 0
2009 23 0 1 1 0 0 13 1 0 0 0 0 37 1 1
2010 5 0 1 2 0 0 2 0 0 0 0 0 9 0 1
Total 113 1 2 4 0 0 15 1 0 0 0 0 132 2 2
Deportes La Serena 2010 13 5 0 13 5 0
Total 13 5 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 13 5 0
Universidad de Chile 2011 33 1 2 4 0 0 11 1 1 0 0 0 48 2 3
2012 18 2 6 12 2 2 30 4 8
Total 51 3 8 4 0 0 23 3 3 0 0 0 78 6 11
Basel 2012–13 26 4 4 5 1 1 17 2 0 48 7 5
2013–14 19 2 0 3 1 0 11 2 3 0 0 0 33 5 3
2014–15 13 1 0 2 0 0 3 0 0 18 1 0
Total 58 7 4 10 2 1 31 4 3 0 0 0 99 13 8
Hamburgo 2014–15 6 0 0 2 1 0 0 0 0 8 1 0
2015–16 11 0 0 1 0 0 0 0 0 12 0 0
Total 17 0 0 3 1 0 0 0 0 0 0 0 20 1 0
Total na carreira 252 16 14 21 3 1 69 8 6 0 0 0 342 27 21

Seleção Chilena[editar | editar código-fonte]

Abaixo estão listados todos jogos e gols do futebolista pela Seleção Chilena, desde as categorias de base. Abaixo da tabela, clique em expandir para ver a lista detalhada dos jogos de acordo com a categoria selecionada.

Sub-20

Ano
Jogos Gols Assist. Média
2005 7 0 0 0
Total 7 0 0 0

Sub-23

Ano
Jogos Gols Assist. Média
2008 1 1 0 1
Total 1 1 0 1

Seleção principal [29]

Ano
Jogos Gols Assist. Média
2011 1 0 0 0
2012 8 0 0 0
2013 10 0 1 0
2014 12 1 1 0,08
2015 11 0 1 0
2016 6 0 0 0
Total 48 1 0 0,02

Seleção Chilena (total)

Ano
Jogos Gols Assist. Média
2005 7 0 0 0
2008 1 1 0 1
2011 1 0 0 0
2012 8 0 0 0
2013 10 0 1 0
2014 12 1 1 0,08
2015 11 0 1 0
2016 6 0 0 0
Total 56 2 3 0,04

Títulos[editar | editar código-fonte]

Universidad de Chile
  • Copa Gato: 2003–V, 2004–I, 2004–II, 2004–III, 2004–V, 2004–VI, 2005–II, 2006, 2007–II, 2007–VI, 2009 e 2011–I
  • Copa Ciudad Viña del Mar: 2007
  • Copa Ciudad de La Serena: 2008
  • Campeonato Chileno: 2009–A, 2011–A, 2011–C e 2012–A
  • Copa BancoEstado: 2010
  • Copa Sul-Americana: 2011
Basel
Seleção Chilena

