Lucca (futebolista)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Lucca
Informações pessoais
Nome completo Lucca Borges de Britos
Data de nasc. 14 de fevereiro de 1990 (29 anos)
Local de nasc. Palmas (TO), Brasil
Nacionalidade brasileiro
Altura 1,78 m
Destro
Informações profissionais
Período em atividade 2006–presente (13 anos)
Clube atual Bahia
Número 11
Posição Atacante
Clubes de juventude
1998–2006
Palmas
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2006–2009
2009–2014
2011
2013
2015–
2017
2018
2018–2019
2019–
Palmas
Criciúma
Chapecoense (emp.)
Cruzeiro (emp.)
Corinthians
Ponte Preta (emp.)
Internacional (emp.)
Al-Rayyan (emp.)
Bahia (emp.)
00059 000(21)
00110 000(28)
00005 0000(1)
00011 0000(2)
00069 000(12)
00061 000(24)
00015 0000(2)
00024 000(12)
00001 0000(0)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 20 de julho de 2019.

Lucca Borges de Brito, mais conhecido como Lucca (Alto Parnaíba, 14 de fevereiro de 1990), é um futebolista brasileiro que atua como atacante. Atualmente joga pelo Bahia.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Início[editar | editar código-fonte]

Lucca começou sua carreira pelas categorias de base do Palmas-TO aos 8 anos de idade, Sendo profissionalizado pelo próprio Palmas em 2006, tornou-se campeão estadual do Tocantins pelo Palmas em 2007, sendo o principal jogador da equipe. Em 2009, chegou ao time profissional do Criciúma.

Criciúma[editar | editar código-fonte]

Em 2010, integrando a equipe principal do Tigre, começou em alta nas três primeiras partidas do Campeonato Catarinense, mas isso acabou sendo interrompido devido o jogador ter rompido o ligamento do joelho direito, e acabando ficando fora do campeonato. Lucca voltou no ano seguinte mas acabou se lesionando novamente, ao quebrar clavícula em partida contra o Marcílio Dias.[1]

Chapecoense[editar | editar código-fonte]

Em 27 de junho do mesmo ano, Lucca foi emprestado a Chapecoense para a disputa da Série C de 2011.

Retorno ao Criciúma[editar | editar código-fonte]

Voltou ao Criciúma em 2012 após ser emprestado, temporada em que Lucca foi um dos destaques do Criciúma na campanha do retorno do time a elite do futebol brasileiro, mas Lucca acabou rompendo só que dessa os ligamentos do joelho esquerdo, em partida contra o ABC em que o Criciúma venceu por 2 a 0, em que Lucca marcou um dos gols.[2] A classificação para a Série A de 2013 veio no empate por 0 a 0 diante do Atlético Paranaense jogando em casa, Lucca mesmo de muletas esteve presente na comemoração da classificação do acesso, ao aparecer Lucca foi muito ovacionado pela torcida.[3] Com a boa campanha que realizou durante toda Série B até se lesionar, Lucca rendeu muito interesse de clubes grandes como Flamengo, Cruzeiro, Corinthians e São Paulo em querer contratá-lo.[4]

Cruzeiro[editar | editar código-fonte]

Após muitas negociações, no dia 5 de janeiro de 2013, Lucca foi anunciado como novo reforço do Cruzeiro para a temporada de 2013. [5] Após quase sete meses fora dos gramados, Lucca estreou pelo Cruzeiro marcando gol na goleada por 4 a 0 contra o Resende, em partida válida pela Copa do Brasil.[6]

Volta ao Criciúma[editar | editar código-fonte]

No dia 14 de setembro de 2014, acertou seu retorno para o Criciúma[7] por empréstimo. Em janeiro de 2015, o time catarinense comprou o jogador novamente do Cruzeiro.

Corinthians[editar | editar código-fonte]

Em 15 de setembro de 2015, após uma oferta irrecusável do Corinthians, o Criciúma cedeu o jogador por empréstimo ao clube alvinegro até o final do Campeonato Paulista de 2016, com opção de compra.[8] Sua estreia pelo time corintiano foi contra o Santos, substituindo Malcom aos 33 do segundo tempo, e participando do segundo gol. Marcou seu primeiro gol contra o Atlético Mineiro, em jogo importante para garantir a liderança dos paulistas, visto que os mineiros buscavam diminuir a diferença de pontuação entre os dois. Na partida seguinte, marcou novamente, dando a liderança ao Timão no final da partida, após uma atuação fraca de seu time contra o Coritiba.

