Sport Club Penedense

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
 Nota: Se procura outros significados de Penedense, veja Penedo (Alagoas).
Penedense
Escudo do Penedense
Nome Sport Club Penedense
Alcunhas Alvirrubro Ribeirinho
Time do Velho Chico
Centenário das Alagoas
Ribeirinho de Penedo
Torcedor(a)/Adepto(a) Penedense
Penedista
Mascote Jacaré
Fundação 3 de janeiro de 1909 (115 anos)
Estádio Alfredo Leahy
Capacidade 6 000 pessoas
Localização Penedo, Alagoas, Brasil
Presidente Aérton Reis
Treinador(a) Jaelson Marcelino
Patrocinador(a) Starbetfc.com, Inforgraph, Lojas Guido, Coringa, Caeté, Maia Produções, LG Produções, Omara, Supermercado Vital, Trip 10, Buffet Rosa Brandão, Velho Chico, Prestek, Pondorama, HCL
Material (d)esportivo Estilo Sports
Competição Campeonato Alagoano, Copa Alagoas
Website penedense.com.br
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo

O Sport Club Penedense é um clube brasileiro de futebol, da cidade de Penedo, em Alagoas. É o mais antigo clube do futebol alagoano e um dos mais antigos do Brasil. Foi fundado no dia 3 de janeiro de 1909.[1]

Manda seus jogos no Estádio Alfredo Leahy e tem capacidade para 6.000 pessoas. Suas cores são o vermelho e branco.

História[editar | editar código-fonte]

O Penedense foi fundado no dia 3 de Janeiro de 1909 e por muitos anos disputou os campeonatos promovidos pela Liga Penedense de Futebol como um dos mais famosos clubes do interior de Alagoas.[2]

Na época do amadorismo, o alvirrubro do Baixo São Francisco possuía em seu plantel os grandes craques do futebol alagoano. Em 1964, venceu o Torneio Início, batendo o Capelense na final.[3] Somente em 1962 é que veio participar do campeonato da Primeira Divisão alagoana, promovido pela FAD. Sua melhor campanha foi o vice-campeonato que aconteceu em 1966, quando decidiu o título com o CSA.[4][5]

No dia 7 de março de 1971 foi realizado o Torneio Início, uma competição curta de jogos com 20 minutos de duração, dentro de um mesmo dia. O torneio foi organizado pela Federação Alagoana de Futebol e foi disputado no Estádio Rei Pelé. Participaram da competição, além do Penedense, São Domingos, ASA, CSA, CSE, Ferroviário, CRB e Guarany. Comandado por Marcos Lobo, decidiu o título com o CSE e, após empatar sem gols e vencer por 3 a 0 nos pênaltis, foi o grande campeão.[6]

Durante muitos anos, o Penedense ficou de fora dos campeonatos da divisão especial. Crises internas não permitiram que o clube continuasse com seu departamento de futebol. No ano de 2000, o clube se preparou para voltar à elite do futebol alagoano, através do campeonato da Segunda Divisão. Foi o campeão com méritos e ganhou o direito de ficar entre os grandes.[7]

Em 2001, realizou um excelente trabalho e ficou na 3ª colocação.

Em 2001, credenciado pela conquista do título da Segunda Divisão de 2000 e empolgado por retornar à Divisão Principal do futebol alagoano, após alguns anos de ausência, o Penedense manteve a base do time que foi campeão da Segundona, do ano passado. Dos 11 titulares, apenas três são novatos no grupo: o goleiro Nem, o lateral Nilton e o atacante Denilson. Outros reforços que chegaram ao clube foram o goleiro Luciano e o meia-atacante Edson. O técnico da equipe é Gilson Baiano (ex-atleta do CSA e CRB), entre outros clubes de Alagoas, e já solicitou à diretoria do Penedense a contratação de mais dois reforços: um meia-direita e um meia-esquerda, para fortalecer o setor. O objetivo do clube é ficar entre os quatro primeiros colocados neste grande turno. Penedense – Nem; Edivaldo, Júnior, Luizão e Nilton; Evanilson, Robinho, Paulo Cajé e Esquerdinha; Marcos e Denilson.

Em 2002, o grande trunfo é ter mantido mais de metade do grupo da competição em 2001, conquistando um honroso 3° lugar e destacando-se como a grande surpresa do Estadual. A diretoria do Penedense conseguiu também manter a mesma comissão técnica, tendo à frente Gilson Baiano, o qual contará, no grupo deste ano, com pelo menos oito titulares da equipe de 2001. São eles: goleiro Nem, zagueiro Luizão, laterais Ricardo e Jal, volantes Robinho e Evanilson, e os meias Esquerdinha e Edvaldo. O único setor onde o time perdeu todos os titulares foi o ataque, que teve o artilheiro Marcos vendido ao Entrerriense (RJ) e Denilson para o CRB. Nova dupla de ataque é formada por por Gilsinho, com passagens por grandes equipes como Sergipe e Itabaiana; e pelo penedense Mauro Jorge. Nem; Daniel, Luizão, Robinho e Esquerdinha; Alfe, Evanílson, Ricardo e Edvaldo; Gilsinho e Joan (Mauro Jorge).

