Luciano da Rocha Neves

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Luciano
Informações pessoais
Nome completo Luciano da Rocha Neves
Data de nasc. 18 de maio de 1993 (29 anos)
Local de nasc. Anápolis (GO), Brasil
Nacionalidade brasileiro
Altura 1,81 m
canhoto
Informações profissionais
Período em atividade 2012–presente (9 anos)
Clube atual São Paulo
Número 11
Posição atacante
Clubes de juventude

2011–2012
Anápolis
Atlético Goianiense
Clubes profissionais
Anos Clubes
2012
2013
2014–2016
2016–2019
2017–2018
2018–2019
2019–2020
2020–
Atlético Goianiense
Avaí
Corinthians
Leganés
Panathinaikos (emp.)
Fluminense (emp.)
Grêmio
São Paulo
Seleção nacional
2015–2017 Brasil Sub-23
Medalhas
Jogos Pan-Americanos
Bronze Jogos Pan-Americanos Toronto 2015

Luciano da Rocha Neves, mais conhecido como Luciano[1] (Anápolis, 18 de maio de 1993), é um futebolista brasileiro que atua como atacante. Atualmente joga pelo São Paulo.[2]

É considerado um dos melhores jogadores da última geração de elencos do São Paulo, sendo considerado até mesmo um ídolo por parte da torcida. É conhecido pela sua icônica comemoração em que a repete todas as vezes que marca um gol, colocando a bola debaixo de um braço, erguendo os dois braços e fazendo o sinal de hang loose com as mãos.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Atlético Goianiense[editar | editar código-fonte]

Luciano foi revelado pelo Atlético Goianiense em 2012, sendo descoberto pelo clube ainda nas categoria de base do Anápolis. No dia 7 de março de 2012, Luciano fez sua estreia contra o Gurupi Esporte Clube na Copa do Brasil de 2012, sendo esta sua única aparição no campeonato.[3][4] Durante sua passagem pelo clube, o jogador disputou 5 partidas do Brasileirão, marcando um gol.[5]

Avaí[editar | editar código-fonte]

No início de 2013, acertou sua transferência para o Avaí. Luciano estreou pelo clube catarinense no dia 27 de julho de 2013, em partida contra o Chapecoense, substituindo o volante Alê.[6][7] Mesmo sem se firmar entre os titulares, Luciano disputou 23 jogos na Série B do Brasileiro 2013 e marcou cinco gols.[carece de fontes?] No Campeonato Catarinense de 2014, participou de quatro jogos e marcou dois gols.[8]

Corinthians[editar | editar código-fonte]

No dia 13 de fevereiro de 2014, o Corinthians anunciou a comprado de 25% dos direitos econômicos do jogador e que ele representaria o clube por três temporadas.[9][10] Estreou pelo clube alvinegro em 22 de fevereiro de 2014, em partida válida pelo Campeonato Paulista daquele ano, substituindo o atacante Paolo Guerrero na vitória de 3 a 2 contra o Rio Claro. Já no seu segundo jogo com a camisa do Corinthians, contra o Linense, novamente marcou dois gols na mesma partida.[11] No dia 21 de agosto de 2014, na partida contra o Goiás, Luciano fez 3 gols em 11 minutos na vitória de 5 a 2 na Arena Corinthians. O atacante pelo Corinthians teve uma marca de 25 gols.

Leganés[editar | editar código-fonte]

No dia 23 de agosto de 2016, Luciano foi emprestado para o Leganés, da Espanha, por uma taxa de 400 mil euros (1,4 milhões de reais).[12] Luciano realizou 25 partidas e marcou quatro gols com a camisa do time espanhol. Luciano marcou um gol contra o Real Madrid na partida válida pela La Liga.[13]

Panathinaikos[editar | editar código-fonte]

No dia 12 de julho de 2017, Luciano fechou um pré-contrato de três anos com o Panathinaikos. Porém, o Corinthians segue com 25% dos direitos econômicos do jogador. Luciano não teve muito destaque na equipe Grega. [14]

Fluminense[editar | editar código-fonte]

Foi anunciado pelo Fluminense no dia 30 de junho de 2018. Chegou ao Tricolor por empréstimo de três temporadas, com opção de compra, e permaneceu até julho de 2019. Luciano se destacou no clube carioca e marcou 18 gols pelo Fluminense, sendo uns dos melhores marcadores da temporada de 2018.[15]

Grêmio[editar | editar código-fonte]

No dia 29 de julho de 2019, foi anunciado como reforço do Grêmio para o restante da temporada.[16] O atacante assinou contrato por três anos e meio, até o fim de 2022. O clube comprou 50% dos direitos do jogador junto ao Leganés, da Espanha. O jogador chegou para disputar a Libertadores e o Campeonato Brasileiro pelo Grêmio. O jogador não participará da Copa do Brasil, já que disputou a mesma este ano como jogador do Fluminense. Luciano estreou pelo Grêmio no dia 10 de agosto de 2019, tendo oportunidade de atuar por 70° minutos e depois ser substituído pelo meio-campista Patrick. Luciano pode atuar em 20 jogos em 2019 e efetuar 5 gols, fechando o ano como um dos melhores atacantes do Grêmio e podendo ingressar 2020 como o titular na sua posição.

