Arda Turan

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Arda Turan
Arda Turan
Turan pela Seleção Turca em 2016
Informações pessoais
Nome completo Arda Turan
Data de nasc. 30 de janeiro de 1987 (37 anos)
Local de nasc. Istambul, Turquia
Nacionalidade turco
Altura 1,77 m
destro[1]
Apelido O Mágico Turco (Türk büyücü)
Informações profissionais
Clube atual Eyüpspor
Posição ex-meio-campista
Função treinador
Clubes de juventude
1999–2000
2000–2005
Altıntepsi Makelspor
Galatasaray
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
2005–2011
2006
2011–2015
2015–2020
2018–2020
2020–2022
Galatasaray
Manisaspor (emp.)
Atlético de Madrid
Barcelona
İstanbul Başakşehir (emp.)
Galatasaray
0193 000(45)
0015 0000(2)
0178 000(22)
0055 000(15)
0039 0000(2)
0046 0000(4)
Seleção nacional
2002
2003–2004
2003–2005
2004–2006
2005
2006
2006–2017
Turquia Sub-16
Turquia Sub-17
Turquia Sub-18
Turquia Sub-19
Turquia Sub-20
Turquia Sub-21
Turquia
0010 0000(2)
0030 0000(3)
0011 0000(2)
0017 0000(6)
0002 0000(0)
0002 0000(0)
00100 000(18)
Times/clubes que treinou
2023– Eyüpspor
Última atualização: 23 de novembro de 2023

Arda Turan (Istambul, 30 de janeiro de 1987) é um treinador e ex-futebolista turco que atuava como meio-campista. Atualmente comanda o Eyüpspor, da Segunda Divisão Turca.[2]

É considerado um dos melhores futebolistas turcos do século XXI.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Galatasaray[editar | editar código-fonte]

Formado nas categorias de base do Galatasaray, teve um período bem sucedido de empréstimo no Manisaspor, por onde chegou na metade da temporada 2005–06. Chamado de volta para a temporada seguinte, Arda rapidamente impressionou o então técnico Eric Gerets, tendo boas atuações no início da temporada 2006–07.

Três anos depois, no início da temporada 2009–10, Turan recebeu a faixa de capitão e também a camisa 10 da equipe, que já tinha pertencido a Metin Oktay e Gheorghe Hagi, ídolos do clube.

Atlético de Madrid[editar | editar código-fonte]

Após diversas especulações sobre a sua saída, Arda Turan acabou sendo contratado pelo Atlético de Madrid no dia 10 de agosto de 2011, por 12 milhões de euros.[3] Apresentado no dia 16 de agosto, o meia turco assinou um contrato válido por quatro temporadas.[4]

Turan atuando pelo Atlético de Madrid em 2013

Barcelona[editar | editar código-fonte]

Foi contratado pelo Barcelona no dia 6 de julho de 2015, assinando por cinco temporadas.[5] Porém, devido a sanção imposta pela FIFA que impediu o clube de inscrever novos jogadores, atuou somente a partir de janeiro de 2016.[6] Estreou no dia 6 de janeiro, na partida contra o Espanyol pela Copa do Rei.[7] Tornou-se o primeiro turco a anotar um gol em partida oficial pela equipe, no dia 3 de março, na goleada por 5–1 contra o Rayo Vallecano em Vallecas, válida pela La Liga.[8]

İstanbul Başakşehir[editar | editar código-fonte]

Com poucas oportunidades no Barcelona, acertou seu retorno à Turquia no dia 13 de janeiro de 2018, assinando com o Istanbul Basaksehir por duas temporadas e meia.[9] Ao final do empréstimo, não teve seu contrato renovado pelo Başakşehir e ficou sem clube após deixar o Barcelona.[10]

Retorno ao Galatasaray[editar | editar código-fonte]

Foi anunciado pelo Galatasaray no dia 5 de agosto de 2020, assinando por um ano com opção de renovação por mais um.[11]

Seleção Nacional[editar | editar código-fonte]

Depois de ter passado por todas as categorias de base da Turquia, Arda Turan estreou pela Seleção Turca principal no dia 16 de agosto de 2006, numa partida contra Luxemburgo.

Dois anos depois foi um dos destaques da Euro 2008, onde marcou dois gols e levou a Turquia ao 3º lugar.[12]

No dia 6 de junho de 2017, Turan agrediu um repórter que acompanhava a Seleção Turca durante um voo que levava a delegação da Macedônia para a Itália. Após isso, foi expulso da delegação e pouco mais tarde decidiu que não voltaria a vestir a camisa 10 do país. No entanto, depois do incidente, Turan voltou a defender a Seleção.[13]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Galatasaray
Atlético de Madrid
Barcelona
Istambul Basaksehir

Referências

  1. «Arda Turan» (em espanhol). Sport.es 
  2. «Ex-Barcelona revela que perdeu todo o dinheiro da carreira: "Mais de R$ 70 milhões"». ge. 21 de novembro de 2023 
  3. «Atlético de Madrid contrata meia da seleção turca». VEJA. 10 de agosto de 2011. Consultado em 13 de setembro de 2022 
  4. «Arda Turan: "El Atleti puede llegar al nivel del Madrid y el Barcelona"» (em espanhol). Marca. 16 de agosto de 2011. Consultado em 13 de setembro de 2022 
  5. «Acuerdo con el Atlético de Madrid para la incorporación de Arda Turan» (em espanhol). Sítio oficial FC Barcelona. 6 de julho de 2015 
  6. «La Junta Gestora del Barça ficha a Turan» (em espanhol). El Mundo. 6 de julho de 2015 
  7. «El Espanyol se quema ante un abrasivo Barcelona» (em espanhol). El País. 6 de janeiro de 2016 
  8. «Arda, el primer turco en marcar gol para el FC Barcelona» (em espanhol). Sport.es. 4 de março de 2016 
  9. «Agreement with Istanbul Basaksehir FK for the loan of Arda Turan» (em espanhol). fcbarcelona.com. 13 de janeiro de 2018 
  10. «De jogador de R$ 119 milhões do Barcelona a não ter emprego com apenas 32 anos: a situação de Arda Turan». ESPN Brasil. 21 de abril de 2020. Consultado em 9 de dezembro de 2020 
  11. «Ex-Barcelona, Arda Turan volta ao Galatasaray». UOL. 5 de agosto de 2020. Consultado em 13 de setembro de 2022 
  12. «Arda Turan: O menino de ouro da Turquia». Trivela. 4 de julho de 2008. Consultado em 13 de setembro de 2022 
  13. «Arda Turan regressa à seleção da Turquia». Diário de Notícias. 26 de agosto de 2017. Consultado em 13 de setembro de 2022 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Arda Turan