Raphael Veiga

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Raphael Veiga
Raphael Veiga
Raphael Veiga com o Palmeiras em 2022.
Informações pessoais
Nome completo Raphael Cavalcante Veiga
Data de nasc. 19 de junho de 1995 (26 anos)
Local de nasc. São Paulo (SP), Brasil
Nacionalidade brasileiro
Altura 1,78 m
canhoto
Informações profissionais
Clube atual Palmeiras
Número 23
Posição meio-campista e ponta-direita
Clubes de juventude
2004–2006
2007
2007
2008
2008–2009
2010–2013
2013–2016
Corinthians
Fundação
Mercedes-Benz
São Paulo
Portuguesa
Audax
Coritiba
Clubes profissionais
Anos Clubes
2016–2017
2017–
2018
Coritiba
Palmeiras
Athletico-PR (emp.)

Raphael Cavalcante Veiga, conhecido simplesmente como Raphael Veiga (São Paulo, 19 de junho de 1995), é um futebolista brasileiro que atua como meio-campista e ponta-direita. Atualmente, joga pelo Palmeiras.

Clubes[editar | editar código-fonte]

Início[editar | editar código-fonte]

Nascido em São Paulo, Veiga iniciou sua carreira em sua cidade natal mesmo, mas teve alguns obstáculos no início de sua história. Seu sonho de infância era o de ser goleiro e se espelhava em Marcos (ídolo do Palmeiras, clube para o qual Veiga torcia na infância), então fez seu primeiro teste no Corinthians aos nove anos,[1] onde passou mas ficou pouco tempo pelo fato de sua baixa estatura para goleiro e acabou dispensado. Não se deixando abater, Veiga foi novamente tentar um teste no Corinthians mas dessa vez como jogador de linha, tendo passado e jogado com Marquinhos e Caíque na base do clube. Permanceu no clube por dois anos, onde acabou dispensado.[2]

Depois disso ficou um tempo parado e voltou a atuar por clubes como Fundação e Mercedes-Benz, até ingressar no São Paulo, onde ficou por pouco tempo por ser longe de sua casa e pela falta de dinheiro para o transporte ao clube. Ainda passaria pela Portuguesa até parar novamente de atuar.[2] Depois de algum tempo parado, Raphael foi levado à praia por sua mãe contra sua vontade, e lá acabou encontrando um ex-técnico seu que o viu jogando futebol na praia e o convidou para atuar no Audax, onde passou no teste para atuar no clube de Osasco 2010, ficando no clube por quatro anos.[3]

Coritiba[editar | editar código-fonte]

Atuando pelo Audax, foi visto por um funcionário do Coritiba, que lhe fez um convite para atuar no clube, com Raphael aceitado o covite. Chegou em 2013. Foi um dos destaques do clube na conquista do Campeonato Paranaense Sub-18 de 2015 e ficando com a artilharia da Taça Federação Paranaense de Futebol no mesmo ano.[3]

Em fevereiro de 2016, foi integrado ao time profissional ano do Coxa por Gilson Kleina. Nessa época, Raphael também fazia faculdade de educação física, tendo que conciliar carreira no futebol e os estudos.[4] Raphael fez sua estreia pelo profissional do Coxa em 11 de março de 2016, na vitória de 3–0 sobre o Avaí em jogo da Copa da Primeira Liga. Já sua estreia pelo Brasileiro foi na vitória de 1–0 sobre Santa Cruz, tendo uma atuação elogiada.[5] Com sua transferência ao Palmeiras já confirmada, não foi relacionado no jogo da 37ª rodada contra o Vitória.[6] Fez ao todo 24 partidas e marcou 3 gols pelo clube.[7]

Palmeiras[editar | editar código-fonte]

Após a disputa do Campeonato Brasileiro de 2016, terminando-o como uma das revelações do campeonato, Raphael assinou contrato com o Palmeiras com vínculo até dezembro de 2021. O jogador marcou seu primeiro gol pela equipe alviverde no jogo contra a Chapecoense, válido como um amistoso, onde as duas equipes entraram em campo após o acidente aéreo na Colômbia.[8][9]

Atlético Paranaense[editar | editar código-fonte]

Em 2 de janeiro de 2018, foi anunciado o empréstimo de Veiga para o Atlético Paranaense, até o fim da temporada 2018.[10] Pelo time paranaense, foi campeão da Copa Sul-Americana de 2018.[11]

Retorno ao Palmeiras[editar | editar código-fonte]

Veiga com o Palmeiras em 2019.

