Seleção Zambiana de Futebol

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Zâmbia
Football Association of Zambia.png
Alcunhas?  Chipolopololo (Balas de cobre)
Associação Associação Zambiana de Futebol
Confederação Confederação Africana de Futebol
Material desportivo?  Singapura Mapfro Sports
Treinador Bolívia Julio César Baldivieso
Capitão Rainford Kalaba
Mais participações David Chabala (120)
Melhor artilheiro Godfrey Chitalu (76 gols)
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
editar

A Seleção Zambiana de Futebol representa a Zâmbia nas competições de futebol da FIFA. Também são conhecidos como Chipolopolo ("Balas de Cobre", no idioma bemba) em referência ao estilo veloz de jogo da seleção zambiana e ao metal cuja extração é vital para a economia do país.

Pioneiros do futebol africano[editar | editar código-fonte]

A primeira grande aparição de uma seleção do continente negro no cenário futebolístico mundial foi na Copa de 1990 quando Camarões surpreendeu a campeã Argentina por 1x0. Dois anos antes, no entanto, no torneio de futebol das Olimpíadas de Seul, Zâmbia deixou o mundo da bola boquiaberto ao fazer 4x0 nada menos que na Itália de Tacconi, Carnevale e Baggio. Embora os Chipolopolo fossem eliminados pela Alemanha Ocidental pelo mesmo placar, ficaram na história como uma das maiores "zebras" da história do futebol.

Uma trajetória marcada pela tragédia[editar | editar código-fonte]

Em 28 de abril de 1993, um avião da Força Aérea zambiana que levava os Chipolopolo para uma partida das Eliminatórias para a Copa de 1994, explodiu logo após decolar de uma aeroporto no Gabão, onde havia sido reabastecido. Dezoito jogadores, três dirigentes da Associação de Futebol da Zâmbia (FAZ) e cinco militares pereceram. As investigações a respeito das verdadeiras causas do acidente nunca foram completadas, e os Chipolopolo perderam muito do espaço que haviam conquistado nos anos anteriores. Era comentado que aquele time seria uma das grandes surpresas da Copa de 1994.

No dia 12 de fevereiro de 2012, quase 19 anos após a tragédia, Zâmbia entra para a história derrotando nos pênaltis a Costa do Marfim e conquistando pela primeira vez a Copa Africana de Nações.

Títulos[editar | editar código-fonte]

CONTINENTAIS
Competição Vezes Ano
Coppa Africa.svg Campeonato Africano das Nações 1 2012
Copa CECAFA 2 1984 e 1991
Copa COSAFA 3 1997, 1998 e 2006


Referências

  1. a b c FIFA.com (novembro de 2015). «Ranking Mundial da FIFA/Coca-Cola». Consultado em 11 de novembro de 2015 

Elenco atual[editar | editar código-fonte]

Os seguintes jogadores foram selecionados para os amistosos contra Camarões e Marrocos em 9 e 16 de junho de 2019.

Atualizado até 24 de agosto

Nome Posição Clube
Chibwe Goleiro Zâmbia Power Dynamos
Muntanga Goleiro Zâmbia Nkwazi
Sunzu Defesa França FC Metz
Chongo Defesa República Democrática do Congo TP Mazembe
Tembo Defesa Zâmbia Zanaco
Mayembe Defesa Zâmbia ZESCO United
Nyongo Defesa Zâmbia Nkana
Kamanga Defesa Zâmbia Nkwazi
Paul Banda Defesa Zâmbia Power Dynamos
Malama Médio África do Sul Chippa United
Phiri Médio África do Sul Polokwane City
Mulenga Médio África do Sul Orlando Pirates
Shonga Médio África do Sul Orlando Pirates
Mwepu Médio Áustria Red Bull Salzburg
Emmanuel Banda Médio França AS Béziers
Kangwa Médio Rússia Arsenal Tula
Lungu Médio África do Sul SuperSport United
Daka Avançado África do Sul Black Leopards
Sakala Avançado Bélgica KV Oostende
Musonda Avançado África do Sul Black Leopards
Mumamba Numba Treinador

Ver também[editar | editar código-fonte]