Com atuações importantes, Lucca vem ganhando status de xodó da torcida do "Bando de Loucos", sendo comparado até a jogadores importantes da história do clube, como Tupãzinho. No dia 19 de novembro de 2015, sagrou-se campeão brasileiro de 2015. Conquistou seu quinto título com apenas 25 anos.

Ponte Preta[editar | editar código-fonte]

Em 2017, atuou por empréstimo na Ponte Preta. No time de Campinas, marcou 24 gols em 62 jogos. Posteriormente voltou ao Corinthians no fim do ano.[9]

Internacional[editar | editar código-fonte]

Após o Paulistão de 2018, foi anunciado o empréstimo de Lucca ao Internacional até o fim do ano.[10]

Al Rayyan[editar | editar código-fonte]

Ainda em 2018, Lucca foi liberado para atuar no Al-Rayyan, também por empréstimo.[11]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Atualizado até 5 de junho de 2018.

Clubes[editar | editar código-fonte]

Clube Temporada Campeonato
nacional
Copa
nacional
Competições
continentais
Outros
torneios¹
Total
Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols
Corinthians 2015 10 3 0 0 0 0 0 0 10 3
2016 21 3 4 0 7 2 17 4 49 9
2018 0 0 0 0 1 0 9 0 10 0
Total 31 6 4 0 8 2 26 4 69 12
Ponte Preta 2017 37 13 2 1 4 3 18 7 61 24
Total 37 13 2 1 4 3 18 7 61 24
Internacional 2018 15 1 15 1
Total 15 1 15 1
Total 83 20 6 1 12 5 44 11 145 37

³Estão incluídos jogos e gols pelo Campeonato Paulista, Torneios Amistosos e Amistosos

Campeonatos[editar | editar código-fonte]

Competição Partidas Gols Média
Amistosos¹ 4 0 0,00
Campeonato Brasileiro 76 20 0,27
Campeonato Paulista 40 11 0,27
Copa do Brasil 6 1 0,16
Copa Libertadores 8 2 0,25
Copa Sul-Americana 4 3 0,75
TOTAL 138 37 0,27

¹Estão incluídos jogos e gols de amistosos e torneios amistosos

Títulos[editar | editar código-fonte]

Palmas[editar | editar código-fonte]

Criciúma[editar | editar código-fonte]

Chapecoense[editar | editar código-fonte]

Cruzeiro[editar | editar código-fonte]

Corinthians[editar | editar código-fonte]

Artilharias[editar | editar código-fonte]

Palmas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Cardoso, João Lucas (31 de julho de 2012). «Atacante Lucca quer colocar seu nome na história do Criciúma». GloboEsporte.com. Consultado em 15 de julho de 2019 
  2. «Lucca ouve diagnóstico de ruptura em ligamento no joelho e chora». GloboEsporte.com. 19 de outubro de 2012. Consultado em 15 de julho de 2019 
  3. Cardoso, João Lucas (17 de novembro de 2012). «Torcida do Criciúma comemora o acesso aos 35 do segundo tempo». GloboEsporte.com. Consultado em 15 de julho de 2019 
  4. Dirigente do Criciúma confirma assédio de times de Série A em Lucca
  5. «Cruzeiro oficializa contratação de Lucca, Ricardo Goulart e Nirley». GloboEsporte.com. 5 de janeiro de 2013. Consultado em 15 de julho de 2019 
  6. «Lucca comemora volta aos gramados e estreia com gol pelo Cruzeiro». Jornal O Tempo. 23 de maio de 2013. Consultado em 15 de julho de 2019 
  7. Badaró, Tarcísio (15 de janeiro de 2014). «Da Toca: Cruzeiro libera Lucca e empresta Rafael Donato ao Criciúma». GloboEsporte.com. Consultado em 15 de julho de 2019 
  8. Ribeiro, Diego (15 de setembro de 2015). «Corinthians acerta contratação de Lucca, do Criciúma, por empréstimo». GloboEsporte.com. Consultado em 15 de julho de 2019 
  9. De saída, Lucca acaba ano como terceiro maior artilheiro da Ponte no século
  10. Caparica, Anselmo (12 de abril de 2018). «Corinthians empresta atacante Lucca ao Internacional até o fim de 2018». GloboEsporte.com. Consultado em 15 de julho de 2019 
  11. Inter libera, e Corinthians negocia empréstimo de Lucca ao Al Rayyan

Ligações externas[editar | editar código-fonte]