Richarlyson

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Richarlyson
Richarlyson
Richarlyson atuando pelo São Paulo.
Informações pessoais
Nome completo Richarlyson Barbosa Felisbino
Data de nasc. 27 de dezembro de 1982 (34 anos)
Local de nasc. Natal, Brasil
Nacionalidade brasileiro
Altura 1, 76 m
Canhoto
Apelido Ricky
Informações profissionais
Período em atividade 2003presente (13 anos)
Clube atual Guarani
Número 20
Posição Volante, Lateral-esquerdo e Meia
Clubes de juventude
1998–2001
2001–2003
Ituano
São Luiz
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2003
2003–2005
2005
2005–2010
2011–2014
2014–2015
2015
2016
2016
2017–
Fortaleza
Salzburg
Santo André
São Paulo
Atlético Mineiro
Vitória
Chapecoense
Grêmio Novorizontino
FC Goa
Guarani
0016 00000(1)
0027 00000(2)
0033 00000(9)
0147 00000(6)
0122 00000(3)
0027 00000(1)
0014 00000(0)
0005 00000(1)
0014 00000(2)
0001 00000(0)
Seleção nacional
2008 Brasil 0002 000000(0)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 9 de maio de 2016.

Richarlyson Barbosa Felisbino, mais conhecido como Richarlyson (Natal, 27 de dezembro de 1982), é um futebolista brasileiro que atua como volante, lateral-esquerdo e meia. Atualmente, joga pelo Guarani.[1]

Chegou a aposentar-se em dezembro de 2014, revoltado com a arbitragem do esporte no país,[2] mas voltou atrás de sua decisão. É filho do ex-jogador Lela, ponta-direita que foi campeão brasileiro pelo Coritiba em 1985, e também irmão do atacante Alecsandro. Teve uma passagem marcante pelo São Paulo, conquistando muitos títulos, onde até hoje é lembrado pelos torcedores.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Principais Clubes[editar | editar código-fonte]

Revelado pelo Ituano, Richarlyson atuou também com as camisas do Fortaleza, Santo André (que seu pai também defendeu), Salzburg, da Áustria, São Paulo, Atlético Mineiro, Vitória, Chapecoense, Grêmio Novorizontino e FC Goa.

Seleção Brasileira[editar | editar código-fonte]

Teve sua primeira convocação para a seleção brasileira no dia 22 de janeiro de 2008, para um amistoso contra a Irlanda. A partida ocorreu em 6 de fevereiro, Richarlyson começou como titular, e o Brasil venceu por 1 a 0, gol de Robinho.[3]

São Paulo[editar | editar código-fonte]

Richarlyson treinando no São Paulo.

Após a 4ª expulsão do jogador no Campeonato Brasileiro 2010, o vice-de futebol do São Paulo disse que o contrato de Richarlyson não seria renovado e, assim, ele ficou livre para acertar com outro clube.O Fluminense demonstrou enorme interesse em contratá-lo,[4] porém o jogador acertou com o Atlético Mineiro por R$ 2 milhões.

Borges e Richarlyson em um treinamento pelo São Paulo.

Atlético Mineiro[editar | editar código-fonte]

Richarlyson assinou com o Clube Atlético Mineiro em janeiro de 2011, o vínculo do contrato era de 2 anos. Sofreu com a rejeição da torcida, e só foi mostrar um bom futebol no fim do seu contrato, quando marcou um gol na penúltima rodada do Brasileirão de 2012, contra o Botafogo, e foi importante na vitória do Atlético sobre o seu rival Cruzeiro na ultima rodada, que garantiu ao Galo uma vaga direta para a Libertadores 2013.

Depois de boa atuação na vitória diante do Cruzeiro, na última rodada do Brasileirão de 2012, o jogador, que estava perto de se transferir ao Santos, renovou seu contrato com o Galo por mais uma temporada.[5]

Vitória[editar | editar código-fonte]

Em junho de 2014, assinou contrato com o Vitória.[6] Após o termino do Campeonato Brasileiro, com o Vitória caindo para a 2° divisão, o jogador teria se aposentado do futebol embora sua aposentadoria não fosse totalmente confirmada.

Chapecoense[editar | editar código-fonte]

Desistiu da ideia da aposentadoria, e, para a temporada de 2015, acertou com a Chapecoense.[7]

Expanda a caixa de informações para conferir todos os jogos deste jogador, pela sua seleção nacional.

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Richarlyson participando de um carnaval em Salvador, na Bahia.

É irmão do centroavante Alecsandro e filho do ex-ponta-direita Lela, que jogou no Coritiba na década de 80. Em fevereiro de 2017 foi confirmado como participante da primeira temporada do reality Dancing Brasil exibido pela RecordTV.[8]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Brasil Ituano
Brasil São Paulo
Brasil Atlético Mineiro

Títulos na base[editar | editar código-fonte]

Brasil Santo André

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Após impasse, Richarlyson chega para reforçar o Guarani na Série B». Globo Esporte. 07 de maio de 2017. Consultado em 07 de junho de 2017  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  2. «Richarlyson chora, confirma aposentadoria e reforça mágoa com arbitragem». 7 dez. 2014. Consultado em 8 dez. 2014 
  3. Globo.com. Globoesporte.globo.com http://globoesporte.globo.com/ESP/Noticia/Futebol/Selecao_Brasileira/0,,MUL269753-4482,00.html  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  4. «Diretoria confirma que Richarlyson não vai continuar no Tricolor em 2011». Globo.com. Globoesporte.globo.com. 23 de novembro de 2010 
  5. Richarlyson renova com o Atlético-MG por mais uma temporada
  6. Glauber Guerra (11 de junho de 2014). «Richarlyson acerta com o Vitória e se apresenta na segunda-feira para realizar exames médicos». Bahia Notícias. Consultado em 11 de junho de 2014 
  7. Richarlyson desiste de aposentadoria e acerta com Chapecoense
  8. Veja os participantes do ‘Dancing Brasil’, reality de dança da Record TV: Veja os participantes do ‘Dancing Brasil’, reality de dança da Record TV, accessdate: February 25, 2017

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Richarlyson