São Paulo[editar | editar código-fonte]

2020[editar | editar código-fonte]

Em 18 de agosto de 2020, acertou com o São Paulo, que em troca, cedeu Éverton ao Grêmio.[17]

Em sua estreia, marcou o gol de empate contra o Bahia e no jogo seguinte, ainda no primeito tempo, deu assistência ao Pablo, na vitória de um a zero contra o Sport.

Em sua terceira partida, balançou as redes novamente, na vitória sobre o Athlético Paranaense, o gol saiu no segundo tempo, garantindo a vitória do São Paulo por 1 a 0.

Em um ritmo embalado marcou o segundo gol da vitória por 3-1 sobre o Fluminense no Morumbi em 06 de setembro, triunfo que firmou naquela rodada o São Paulo na vice-liderança do Brasileirão 2020.[18]

Em 10 de setembro marcou o único gol do São Paulo no empate em 1x1 com o Red Bull Bragantino.[19] Já no dia 27 do mesmo mês fez o gol de empate do Tricolor contra o Internacional, no Beira-Rio.[20]

Em 15 de outubro foi muito bem no frenético confronto contra o Fortaleza pela Copa do Brasil no jogo de ida das oitavas de final, marcando um gol e dando duas assistências.[21] O jogo acabou em 3x3, porém no jogo de volta o São Paulo se classificou.[22]

Em 1 de novembro fez o último gol do São Paulo na goleada por 4x1 sobre o Flamengo no Maracanã, sendo este o 6º gol de Luciano pelo clube no Brasileirão em apenas 13 jogos.[23] Em 14 de novembro marcou os 2 últimos gols do São Paulo na emocionante partida contra o Fortaleza, terminada em 3x2.[24] Em seu último gol, recebeu de Igor Vinícius um pouco antes da área e de canhota chutou forte no ângulo do goleiro.

Já no dia 19 fez talvez sua melhor atuação pelo São Paulo, no jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil contra o Flamengo. No segundo tempo do jogo, ainda em 0x0, recebeu de Dani Alves e de canhota deu um leve tapa para a bola entrar no fundo das redes de Diego Alves. Poucos minutos depois, recebeu de Reinaldo e subiu no centro da área para dar um forte cabeceio e marcar o segundo gol. O jogo acabou em 3x0 com o último gol marcado por Pablo.[25]

Em 22 do mesmo mês fez o gol de empate na partida contra o Vasco, terminada em 1x1.[26] Em 28 de novembro se destacou ao fazer uma excelente partida contra o Bahia, marcando dois gols, sendo um de bicicleta, e o outro de fora da área.[27] O jogo acabou em 3x1 para o Tricolor. Em 3 de dezembro deu uma assistência para Igor Gomes fazer o primeiro gol da vitória por 3x0 sobre o Goiás que colocou o Tricolor na liderança do Brasileirão.[28]

Em 6 de dezembro, após uma jogada ensaiada no escanteio, Luciano de primeira chutou de canhota e fez o gol da vitória por 1x0 contra o Sport.[29] No jogo de 13 de dezembro contra o Corinthians, Luciano ainda no primeiro tempo sentiu uma lesão muscular e foi substituído.[30] A ausência do atacante nos próximos jogos afetou o time, que não só parou de vencer como também ficou perto de perder a liderança, o que aconteceu no jogo em que Luciano voltou ao time, em 21 de janeiro de 2022 (o Brasileirão acabou sendo adiado para o começo de 2022 devido a pandemia da COVID-19) contra o Internacional. Luciano até fez um gol porém o São Paulo foi derrotado por 5x1 e perdeu a liderança do campeonato.[31]

Em 23 de janeiro marcou o gol do Tricolor no empate por 1x1 contra o Coritiba, com o time paranaense empatando nos minutos finais.[32] Ao acabar o jogo, Luciano sentou-se no banco de reservas e começou a chorar. Apesar de muitos acharem que a causa do choro era o empate e a má fase do clube, o verdadeiro motivo era que Luciano havia perdido seu irmão na semana anterior. O jogador inclusive usou em seu uniforme o nome "Jonathan" em vez de seu nome e ao marcar o gol dedicou-o ao seu irmão falecido.[33]

Em 11 de fevereiro marcou no último lance de jogo o gol de empate do São Paulo contra o Ceará, com o jogo terminado em 1x1.[34] Em 15 de janeiro se destacou ao ser o líder do time na virada por 2x1 sobre o Grêmio, marcando o gol da virada após arrancar e driblar um marcador.[35] Essa foi curiosamente a primeira vitória do time no ano de 2022, o time não vencia desde dezembro de 2021.

