Leandro Campos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Leandro Campos
Informações pessoais
Nome completo Leandro Campos
Data de nasc. 6 de fevereiro de 1964 (55 anos)
Local de nasc. Porto Alegre, RS, Brasil
Apelido Felipão do Nordeste
Informações profissionais
Equipa atual Sem clube
Posição Treinador
Times/Equipas que treinou
2006
2007
2007
2007
2008
2008
2009
2010
20102011
2012
2013
2013
2013
2013
20132014
2015
2015
2016
2017
20172018
20182019
2019
2019
Paysandu
Caldense
Santo André
Ituano
Comercial SP
Toledo
Joinville
Marília
ABC
Joinville
ASA
Ceará
ASA
Guaratinguetá
Treze
Marcílio Dias
Brusque
Itabaiana
Horizonte
América de Natal
Altos
Sergipe
Ferroviário
Última atualização: quarta-feira, 18 de setembro de 2019

Leandro Campos (Porto Alegre, 6 de fevereiro de 1964), é um treinador de futebol brasileiro. Atualmente comanda nenhuma equipe.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Chegou ao ABC em 2010 período em que o time iniciava o segundo turno do Campeonato Potiguar, fez com o time conquistasse o turno de forma invicta, e consequentemente chegando a final do campeonato, diante do Coríntians de Caicó, aplicando um goleada por 5 a 1 no primeiro jogo e perdendo o segundo por 2 a 1, mas no agregado 6 a 3 para o Mais Querido e conquistando o Campeonato Potiguar mais uma vez em sua história. Na Série C se consagrou no comando técnico alvinegro, após se classificar para a segunda fase, fez com o time chegasse ao tão sonhado acesso após vencer o Águia de Marabá por 1 a 0 no primeiro jogo e por 3 a 1 no segundo jogo em Natal. Mas além disso, Leandro fez com que o time chegasse a inédita final contra o Ituiutaba, vencendo por 1 a 0 no primeiro e empatando em 0 a 0 no segundo e assim fazendo com que o ABC conquistasse o seu primeiro título nacional e colocando o Rio Grande do Norte entre os estados campeões nacionais, ganhando por parte da torcida o apelido de Felipão do Nordeste. Na temporada seguinte após um começo irregular no Campeonato Potiguar com a perda do Copa Cidade de Natal para o Santa Cruz, entregou o cargo de treinador, porém, após a diretoria não conseguir um substituo a tempo, Leandro aceitou o pedido da diretoria e acertou seu retorno ao Mais Querido e repetiu o feito de 2010 conquistando de forma invicta o segundo turno e novamente o Campeonato Potiguar, o 52º do clube em sua história.[1][2] No mesmo ano se destacou após levar o ABC a inédita final da Copa do Nordeste, mas acabou sendo derrotado por 2 a 1 pelo Vitória.[3]

Durante a Série B acabou tendo uma campanha irregular e novamente entregou seu cargo a diretoria, sendo substituído por Guto Ferreira, mas novamente recebe um pedido da diretoria para seu retorno ao ABC e atende a ele e retorna ao clube realizando uma campanha melhor deixando o time em 10º colocado.

Em 2013 foi contratado pelo ASA para a temporada, realizando uma boa campanha no primeiro semestre levando o time a final da Copa do Nordeste, porém acabou recebendo uma proposta do Ceará e assumindo o Vozão no mesmo ano.[4] Pelo Ceará se consagrou campeão do Campeonato Cearense após vencer o Guarany de Sobral na final. Após uma derrota para o Oeste pela Série B foi demitido do cargo de treinador do clube.[5] No mesmo ano acertou seu retorno ao ASA após a demissão de Ricardo Silva.[6] Mas após uma série de três derrotas consecutivas pediu demissão do cargo de treinador e deixando o time na 17ª colocação.[7]

Em abril de 2017 acertou seu retorno ao futebol potiguar, mas não para seu ex-clube ABC e sim para o rival América de Natal com a enorme missão de reerguer o clube após uma péssima campanha no Campeonato Potiguar e um rebaixamento à Série D em 2016.[8]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Como Treinador[editar | editar código-fonte]

ABC
Ceará

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Atualizado dia 9 de abril de 2014.

Clube Jogos Vitórias Empates Derrotas
Ceará 22 11 7 4
ASA 16 5 1 10
Guaratinguetá 3 0 1 2
Treze 13 5 2 6

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]

Referências