Reinaldo Manoel da Silva

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Reinaldo
Reinaldo
Reinaldo com o São Paulo em 2022.
Informações pessoais
Nome completo Reinaldo Manoel da Silva
Data de nasc. 28 de setembro de 1989 (32 anos)
Local de nasc. Porto Calvo (AL), Brasil
Nacionalidade brasileiro
Altura 1,79 m
canhoto
Apelido Kingnaldo,[1] Tiririca,[2] Rei dos pênaltis
Informações profissionais
Clube atual São Paulo
Número 6
Posição lateral-esquerdo
Clubes de juventude
2009 Atlético Sorocaba
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2010–2013
2011–2012
2012–2013
2013
2014–
2016
2017
Penapolense
Paulista (emp.)
Sport (emp.)
São Paulo (emp.)
São Paulo
Ponte Preta (emp.)
Chapecoense (emp.)
0023 0000(4)
0019 0000(3)
0041 0000(5)
0037 0000(2)
0313 000(28)
0051 0000(4)
0065 0000(9)


2 Partidas e gols totais pelos
clubes, atualizadas até 30 de junho de 2022.

Reinaldo Manoel da Silva, mais conhecido apenas como Reinaldo[3] (Porto Calvo, 28 de setembro de 1989), é um futebolista brasileiro que atua como lateral-esquerdo. Atualmente joga pelo São Paulo.

Reinaldo foi eleito o melhor lateral-esquerdo do Campeonato Brasileiro em 2018 e 2019.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Início[editar | editar código-fonte]

De origem humilde, Reinaldo trabalhava como pedreiro quando decidiu se aventurar no futebol, iniciando sua trajetória no Atlético Sorocaba.[4][5]

Penapolense[editar | editar código-fonte]

Revelado pela Penapolense, Reinaldo foi emprestado em 2011 para o Paulista, mas foi só em sua segunda passagem pelo clube, em 2012, que se destacou, marcando 3 gols durante a temporada.[6]

Sport[editar | editar código-fonte]

Em 16 de maio de 2012, foi emprestado ao Sport onde, pelo Brasileirão daquele ano, disputou 24 partidas. Também jogou o início do Campeonato Pernambucano de 2013. A relação da torcida do Sport com o jogador, ao momento de sua saída, andava estremecida. E parte da torcida, insatisfeita com o momento do jogador e do clube, havia lhe alcunhado de "Ruim-Naldo", assim como também utilizaram o mesmo apelido para o volante Rithely (Ruim-Thely), entretanto ambos provaram os seus valores no futebol nacional e amadureceram em suas posições.[7]

São Paulo[editar | editar código-fonte]

2013[editar | editar código-fonte]

Acertou com o São Paulo em 30 maio de 2013, assinando um vínculo de empréstimo ao Tricolor até o fim do ano, e teve fixado em contrato a opção de compra de 50% de seus direitos econômicos.[8][9][10]

Estreou pelo Tricolor em 29 de junho de 2013, num amistoso que terminou em derrota para o Flamengo por 1–0.[11] Fez sua estreia como titular no clássico Majestoso no dia 28 de julho, no Pacaembu.

Após a excursão realizada pelo time à Europa e ao Japão, entre o final de julho e o início de agosto, Reinaldo foi bem avaliado pelo então técnico Paulo Autuori, que promoveu o atleta à titularidade, em detrimento de Clemente Rodríguez, que chegara ao clube para ser o dono da posição,[12] a ponto de realizar oito jogos em 22 dias com a camisa são-paulina.[13]

Em 25 de agosto, na vitória por 2–1 diante do Fluminense, no Estádio do Morumbi, pelo Brasileirão, coincidentemente a que colocou fim a um jejum de 12 partidas sem vitória do clube na competição, Reinaldo marcou seu primeiro gol com a camisa são-paulina.[14]

Reinaldo se tornou um dos símbolos da reação são-paulina contra o rebaixamento na competição. Em 03 de setembro de 2013, o lateral foi o responsável por assistir Aloísio no gol solitário que, fora de casa, deu a vitória ao clube sobre o Náutico.[15]

Fez seu segundo gol com a camisa Tricolor contra o Cruzeiro, em uma grande vitória em pleno Mineirão, fazendo o segundo tento que decretou o triunfo por 2–0.[carece de fontes?]

