Renê Weber

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Renê Weber
Informações pessoais
Nome completo Renê Carmo Kreutz Weber
Data de nasc. 16 de julho de 1961 (56 anos)
Local de nasc. Rio Grande do Sul Roque Gonzales (RS),  Brasil
Altura 1,79 m
Informações profissionais
Equipa atual Sem clube
Posição Auxiliar-técnico ex-(Meia)
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1983
19841992
1993
Brasil Inter de Santa Maria
Brasil Fluminense
Brasil America
12 (0)
44 (2)
Seleção nacional
1986 Brasil Brasil 3 (0)
Times/Equipas que treinou
2002
2003
20042005
2006
2007
2007
20072008
20082009
2009
2010
2010
2011
2013
2013
2014
2015
Brasil America
Peru Sporting Cristal
Brasil Brasil (sub-20)
=Emirados Árabes Unidos Al Shabab
=Emirados Árabes Unidos Al Sharjah
Brasil Criciúma
Brasil Vila Nova
Brasil Caxias
Brasil Grêmio (assistente)
Brasil Figueirense
Brasil Anapolina
=Emirados Árabes Unidos Al-Shaab
Brasil Vasco da Gama (assistente)
Brasil São Paulo (assistente)
Brasil Atlético Mineiro (assistente)
Brasil Nova Iguaçu

Renê Carmo Kreutz Weber, mais conhecido como Renê Weber (Roque Gonzales, 16 de julho de 1961), é um ex-futebolista brasileiro, que atuava como meia. Atualmente, é coordenador técnico do São Paulo.

De origem teuto-brasileira, nasceu numa pequena localidade do Rio Grande do Sul. Continua ativo no mundo dos esportes como treinador de futebol. Renê Weber vem atuando profissionalmente como treinador.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Como jogador

Algumas breves informações de sua carreira como futebolista: Atuou no Internacional de Santa Maria (RS), Fluminense e America (RJ). A carreira de jogador profissional de Renê Weber também se deu em Portugal, onde ele jogou por alguns anos.

Atuando no Brasil, foi tricampeão carioca 1983-1984-1985 e campeão brasileiro em 1984 pelo Fluminense[1]. Pelo Fluminense Renê atuou em 143 oportunidades, com 74 vitórias, 40 empates e 29 derrotas, marcando 15 gols[2].

Jogou 10 partidas pela Seleção Olímpica do Brasil entre 1984 e 1986, com 8 vitórias e 2 empates, marcando 1 gol, conquistando a medalha de prata nos Jogos Olimpícos de 1984[3].

Como treinador

Como treinador, passou pelo America, Seleção Brasileira de Futebol Sub-20 (Países Baixos 2005 - terceiro lugar e no Torneio Internacional do Chile 2005, América do Sul), tendo sido um dos candidatos apontados como possível técnico da Seleção Nigeriana de Futebol no ano de 2005.

Renê treinou, em 2007, o Criciúma, equipe que disputava o Campeonato Brasileiro da Série B.

Em 8 de dezembro de 2007 o Vila Nova, recém-promovido de volta à Série B do Campeonato Brasileiro, contratou o técnico Renê Weber com vistas a participar do Campeonato Goiano de Futebol de 2008 e da tentativa de acesso à Série A do Campeonato Brasileiro.

Após sua volta ao Brasil, Renê Weber foi o treinador do Criciúma, por somente três partidas da Série B do Campeonato Brasileiro. Devido às três participações com derrota, o técnico foi demitido. No início de de 2009, ele foi contratado para comandar o Caxias, mas, depois de cinco rodadas no Campeonato Gaúcho e uma campanha não considerada suficiente para a direção do clube, ele foi demitido e substituído por Argel Fucks.

Em parte de 2009, Weber foi auxiliar técnico de Paulo Autuori no Grêmio. Ele saiu do clube junto com o Autuori, que pediu demissão para assumir o Al-Rayyan. Depois assumiu Figueirense. Em 4 de março de 2010, Renê foi oficializado como treinador da Anapolina.[4] Em 2013, Weber retorna novamente a ser auxiliar técnico de Paulo Autuori, dessa vez do Vasco da Gama.

Em 2014, Renê Weber foi contratado para trabalhar novamente como auxiliar técnico de Paulo Autuori, desta vez no Atlético Mineiro.

Em 5 de abril de 2015, Renê é demitido do Nova Iguaçu.[5]

A partir de 2016, assumiu a função de coordenador técnico do São Paulo. Weber é uma espécie de epicentro de tudo que diz respeito ao futebol do clube: jogadores, comissão técnica e suas questões técnicas e táticas, preparação física e de goleiros, fisioterapia, fisiologia, medicina, nutrição, psicologia, integração com as categorias de base, além do departamento de análise de desempenho.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]