Rodrigo Dourado

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Rodrigo Dourado
Rodrigo Dourado
Rodrigo Dourado recebendo a medalha nos Jogos Olímpicos 2016.
Informações pessoais
Nome completo Rodrigo Dourado Cunha
Data de nasc. 17 de junho de 1994 (28 anos)[1]
Local de nasc. Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil
Nacionalidade brasileiro
Altura 1,86 m
destro
Apelido Dourado
Informações profissionais
Clube atual Atlético San Luis
Número
Posição volante
Clubes de juventude
2006–2012 Internacional
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2012–2022
2022–
Internacional
Atlético San Luis
0311 000(20)
0000 0000(0)
Seleção nacional3
2011
2016
Brasil Sub-17
Brasil Sub-23
0004 0000(0)
0002 0000(0)


2 Partidas e gols totais pelos
clubes, atualizadas até 23 de junho de 2023.
3 Partidas e gols pela seleção nacional estão atualizadas
até 10 de agosto de 2016.

Medalhas
Jogos Olímpicos
Ouro Rio 2016 Futebol

Rodrigo Dourado Cunha, mais conhecido apenas como Rodrigo Dourado (Pelotas, 17 de junho de 1994), é um futebolista brasileiro que atua como volante. Atualmente, joga no Atlético San Luis, do México.[2]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Início[editar | editar código-fonte]

Levado pelo pai e o irmão mais velho, Rodrigo começou a assistir os jogos de futsal da equipe que a família jogava, em Pelotas. Logo aos 6 anos começou a treinar nas quadras, passando para o futebol no time do Progresso FC.[3] Aos 12 anos de idade foi convidado a realizar testes no Sport Club Internacional tendo êxito no teste e passou integrar desde criança as categorias de base do clube.[4]

Internacional[editar | editar código-fonte]

Rodrigo passou por todas as categorias na base, sempre mostrando um bom potencial de futebol, e no ano de 2012 recebe sua primeira chance no profissional diante do Sport pelo Campeonato Brasileiro.

No ano de 2015, é efetivado definitivamente nos profissionais, recebendo bastante chances do qualificado técnico Diego Aguirre ganhando sequencia conseguiu mostrar suas qualidade dentro dos relvados, chance que em 2014 não apareceu. Com a sequencia de jogos e a boa evolução Rodrigo hoje destoa como uma das gratas surpresa no Colorado, juntamente com William e Valdívia.[5]

Em 15 de abril de 2017, marcou o gol da vitória do Internacional sobre o Caxias, pelo Campeonato Gaúcho. O gol veio logo aos 18 minutos do primeiro tempo, D'Alessandro cobrou escanteio curto e recebeu de volta. Então a bola foi alçada no segundo pau, Nico Lopéz escorou, e a ela ficou viva dentro da área. Ortiz tentou a finalização e Dourado apareceu para encher o pé e marcar.[6]

Problemas com lesões e o Edema ósseo.[editar | editar código-fonte]

Dourado sempre teve um histórico propício à lesões. Ao longo dos anos geralmente ficava longe dos gramados por algum tempo. Porém, nas temporadas de 2018 e 2019 isso começou a ficar mais alarmante.

Dourado conviveu com dores no joelho desde o início de 2019. Na primeira partida da Libertadores, contra o Palestino, no Chile, deixou o campo aos 22 minutos do segundo tempo após uma pancada na região. Dali por diante, teve uma temporada acidentada: entrou em campo apenas 17 vezes — nove no Gauchão, uma no Brasileirão, uma na Copa do Brasil e seis na Libertadores.

No dia 25 de setembro, Dourado ainda convivia com dores e seguia sem previsão de retorno aos gramados. O que o impedia a recuperação completa era a existência de um edema ósseo na região operada em maio — a lesão causava dor e o impossibilita de executar os movimentos necessários em um jogo.

A estratégia dos médicos era de realizar tratamento conservador e intensivo para que o edema fosse reduzido e curado o quanto antes, sem a necessidade de uma nova cirurgia.

