Lontra

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde janeiro de 2012). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Lontra (desambiguação).
Como ler uma caixa taxonómicaLontra
Lontra em uma árvore

Lontra em uma árvore
Estado de conservação
Status iucn3.1 LC pt.svg
Pouco preocupante
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Infraclasse: Placentalia
Ordem: Carnivora
Família: Mustelidae
Subfamília: Lutrinae
Géneros e espécies
Ver texto

A lontra é um animal mamífero da subfamília Lutrinae, que pertence à ordem carnívora e à família dos mustelídeos. Encontra-se na Europa, Ásia, África, numa parte sul da América do Norte e ao longo de toda a América do Sul, incluindo o Brasil e a Argentina. O seu habitat natural é o rio, onde busca alimentos, como peixes, crustáceos, répteis e, com menos frequência, aves e pequenos mamíferos.

Geralmente, a lontra tem hábitos noturnos, dormindo de dia na margem do rio e acordando de noite para buscar alimento. Os grupos sociais são formados pelas fêmeas e pelos seus filhotes. Os machos não vivem em grupos e só se juntam a uma fêmea na época de acasalamento. O período de gestação da lontra é de cerca de 2 meses, produzindo de um a cinco filhotes.

A lontra adulta mede entre 55 a 120 centímetros de comprimento (incluindo a cauda) e pesa até 35 quilos. Embora a sua carne não seja comercializada em larga escala, a lontra faz parte da lista de animais ameaçados de extinção principalmente pelo alto valor da sua pele e pela depredação dos ecossistemas, aos quais a lontra está adaptada.

Este animal possui uma pelagem com duas camadas, uma externa e impermeável e outra interna usada para o isolamento térmico. O corpo, por sua vez, é hidrodinâmico, preparado para nadar em alta velocidade.

A lontra é capaz de assobiar, chiar e guinchar. Pode ficar submersa durante 6 minutos e ao nadar pode alcançar a velocidade de 12 km/h.

Espécies[editar | editar código-fonte]

Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou seção está a ser traduzido. Ajude e colabore com a tradução.

Cladograma da subfamília Lutrinae[editar | editar código-fonte]

Cladograma baseado nos estudos de Koepfli et al. 2008[1] e Bininda-Emonds et al. 1999.[2]

Lutrinae

Ariranha (Pteronura brasiliensis)





Northern river otter (Lontra canadensis)





Chugungo (Lontra felina)



Southern river otter (Lontra provocax)




Lontra-neotropical (Lontra longicaudis)






Lontra-marinha (Enhydra lutris)



Spotted-necked otter (Lutra maculicollis)





Lontra-europeia (Lutra lutra)



Lontra-de-nariz-peludo (Lutra sumatrana)






African clawless otter (Aonyx capensis)





Lontra-anã-oriental (Aonyx cinerea)



Smooth-coated otter (Lutrogale perspicillata)








Ver também[editar | editar código-fonte]

Wikispecies
O Wikispecies tem informações sobre: Lontra

Referências

  1. Koepfli KP, Deere KA, Slater GJ; et al. (2008). «Multigene phylogeny of the Mustelidae: resolving relationships, tempo and biogeographic history of a mammalian adaptive radiation». BMC Biol. [S.l.: s.n.] 6 (1): 4–5. doi:10.1186/1741-7007-6-10. PMC 2276185. PMID 18275614. 
  2. Bininda-Emonds OR, Gittleman JL, Purvis A (1999). «Building large trees by combining phylogenetic information: a complete phylogeny of the extant Carnivora (Mammalia)». Biol Rev Camb Philos Soc [S.l.: s.n.] 74 (2): 143–75. doi:10.1017/S0006323199005307. PMID 10396181.