Em 20 de fevereiro, mesmo após marcar de pênalti no clássico contra o Palmeiras, não teve o resultado esperado. O Tricolor tomou um gol de Rony nos minutos finais e perdeu a chance de título no Brasileirão.[36]

Em 25 de fevereiro, na última rodada do Brasileirão, marcou de falta o primeiro gol do São Paulo na vitória por 2x1 sobre o Flamengo no Morumbi, porém o adversário rubro-negro acabou levantando a taça do campeonato, pois em outro jogo da rodada o Internacional não venceu o Corinthians.[37]

Foi grande destaque do time na temporada 2020/21. Luciano foi o artilheiro do Campeonato Brasileiro 2020, com 18 gols marcados, juntamente de Claudinho, do Red Bull Bragantino,[38] além de ganhar o Prêmio Bola de Prata ESPN como melhor atacante do campeonato ao lado de Marinho.[39]

Luciano ganhou um gigantesco carinho da torcida pela garra dentro de campo, coisa que os torcedores cobravam do time antes da chegada do jogador.

2021[editar | editar código-fonte]

Luciano fez seu primeiro gol na temporada 2021 logo na segunda partida do São Paulo pelo Campeonato Paulista 2021, na goleada de 4x0 sobre a Inter de Limeira, com assistência de Rojas.[40]

Na partida seguinte, também fez um gol na goleada de 4 a 0 sobre o Santos, no Morumbi.[41]

Em 3 maio, no Clássico Majestoso válido pela 10a rodada do Paulista, Luciano fez o último gol do empate de 2 a 2 com o Corinthians, de pênalti, salvando o São Paulo da derrota.[42]

Após um tempo sem jogar, Luciano substituiu Pablo nas semifinais do Paulistão 2021 contra o Mirassol, na qual o Tricolor do Morumbi venceu por 4 a 0, e fez um gol após assistência de Igor Vinicius.[43]

Em 23 de maio, Luciano foi decisivo e fez um dos gols do São Paulo na vitória de 2 a 0 sobre o Palmeiras, no 2° jogo da final do Campeonato Paulista, ajudando o Tricolor a se sagrar campeão do torneio pela 22° segunda vez, e a quebrar 2 jejuns de uma vez: o de 16 anos sem conquistar o Campeonato Paulista e o hiato de 8 anos sem conquistar nenhum título.[44]

Em 9 de junho, marcou 2 gols na vitória por 9x1 sobre o 4 de Julho pela Copa do Brasil, marcando curiosamente o primeiro e o último gol do Tricolor no jogo.[45]

Após isso, na 5° rodada do Campeonato Brasileiro de 2021, no clássico San-São, Luciano se machuca.[46][47][48] Luciano volta a entrar em campo apenas em 22 de agosto contra o Sport Recife na vitória por 1x0.[49]

Em 19 de setembro, Luciano marca seu primeiro gol no Brasileirão, na vitória por 2x1 contra o Atlético Goianiense na 21ª rodada da competição.[50]

Foi decisivo novamente contra o Palmeiras, no Choque-Rei do Allianz Parque, dessa vez pelo Brasileirão, em 17 de novembro. O atacante, após falha de Patrick de Paula, marcou o segundo e último gol da partida, afastando o tricolor da zona de rebaixamento. [51]

Em 6 de dezembro, Luciano teve uma noite estrelada quando em seu primeiro jogo no Morumbi com a presença da torcida, marcou 2 gols e foi o herói da vitória por 3x1 sobre o Juventude pela 37ª rodada do Brasileiro, livrando o Tricolor do rebaixamento.[52] Após o jogo a torcida aplaudiu e ovacionou o jogador, que, emocionado, agradeceu os torcedores presentes antes de sair do campo.[53][54]

2022[editar | editar código-fonte]

Devido a uma lesão ainda na pré-temporada do ano de 2022, Luciano ficou as primeiras semanas da temporada lesionado[55]. Foi relacionado pela primeira vez no ano no clássico contra o Santos em 20 de fevereiro, na qual o São Paulo venceu por 3x0[56], mas Luciano acabou não entrando em campo. Porém só foi estrear na temporada 4 dias depois, no dia 24, em um empate em 0x0 contra o Campinense pela Copa do Brasil.[57][58]

