Washington César Santos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Washington
Informações pessoais
Nome completo Washington César Santos
Data de nasc. 3 de janeiro de 1960
Local de nasc. Valença (BA),  Brasil
Falecido em 25 de maio de 2014 (54 anos)
Altura 1,88m
Informações profissionais
Posição Centroavante
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1980
1981
1981
1981

1982–1983
1983–1989
1989–1990
1990–1991
1991
1991–1992
1992–1993
1993–1994
1994–1995

1995
1996
1996
1980–1996
Brasil Galícia
Brasil Corinthians
Brasil Operário-MS
Brasil Internacional
Portugal Varzim
Brasil Atlético Paranaense
Brasil Fluminense
Brasil Guarani
Brasil Botafogo
Brasil União São João
Brasil Atlético Paranaense
Brasil Desportiva Ferroviária
Brasil Santa Cruz
Portugal Felgueiras
Brasil Santa Cruz
Brasil Galícia
Brasil Fortaleza
Brasil Foz do Iguaçu
Total
12 (5)
17 (4)



23 (13)
301 (118)[1]
12 (2)
7 (1)





¿? (4)



381 (147)[nota 1]
Seleção nacional
1987
Brasil Brasil
Brasil Brasil Olímpico
5 (2)
4 (2)
Medalhas
Jogos Pan-Americanos
Ouro Indianápolis 1987 Futebol

Washington César Santos[2][3][4], ou simplesmente Washington (Valença, 3 de janeiro de 1960 - Curitiba, 25 de maio de 2014), foi um futebolista brasileiro, que atuava como centroavante. Jogou cinco partidas pela Seleção Brasileira principal (2 gols) e mais quatro jogos pela Seleção Olímpica (2 gols).

Carreira[editar | editar código-fonte]

Nascido na cidade de Valença, litoral sul da Bahia, Washington começou sua carreira no Galícia de Salvador, tendo passado depois por Corinthians, Operário, Internacional, Guarani, Fortaleza, Santa Cruz, entre outros. Mas brilhou intensamente no Atlético Paranaense e no Fluminense.

No Atlético, foi campeão paranaense em 1982 e grande ídolo desta torcida junto com Assis, com quem fazia uma dupla de ataque muito eficaz.

Tendo se transferido para o Fluminense em 1983, junto com Assis, clube onde mantiveram o apelido de "Casal 20" (nome de um seriado de TV de sucesso na época), porque já eram conhecidos com este "apelido" carinhoso no clube paranaense, fizeram o primeiro jogo em 2 de julho de 1983, em que o Tricolor venceu o São Cristóvão por 3 a 0, na abertura do Campeonato Carioca de Futebol, e Washington fez o terceiro gol da partida.

Pelo Fluminense, Washington foi campeão brasileiro em 1984 e campeão carioca em 1983, 1984 e 1985, além de muitos outros títulos de menor expressão.

Com 1,88 m e grande impulsão, costumava levar grande vantagem sobre os zagueiros adversários. Quando tinha escanteio a favor do Fluminense, a torcida tricolor cantava: "Ão, ão, ão, na cabeça do negão...", o que invariavelmente preocupava muito as defesas adversárias e redundou em vários gols para o Fluminense. Washington, é o oitavo maior artilheiro da história do Fluminense com 118 gols em 301 jogos.[1]

Doença[editar | editar código-fonte]

Sofria de uma grave doença degenerativa — a esclerose lateral amiotrófica (ELA)[5][6], mesma doença que afeta o mais conhecido e famoso físico e cosmólogo da atualidade, Stephen Hawking[7][8]. Havia, por parte da torcida tricolor carioca, a solidariedade e o interesse em prestar todo o apoio ao ídolo; já por parte do rubro-negro paranaense, e o apoio financeiro ao tratamento e a intenção do desenvolver alguma campanha de marketing para ajudar ainda mais o ex-atacante atleticano.

O jogo realizado no domingo, 15 de novembro de 2009, entre as equipes do Fluminense e Atlético-PR pelo Brasileirão, foi denominado "Washington Day". A homenagem não se deve apenas ao motivo do ex-atacante ser ídolo das duas torcidas, mas também porque e, principalmente, o jogador integrante da famosa dupla "Casal 20" no Furacão e no Tricolor carioca, passa por sérios problemas de saúde e, desta forma, o evento esportivo arrecadou contribuições que foram revertidas para o tratamento de Washington com depósitos, em dinheiro, em sete urnas espalhadas pelo Maracanã. O atacante Fred, principal destaque do time carioca no Brasileirão, também se mostrou solidário com o drama de Washington. Depois de anunciar em seu blog oficial o leilão de uma camisa autografada por ele e pelo próprio jogador, cuja renda será revertida para o ex-centroavante, Fred mostrou que está cada vez mais identificado com o clube e fez questão de tirar uma foto com a camisa comemorativa do "Washington Day"[9].

Washington foi encontrado morto em sua casa em Curitiba na manhã de domingo, dia 25 de maio de 2014. Segundo a família do jogador, ele foi encontrado sem o respirador, que caiu durante a noite. O jogador já vinha sendo acompanhado diariamente por uma equipe médica.[5][6]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Internacional
Atlético-PR
Fluminense
Botafogo
Desportiva Ferroviária
Santa Cruz

Campanhas de destaque[editar | editar código-fonte]

Galícia

Notas e referências

Notas

  1. Contabilizados apenas os números disponíveis

Referências

  1. a b -FLUMANIA. Dados estatísticos do Fluminense
  2. MICHELETTI, Rogério. «Que Fim Levou? Washington». TerceiroTempo.com. Consultado em 9 de setembro de 2013 
  3. FERNANDES, Adriano (3 de janeiro de 2013). «Washington César Santos». MemóriaFutebol.com. Consultado em 9 de setembro de 2013 
  4. «Jogadores - Washington». Furacão.com. Consultado em 9 de setembro de 2013 
  5. a b http://globoesporte.globo.com/pr/noticia/2014/05/morre-washington-ex-parceiro-de-assis-no-atletico-pr-e-fluminense.html - GloboEsporte.com, acessado em 25 de maio de 2014.
  6. a b http://www.parana-online.com.br/editoria/esportes/news/801721/?noticia=EX+RUBRO+NEGRO+WASHINGTON+MORRE+EM+SUA+CASA+EM+CURITIBA - Paraná-Online, acessado em 25 de maio de 2014.
  7. BITTENCOURT, Marlos (28 de julho de 2011). «Com doença sem cura, ex-atacante do Flu recebe apoio para atenuar problemas». UOLEsportes.com. Consultado em 9 de setembro de 2013 
  8. MONTEIRO, Marcelo (9 de outubro de 2009). «Memória E. C. - Ídolo do Fluminense luta pela vida». GloboEsporte.com. Consultado em 9 de setembro de 2013 
  9. «No dia do jogo com o Atlético, Fluminense promove evento para ajudar ex-atacante Washington». GazetaDoPovo.com. 12 de novembro de 2009. Consultado em 13 de novembro de 2009 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]