No dia 30 de novembro de 2013, após avaliar o jogador e elogiá-lo, o São Paulo comprou 80% dos direitos econômicos do atleta e prorrogou o vínculo com o atleta até o fim de 2017.[carece de fontes?]

2014[editar | editar código-fonte]

Sabendo de sua permanência, Reinaldo prometeu trabalhar mais em 2014 e permanecer na equipe titular, o que não aconteceu, pois o titular absoluto da posição era o uruguaio Álvaro Pereira.[carece de fontes?]

Ponte Preta[editar | editar código-fonte]

No dia 8 de fevereiro de 2016, foi anunciado um empréstimo de um ano de duração para a Ponte Preta.[16]

No dia 27 de fevereiro de 2016 o tão criticado e vaiado pela torcida do São Paulo, Reinaldo, emprestado para a Ponte Preta no início de fevereiro, o lateral-esquerdo fez o gol da vitória do time do interior sobre o rival tricolor por 1–0 em casa, pela sétima rodada da fase de grupos do Campeonato Paulista.[17]

Teve boas atuações no Brasileirão 2016, e foi um dos destaques da Ponte no campeonato.[carece de fontes?]

Chapecoense[editar | editar código-fonte]

Em 22 de dezembro de 2016, Reinaldo renovou e foi cedido por um ano para a Chapecoense.[18] Marcou um gol histórico pela Chape, na estreia do time catarinense na Copa Libertadores da América 2017, fazendo gol de falta contra o Zulia. E a Chape venceu por 2–1 fora de casa, e foi a primeira vitória do time na Libertadores. Se tornou um dos jogadores mais importantes da Chape, com boas atuações, chamando sempre a responsabilidade. O ano de 2017 do lateral teve altos e baixos, esteve sempre a disposição e ajudando o time, ganhando até o apelido de ''Kingnaldo'' pela torcida.[19] Na partida contra o Vasco da Gama em São Januário, Reinaldo marcou um golaço por cobertura, garantindo o empate da Chapecoense por 1–1 no Campeonato Brasileiro.[20] Na temporada de 2017 Reinaldo marcou 9 gols e deu 15 assistências,[21] sendo assim o lateral com mais assistências do futebol brasileiro na temporada de 2017.

Retorno ao São Paulo[editar | editar código-fonte]

2018[editar | editar código-fonte]

Após um grande ano na Chapecoense, retornou ao São Paulo para a temporada de 2018, onde também renovou seu contrato até o fim de 2020.[22]Em 21 de julho, foi o grande destaque ao marcar dois gols na vitória por 3–1 sobre o Corinthians.[23]

2019[editar | editar código-fonte]

Reinaldo pelo São Paulo em 2019.

Em 2019 Reinaldo passou a ser um dos principais jogadores do Tricolor, aparentando ser muito versátil e decisivo. Ao todo marcou 5 gols em 55 jogos, sendo todos no Brasileirão.

2020[editar | editar código-fonte]

Em 2020 sobre o comando de Fernando Diniz foi titular em praticamente todos os jogos da temporada. Teve grande destaque na ótima fase do time, quando liderava o Brasileiro (o time acabou perdendo a liderança nas rodadas finais[24]) com 8 gols (6 no Campeonato Brasileiro, 1 no Paulistão e 1 na Libertadores) e 11 assistências (6 no Campeonato Brasileiro, 2 no Paulistão, 2 na Libertadores e 1 na Copa do Brasil) em 57 jogos.