Em 19 de março, Luciano marcou o gol da vitória do São Paulo por 2x1 sobre o Botafogo de Ribeirão Preto, sendo esse o seu primeiro na temporada 2022.[59][60][61] No lance, após o chute de Alisson na entrada da área, Luciano se antecipa e no rebote do goleiro, sem ângulo, chuta de perna direita para desempatar o placar. Após o fim da partida, foi novamente ovacionado pela torcida com gritos de "É Luciano!" no Morumbi.[62][63][64]

Em 7 de abril, marcou de pênalti o gol da vitória do São Paulo por 3x2 sobre o Ayacucho, em Lima, na estreia do Tricolor na Copa Sul-americana aos 41' do segundo tempo, dando os 3 pontos para o time paulista.[65][66]

Na partida seguinte, em 10 de abril, Luciano marcou de cabeça o último gol do São Paulo na vitória por 4x0 sobre o Athletico, válida pela 1ª rodada do Brasileirão. Na ocasião, o atacante vem arrancando pelo meio de campo e abre na direita para Toró, que cruza para Luciano - agora finalizando a jogada - testar forte no ângulo do goleiro.[67][68]

Em 27 de abril, o São Paulo anunciou a renovação de contrato de Luciano até dezembro de 2024, aumentando em R$ 90 mil a quantia salarial para R$ 490 mil.[69][70]

Em 2 de maio, Luciano marcou o gol da vitória do São Paulo por 2x1 sobre o Santos, no clássico San-São pelo Brasileirão. Seu gol foi de pênalti, cobrando no alto do goleiro João Paulo.[71][72] Após o jogo, deu uma entrevista polêmica sobre o lance que resultara em seu gol. No lance, Alisson (São Paulo) e Marcos Leonardo (Santos) disputam um lateral, quando o santista toca na bola e a manda para fora. Na sequência o são-paulino toca na bola para dominá-la e cobrar o canto, na sequência resultando na penalidade marcada. A reclamação era do juiz Leandro Pedro Vuaden na teoria ter dado o lateral para o Santos, fazendo a equipe praiana ter avançado ao ataque e ficado exposta na defesa, gerando um ataque de perigo a equipe da capital.[73][74] Na entrevista de Luciano, o atacante disse: "Melhor eles saírem irritados, e a gente ganhar, do que a gente sair irritado, né? Deixa o Santos reclamar e a gente comemorar a vitória."[75]

Em 8 de maio, marcou o gol do São Paulo no empate por 1x1 contra o Fortaleza, pelo Brasileirão. No gol, após uma bola enfiada genial de Igor Gomes, recebeu no lado esquerdo e finalizou cruzado para marcar o gol.[76]

Seleção Brasileira[editar | editar código-fonte]

Luciano foi convocado para defender a Seleção Brasileira nos Jogos Pan-Americanos de 2015, no Canadá. Foi chamado pelo técnico Rogério Micale, treinador da Seleção Sub-23, já que para tal competição é necessário idade olímpica.[77] No Pan de Toronto obteve a medalha de bronze, sendo que na disputa da medalha contra a Seleção do Panamá, marcou dois gols na vitória brasileira por 3 a 1, sendo o artilheiro da competição com cinco gols marcados.[78][79][80]

Estilo de jogo[editar | editar código-fonte]

Luciano apesar de ter jogado a maior parte de sua carreira como um ponta, também jogou muitas vezes, principalmente no Fluminense e no Grêmio, como um centroavante. Porém foi no São Paulo que o atacante rendeu do melhor jeito na sua trajetória: Jogando como segundo atacante, ou seja, jogando como um atacante que atua um pouco mais recuado do avançado principal e tem mais liberdade para criar jogadas.

Seu estilo de jogo tem como foco a versatilidade em campo. Luciano tem um grande poder de finalização, visão de jogo e criatividade para executar as jogadas em gols ou balançando as redes ou dando assistências. Porém seu principal ponto de perigo no ataque é a enorme precisão nos cabeceios. Com uma grande impulsão e força no movimento do pescoço na hora do cabeceio, Luciano tem muitos dos seus gols sendo de cabeça.

Como segundo atacante, joga correndo literalmente pelo campo todo, chegando até mesmo algumas vezes a ajudar a defesa em lances de perigo do adversário, demonstrando muito fôlego e garra de vencer. Quando volta um pouco mais para a região central, busca sempre arrancadas ou passes de ruptura para companheiros bem posicionados. Quando no ataque, roda por todo o setor, porém principalmente no centro, quando recebe as bolas -grande parte perto da marca do pênalti- para tentar marcar.

