Parque Estadual da Serra do Rola-Moça

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Parque Estadual da Serra do Rola-Moça
Categoria II da IUCN (Parque Nacional)
Vista da Serra do Rola-Moça.
Localização
País  Brasil
Estado  Minas Gerais
Mesorregião Metropolitana de Belo Horizonte
Microrregião Belo Horizonte
Localidades mais próximas Belo Horizonte, Brumadinho, Ibirité, Nova Lima.
Dados
Área &0000000000003941.0900003 941,09 hectares (39 4 km2)[1]
Criação 27 de setembro de 1994 (24 anos)[2]
Gestão Instituto Estadual de Florestas
Sítio oficial Rola-Moça
Coordenadas 20° 02' 34.6" S 44° 0' 23.2" O
Parque Estadual da Serra do Rola-Moça está localizado em: Brasil
Parque Estadual da Serra do Rola-Moça

O Parque Estadual da Serra do Rola-Moça, situado na região metropolitana de Belo Horizonte, é uma das mais importantes áreas verdes no estado brasileiro de Minas Gerais. Com 3 941,09 ha de área, distribuídos nos municípios de Belo Horizonte, Brumadinho, Nova Lima e Ibirité, o Rola-Moça é o terceiro maior parque em área urbana do Brasil.[3]

Histórico[editar | editar código-fonte]

O parque foi criado através do Decreto Estadual Nº 36.071, de 27 de setembro de 1994. É considerado uma área de proteção especial de mananciais, essenciais para o abastecimento de água da região, motivo pelo qual não está completamente aberto ao turismo. A fiscalização é feita por guardas, pela polícia militar ambiental e pela Copasa. As demais áreas do parque estão liberadas para a prática do ciclismo e outros esportes bem como caminhadas e atividades de educação ambiental.

O nome do parque se originou de conto popular e foi imortalizado no poema "A Serra do Rola-Moça" de Mário de Andrade mais tarde musicado por Martinho da Vila em 1987 no disco "Coração de Malandro". O poema conta a história de um casal que após seu casamento atravessou a Serra voltando para casa. O cavalo em que a moça estava pisou em falso no cascalho e a dupla despencou ladeira a baixo e o marido chicoteando seu cavalo partiu ribanceira abaixo atrás da moça e "a Serra do Rola-Moça, Rola-Moça se chamou".

Caracterizacão da área[editar | editar código-fonte]

Rola-Moça abrange uma área de 3 941,09 ha, possuindo 52,22 km de perímetro. Delimita-se com as serras do Curral, ao norte, do Ouro Branco, ao Sul, da Moeda, a oeste, e do Caraça, ao leste. Em sem interior fluem os cursos d’água Taboão, Rola-Moça, Barreirinho, Barreiro, Mutuca e Catarina. O território do parque está distribuído pelos municípios de Belo Horizonte (33% da área, limites norte e oeste do parque), Brumadinho (27% da área, limites sul e leste), Nova Lima (25% da área, limite sul) e Ibirité (15% da área, limite norte).

Relevo[editar | editar código-fonte]

No Rola-Moça estão incluídas paisagens características de Mata Atlântica (Floresta Estacional Semidecidual), Cerrado (Em strictu sensu Cerrado, Savana gramíneo lenhosa, campos de gramíneas, campos rupestres sobre quartizito e sobre canga), Campos de Altitude e Campos Ferruginosos, além de oferecer como atrativo os mirantes Mirante das Três Pedras, Mirante do Planeta, Mirante do Jatobá e Mirante Morro dos Veados, este último localizado na estrada que corta o parque e chega ao distrito de Casa Branca onde são proporcionadas belas vistas panorâmicas. O relevo do parque é extremamente acidentado, incluindo algumas serras como a Serra do Rola-Moça, Serra do Jatobá, entre outras.

Clima[editar | editar código-fonte]

O clima do parque é o tropical de altitude, com verões amenos na estação meteorológica mais próxima, localizada no pé da serra em Ibirité. A média anual de temperatura é de 18,8 °C, em julho de 15,3°C e de fevereiro 21,4°C. Quanto às chuvas, o índice de precipitação anual é de 1,748 mm a pouco mais de 1,000 m de altitude. A vegetação é de zona de tensão ecológica, isto é, existem transições bruscas de Mata Atlântica para Cerrado e Campos de Altitude, o que faz com que a vegetação seja bastante diversificada.

Flora[editar | editar código-fonte]

O parque possui espécies como: ipê, cambuí, aroeira branca, xaxim, sangra d'água, canela, unha-de-vaca, pau-d'óleo, quaresmeira, cangerana, cedro, carne-de-vaca, cambotá, pau-ferro, pequi, jacarandá do cerrado, ipê-cascudo, murici, jatobá-do-cerrado, pau-santo, pau-de-tucano, araticum e canela-de-ema. Na região foram identificadas 25 espécies da família Bromeliaceae com destaque para o gênero Dyckia, o mais representativo em espécies. Eduandrea selloana, Cryptanthus schwackeanus, Dyckia consimilis, D. densiflora, D. macedoi, D. simulans, D. schwackeana, D. trichostachya, Vriesea longistaminea e V. minarum encontram-se citadas na Listas das Espécies da Flora e da Fauna Ameaçadas de Extinção do Estado de Minas Gerais.

Fauna[editar | editar código-fonte]

O Rola-Moça possui uma mastofauna bastante diversificada, incluindo: onça parda, jaguatirica, gato mourisco, gato do mato, lobo-guará, raposa, mão-pelada, coati, irara, lontra, ouriço, preá, tamanduá-de-colete, tatu-peba, tatu-galinha, caititu, veado-virá, veado campeiro, guigó e mico-estrela.

Infra-estrutura e localização[editar | editar código-fonte]

Placa informativa sobre a formação do relevo no Parque.

O Parque conta ainda com um Centro de Informação e Administração (Nova Lima) com auditório de capacidade para 90 pessoas e um Centro de Informação, Educação Ambiental e Lazer (Belo Horizonte) com auditório de capacidade para 60 pessoas, play-ground e lanchonete e dispões de quatro portarias. O parque dista 25 km do bairro Savassi, de Belo Horizonte.

Motoristas devem tomar a rodovia BR-040 no sentido Rio de Janeiro e entrar à direita no Posto Chefão e em seguida dobrar na segunda rua à direita em Montreal (estrada asfaltada) no bairro Jardim Canadá até alcançar a portaria principal do parque, que se situa a cerca de 3 km do Posto Chefão.

Referências

  1. «Parque Estadual da Serra do Rola-Moça». Instituto Estadual de Florestas. 2012. Consultado em 25 de junho de 2012 
  2. «Decreto nº 36.071, de 27 de setembro de 1994» (PDF). Secrecretaria de Estado de Meio-Ambiente e Desenvolvimento Sustentável. 27 de setembro de 1994. Consultado em 25 de junho de 2012 
  3. «Parque Estadual do Rola Moça entra para o Hall da Fama do TripAdvisor». Instituto Estadual de Florestas de Minas Gerais. 29 de Outubro de 2018. Cópia arquivada em 10 de fevereiro de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Parque Estadual da Serra do Rola-Moça
Ícone de esboço Este artigo sobre Unidades de Conservação da Natureza é um esboço relacionado ao Projeto Brasil. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.