Em 2019, o jogador retornou ao Palmeiras.[12] Em fevereiro de 2020, teve seu contrato renovado por mais duas temporadas, até o fim de 2023.[13]

Em 30 de janeiro de 2021, como meia titular da equipe, ajudou a levar o Palmeiras ao bicampeonato da Copa Libertadores da América, após vitória por 1 a 0 na final contra o Santos, disputada em jogo único, no Estádio do Maracanã. O segundo título do Palmeiras na Libertadores veio 21 anos após a conquista de 1999, com a equipe realizando a melhor campanha da competição.[14]

Assumidamente torcedor do Palmeiras desde a infância, Veiga, em carta aberta no Instagram dedicou o título ao avô, já falecido. Segundo o meia, ele foi um dos responsáveis para o jogador se tornar palmeirense.[15] Além disso, atribuiu o título do Palmeiras ao aprendizado após a derrota para o River Plate, nas semifinais, afirmando que a equipe soube "jogar a competição".[16]

Na Supercopa do Brasil de 2021, Raphael fez os 2 gols do Palmeiras no empate com o Flamengo no tempo normal por 2 a 2, além converter sua cobrança nas penalidades, mas o verdão acabou sendo derrotado por 6 a 5, terminando como vice-campeão.[17]

Em junho de 2021, Veiga renovou seu contrato com o Palmeiras por mais um ano, até o final de 2024.[18]

Poucos dias depois, em partida contra o Grêmio, no Allianz Parque, válida pelo Campeonato Brasileiro de 2021, Veiga marcou um gol com 15 segundos de jogo, o gol mais rápido da história do estádio.[19]

Raphael Veiga na disputa da final do Mundial de Clubes da FIFA 2021.

Em 27 de novembro de 2021, pela Final da Copa Libertadores da América de 2021 contra o Flamengo, Veiga abriu o placar para a equipe alviverde na partida, vencida pelo Palmeiras por 2–1 e que resultou no tricampeonato da equipe nesta competição em sua história.[20]

Em fevereiro de 2022, pela semifinal do Mundial de Clubes da FIFA contra o Al-Ahly, do Egito, Veiga abriu o placar para o Palmeiras. A partida acabou em uma vitória do Palmeiras por 2–0.[21] Na final da mesma edição, contra o Chelsea, Veiga marcou novamente, de pênalti, mas a partida terminou em derrota por 2–1 na prorrogação, deixando o Palmeiras com o vice-campeonato mundial.[22]

Nas finais do Campeonato Paulista de 2022, contra o São Paulo, Veiga fez o gol palmeirense na derrota por 3–1 no primeiro jogo da decisão.[23] No confronto final no Allianz Parque, o meia marcou mais dois gols na virada por 4–0 e foi eleito o melhor da partida, conquistando o Paulistão de 2022.[24] Com esses tentos, Raphael Veiga se tornou o jogador que mais marcou em finais pelo Palmeiras na história, com nove gols, e fez gols em quatro decisões consecutivas pelo clube.[25][26]

No dia 3 de maio de 2022, Veiga marcou três gols na vitória por 5–0 sobre o Independiente Petrolero e se isolou como o maior artilheiro do Palmeiras na Libertadores, chegando a 14 gols marcados.[27]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Atualizado até 17 de agosto de 2021.[28]

Clubes[editar | editar código-fonte]

Equipe Temporada Campeonato
nacional
Copa
nacional[a]
Competições
continentais[b]
Outros
torneios[c]
Total
Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist.
Coritiba 2016 19 3 3 1 0 0 3 0 0 1 0 0 24 3 3
Total 19 3 3 1 0 0 3 0 0 1 0 0 24 3 3
Palmeiras 2017 11 0 1 1 0 0 1 0 0 9 2 1 22 2 2
2019 19 3 2 1 0 0 6 1 0 5 1 0 31 5 2
2020 26 11 1 8 4 2 10 2 1 13 1 0 57 18 4
2021 31 10 4 2 0 0 12 5 2 7 3 0 52 18 6
2022 5 0 3 2 1 0 3 6 0 17 10 4 27 17 7
Total 92 24 11 14 5 2 32 14 3 51 17 5 189 60 21
Athletico Paranaense (emp.) 2018 31 7 6 7 0 0 10 2 2 48 9 8
Total 31 7 6 7 0 0 10 2 2 0 0 0 48 9 8
Total na carreira 142 34 20 22 5 2 45 16 5 52 17 5 261 72 32

Títulos[editar | editar código-fonte]

Atlético Paranaense
Palmeiras

Prêmios individuais[editar | editar código-fonte]