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Atualizadas até 8 de junho de 2021.[81]

Clubes[editar | editar código-fonte]

Clube Temporada Campeonato
nacional¹
Copa
nacional
Competições
continentais²
Outros
torneios³
Total
Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols
Atlético Goianiense 2012 5 2 1 2 0 0 6 4
Total 5 2 1 2 0 0 6 4
Avaí 2013 25 8 2 2 3 3 30 13
Total 25 8 2 2 3 3 30 13
Corinthians 2014 33 6 8 4 8 5 49 15
2015 6 5 1 0 2 0 12 3 21 8
2016 15 1 0 0 2 0 7 0 24 1
Total 54 12 9 4 4 0 27 8 94 24
Leganés 2016–17 25 4 2 0 0 0 0 0 27 4
Total 25 4 2 0 0 0 0 0 27 4
Panathinaikos 2017–18 9 2 0 0 4 0 0 0 13 2
Total 9 2 0 0 4 0 0 0 13 2
Fluminense 2018 18 3 6 2 24 5
2019 6 2 8 5 4 2 13 6 31 15
Total 24 5 8 5 10 4 13 6 55 20
Grêmio 2019 19 5 1 0 20 5
2020 1 0 0 0 1 0 14 3 16 3
Total 20 5 0 0 2 0 14 3 36 8
São Paulo 2020 31 18 5 3 2 0 38 21
2021 22 4 3 2 4 0 10 4 39 10
Total 53 22 6 5 6 0 10 4 77 31
Total na carreira 195 56 28 18 26 4 67 24 323 103

¹ Estão incluídos jogos e gols do Campeonato Brasileiro (Séries A e B)
² Estão incluídos jogos e gols dos Jogos Pan-Americanos, da Copa Libertadores, Recopa Sul-Americana e Copa Sul-Americana
³ Estão incluídos jogos e gols pelo Campeonato Goiano, Campeonato Catarinense, Campeonato Paulista, Campeonato Carioca, Torneios Amistosos e Amistosos

Seleção Brasileira[editar | editar código-fonte]

Sub-22
Ano
Jogos Gols Média
2015 4 5 1,25
Total 4 5 1,25
Seleção Sub-23 (Olímpica)
Ano
Jogos Gols Média
2016 2 0 0
Total 2 0 0
Seleção Brasileira (total)
Ano
Jogos Gols Média
2015 4 5 1,25
2016 2 0 0
Total 6 5 0,83


Expanda a caixa de informações para conferir todos os jogos deste jogador, pela sua seleção nacional.

Sub-22
Sub-23

Títulos[editar | editar código-fonte]

Corinthians
Grêmio
São Paulo

Prêmios individuais[editar | editar código-fonte]

Campanhas de destaque[editar | editar código-fonte]

Seleção Brasileira

Artilharia[editar | editar código-fonte]

