Renan Brito Soares

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Emblem-scales.svg
A neutralidade deste(a) artigo ou se(c)ção foi questionada, conforme razões apontadas na página de discussão.
Justifique o uso dessa marca na página de discussão e tente torná-lo mais imparcial.
Renan
Renan
Informações pessoais
Nome completo Renan Brito Soares
Data de nasc. 24 de janeiro de 1985 (31 anos)
Local de nasc. Viamão (RS),  Brasil
Nacionalidade  brasileiro
Altura 1,85 m
Destro
Informações profissionais
Clube atual Predefinição:NdB [Sem Clube
Número -
Posição Goleiro
Clubes de juventude
20042005 Brasil Internacional Sub-20
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2005
20052008
20082011
20092010
20102011
20112012
2013
Brasil Internacional B
Brasil Internacional
Espanha Valencia
Espanha Xerez (emp.)
Brasil Internacional (emp.)
Brasil Internacional
Brasil Goiás
0000 0000(0)
0122 0000(0)
0024 0000(0)
0035 0000(0)
0030 0000(0)
0014 0000(0)
0184 0000(0)
Seleção nacional
2008 Brasil Brasil Sub-23 0008 0000(0)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 24 de abril de 2016.

Medalhas
Jogos Olímpicos
Bronze Pequim 2008 Futebol

Renan Brito Soares, mais conhecido como Renan (Viamão, 24 de janeiro de 1985) é um futebolista brasileiro que atua na posição de goleiro. Atualmente, Está Sem Clube.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Iniciou sua carreira profissional atuando no Campeonato Gaúcho de 2005, no jogo em que o Internacional venceu o Juventude no Beira-Rio por 1 a 0. Participou de Seleções Brasileiras de Categorias de Base, onde chegou a ser capitão da seleção sub-20 no Mundial da Holanda, em 2005.

O jovem goleiro não demorou para cair nas graças da torcida colorada, pois no Campeonato Brasileiro de 2006, Renan quebrou o recorde do ex-goleiro Taffarel, ficando 770 minutos em campo sem levar gols.

No final de 2007, renovou seu contrato com o Internacional até 2012[1] , com o objetivo de em 2008 assumir de vez a titularidade do gol colorado e defender a Seleção Brasileira de Futebol nas olimpíadas de Pequim.

Já em suas primeiras partidas como titular do gol colorado, enfrentou grandes equipes do futebol internacional pela Copa de Dubai, entre 5 e 7 de janeiro de 2008, sofrendo apenas um gol e conquistando o referido torneio.

Em 22 de janeiro de 2007 recebeu sua primeira convocação para a Seleção Brasileira, feita pelo técnico Dunga, para atuar no jogo contra a seleção da Irlanda.

No dia 12 de agosto de 2008 foi anunciada a transferência do atleta por 5 milhões de euros[2] para o Valencia da Espanha. Foi titular incontestável no gol da equipe espanhola, mas após sofrer uma lesão na temporada, Renan perdeu espaço no clube. Para a temporada 2009-10, o jovem goleiro foi emprestado ao Xerez, que subiu para a primeira divisão espanhola em 2009. Já no ano 2010 foi recontratado pelo Internacional por empréstimo. Apesar das falhas nos jogos decisivos da Libertadores 2010, realizou boas partidas e ajudou a equipe na conquista do Bicampeonato. Participou da Copa do Mundo de Clubes da FIFA de 2010, onde o Internacional foi derrotado pelo TP Mazembe nas semifinais.

Já em 2011, Renan perdeu a titularidade para Lauro e, posteriormente, Muriel. Mesmo assim, Renan renovou seu contrato com o Inter até o fim de 2012, sendo reserva imediato de Muriel. No dia 02/12/2012 realizou a sua última partida pelo colorado, justamente substituindo Muriel, expulso aos 3 minutos do segundo tempo, no último Grenal do Estádio Olímpico. Mesmo com dois jogadores a menos desde o início do segundo tempo, o jogo terminou 0x0, tendo Renan atuação destacada. [3]

GOIAS No dia 17 de dezembro de 2012, Renan foi confirmado como novo reforço do Goiás. estreou depois da goleada do time do goias para o cruzeiro por 5x0 e desbancou o idolo Harley no gol esmeraldino depois disso nunca mais saiu do time . hoje e o goleiro e idolo da torcida do Goias com mais de 150 jogos pelo clube.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Internacional
Goiás

Campanhas em Destaque[editar | editar código-fonte]

Seleção Brasileira

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]