Em 2004, o Penedense retorna à divisão principal do futebol alagoano, ao vencer a Dimensão Saúde por 4 a 0 no placar agregado na decisão do Campeonato Alagoano da Segunda Divisão.[8]

Em 2005, o clube da cidade de Penedo manteve a base do time e o técnico, Erandir Montenegro, campeões da Segundona de 2004. Na escalação da equipe nomes já conhecidos da torcida, como o goleiro Beto, os volantes Aldo e Robson, o lateral-esquerdo Esquerdinha e o meia Edvaldo. Foram feitas cinco contratações: o goleiro Pablo (ex-CSA e ASA), o volante Batista, o meia Wagner e os atacantes Anderson e Fuscão.

O presidente do clube, Givaldo Vasconcelos, afirmou que o Penedense está no bloco intermediário do Campeonato Alagoano. Os investimentos, disse o dirigente, chegaram a R$ 40 mil e a folha salarial, mês, deve ficar em torno de R$ 28 mil.

Em 2008 o time ribeirinho foi excluído do campeonato alagoano e rebaixado por ter denunciado a Federação Alagoana de Futebol a justiça comum, por não conseguir jogar em seu estádio. Mas em 2010 o time voltou a série A por meio de decisão do Tribunal de Justiça de Alagoas, [9]que gerou posteriormente condenação da FAF a pagar indenização ao clube em 2016.[10]

Em 2010, o time ribeirinho foi rebaixado para a segunda divisão depois de um péssimo campeonato alagoano.

Em 2011. conseguiu o acesso para Elite do Futebol Alagoano de 2012, fazendo uma campanha razoável , e ficou com o Vice Campeonato da Segunda Divisão do Alagoano, perdendo a final para o CEO por 2x0.[11]

No dia 21 de Abril de 2012, após empate contra o Corinthians foi rebaixado e volta a segunda divisão do Campeonato Alagoano. Terminou em último na classificação geral, rebaixado junto com o Coruripe.[12]

Em 2013, a equipe ribeirinha se classificou para a elite estadual junto com as equipes do Coruripe e Santa Rita-AL,[13] onde o Penedense acabou não se qualificando para a final da 2° divisão, pois perdeu nas semifinais para a equipe do Santa Rita- AL.

Em 2014[14], a equipe mais uma vez foi rebaixada[15] junto com o Comercial de Viçosa.[16]

Em 2015, a equipe veio a disputar a 2° divisão, dessa vez junta com mais duas equipes: Sete de Setembro e São Domingos. A equipe da cidade de Penedo garantiu acesso no 3° jogo contra a equipe do Sete de Setembro onde o empate por 2x2 garantiu o acesso, já no jogo seguinte e último do Penedense no campeonato contra a equipe do São Domingos a equipe só precisava empatar para garantir o título do Campeonato Alagoano da 2° divisão, campeonato que o Penedense não conquistava desde 2004. A equipe que veio perfilada com: Manoel, Luciano Pinga, Drey, Bruno, Noé, Fofo, Gaspar, Magno, Paulo, Buiú, Marcos Bala e Evanílson Nunes como treinador, criou muitas oportunidades de gols, mas não souberam aproveitar, onde aos 46 minutos do 2° Tempo numa falta cruzada a bola não encontrou ninguém e veio a entrar nas guardas de Manoel. Todo o estádio se calou, e a equipe veio a saborear mais um vice-campeonato alagoano[17]. Mas sendo que a equipe se qualificou para a elite estadual de 2016.[18]

Em 2016 fez um péssimo campeonato e acabou em penúltimo lugar na classificação geral, sendo rebaixado junto com o Ipanema.[19] Disputou a segunda divisão em 2017[20] e 2019, e desde então está licenciado das competições devido a graves problemas financeiros e tenta provar o recebimento de valores referentes à venda do jogador Marinho, que atuou no clube entre 2003 e 2006[21] .

Em janeiro de 2022, o presidente do Penedense confirmou que o clube retornará para disputar a Segunda Divisão Alagoano.[22][22] Em 2023, o Penedense venceu o Zumbi por 3 a 1 nos pênaltis após um empate em 0 a 0 foi campeão e retornou para a elite estadual.[23][24]

Estádio Dr. Alfredo Leahy[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Estádio Alfredo Leahy

O Estádio Dr. Alfredo Leahy também conhecido como "Caldeirão da Alegria", situa-se na cidade de Penedo - AL,Brasil. Pertence ao Sport Club Penedense e sua capacidade é de 6.000 pessoas.[25]

Rivalidade[editar | editar código-fonte]

O Sport Club Penedense tem grande rivalidades. As rivalidades municipais são contra o Santa Cruz. Tem grande rivalidade CSE de Palmeira dos Índios e com o Capelense de Capela. O Penedense possui como grande clássico com o Asa de Arapiraca, apelidado de "clássico da elegância". Porém, a maior rivalidade recente é com o Coruripe, clube da cidade vizinha.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Estaduais
Competição Títulos Temporadas
Campeonato Alagoano - Segunda Divisão 3 2000, 2004 e 2023
Torneio Início de Alagoas 5 1964, 1967, 1969, 1971 e 1978