São Paulo
Seleção Brasileira

Referências

  1. «Perfil no site do São Paulo» 
  2. «Luciano é anunciado pelo São Paulo e avisa: 'Vou honrar essa camisa'». ISTOÉ Independente. 19 de agosto de 2020. Consultado em 17 de fevereiro de 2021 
  3. «Copa do Brasil: Atlético-GO joga contra o Gurupi-TO na estreia da competição». futebolinterior.com.br. 6 de março de 2012. Consultado em 27 de fevereiro de 2014 
  4. «Com novidades entre os relacionados, Atlético-GO embarca para Gurupi-TO». estadiovip.com.br. 6 de março de 2012. Consultado em 27 de fevereiro de 2014 
  5. «Luciano não lamenta ausência na Copa SP: 'O Goiano também é vitrine'». Globo Esporte. 6 de janeiro de 2013. Consultado em 27 de fevereiro de 2014 
  6. «Chapecoense vence o Avaí por 3 a 1 na Arena Condá». ndonline.com.br. 28 de julho de 2013. Consultado em 27 de fevereiro de 2014. Arquivado do original em 3 de março de 2014 
  7. «Luciano comemora primeiro gol, mas lamenta derrota». INFOesporte. 28 de julho de 2013. Consultado em 27 de fevereiro de 2014. Arquivado do original em 26 de agosto de 2013 
  8. «Luciano se despede do Avaí; destino do atleta deve ser o futebol paulista». Esportes UOL. Consultado em 12 de fevereiro de 2014 
  9. Guilherme Feijó (13 de fevereiro de 2014). «Corinthians acerta a contratação do meia Luciano, ex-Avaí». cbnfoz.com.br. Consultado em 27 de fevereiro de 2014. Arquivado do original em 23 de outubro de 2014 
  10. Diego Ribeiro (21 de fevereiro de 2014). «Luciano é apresentado no Timão e relacionado para enfrentar o Rio Claro». Globo Esporte. Consultado em 27 de fevereiro de 2014 
  11. «Jadson e Romarinho brilham, Corinthians vence no Pacaembu e mantém sonho de classificação». ESPN.com. espn.uol.com.br. 22 de fevereiro de 2014. Consultado em 27 de fevereiro de 2014 
  12. «Saem André e Luciano, entra Gustavo: Corinthians confirma as negociações». 23 de agosto de 2016. Consultado em 12 de julho de 2017 
  13. «Perfil de Luciano». Soccerway. Consultado em 12 de julho de 2017 
  14. «Luciano acerta com o Panathinaikos, e Corinthians mantém 25% dos direitos». 12 de julho de 2017. Consultado em 12 de julho de 2017 
  15. «Flu anuncia a contratação do atacante Luciano por empréstimo de três anos». GloboEsporte.com. 30 de junho de 2018. Consultado em 26 de julho de 2018 
  16. «Grêmio anuncia a contratação do atacante Luciano até o fim de 2022». GloboEsporte.com. 29 de julho de 2019 
  17. «São Paulo anuncia contratação do atacante Luciano». 18 de agosto de 2020. Consultado em 18 de agosto de 2020 
  18. «Brenner comanda virada, e São Paulo vence o Fluminense no Morumbi - 06/09/2020 - UOL Esporte». www.uol.com.br. Consultado em 6 de setembro de 2020 
  19. «São Paulo 1 x 1 Bragantino - Campeonato Brasileiro rodada 9 - Tempo Real - Globo Esporte». ge.globo. Consultado em 22 de janeiro de 2022 
  20. «Internacional 1 x 1 São Paulo: SPFC sai atrás, empata e não consegue ampliar, mesmo com um a mais | Goal.com». www.goal.com. Consultado em 22 de janeiro de 2022 
  21. «Fortaleza 3 x 3 São Paulo: Em jogo confuso e de duas expulsões, Fortaleza e SPFC empatam pela Copa do Brasil | Goal.com». www.goal.com. Consultado em 22 de janeiro de 2022 
  22. «São Paulo bate Fortaleza nos pênaltis e avança na Copa do Brasil – Jovem Pan». São Paulo bate Fortaleza nos pênaltis e avança na Copa do Brasil – Jovem Pan. 25 de outubro de 2020. Consultado em 22 de janeiro de 2022 
  23. «Volpi pega 2 pênaltis, São Paulo goleia Flamengo em jogaço no Maracanã e se coloca de maneira forte na briga pelo título». ESPN.com. 1 de novembro de 2020. Consultado em 22 de janeiro de 2022 
  24. «Luciano sai do banco, decide contra Fortaleza, e SPFC vence a 5ª seguida». www.uol.com.br. Consultado em 22 de janeiro de 2022 
  25. «São Paulo 3 x 0 Flamengo: Luciano marca dois, e SPFC avança na Copa do Brasil | Goal.com». www.goal.com. Consultado em 22 de janeiro de 2022 
  26. «São Paulo empata com o Vasco no Morumbi e perde a chance de colar nos líderes - Gazeta Esportiva». www.gazetaesportiva.com. Consultado em 22 de janeiro de 2022 
  27. «Bahia 1 x 3 São Paulo: Com gols de Luciano e Arboleda, SPFC bate o Bahia e vira vice-líder | Goal.com». www.goal.com. Consultado em 22 de janeiro de 2022 