2021[editar | editar código-fonte]

A temporada 2021 foi bastante balanceada para o lateral. Reinaldo foi ao decorrer do ano um dos líderes do elenco pelo grande tempo dentro da instituição. A ótima fase do São Paulo no começo da temporada atingiu Reinaldo, que teve boas partidas nos jogos. No Campeonato Paulista marcou 1 gol e deu 3 assistências, sendo premiado no final com o título do campeonato, o primeiro de Reinaldo na história do clube.[25] Além do título o lateral foi coroado o melhor da posição naquela edição.[26] Já na Copa Libertadores fez um gol e deu uma assistência.

Reinaldo ao contrário da temporada anterior foi muitas vezes criticado pela torcida. O jogador chegou até a ser testado como zagueiro pelo técnico Hernán Crespo, porém não foi bem e não agradou os torcedores. Foi algumas vezes na temporada deixado como reserva para o jovem Welington. O lateral não foi bem no Brasileirão e na Copa do Brasil, competições que o São Paulo não atingiu seus objetivos e foi muito mal. O atleta dividia opiniões na torcida, um lado pedia a saída do lateral e o outro pedia sua permanência.

Reinaldo em 2021 disputou 52 jogos, fez 4 gols e deu 11 assistências.

2022[editar | editar código-fonte]

Após alguns jogos começando como banco no Paulistão de 2022, até mesmo sendo considerado o reserva da lateral-esquerda para o agora titular Léo, Reinaldo foi entrando bem em algumas partidas até que em 28 de fevereiro, uma das partidas que entrou como titular, jogou muito bem e marcou de pênalti o primeiro gol do São Paulo na vitória por 2x1 sobre o Água Santa.[27]

Em 13 de março, Reinaldo foi eleito o melhor jogador da vitória são-paulina por 3x0 sobre o Mirassol, pelo Paulistão, após marcar 1 gol e conceder 1 assistência para o gol do argentino Rigoni. Nas ocasiões, Reinaldo cobra um pênalti marcado com cerca de 20 minutos do primeiro tempo com perfeição e abre o marcador para o São Paulo, após isso aos 19 minutos do segundo tempo, Reinaldo disparou pela esquerda e cruzou para Rigoni marcar o segundo gol.[28] Chegou a uma incrível marca de partidas sem perder pênaltis consecutivas, visto que o lateral não perdera uma penalidade desde 25 de setembro de 2019, quando errou contra o Goiás sob o goleiro Tadeu. Desde essa partida, Reinaldo havia, até o momento da partida contra o Mirassol, cobrado 14 pênaltis e sendo preciso em todos os 14.

Em 16 de março, Reinaldo completou 330 jogos pelo São Paulo, se tornando juntamente com Hernanes o 3º jogador com mais partidas pelo clube no século XXI, atrás apenas de Luís Fabiano (com 352 partidas) e Rogério Ceni (com 906 partidas).[29][30] Na partida, contra o Manaus pela Copa do Brasil, Reinaldo jogou muito bem e deu uma assistência para o gol de Diego Costa, na cobrança de escanteio.[31]

Em 20 de abril, pela 3ª fase da Copa do Brasil, Reinaldo marcou nos minutos finais, de pênalti, o gol de empate do São Paulo contra o Juventude.[32] Na partida, o time gaúcho havia aberto 2x0 no placar, porém com gols de Arboleda e do lateral, o Tricolor buscou o empate.[33]

Em 28 de abril, pela 3ª rodada da fase de grupos da Sul-americana, Reinaldo marcou o gol de desempate e o segundo do São Paulo na vitória por 3x1 sobre o Jorge Wilstermann, na Bolívia. Como todos os seus outros gols na temporada, o lateral marcou de pênalti.[34]

Em 30 de junho, Reinaldo completou 350 jogos pelo São Paulo na vitória por 4x2 sobre a Universidad Católica, válida pelo jogo de ida das oitavas da Copa Sul-americana, no Chile. Reinaldo marcou, mais uma vez de pênalti, o primeiro gol do São Paulo no jogo.[35][36]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Até 30 de junho de 2022.

