Gum

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Gum
Gum
Gum em 2016
Informações pessoais
Nome completo Welington Pereira Rodrigues
Data de nasc. 4 de janeiro de 1986 (32 anos)
Local de nasc. São Paulo (SP), Brasil
Nacionalidade brasileiro
Altura 1,90 m[1]
Destro
Apelido Gum[2]
Informações profissionais
Clube atual Fluminense
Número 3
Posição Zagueiro
Clubes de juventude
2002–2003 Marília
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2004–2008
2006–2007
2008–2009
2009–
Marília
Internacional (emp.)
Ponte Preta
Fluminense
0067 000(10)
0004 0000(0)
0050 000(10)
0401 000(28)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 20 de setembro de 2018.

Welington Pereira Rodrigues, mais conhecido como Gum (São Paulo, 4 de janeiro de 1986) é um futebolista brasileiro que atua como zagueiro. Atualmente, joga pelo Fluminense.

Clubes[editar | editar código-fonte]

Inicio[editar | editar código-fonte]

Iniciou sua carreira profissional em 2004 no Marília, sendo negociado por empréstimo em 2006 com o Internacional.

Ponte Preta[editar | editar código-fonte]

Em 2008, Gum foi negociado com a Ponte Preta, onde se destacou, marcando os adversários sem fazer falta e fazendo muitos gols de cabeça.[3][4] Após partida entre Ponte Preta e Corinthians pelo Campeonato Paulista de 2009, que terminou empatada em 2–2, foi criticado por Ronaldo Nazário pela forte marcação que sofrera.[5]

Fluminense[editar | editar código-fonte]

Chegou ao Fluminense em agosto de 2009,[2] o Tricolor passava por um péssimo momento. Fez sua estreia no dia 30 de agosto de 2009, quando o Fluminense perdeu de 0–2 para o Santos, em partida que foi válida pelo Campeonato Brasileiro e Gum não teve um bom início, mas com a chegada de Cuca, o zagueiro foi fundamental, quando participou da arrancada que livrou o time do rebaixamento, marcando gols em partidas contra o Internacional e o Cruzeiro, e assim ajudando o Fluminense em uma série invicta de dez jogos no Campeonato Brasileiro.[6]

Na Copa Sul-Americana Gum marcou o gol da classificação para a final contra o Cerro Porteño no Maracanã aos 47 minutos do segundo tempo.

Na final realizada contra a LDU Quito, Gum marcou o terceiro gol da vitória por 3–0.[7]

Em 2010, Gum foi titular o ano inteiro, além de capitão em algumas partidas, e foi peça importante na conquista do Campeonato Brasileiro, formando a defesa menos vazada da competição, junto com Leandro Euzébio.[8][9]

No tetracampeonato tricolor em 2012, conquistado antecipadamente, Gum se consolidou como um grande zagueiro, formando novamente com seu parceiro Leandro Euzébio a zaga menos vazada da competição, dessa vez sob o comando de Abel Braga.[10][11]

Em janeiro de 2015 renovou seu vínculo com o clube por mais quatro temporadas.[12] Ainda em 2015, quando completou 280 partidas pelo clube, foi homenageado por este com uma placa comemorativa pelo feito, e entrando na relação dos trinta jogadores que mais atuaram na história do clube.[13]

No dia 22 de novembro de 2015, contra o Avaí, Gum completou 300 jogos pelo Fluminense, neste jogo, Gum marcou 1 gol, a partida terminou com a vitória do Fluminense por 3–1.[14]

Na temporada de 2016, perdeu espaço no time titular, por causa das chegadas dos zagueiros, Henrique da Napoli e de Renato Chaves da Ponte Preta.

Na temporada, em 2016, se tornou o zagueiro a mais tempo atuar com a camisa do Fluminense, ao todo são 8 temporadas.[carece de fontes?]. O zagueiro andava sem espaço no time tricolor devido à constantes lesões e falta de ritmo de jogo, mas com a reformulação do elenco para o ano de 2018, voltou à posição de zagueiro titular e detentor da tão almejada e honrada por craques, braçadeira de capitão do tricolor das Laranjeiras.

Gum possui 7 títulos pelo Fluminense. Entre eles destacam-se o tri e o tetra Campeonato Brasileiro, onde esteve à frente da zaga menos vazada em ambas competições, um Campeonato Carioca, uma Taça Rio, duas Taças Guanabara e uma Copa Sul-Minas-Rio.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Ponte Preta
Fluminense

Prêmios individuais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Perfil de Welington Pereira Rodrigues». Consultado em 12 de Janeiro de 2012. 
  2. a b «Gum é apresentado e explica apelido». SRZD. 21 de agosto de 2009 
  3. globoesporte.com (4 de dezembro de 2010). «Legítimo guerreiro, Gum leva na pele marca da arrancada e sonha ser herói». pbagora.com.br. Consultado em 6 de janeiro de 2015. 
  4. FUTEBOL INTERIOR, Agência (25 de dezembro de 2014). «Gum, zagueiro titular do Fluminense, é internado na UTI em Marília». futebolinterior.com.br. Consultado em 6 de janeiro de 2015. 
  5. «Ronaldo critica ex-colorado: Me segurou mais que minha mulher». Clicrbs. 26 de março de 2009 
  6. «Quando o "Time de Guerreiros" é citado, o zagueiro Gum tem um lugar especial na memória da torcida». Consultado em 14 de Março de 2011. 
  7. «Fluminense - "Time de Guerreiros"». Consultado em 21 de Julho de 2011. 
  8. «Gum é o capitão titular do Fluminense, e Fred lesionado». Consultado em 15 de Setembro de 2012. 
  9. «Retrospectiva Fluminense - Setembro a Dezembro». Consultado em 1 de Janeiro de 2013. 
  10. «Retrospectiva Fluminense - Janeiro a Abril». Consultado em 31 de Dezembro de 2012. 
  11. «Retrospectiva Fluminense - Maio a Agosto». Consultado em 29 de Dezembro de 2012. 
  12. «Fluminense acerta a renovação do zagueiro Gum pelos próximos quatro anos». Sítio oficial Fluminense FC. 5 de janeiro de 2015 
  13. «Marcado na história do Fluminense, Gum recebe placa pelos 280 jogos». Sítio oficial Fluminense FC. 21 de agosto de 2015 
  14. «Gum recebe homenagem pelos 300 jogos pelo Flu». O Globo. 6 de dezembro de 2015 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]