Prêmios individuais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Marcelo Díaz reforça Celta de Vigo». Maisfutebol.iol.pt. Consultado em 16 de janeiro de 2016. 
  2. «Marcelo Díaz fue vendido al Basilea de Suiza en US$ 4 millones» (em espanhol). Emol.com. Consultado em 9 de janeiro de 2016. 
  3. «La U. de Chile logró el primer tricampeonato de su historia» (em espanhol). Emol.com. Consultado em 9 de janeiro de 2016. 
  4. «Marcelo Díaz fue vendido al Basilea de Suiza en US$ 4 millones» (em espanhol). Emol.com. Consultado em 9 de janeiro de 2016. 
  5. «Marcelo Díaz se coronó bicampeón con su Basilea en la liga suiza» (em espanhol). Emol.com. Consultado em 9 de janeiro de 2016. 
  6. «Marcelo Díaz anota golazo clave y el Hamburgo se salva del descenso en Alemania» (em espanhol). Emol.com. Consultado em 9 de janeiro de 2016. 
  7. «Marcelo Díaz fue homenajeado con camiseta que conmemora gol que salvó al Hamburgo» (em espanhol). Chilevisión.cl. Consultado em 9 de janeiro de 2016. 
  8. «Gol de Marcelo Díaz en Hamburgo es inmortalizado en una polera» (em espanhol). T13.cl. Consultado em 9 de janeiro de 2016. 
  9. «Dime qué se siente: ¡Chile es campeón!» (em espanhol). Futbol.As.com. Consultado em 9 de janeiro de 2016. 
  10. «Cinco chilenos integran el equipo ideal de la Copa América» (em espanhol). LaTercera.com. Consultado em 9 de janeiro de 2016. 
  11. «Colo-Colo grita eterno campeon tras vencer a la U» (em espanhol). Emol.com. Consultado em 9 de janeiro de 2016. 
  12. «Huachipato aprovechó las licencias defensivas para dejar con las manos vacías a U. de Chile» (em espanhol). Cooperativa.cl. Consultado em 9 de janeiro de 2016. 
  13. «Marcador Virtual: U. de Chile vs. Pachuca» (em espanhol). Cooperativa.cl. 21 de enero de 2009. Consultado em 9 de janeiro de 2016.  |fechaacceso= e |acessodata= redundantes (Ajuda)
  14. «Universidad de Chile y un feliz retorno a la elite del futbol nacional» (em espanhol). Cooperativa.cl. Consultado em 9 de janeiro de 2016. 
  15. «Marcelo Díaz: "Quiero ser un aporte para Serena"» (em espanhol). ANFP.cl. Consultado em 9 de janeiro de 2016. 
  16. «Deportes La Serena inscribe a lateral Marcelo Díaz» (em espanhol). LaComuna.cl. Consultado em 9 de janeiro de 2016. 
  17. «En guerra de goles, Everton sólo empató ante La Serena» (em espanhol). Emol.com. Consultado em 9 de janeiro de 2016. 
  18. «La "Era Sampaoli" en la 'U' comenzó con intensa práctica» (em espanhol). prensafutbol.cl. Consultado em 8 de janeiro de 2016. 
  19. «Marcelo Díaz fue vendido al Basilea de Suiza en US$ 4 millones» (em espanhol). Emol.com. 8 de maio de 2012. Consultado em 2 de junho de 2012. 
  20. a b «Basilea confirma oficialmente la contratación de Marcelo Díaz» (em espanhol). La Tercera. 31 de maio de 2012. Consultado em 2 de junho de 2012. 
  21. «El Hamburgo ficha a Marcelo Díaz» (em espanhol). Marca.com. Consultado em 8 de janeiro de 2016. 
  22. «Sub 20: Sulantay entrega nómina mundialista con tres atacantes» (em espanhol). Emol.com. Consultado em 9 de janeiro de 2016. 
  23. «Chile se despidió del Mundial Sub 20: cayó 3-0» (em espanhol). Emol.com. Consultado em 9 de janeiro de 2016. 
  24. «La sub 23 de Basay sumó su segunda victoria en Oceanía» (em espanhol). Cooperativa.cl. Consultado em 9 de janeiro de 2016. 
  25. «Seis jugadores de la U son nominados a la Selección Chilena» (em espanhol). TodoBulla.cl. Consultado em 9 de janeiro de 2016. 
  26. «Chile demuestra en el Centenario que las heridas quedaron abiertas» (em espanhol). LaTercera.com. Consultado em 9 de janeiro de 2016. 
  27. «Marcelo Díaz: “Me hacía ilusiones con una nómina”» (em espanhol). Triunfo.cl. Consultado em 9 de janeiro de 2016. 
  28. «Football : Marcelo Díaz» (em inglês). FootballDatabase.eu. Consultado em 8 de janeiro de 2016. 
  29. «Player - Marcelo Díaz» (em inglês). National Football Teams. Consultado em 8 de janeiro de 2016. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bandeira de ChileSoccer icon Este artigo sobre futebolistas chilenos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.