Clube Temporada Campeonato
Nacional
Copa
Nacional
Competição
Internacional¹
Campeonato Estadual Outros
Torneios²
Total
Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols
São Paulo 2013 26 2 0 0 5 0 0 0 6 0 37 2
2014 17 1 0 0 1 0 6 0 0 0 24 1
2015 23 1 5 0 7 1 9 0 2 0 46 2
2018 31 2 3 0 4 0 10 1 0 0 48 3
2019 35 5 1 0 2 0 15 1 2 0 55 5
2020 35 6 5 0 7 1 10 1 0 0 57 8
2021 30 2 5 0 5 1 12 1 0 0 52 4
2022 10 1 5 1 6 2 10 2 0 0 31 6
Total 207 20 24 1 37 5 67 6 10 0 350 30
Ponte Preta 2016 32 2 7 0 0 0 12 2 0 0 51 4
Total 32 2 7 0 0 0 12 2 0 0 51 4
Chapecoense 2017 34 5 1 0 10 3 18 1 2 0 65 9
Total 34 5 1 0 10 3 18 1 2 0 65 9

¹Em competições continentais, incluindo jogos e gols da Copa Sul-Americana e Recopa Sul-Americana.
²Em outros, incluindo jogos e gols em amistosos, Copa Audi, Eusébio Cup, Copa Suruga Bank, Super Series, Primeira Liga e Florida Cup.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Penapolense
Paulista
São Paulo
Chapecoense

Prêmios Individuais[editar | editar código-fonte]

