Associação Atlética Coruripe

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde março de 2012). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Coruripe
EscudoAACoruripe.png
Nome Associação Atlética Coruripe
Alcunhas Hulk
Hulk Praiano
Verdão Praiano
Torcedor/Adepto Coruripense
Mascote Hulk
Fundação 1 de março de 2003 (15 anos)
Estádio Municipal Gerson Amaral
Capacidade 7.000
Localização Coruripe (AL), Brasil
Presidente Zé Eugênio
Treinador Joécio Barbosa
Patrocinador Prefeitura de Coruripe, Usina Coruripe
Material (d)esportivo Robrac
Competição Campeonato Alagoano
Campeonato Brasileiro Série D
Website Site Oficial
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Temporada atual
editar

A Associação Atlética Coruripe ou simplesmente Coruripe, é um clube brasileiro de futebol da cidade de Coruripe, no litoral Sul do Estado de Alagoas. Foi fundado no dia 1º de março de 2003 e suas cores são verde e branco.

História[editar | editar código-fonte]

Como tudo começou[editar | editar código-fonte]

Em 2002, a cidade de Coruripe foi convidada para disputar o campeonato de futebol da AMA (Associação dos Municípios de Alagoas). O convite foi aceito, e logo depois foi montada a Seleção Coruripense, que entrou no torneio sem grandes pretensões mas aos poucos conseguiu avançar e ao final saiu com o merecido título. No ano seguinte, em 2003, a Seleção Coruripense voltou ao campeonato da AMA, voltou a fazer uma boa campanha e ficou com terceiro lugar. Ainda em 2003, um homem de Teotônio Vilela, cidade vizinha, resolveu pedir o campo da Seleção Coruripense emprestado para que seu time, o Teotônio disputa-se o Campeonato Alagoano da 2ª divisão profissional. O responsável, Roswellington Tavares "O Pato" relatou para o então secretário de esportes da época, Maykon Beltrão.[1]

A fundação[editar | editar código-fonte]

Maykon Beltrão vendo a possibilidade de uma equipe profissional na cidade, se juntou com o pai, Sr. João Beltrão e os mesmos tiveram a iniciativa de também colocar uma equipe para a disputar a segunda divisão. Um dos fatos que mais pesou na decisão dos gestores, foi o grande número de espectadores que acompanhavam as partidas do time amador. Com um time profissional, a cidade ganharia mais visibilidade no estado, além servir como uma forma de lazer para a população.

Antigo escudo

Com apoio e dicas do clube/empresa Corinthians-AL, que ajudou a inexperiente diretoria a aprender um pouco sobre o mundo do futebol. O Coruripe começou a se planejar e montou um time forte, já visando o acesso a elite do futebol alagoano.[1]

Estreia oficial[editar | editar código-fonte]

No dia 15 de junho de 2003 a Associação Atlética Coruripe entrou em campo pela primeira vez para disputar uma partida oficial. A partida aconteceu diante do Bandeirante, pela primeira rodada do grupo A da Segundona 2003. Em campo o Coruripe venceu por 2x0, com dois gols marcados pelo jogador Araújo (Vovô), aos 21 e 39 minutos do segundo tempo, cravando assim seu nome na história do verdão.[1]

Escudo utilizado em 2016

Principais fatos históricos[editar | editar código-fonte]

2003 - É campeão do Campeonato Alagoano da Segunda Divisão e promovido à primeira divisão

2004 - Surpreende a todos e é finalista do Campeonato Alagoano, mas perde o título para o Corinthians Alagoano. Disputa pela primeira vez o Campeonato Brasileiro - Série C e a Copa do Brasil.

2005 - É novamente finalista do Campeonato Alagoano e perde para o ASA na final

2006 - Derrota o CSA na final e conquista o título inédito do Campeonato Alagoano

2007 - Derrota o ASA na final e conquista o bicampeonato estadual. Nesse mesmo ano faz sua melhor campanha na Série C, tendo terminado em 3° colocado em seu grupo.

2011 - Faz boa campanha no Campeonato Alagoano e chega à final, mas perde o título para o ASA.

2012 - É rebaixado para a Segunda Divisão após uma péssima campanha no Campeonato Alagoano.

2013 - É vice-campeão do Campeonato Alagoano da Segunda Divisão e promovido à primeira divisão.

2014 - Surpreende a todos e conquista o título estadual sobre o CRB, até então bicampeão no estado (2012 e 2013). No mesmo ano disputou o Campeonato Brasileiro - Série D.

2015 - Vence o CSA nos dois jogos da semifinal do Estadual e elimina o time azulino do restante da temporada. Volta a enfrentar o CRB na final, só que desta vez é derrotado por 2x0 no Estádio Rei Pelé e perde o título. Na Copa do Brasil chega à segunda fase, mas é eliminado pelo Cuiabá. Na Série D foi eliminado nas oitavas de final pelo São Caetano.