O tratamento atravessou o fim da temporada.  A pressão ficou grande no departamento médico do Inter, e os médicos do clube convocaram uma entrevista coletiva para esclarecer o que acontecia com o jogador. Pouco menos de 15 dias antes do início da temporada, o Colorado divulgou o último boletim médico sobre o jogador — afirmou-se que ele realizava atividades aeróbicas em bicicleta e transport e praticava exercícios na academia, com boa resposta ao esforço — sem qualquer reação da articulação do ponto de vista inflamatório.[7]

Atletico San Luis[editar | editar código-fonte]

Em junho de 2022 foi vendido pelo clube colorado ao mexicano por US$ 500 mil (cerca de R$ 2,5 milhões pela cotação atual) com 30% dos direitos do jogador permanecendo com o Colorado. O contrato com os mexicanos vai até o meio de 2025.[8][9]

Seleção Brasileira[editar | editar código-fonte]

Rodrigo Dourado foi jogador da seleção Sub-17 que disputou o Sul-Americano da categoria em 2011, tendo sido campeão. Em 4 de março de 2016, foi convocado pela primeira vez para os amistosos da seleção olímpica Sub-23. Também fora convocado para se juntar ao grupo brasileiro que disputará as Olimpíadas de 2016, no Rio de Janeiro, tendo conquistado a inédita medalha de ouro diante da Alemanha.[10]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Atualizado em 14 de abril de 2017.[11]

Todos os jogos de Rodrigo Dourado pela Seleção Brasileira[editar | editar código-fonte]

Expanda a caixa de informações para conferir todos os jogos deste jogador, pela sua seleção nacional.

Clubes[editar | editar código-fonte]

Atualizado em 15 de fevereiro de 2021.

Clube Temporada Campeonato
nacional
Copa
nacional
Competições
continentais¹
Outros
torneios²
Total
Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols
Internacional 2012 1 0 1 0 2 0
2013 2 0 2 0
2014 3 0 3 0
2015 30 1 4 0 8 0 12 0 54 1
2016 23 0 4 0 12 2 39 2
2017 31 0 7 1 17 3 55 4
2018 33 1 6 0 8 1 47 2
2019 1 0 1 0 6 0 9 0 17 0
2020 17 3 1 0 2 0 20 3
Total 136 5 23 1 16 0 64 6 239 12
Total 136 5 23 1 16 0 64 6 239 12

¹Estão incluídos jogos e gols pela Copa Libertadores
²Estão incluídos jogos e gols pelo Campeonato Gaúcho e Primeira Liga

Títulos[editar | editar código-fonte]

Internacional
Seleção Brasileira

Prêmios Individuais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Rodrigo Dourado Internacional». Sambafoot 
  2. «¡San Luis se pinta dorado!» (em esp). 23 de junho de 2022 
  3. Mauro, Natália (Maio de 2015). «Menino Dourado». Revista do Inter 
  4. «Cria da base do Inter, Rodrigo Dourado comemora: "Espero por esta chance desde pequeno"». Zero Hora. 16 de janeiro de 2015. Consultado em 12 de agosto de 2016 
  5. «Rodrigo Dourado celebra sequência no Inter e confiança de Diego Aguirre». Globoesporte.com. 6 de março de 2015. Consultado em 12 de agosto de 2016 
  6. «Rodrigo Dourado marca de novo, Inter se segura com um a menos e sai na frente por final do Gaúcho». ESPN.com. 15 de abril de 2017. Consultado em 15 de abril de 2017 
  7. «Duas cirurgias, volta aos gramados e mistério: os 225 dias da lesão de Rodrigo Dourado». 21 de fevereiro de 2020 
  8. «Anunciado pelo Atlético San Luis, Rodrigo Dourado se despede do Inter: "Sempre serei um torcedor"». 23 de junho de 2022 
  9. «Atlético de San Luis oficializa contratação Rodrigo Dourado». 23 de junho de 2022 
  10. «Rodrigo Dourado é convocado para Seleção Olímpica». Internacional. 4 de março de 2016. Consultado em 12 de agosto de 2016 
  11. «Perfil de Rodrigo Dourado». Soccerway. Consultado em 12 de agosto de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Rodrigo Dourado