Destaques[editar | editar código-fonte]

Outras conquistas[editar | editar código-fonte]

  • Campeão Municipal Amador (2012)

Categorias de base[editar | editar código-fonte]

Sub-15[editar | editar código-fonte]

  • Alagoas Vice-Campeão (Copa Novos Talentos em Catende-PE) 2012

Sub-13[editar | editar código-fonte]

  • Alagoas Copa Intermunicipal de Futebol: 1 vez (2012)

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Sport Club Penedense completa 113 anos de história nesta segunda, 03 de janeiro». Aqui Acontece. Consultado em 25 de janeiro de 2022 
  2. «Cria da base, mensagem carinhosa e mecanismo de solidariedade: mesmo de longe, Marinho não esquece o Penedense». ge. Consultado em 25 de janeiro de 2022 
  3. Diogo, Autor Julio Bovi (18 de maio de 2020). «Torneio Início Alagoano – 1964». Arquivos de Futebol do Brasil. Consultado em 25 de janeiro de 2022 
  4. «Campeonato Alagoano 1966 - CSA Campeão». www.capelense.com.br. Consultado em 25 de janeiro de 2022 
  5. «CAMPEONATO ALAGOANO 1966 – Clubes Alagoanos». Consultado em 25 de janeiro de 2022 
  6. «Torneio Início Alagoano - 1971». Arquivos de Futebol do Brasil. 15 de dezembro de 2021. Consultado em 25 de janeiro de 2022 
  7. «Campeonato Alagoano - 2ª Divisão - 2000». Arquivos de Futebol do Brasil. 21 de abril de 2020. Consultado em 25 de janeiro de 2022 
  8. «Campeonato alagoano da 2ª divisão 2004 - Penedense Campeão». www.capelense.com.br. Consultado em 25 de janeiro de 2022 
  9. Alagoano, Alberto liveira/Esporte (13 de maio de 2009). «Penedense vence no TJ e volta à elite em AL». Alagoas 24 Horas: Líder em Notícias On-line de Alagoas. Consultado em 25 de janeiro de 2022 
  10. «FAF é condenada a pagar indenização de R$ 420 mil ao Penedense». GazetaWeb. Consultado em 25 de janeiro de 2022 
  11. «Campeonato Alagoano : CEO vence e sagra-se campeão da segundona». Cadaminuto. Consultado em 25 de janeiro de 2022 
  12. «BOLA N@ ÁREA - Campeonato Alagoano 2012». www.bolanaarea.com. Consultado em 25 de janeiro de 2022 
  13. Maceió-AL, Por Victor Mélo. «Coruripe, Santa Rita e Penedense já estão nas semifinais da Segundona». globoesporte.com. Consultado em 27 de janeiro de 2022 
  14. GloboEsporte.comMaceió, Por; AL. «Penedense volta à elite do Estadual tentando evitar novo rebaixamento». globoesporte.com. Consultado em 25 de janeiro de 2022 
  15. LeãoMaceió, Por Viviane. «CSE vence o rebaixado Penedense por goleada, mas não se classifica». globoesporte.com. Consultado em 25 de janeiro de 2022 
  16. «Penedense abusa da incompetência, é goleado e rebaixado». Aqui Acontece. Consultado em 25 de janeiro de 2022 
  17. «Penedense se classifica e vai disputar o Alagoano de 2016». Correio do Povo de Alagoas. Consultado em 25 de janeiro de 2022 
  18. «Penedense fica no 2 a 2 com o Sete e volta à 1ª Divisão do Alagoano». Alagoas 24 Horas: Líder em Notícias On-line de Alagoas. 12 de outubro de 2015. Consultado em 25 de janeiro de 2022 
  19. «BOLA N@ ÁREA - Campeonato Alagoano 2016». www.bolanaarea.com. Consultado em 25 de janeiro de 2022 
  20. www.2i9.com.br, 2i9 multiagência-. «Penedense prepara elenco para a segunda divisão de Alagoas e vence amistoso». 7Segundos. Consultado em 25 de janeiro de 2022 
  21. «Clube de Alagoas vê chance de proposta por Marinho e tenta provar passagem». www.uol.com.br. Consultado em 25 de janeiro de 2022 
  22. a b Alagoas, Gazeta de (20 de janeiro de 2022). «Penedense jogará a 2ª Divisão de AL em 2022 | Gazeta de Alagoas». www.gazetadealagoas.com.br. Consultado em 25 de janeiro de 2022 
  23. «Penedense volta à elite do futebol alagoano depois de sete anos». ge.globo.com. 14 de agosto de 2023. Consultado em 19 de agosto de 2023 
  24. «Alagoano Série B: Penedense vence nos pênaltis e é campeão». futeboldealagoas.net. 13 de agosto de 2023. Consultado em 19 de agosto de 2023 
  25. [1].
  26. «Na primeira contagem deu Flamengo disparado». Jornal dos Sports (RJ). 1º de maio de 1973. Consultado em 26 de janeiro de 2022 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]