Ananias Elói Castro Monteiro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ananias
Ananias Elói Castro Monteiro.jpg
Informações pessoais
Nome completo Ananias Eloi Castro Monteiro
Data de nasc. 20 de janeiro de 1989
Local de nasc. São Luís (MA), Brasil
Nacionalidade brasileiro
Falecido em 29 de novembro de 2016 (27 anos)
Local da morte La Unión, Antioquia, Colômbia
Altura 1,69 m
Destro
Apelido Ananiesta,[1] Ananias Parque[2]
Informações profissionais
Período em atividade 2007–2016 (9 anos)
Posição Atacante
Clubes de juventude
2004–2008 Bahia
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2007–2012
2011–2012
2013–2015
2013
2014
2015
2016
Bahia
Portuguesa (emp.)
Cruzeiro
Palmeiras (emp.)
Sport (emp.)
Chapecoense (emp.)
Chapecoense
0091 0000(9)
0088 000(21)
0003 0000(0)
0021 0000(0)
0040 0000(6)
0051 000(10)
0041 0000(6)

Ananias Eloi Castro Monteiro, mais conhecido apenas como Ananias (São Luís, 20 de janeiro de 1989La Unión, 29 de novembro de 2016), foi um futebolista brasileiro que atuou como atacante.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Ananias começou sua carreira em Salvador, na Bahia. Descoberto pelo Real Salvador, foi transferido para as categorias de base do Bahia, onde conquistou o título de campeão baiano sub-20 em 2007. Passou a integrar o grupo profissional do Tricolor durante a campanha da Série B do Campeonato Brasileiro de 2008. Na temporada de 2010, sua versatilidade[3] Ajudou o Bahia na volta para a elite do futebol brasileiro[4]. Na partida decisiva contra a Portuguesa, chegou a atuar como lateral. Curiosamente, em 2011 foi emprestado para a Lusa, em um contrato de dois anos[5][6].

Depois de boas atuações na Lusa e o título da série B em 2011, onde o clube foi comparado ao Barcelona, (chamada, então, de Barcelusa), ​​Ananias também recebeu um apelido especial da torcida e com relação ao clube espanhol: Ananiesta (em comparação com Andrés Iniesta)[7]. Em abril de 2012, a Portuguesa comprou metade dos seus direitos ao Bahia.

Ídolo na Portuguesa, ao fim do Brasileirão 2012, quando o time do Canindé escapou do rebaixamento na última rodada, Ananias afirmou a dificuldade de o clube mantê-lo para a temporada seguinte[8]. Em janeiro de 2013, após uma novela em torno de sua contratação, o Cruzeiro, em troca do meia Souza, conseguiu a liberação de Ananias e o confirmou como reforço para 2013.[9]

Ananias foi emprestado ao Palmeiras, se envolvendo em uma troca, em que Ananias é emprestado ao Palmeiras, e o volante Souza emprestado para o Cruzeiro.[10]

Em 17 de janeiro de 2014, assinou contrato de empréstimo de um ano com o Sport. Na temporada de 2014, ajudou na conquista do Campeonato Pernambucano e da Copa do Nordeste.

Para a temporada de 2015, a Chapecoense anunciou sua contratação por empréstimo[11][12]. Em sua passagem pela Chape, Ananias conquistou o Campeonato Catarinense de 2016.

Gols históricos[editar | editar código-fonte]

Em 19 de novembro de 2014, quando atuava pelo Sport, entrou para a história ao marcar o primeiro gol na partida de inauguração da arena do Palmeiras, o Allianz Parque. A partida terminou 2–0 para o time pernambucano, sendo o segundo gol marcado por Patric.[13]

Em 2 de novembro de 2016, em partida válida pela semifinal da Copa Sul-Americana, jogando pela Chapecoense contra o San Lorenzo, marcou o gol de empate da Chape na etapa final, garantindo o 1–1 fora de casa, e a classificação do time catarinense à final da competição.[14]

Morte[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Voo 2933 da LaMia

Ananias foi uma das vítimas fatais da queda do Voo 2933 da Lamia, no dia 29 de novembro de 2016. A aeronave transportava a equipe da Chapecoense para Medellin, onde disputaria a primeira partida da final da Copa Sul-Americana de 2016.[15] Além da equipe da Chapecoense, a aeronave também levava 21 jornalistas brasileiros que cobririam a partida contra o Atlético Nacional, da Colômbia.[16]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Até 2 de abril de 2016.

Clubes[editar | editar código-fonte]

Clube Temporada Campeonato
nacional
Copa
nacional[a]
Competições
continentais[b]
Outros
torneios[c]
Total
Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist.
Bahia 2007 0 0 0 6 1 0
2008 6 1 0 6 1 0
2009 19 2 0 20 2 0 39 4 0
2010 22 1 0 3 1 0 17 2 0 42 4 0
2011 1 0 0 3 0 0 4 0 0
Total 47 4 0 4 1 0 0 0 0 40 4 0 91 9 0
Portuguesa 2011 30 12 0 8 1 0 38 13 0
2012 31 4 5 5 1 0 14 3 0 50 8 5
Total 61 16 5 5 1 0 0 0 0 22 4 0 88 21 5
Cruzeiro 2013 10 0 0 10 0 0
Total 0 0 0 0 0 0 0 0 0 2 0 0 2 0 0
Palmeiras 2013 20 0 1 1 0 0 21 0 1
Total 20 0 1 1 0 0 0 0 0 0 0 0 21 0 1
Sport 2014 23 2 0 2 3 0 1 0 0 16 1 1 42 6 1
Total 23 2 0 2 3 0 1 0 0 16 1 1 42 6 1
Chapecoense 2015 30 3 2 1 0 0 2 0 0 18 7 0 51 10 2
2016 0 0 0 0 0 0 0 0 0 14 1 1 14 1 1
Total 30 3 2 1 0 0 2 0 0 32 8 1 64 11 3
Total na carreira 181 25 8 13 5 0 3 0 0 110 17 2 317 47 10

Títulos[editar | editar código-fonte]

Bahia
Portuguesa
Palmeiras
Sport
Chapecoense

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]