  28. «São Paulo vence Goiás e vira líder do Brasileirão após um ano e sete meses». www.uol.com.br. Consultado em 22 de janeiro de 2022 
  29. «São Paulo 1 x 0 Sport - Campeonato Brasileiro rodada 24 - Tempo Real - Globo Esporte». ge.globo. Consultado em 22 de janeiro de 2022 
  30. Moreira, Henrique (14 de dezembro de 2020). «Luciano sai lesionado com dores na coxa e preocupa o São Paulo». Mercado do Futebol. Consultado em 22 de janeiro de 2022 
  31. «Inter faz 5 a 1 no Morumbi com hat trick de Yuri Alberto, impõe humilhação histórica ao São Paulo e vira novo líder». ESPN.com. 21 de janeiro de 2021. Consultado em 22 de janeiro de 2022 
  32. «São Paulo empata com o Coritiba em casa, chega a seis jogos sem vencer e não retoma a liderança do Brasileirão». Lance!. Consultado em 22 de janeiro de 2022 
  33. «Luciano chorou e saiu sozinho do gramado após empate com Coritiba». SPFC.NET. Consultado em 22 de janeiro de 2022 
  34. «No 1º jogo pós-Diniz, São Paulo e Ceará empatam em partida com final insano e falha absurda de Volpi». ESPN.com. 11 de fevereiro de 2021. Consultado em 22 de janeiro de 2022 
  35. «Grêmio 1 x 2 São Paulo: Tricolor paulista vence de virada, encerra jejum e segue vivo na luta por título | Goal.com». www.goal.com. Consultado em 22 de janeiro de 2022 
  36. «São Paulo 1 x 1 Palmeiras - Campeonato Brasileiro rodada 34 - Tempo Real - Globo Esporte». ge.globo. Consultado em 22 de janeiro de 2022 
  37. «São Paulo 2 x 1 Flamengo: Flamengo perde para o São Paulo, mas vence Brasileiro após tropeço do Inter | Goal.com». www.goal.com. Consultado em 22 de janeiro de 2022 
  38. «Luciano termina Brasileirão como artilheiro e quebra jejum de 19 anos». Lance!. Consultado em 26 de março de 2021 
  39. «Artilheiro do Brasileirão, Luciano leva o Troféu Bola de Prata - SPFC». www.saopaulofc.net. Consultado em 26 de março de 2021 
  40. «São Paulo vence Inter de Limeira e alcança 1ª vitória com Hernán Crespo». www.uol.com.br. Consultado em 26 de março de 2021 
  41. «São Paulo enfia 4 a 0 no Santos com golaço por cobertura de Pablo, ganha 2ª seguida no Paulista e mantém rival sem vitórias». ESPN.com. 6 de março de 2021. Consultado em 26 de março de 2021 
  42. «Corinthians 2 x 2 São Paulo: Timão sai na frente, mas cede empate ao Tricolor pelo Paulistão | Goal.com». www.goal.com. Consultado em 3 de maio de 2021 
  43. «São Paulo domina, goleia o Mirassol e está na final do Paulistão». www.uol.com.br. Consultado em 17 de maio de 2021 
  44. «Fim do jejum! São Paulo bate o Palmeiras e conquista o Campeonato Paulista após 16 anos». Lance!. Consultado em 6 de fevereiro de 2022 
  45. «São Paulo leva susto aos 29s, mas massacra time da Série D por 9 a 1 e avança às oitavas da Copa do Brasil». ESPN.com. 8 de junho de 2021. Consultado em 6 de fevereiro de 2022 
  46. «São Paulo bate Palmeiras no Morumbi, encerra jejum e é campeão do Paulistão». www.uol.com.br. Consultado em 23 de maio de 2021 
  47. «São Paulo ganha o título que desejou como Copa do Mundo e pode tirar o peso para permitir novas conquistas». ge. Consultado em 23 de maio de 2021 
  48. «Análise: Mauro Cezar Pereira - São Paulo, enfim, campeão. Palmeiras perde o 3º jogo valendo troféu no ano». www.uol.com.br. Consultado em 23 de maio de 2021 
  49. «Com gol de Pablo, São Paulo vence o Sport e chega a terceira vitória consecutiva no Brasileirão». Lance!. Consultado em 28 de agosto de 2021 
  50. «Calleri reestreia, São Paulo vence o Atlético-GO no Morumbi e se afasta do Z4 - Gazeta Esportiva». www.gazetaesportiva.com. Consultado em 6 de fevereiro de 2022 
  51. «Algoz! No São Paulo, Luciano marca mais uma vez contra o Palmeiras, sua vítima preferida entre os rivais». Lance!. Consultado em 18 de novembro de 2021 
  52. «Luciano brilha, São Paulo derrota o Juventude e se livra do rebaixamento no Campeonato Brasileiro». Lance!. Consultado em 6 de fevereiro de 2022 
  53. «Ovacionado pela torcida do São Paulo, Luciano fala ao L!: 'Ver o Morumbi gritar meu nome foi sensacional'». Lance!. Consultado em 6 de fevereiro de 2022 
