Leandro Campos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Leandro Campos
Informações pessoais
Nome completo Leandro Campos
Data de nasc. 6 de fevereiro de 1964 (54 anos)
Local de nasc. Porto Alegre, RS, Brasil
Apelido Felipão do Nordeste
Informações profissionais
Equipa atual Altos
Posição Treinador
Times/Equipas que treinou
2006
2007
2007
2007
2008
2008
2009
2010
20102011
2012
2013
2013
2013
2013
20132014
2015
2015
2016
2017
20172018
2018-
Paysandu
Caldense
Santo André
Ituano
Comercial[qual?]
Toledo
Joinville
Marília
ABC
Joinville
ASA
Ceará
ASA
Guaratinguetá
Treze
Marcílio Dias
Brusque
Itabaiana
Horizonte
América de Natal
Altos
Última atualização: terça-feira, 18 de dezembro de 2018

Leandro Campos (Porto Alegre, 6 de fevereiro de 1964), é um treinador de futebol brasileiro. Atualmente comanda o Altos.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Chegou ao ABC em 2010 período em que o time iniciava o segundo turno do Campeonato Potiguar, fez com o time conquistasse o turno de forma invicta, e consequentemente chegando a final do campeonato, diante do Coríntians de Caicó, aplicando um goleada por 5 a 1 no primeiro jogo e perdendo o segundo por 2 a 1, mas no agregado 6 a 3 para o Mais Querido e conquistando o Campeonato Potiguar mais uma vez em sua história. Na Série C se consagrou no comando técnico alvinegro, após se classificar para a segunda fase, fez com o time chegasse ao tão sonhado acesso após vencer o Águia de Marabá por 1 a 0 no primeiro jogo e por 3 a 1 no segundo jogo em Natal. Mas além disso, Leandro fez com que o time chegasse a inédita final contra o Ituiutaba, vencendo por 1 a 0 no primeiro e empatando em 0 a 0 no segundo e assim fazendo com que o ABC conquistasse o seu primeiro título nacional e colocando o Rio Grande do Norte entre os estados campeões nacionais, ganhando por parte da torcida o apelido de Felipão do Nordeste. Na temporada seguinte após um começo irregular no Campeonato Potiguar com a perda do Copa Cidade de Natal para o Santa Cruz, entregou o cargo de treinador, porém, após a diretoria não conseguir um substituo a tempo, Leandro aceitou o pedido da diretoria e acertou seu retorno ao Mais Querido e repetiu o feito de 2010 conquistando de forma invicta o segundo turno e novamente o Campeonato Potiguar, o 52º do clube em sua história.[1][2] No mesmo ano se destacou após levar o ABC a inédita final da Copa do Nordeste, mas acabou sendo derrotado por 2 a 1 pelo Vitória.[3]

Durante a Série B acabou tendo uma campanha irregular e novamente entregou seu cargo a diretoria, sendo substituído por Guto Ferreira, mas novamente recebe um pedido da diretoria para seu retorno ao ABC e atende a ele e retorna ao clube realizando uma campanha melhor deixando o time em 10º colocado.

Em 2013 foi contratado pelo ASA para a temporada, realizando uma boa campanha no primeiro semestre levando o time a final da Copa do Nordeste, porém acabou recebendo uma proposta do Ceará e assumindo o Vozão no mesmo ano.[4] Pelo Ceará se consagrou campeão do Campeonato Cearense após vencer o Guarany de Sobral na final. Após uma derrota para o Oeste pela Série B foi demitido do cargo de treinador do clube.[5] No mesmo ano acertou seu retorno ao ASA após a demissão de Ricardo Silva.[6] Mas após uma série de três derrotas consecutivas pediu demissão do cargo de treinador e deixando o time na 17ª colocação.[7]

Em abril de 2017 acertou seu retorno ao futebol potiguar, mas não para seu ex-clube ABC e sim para o rival América de Natal com a enorme missão de reerguer o clube após uma péssima campanha no Campeonato Potiguar e um rebaixamento à Série D em 2016.[8]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Como Treinador[editar | editar código-fonte]

ABC
Ceará

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Atualizado dia 9 de abril de 2014.

Clube Jogos Vitórias Empates Derrotas
Ceará 22 11 7 4
ASA 16 5 1 10
Guaratinguetá 3 0 1 2
Treze 13 5 2 6

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]

Referências