Chapecoense
São Paulo

Referências

  1. «Após sair do São Paulo, ele virou 'Kingnaldo' e desperta cobiça do Corinthians: 'Ano muito especial'». ESPN. Consultado em 21 de setembro de 2021 
  2. «Fora dos gramados, Reinaldo adora a família e tem pique de galã». Folha Regional Votuporanga. 26 de agosto de 2018. Consultado em 21 de setembro de 2021 
  3. «Perfil no site do São Paulo» 
  4. Fernando Henrique (26 de Agosto de 2013). «Após começo de desconfiança do torcedor, Reinaldo vira solução para lateral tricolor». Vavel. Consultado em 12 de Junho de 2021 
  5. Paulo, Por Carlos Augusto Ferrari São. «Da obra para o Morumbi: ex-pedreiro, Reinaldo festeja: 'Quase não dormi'». globoesporte.com. Consultado em 8 de junho de 2021 
  6. «Reinaldo Summary». SOCCERWAY. 2021. Consultado em 12 de Junho de 2021 
  7. «Reinaldo, ex-Paulista, comemora acerto com Sport». Lance!. Consultado em 2 de junho de 2020 
  8. «São Paulo aguarda junho para contratar lateral Reinaldo, do Sport». esporte.uol.com.br. 29 de maio de 2013. Consultado em 30 de maio de 2013 
  9. «São Paulo acerta com lateral-esquerdo Reinaldo, do Sport». Lancenet.com.br. 29 de maio de 2013. Consultado em 30 de maio de 2013 
  10. «Reinaldo não deve renovar com o Sport e pode aparecer no São Paulo». esportes.terra.com.br. 29 de maio de 2013. Consultado em 30 de maio de 2013 
  11. «Após estreia, Reinaldo quer primeiro título - Band.com.br». esporte.band.uol.com.br. Consultado em 8 de junho de 2021 
  12. «Reinaldo ganha vaga após excursão, e Autuori pensa em Clemente pela direita». www.uol.com.br. Consultado em 8 de junho de 2021 
  13. «Página não encontrada – Sambafoot». Sambafoot. Consultado em 8 de junho de 2021 
  14. Sal grosso para espantar a crise no Morumbi antes de São Paulo x Flu
  15. Náutico perde para o São Paulo por 1 a 0 e se afunda na lanterna da Série A
  16. «Ponte fecha acordo com São Paulo e anuncia empréstimo de Reinaldo». 8 de fevereiro de 2016. Consultado em 8 de fevereiro de 2016 
  17. «'Lei do ex': Reinaldo marca, e Ponte Preta derrota o São Paulo pelo Campeonato Paulista». ESPN. Consultado em 8 de junho de 2021 
  18. Reinaldo renova com o São Paulo e jogará por empréstimo na Chape
  19. «Vida longa ao rei? De mal com a torcida, Kingnaldo garante: "Vai acabar em amor"». Globoesporte 
  20. «Reinaldo admite sorte no lance do gol da Chape: "Fui tentar cruzar" - Gazeta Esportiva». www.gazetaesportiva.com. Consultado em 1 de outubro de 2017 
  21. «Chapecoense joga toalha, e São Paulo tem acerto verbal por renovação de Reinaldo». Globoesporte 
  22. «Reinaldo renova contrato com o São Paulo até o fim de 2020». Globoesporte 
  23. «A noite do King: Reinaldo faz dois e dá vitória ao São Paulo no clássico contra o Corinthians». Globoesporte 
  24. «Passagem de Diniz teve eliminações, liderança e 'entreveros'». Terra. Consultado em 22 de janeiro de 2022 
  25. «Fim do jejum! São Paulo bate o Palmeiras e conquista o Campeonato Paulista após 16 anos». Lance!. Consultado em 22 de janeiro de 2022 
  26. «Campeão, São Paulo domina seleção do Paulistão 2021; Benítez se destaca - Gazeta Esportiva». www.gazetaesportiva.com. Consultado em 22 de janeiro de 2022 
  27. «Água Santa 1 x 2 São Paulo: Calleri faz de bicicleta, e Tricolor vira líder de Grupo B do Paulistão | Goal.com». www.goal.com. Consultado em 28 de fevereiro de 2022 
  28. Soares, Pedro (13 de março de 2022). «Rigoni desencanta, Reinaldo em tarde inspirada: confira as estatísticas da vitória». Arquibancada Tricolor. Consultado em 13 de março de 2022 
  29. «Reinaldo: terceiro jogador com mais partidas pelo Tricolor no século XXI - SPFC». www.saopaulofc.net. Consultado em 17 de março de 2022 
  30. «Reinaldo atinge a marca de terceiro jogador com mais partidas pelo São Paulo no século XXI». Lance!. Consultado em 17 de março de 2022 
  31. «ATUAÇÕES: Éder e Diego Costa marcam, Reinaldo vai bem e São Paulo se classifica na Copa do Brasil». R7.com. 16 de março de 2022. Consultado em 17 de março de 2022 
  32. «Destaque do São Paulo contra o Juventude, Reinaldo festeja reação: 'Empate bom'». Terra. Consultado em 22 de abril de 2022 
  33. «Reinaldo marca de pênalti no fim, e São Paulo empata com Juventude fora de casa na Copa do Brasil». Lance!. Consultado em 22 de abril de 2022 
  34. «São Paulo vence Wilstermann na altitude e se mantém 100% na Sul-Americana». www.uol.com.br. Consultado em 1 de maio de 2022 
  35. «Reinaldo vibra com gol marcado em seu 350º jogo pelo São Paulo». ESPN.com. 1 de julho de 2022. Consultado em 2 de julho de 2022 
  36. «Com três expulsos, São Paulo vence a Universidad Católica no Chile - SPFC». www.saopaulofc.net. Consultado em 2 de julho de 2022 
  37. «Troféu Mesa Redonda 2020 – Vote e escolha». trofeumesaredonda.com.br. Consultado em 8 de junho de 2021 
  38. «Acompanhe os melhores momentos do Troféu Mesa Redonda - Gazeta Esportiva». www.gazetaesportiva.com. Consultado em 8 de junho de 2021 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]