  54. «Luciano celebra primeiro gol diante da torcida tricolor - SPFC». www.saopaulofc.net. Consultado em 6 de fevereiro de 2022 
  55. «Por conta de lesão, Luciano larga atrás na briga por vaga no ataque do São Paulo». Lance!. Consultado em 26 de fevereiro de 2022 
  56. «São Paulo atropela Santos na Vila Belmiro e acaba com tabu de 5 anos - Gazeta Esportiva». www.gazetaesportiva.com. Consultado em 26 de fevereiro de 2022 
  57. «Campinense 0 x 0 São Paulo: São Paulo empata com Campinense e avança na Copa do Brasil | Goal.com». www.goal.com. Consultado em 26 de fevereiro de 2022 
  58. «Rogério Ceni analisa volta de Luciano no São Paulo: 'Precisa trabalhar um pouco mais'». Lance!. Consultado em 26 de fevereiro de 2022 
  59. «Luciano decide, e São Paulo vence o Botafogo-SP no Morumbi». www.uol.com.br. Consultado em 20 de março de 2022 
  60. «Com gols de Rigoni e Luciano, São Paulo vence o Botafogo-SP pelo Paulistão 2022». Lance!. Consultado em 20 de março de 2022 
  61. Redação (19 de março de 2022). «São Paulo: Luciano desencanta e se entrega para torcida». Sportbuzz. Consultado em 20 de março de 2022 
  62. «Craque da partida contra o Botafogo-SP, Luciano é ovacionado pela torcida do São Paulo e agradece». Lance!. Consultado em 20 de março de 2022 
  63. «Luciano garante vitória, sai ovacionado e agradece torcida: "Energia sensacional"». SPFC.NET. Consultado em 20 de março de 2022 
  64. «Luciano comenta queda de rendimento após pênalti perdido e comemora gol que deu a vitória ao São Paulo - Gazeta Esportiva». www.gazetaesportiva.com. Consultado em 20 de março de 2022 
  65. «Luciano faz de pênalti no fim, e São Paulo vence o Ayacucho de virada». www.uol.com.br. Consultado em 11 de abril de 2022 
  66. «Luciano marca no fim, e São Paulo vence de virada o Ayacucho na estreia na Sul-Americana». R7.com. 7 de abril de 2022. Consultado em 11 de abril de 2022 
  67. «Tricolor goleia o Athletico Paranaense na estreia do Brasileirão - SPFC». www.saopaulofc.net. Consultado em 11 de abril de 2022 
  68. «Luciano exalta torcida do São Paulo e traça meta no Brasileiro: "Vamos brigar pelo título mais uma vez"». ge. Consultado em 11 de abril de 2022 
  69. «Luciano renova contrato com o São Paulo até dezembro de 2024». ge. Consultado em 27 de abril de 2022 
  70. «São Paulo anuncia renovação de atacante Luciano até 2024». www.band.uol.com.br. Consultado em 27 de abril de 2022 
  71. «Na volta pra casa, Tricolor vence o Santos pelo Brasileirão - SPFC». www.saopaulofc.net. Consultado em 8 de maio de 2022 
  72. «SPFC: Luciano revela conversa com Calleri para definir batedor de pênalti». www.uol.com.br. Consultado em 8 de maio de 2022 
  73. «São Paulo x Santos: sobre responsáveis e irresponsáveis». Metrópoles. 3 de maio de 2022. Consultado em 8 de maio de 2022 
  74. «Opinião: Milton Neves - O SP jogou mais, mas só venceu o Santos por causa do indecente apito!». www.uol.com.br. Consultado em 8 de maio de 2022 
  75. «Luciano cita conversas com Muricy no São Paulo e comemora vitória: "Deixa o Santos reclamar"». ge. Consultado em 8 de maio de 2022 
  76. «SPFC sai na frente, mas lanterna Fortaleza empata com golaço de Pikachu». www.uol.com.br. Consultado em 14 de maio de 2022 
  77. «Com Luciano, do Corinthians, seleção brasileira é convocada para o Pan». Consultado em 12 de julho de 2015 
  78. Brasil derrota o Panamá e leva o bronze no futebol masculino
  79. Com dois gols de Luciano, Brasil conquista o bronze em Toronto
  80. [1]
  81. «Luciano São Paulo estatísticas - Pesquisa Google». www.google.com. Consultado em 13 de abril de 2021 
  82. «Luciano, do São Paulo, é o Jogador do Mês de novembro do Brasileirão Assaí». Confederação Brasileira de Futebol. Consultado em 23 de janeiro de 2022 
  83. «Luciano faz 18 gols e se torna o primeiro artilheiro do Brasileirão pelo São Paulo desde 2002». ge. Consultado em 23 de janeiro de 2022 
  84. «Luciano: artilheiro do Brasileirão 2020 - SPFC». www.saopaulofc.net. Consultado em 23 de janeiro de 2022 
  85. [2] Bola de Prata: Luciano vai de desacreditado a reforço do ano, 'salva' o São Paulo e recoloca o time na seleção do prêmio

Ligações externas[editar | editar código-fonte]