Bérgson Gustavo Silveira da Silva

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita referências, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde junho de 2017). Ajude a inserir fontes confiáveis e independentes. Material controverso que esteja sem fontes deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Bérgson
Informações pessoais
Nome completo Bérgson Gustavo Silveira da Silva
Data de nasc. 9 de fevereiro de 1991 (28 anos)
Local de nasc. Alegrete (RS), Brasil
Nacionalidade brasileiro
Altura 1, 80 m
Ambidestro
Apelido Berg, BergShow
Informações profissionais
Período em atividade 2009–presente
Clube atual Ceará
Número 77
Posição Atacante
Clubes de juventude
2004–2006
2006–2008
Internacional
Grêmio
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2009–2015
2011
2011
2012
2013
2013
2013
2014
2015
2015
2016
2017
2018–2019
2019–
Grêmio
Suwon Bluewings (emp.)
Vila Nova (emp.)
Ypiranga (emp.)
Braga B (emp.)
Juventude (emp.)
Portuguesa (emp.)
Chapecoense (emp.)
Busan IPark (emp.)
Náutico (emp.)
Náutico (emp.)
Paysandu (emp.)
Athletico Paranaense
Ceará
0015 0000(0)
0010 0000(0)
0006 0000(0)
0003 0000(2)
0002 0000(0)
0018 0000(6)
0016 0000(2)
0019 0000(3)
0008 0000(0)
0018 0000(4)
0031 0000(9)
0047 000(28)
0042 000(11)
0019 0000(3)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 7 de novembro de 2019.

Bérgson Gustavo Silveira da Silva, mais conhecido como Bérgson ou Bérg, (Alegrete, 9 de fevereiro de 1991), é um futebolista brasileiro que atua como atacante. Atualmente defende o Ceará.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Bérgson iniciou a carreira em 2004, na categoria infantil do Internacional.[1] Sem espaço no clube, transferiu-se para o Grêmio em 2006. Em 2009 disputou seu primeiro Campeonato Brasileiro de Futebol Sub-20 e em 2010 a sua primeira Copa São-Paulo de Futebol Júnior, sendo um dos destaques da campanha do time gaúcho. Em dezembro de 2009 atuou pela primeira vez pelo time principal. Foi protagonista de uma grande polêmica quando entrou no jogo da última rodada do Campeonato Brasileiro de 2009 contra o Flamengo, quando teria dito ao jogador Douglas Costa a frase: "Parou.. Não chuta mais no gol!" e que até hoje não foi muito bem esclarecido. Na situação o rival, Sport Club Internacional seria campeão brasileiro caso o Grêmio não perdesse a partida, o que obviamente aconteceu. Com a vitória pelo placar de 2x1 o Flamengo sagrou-se campeão e as duas torcidas saíram felizes do estádio.

Em 2010 foi promovido ao plantel profissional, tendo poucas chances no time titular pela sua falta de experiência e pela concorrência com jogadores de mais renome no futebol nacional. Em 2010, Bérgson sofreu com a concorrência, pois o Grêmio estava recheado de atacantes, como Borges, Leandro, Jonas, André Lima e William.

No início de 2011 foi emprestado pelo Grêmio ao Suwon Samsung Bluewings, clube da Coreia do Sul. Porém, sem conseguir se firmar, o jogador acertou seu retorno ao Grêmio no mesmo ano.[2]

Em 26 de julho de 2011 foi anunciado seu empréstimo ao Vila Nova até o final do ano.[3]

No início de 2012 reapresentou-se ao Grêmio e passou a treinar em separado, fora dos planos do tricolor gaúcho, até ser emprestado, em 04 de janeiro de 2012, ao Ypiranga de Erechim para a disputa do Campeonato Gaúcho.

Em 2013 foi emprestado ao Juventude, em retribuição à contratação de 5 jogadores pelo Grêmio, havendo cláusula de rescisão, em seu contrato, caso haja interesse por algum clube das Séries "A" ou "B", após o Gauchão.[4] No dia 20 de agosto de 2013, foi anunciado como reforço da Portuguesa para a sequência do Brasileirão 2013.[5]

Em 2014, foi emprestado novamente, desta vez, para a Chapecoense.

Em janeiro de 2015, foi emprestado, para o Busan IPark. Na metade do ano foi contratado pelo Náutico para disputar a Série B 2015. No timbu marcou 4 gols incluindo um no clássico contra o Santa Cruz em pleno Arruda para empatar o jogo em 1 a 1, jogo que o Náutico venceria por 3 a 1. Em 2016 renovou o seu vínculo com o time pernambucano e disputou o Campeonato Pernambucano a Copa do Brasil e o Brasileiro Série B.

Ainda em 2016, foi anunciado como reforço do Paysandu para a temporada de 2017, na qual sagrou-se campeão e artilheiro do BanParazão 2017 com 10 gols, sendo que, três gols foram marcados nas duas partidas das finais do campeonato contra o maior rival do Paysandu, o Remo.

Em 2017, foi um dos artilheiros do campeonato brasileiro da Série B, com 16 gols jogando pelo Paysandu. Após o final do campeonato, já em dezembro, foi anunciado como reforço do Athletico Paranaense para a temporada de 2018.

Após o Campeonato Paranaense, Bérgson rescindiu seu contrato com o Athletico Paranaense, e acertou por 2 anos, com o Ceará.[6]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Paysandu
Athletico Paranaense

Base[editar | editar código-fonte]

Grêmio

Prêmio individuais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Pérolas do Olímpico». placar.abril.com.br  Revista Placar, acessado em 7 de fevereiro de 2014
  2. clicRBS. «Sem perspectivas na Coreia, Bergson retorna ao Grêmio». Consultado em 15 de julho de 2011 
  3. clicRBS. «Grêmio empresta Bergson para o Vila Nova e Mateus Magro para o Caxias». Consultado em 26 de julho de 2011 
  4. UOL Esporte. «Grêmio retribui Juventude e empresta atacante Bergson até o fim do ano». Consultado em 3 de janeiro de 2013 
  5. Estadão. «Lusa contrata atacante Bérgson e meia Carlos Alberto». Consultado em 21 de agosto de 2013 
  6. Bergson rescinde com Athletico-PR e acerta com Ceará por dois anos

Ligações externas[editar | editar código-fonte]