Artilharias[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Raphael Veiga no Corinthians? Meia do Palmeiras já tentou ser goleiro e foi dispensado por rival». ge. Consultado em 15 de abril de 2022 
  2. a b «Voando no Palmeiras, Raphael Veiga já foi reprovado no Corinthians... Como goleiro». ESPN.com. 19 de novembro de 2020. Consultado em 15 de abril de 2022 
  3. a b SilvaCuritiba, Por Monique. «Base, espera e confiança: Raphael Veiga agarra chance no Coritiba». globoesporte.com. Consultado em 15 de fevereiro de 2022 
  4. GloboEsporte.comCuritiba, Por. «Estudante de educação física, Raphael Veiga é promovido ao grupo do Coxa». globoesporte.com. Consultado em 15 de fevereiro de 2022 
  5. GloboEsporte.comRecife, Por. «Raphael Veiga ganha elogios do treinador em sua estreia no Brasileiro». globoesporte.com. Consultado em 15 de fevereiro de 2022 
  6. GloboEsporte.comCuritiba, Por. «Sem despedida: Raphael Veiga fica fora do duelo do Coritiba com o Vitória». globoesporte.com. Consultado em 15 de fevereiro de 2022 
  7. «Raphael Veiga não é relacionado e não deve mais jogar pelo Coxa | Coritiba, De Letra». Tribuna do Paraná. 28 de novembro de 2016. Consultado em 15 de fevereiro de 2022 
  8. «Palmeirense e fã de Alex e São Marcos, Raphael Veiga assina até o fim de 2021». Palmeiras. 19 de dezembro de 2016. Consultado em 19 de dezembro de 2016 
  9. «Palmeiras anuncia contratação do meia Raphael Veiga, destaque do Coritiba». Espn. 19 de dezembro de 2016. Consultado em 19 de dezembro de 2016 
  10. «Petraglia confirma meia Raphael Veiga, do Palmeiras, como reforço do Atlético-PR». GloboEsporte. 2 de Janeiro de 2018. Consultado em 2 de Janeiro de 2018 
  11. «Raphael Veiga confirma retorno ao Palmeiras após título da Sul-Americana». Gazeta Esportiva. 13 de dezembro de 2018. Consultado em 22 de junho de 2021 
  12. Com telefonema de Felipão, Raphael Veiga volta ao Palmeiras com novo status Portal Globo Esporte - acessado em 5 de novembro de 2019
  13. [1] Palmeiras renova contrato de Raphael Veiga por mais duas temporadas: "Valorizado"
  14. «Obsessão é verde! Palmeiras vence o Santos e conquista o bi da Libertadores». GloboEsporte.com. 30 de janeiro de 2021. Consultado em 6 de fevereiro de 2021 
  15. «Raphael Veiga dedica título a avô: 'Sem o senhor, não seria palmeirense'». UOL Esportes. 30 de janeiro de 2021. Consultado em 6 de fevereiro de 2021 
  16. «Veiga valoriza derrota para o River antes de título do Palmeiras: "Aprendizado muito grande"». Globo Esporte. 30 de janeiro de 2021 
  17. «Atuações: Raphael Veiga e Weverton se destacam em bom jogo do Palmeiras em Brasília». ge. Consultado em 11 de abril de 2021 
  18. «VERDÃO GARANTE WILLIAN PARA 2022; ZÉ RAFAEL, VEIGA E RONY TAMBÉM RENOVAM CONTRATOS». Palmeiras. 26 de junho de 2021. Consultado em 26 de junho de 2021 
  19. «Veiga faz o gol mais rápido do estádio do Palmeiras; recorde anterior durou só dois dias». Globo Esporte. 7 de julho de 2021. Consultado em 8 de julho de 2021 
  20. «A América continua verde! Palmeiras bate Flamengo e leva o tri da Libertadores; assista à festa do título». Globo Esporte. 27 de novembro de 2021. Consultado em 27 de novembro de 2021 
  21. «Com show de Veiga e Dudu, Palmeiras vence o Al Ahly e avança à final do Mundial». Só Notícias. 8 de fevereiro de 2022. Consultado em 8 de fevereiro de 2022 
  22. «Veiga anota o 1º gol de time sul-americano na final do Mundial desde 2012». www.uol.com.br. Consultado em 13 de fevereiro de 2022 
  23. «Raphael Veiga diminui vantagem do São Paulo e mantém Palmeiras na briga: "Tenho muita confiança"». GE. 31 de março de 2022. Consultado em 5 de abril de 2022 
  24. «Herói do título, Veiga exalta Palmeiras e manda recado: 'Nunca cantar vitória antes'». Nosso Palestra. 3 de abril de 2022. Consultado em 5 de abril de 2022 
  25. «O senhor das finais: Raphael Veiga brilha de novo e marca na quarta decisão seguida pelo Palmeiras». GE. 4 de abril de 2022. Consultado em 5 de abril de 2022 
  26. «VEIGA DECIDE, LIQUIDA COM GOLS E AMPLIA MARCA COMO MAIOR ARTILHEIRO EM FINAIS DA HISTÓRIA DO PALMEIRAS». Palmeiras. 3 de abril de 2022. Consultado em 6 de maio de 2022 
  27. «Veiga faz três gols na Bolívia e se torna maior artilheiro da história do Palmeiras na Libertadores». ge. 3 de maio de 2022. Consultado em 5 de maio de 2022 
  28. «Perfil de Raphael Veiga». Soccerway. Consultado em 20 de agosto de 2021 
  29. Bola de Ouro: Raphael Veiga é eleito o Craque da Copa do Brasil 2020
  30. Com Weverton, Gómez e Felipe Melo, Copa do Brasil divulga seleção da final
  31. «Raphael Veiga, do Palmeiras, é eleito o craque do mês de outubro no Campeonato Brasileiro». GE. 12 de novembro de 2021. Consultado em 12 de novembro de 2021 
  32. Seleção da Libertadores 2021 tem maioria de jogadores do campeão Palmeiras
  33. Seleção do Brasileirão é definida com 3 jogadores do Palmeiras; CBF fará premiação
  34. Eleito melhor meia do Brasileirão pelo Bola de Prata, Raphael Veiga, do Palmeiras, almeja Seleção
  35. [2]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]