2016 - É semifinalista do Campeonato Alagoano, mas é eliminado pelo CRB e perde a disputa do terceiro lugar para o Murici, ficando sem a vaga para a Série D. Participou pela primeira vez da Copa do Nordeste, tendo sido eliminado na primeira fase em um grupo que continha CRB, América de Natal e Estanciano.

2017 - Após realizar uma péssima campanha na primeira fase do Campeonato Alagoano de Futebol de 2017, disputou o Quadrangular da Permanência, também chamado de "quadrangular da morte" e conseguiu evitar a vergonha de um rebaixamento com a melhor campanha do quadrangular.

2018 - Foi o 4° colocado na primeira fase do Campeonato Alagoano, tendo se classificado para as semifinais, onde enfrentou o CRB de igual para igual nos dois jogos e mesmo assim acabou derrotado por 2x1 no Gerson Amaral e 2x0 no Rei Pelé.

Elenco atual[editar | editar código-fonte]

Atualizado em 04 de dezembro de 2017.[2]


Goleiros
Jogador
Brasil Rock Alan
Brasil Danilo
Brasil Francisco Pedro
Defensores
Jogador Pos.
Brasil Lucas Z
Brasil Edson Veneno Z
Brasil Paulo Oliveira Z
Brasil Moisés Z
Brasil Ronald Z
Brasil Jair Silva LD
Brasil Erik LD
Brasil Jadilson LE
Brasil Bruno Beiçola LE
Meio-campistas
Jogador Pos.
Brasil Mateus V
Brasil Jair V
Brasil Roberto V
Brasil Guguinha V
Brasil Palhinha M
Brasil Coquinho M
Brasil Erinho M
Brasil Zangado M
Brasil Charles M
Atacantes
Jogador
Brasil Felipe André
Brasil Duncan
Brasil Ivan
Brasil Bambam
Brasil Canário
Brasil Niedson
Comissão técnica
Nome Pos.
Brasil Deivisson Oliveira T
Brasil Ipsem Respeito AS
Brasil Rodrigo Albuquerque PF
Brasil Lula Rodrigues TG

Títulos[editar | editar código-fonte]

ESTADUAIS
Competição Títulos Temporadas
Brasão-do-Estado-de-Alagoas.jpg Campeonato Alagoano 3 2006, 2007 e 2014
Brasão-do-Estado-de-Alagoas.jpg Campeonato Alagoano - Segunda Divisão 2 2003 e 2013
Brasão-do-Estado-de-Alagoas.jpg Copa Alagoas 2 2005 e 2007
Brasão-do-Estado-de-Alagoas.jpg Copa Maceió 3 2006, 2007 e 2014
Brasão-do-Estado-de-Alagoas.jpg Torneio Início de Alagoas 1 2004

Categorias de Base

Destaques[editar | editar código-fonte]

Desempenho em competições[editar | editar código-fonte]

Campeonato Alagoano - 1ª divisão[editar | editar código-fonte]

Ano Posição
2004 (Vice-campeão)
2005 (Vice-campeão)
2006 (Campeão)
2007 (Campeão)
2008
2009
2010
2011 (Vice-campeão)
2012 (Rebaixado)
2014 (Campeão)
2015 (Vice-campeão)
2016 4º Colocado
2017 8º Colocado
2018 4º Colocado
2019

Campeonato Alagoano - 2ª divisão[editar | editar código-fonte]

Ano Posição
2003 (Campeão e promovido)
2013 (Campeão e promovido)

Copa do Nordeste[editar | editar código-fonte]

Ano Posição
2015 11º
2016 12º

Campeonato Brasileiro[editar | editar código-fonte]

Ano Posição
Série C 2004 45º
Série C 2005
Série C 2006 21º
Série C 2007
Série D 2011 12º
Série D 2014 26º
Série D 2015 15º
Série D 2017 45º
Série D 2019

Copa do Brasil[editar | editar código-fonte]

Ano Posição
2005 50º
2007 46º
2008 34º
2012 60º
2015 64º
2016 66º

Ranking da CBF[editar | editar código-fonte]

  • Posição: 91º
  • Pontuação: 709 pontos[3]

Ranking criado pela Confederação Brasileira de Futebol para pontuar todos os clubes do Brasil[4].

Referências

  1. a b c «Historia da Associação Atlética Coruripe». Consultado em 9 de dezembro de 2014. 
  2. «Com investimento na base, Coruripe começa pré-temporada com treino». 20 de dezembro de 2016. Consultado em 20 de dezembro de 2016. 
  3. «RNC - RANKING NACIONAL DOS CLUBES 2015» (PDF). cdn.cbf.com.br  Confederação Brasileira de Futebol - acessado em 11 de dezembro de 2014
  4. «Cruzeiro lidera o Ranking Nacional de Clubes 2015». www.cbf.com.br  CBF

Ligações externas[editar | editar código-fonte]