Marcos Júnior

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Marcos Júnior
Informações pessoais
Nome completo Marcos Júnio Lima dos Santos[1]
Data de nasc. 19 de janeiro de 1993 (26 anos)[1]
Local de nasc. Gama, DF, Brasil[1]
Nacionalidade brasileiro
Altura 1,66 m[2]
Destro
Apelido Kuririn', Resolve [3]
Informações profissionais
Clube atual Yokohama F. Marinos
Número 9
Posição Atacante
Clubes de juventude
20082012 Fluminense
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
20122018
2014
2019
Fluminense
Vitória (emp.)
Yokohama F. Marinos
0244 000(37)
0010 0000(0)
0019 0000(9)
Seleção nacional3
2011
2013
Brasil Sub-18
Brasil Sub-20
0005 0000(2)
0010 0000(0)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 21 de julho de 2019.
3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 18 de abril de 2013.

Marcos Júnior Lima dos Santos (Gama, 19 de janeiro de 1993)[1] é um futebolista brasileiro que atua como atacante. Atualmente, joga pelo Yokohama F. Marinos.

Marcos Júnior sempre foi umas das grandes promessas na base do Fluminense da geração de 93. Assinou contrato profissional com o Fluminense até 2014. Foi apelidado de Resolve por Deco , pois no primeiro jogo da final do carioca de 2012 ele fez o quarto gol e disse que havia decidido a partida.[4][5]É também chamado de Marquinho por Abel Braga, técnico que o revelou e o comandadou em 2012, 2013, 2017 e 2018.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Fluminense[editar | editar código-fonte]

Nas bases do clube xerém Marcos Júnior foi vice-campeão com o clube do torneio Otávio Pinto Guimarães perdendo o título para o rival Flamengo. Após a partida chorou a ausência de seu pai que não pode vir por condições financeiras.[6]

Marcos Júnior terminou o torneio como artilheiro isolado, com nove gols. Após boas atuações na base foi para o time profissional fazendo sua estréia no Troféu Luiz Penido onde também fez seu primeiro gol profissionalmente contra o Macaé na vitória por 2 a 1 indo a final em que foi campeão após bater o Volta Redonda com gols de Fábio e Araújo no placar 2 a 0.[7]Marcou seu segundo gol entrando no primeiro jogo da final do segundo turno do campeonato carioca contra o Botafogo e garantiu a vitória por 4 a 1 tocando no canto esquerdo do goleiro.[8]

Fez sua estréia no campeonato brasileiro contra o Corinthians na vitória por 1 a 0 com gol de Leandro Euzébio aos 30 minutos do segundo tempo e na rodada seguinte e seu primeiro gol no brasileirão e primeiro gol do Fluminense no empate por 2 a 2 com o Figueirense em 27 de maio de 2012.[9]

Depois de conquistar o título do campeonato brasileiro de 2012, Marcos Júnior perdeu espaço no time após nova contratações e começou o ano de 2013 no time reserva entrando apenas nas substituições e marcou o primeiro gol do Fluminense no empate por 2 a 2 com o Friburguense em 30 de janeiro.[10]No final do jogo entre Volta Redonda e Fluminense, Marcos Júnior fez o terceiro do Fluminense na vitória por 3 a 1 em 17 de fevereiro de 2013.[11]

Atualmente é titular absoluto do time do Fluminense. No jogo contra o Coritiba, pela 5° rodada do campeonato brasileiro do ano de 2015 fez o seu quinto gol pelo Fluminense, de cabeça jogou no canto direito do goleiro, assim fazendo 2x0 para o Fluminense.

No jogo contra o Grêmio no Maracanã, pela 16° rodada do Brasileiro de 2015 fez o gol da vitoria do Flu. Driblando o goleiro e marcando, jogo de estreia de Ronaldinho.

No dia 27 de março de 2016, Marcos Júnior completou 100 jogos com a camisa do Fluminense, diante do Boavista-RJ, o Fluminense venceu por 3 a 0.[12]

No dia 20 de abril de 2016 marcou o título da conquista da Primeira Liga do Brasil pelo Fluminense, aos 35' do Segundo Tempo.[13]

Na decisão da Taça Guanabara de 2017, na decisão por pênaltis contra o Flamengo, marcou o gol do título tricolor.

Na decisão da Taça Rio de 2018 contra o Botafogo, fez o segundo gol na vitória tricolor por 3 a 0 no Maracanã.

Vitória[editar | editar código-fonte]

Sem muito espaço no tricolor, foi emprestado até o final de 2014, para o Vitória.[14]

Seleção Brasileira[editar | editar código-fonte]

Seleção sub-20[editar | editar código-fonte]

Foi chamado para a seleção sub-20 e atuou em 5 partidas e fez 2 gols em um de seus gols na derrota para o Uruguai por 3 a 2 na primeira fase em 13 de janeiro de 2013[15][16]Sua equipe foi eliminada da competição ficando em último do grupo com 4 pontos.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Fluminense

Prêmios individuais[editar | editar código-fonte]

Artilharias[editar | editar código-fonte]

Vice-artilheiro campeonato carioca 2018.

Referências

  1. a b c d «Biografia de Marcos». Internet Group. Dezembro de 2016. Consultado em 30 de dezembro de 2017 
  2. «Perfil de Marcos Júnio Lima dos Santos». Consultado em 27 de abril de 2013 
  3. «Apelidos de Marcos Júnior no Fluminense guaraense df». Consultado em 14 de Novembro de 2012 
  4. Cirurgia e bolso vazio: Marcos Junior lembra dificuldades na base do Flu
  5. Perfil do jogador no site oficial do clube
  6. «Atacante da base do Flu chora pela ausência do pai na final do OPG». Consultado em 26 de Dezembro de 2011 
  7. «Misto do Flu bate o Macaé e vai a final do Troféu Luiz Penido». Consultado em 21 de Abril de 2012 
  8. «QUARTETO DESEQUILIBRA, FLU GOLEIA O BOTAFOGO E FICA COM A MÃO NA TAÇA». Consultado em 6 de Maio de 2012 
  9. «NO JOGO DOS DESFALCADOS, FLU E FIGUEIRENSE EMPATAM POR 2 A 2». Consultado em 27 de Maio de 2012 
  10. «NA ESTREIA DE FELIPE, FLU SOFRE PARA EMPATAR NO FIM COM O FRIBURGUENSE». Consultado em 30 de Janeiro de 2013 
  11. «COM BOM RETORNO DE DECO, FLU VENCE VOLTA REDONDA E ESTÁ QUASE NA SEMI». Consultado em 30 de Janeiro de 2013 
  12. «Marcos Junior recebe camisa pelos 100 jogos com a armadura tricolor». Consultado em 27 de Março de 2016 
  13. Site Estatísticas do Fluminense - Jogos - Data, página disponível em 21 de abril de 2016
  14. «Após Adriano, Vitória acerta com Marcos Júnior e Victor Ramos». Consultado em 11 de Junho de 2014 
  15. «Marcos Júnior marca, mas seleção sub-20 perde e se complica». Consultado em 13 de Janeiro de 2013 [ligação inativa]
  16. «Técnico não culpa Marcos Jr., mas admite que gol perdido foi decisivo». Consultado em 14 de Janeiro de 2013 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.