Brumadinho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Brumadinho
Bandeira de Brumadinho
Brasão de Brumadinho
Bandeira Brasão
Hino
Fundação 25 de maio de 1955
Gentílico brumadinhense
Prefeito(a) Antônio Brandão (PSDB)
(2013–2016)
Localização
Localização de Brumadinho
Localização de Brumadinho em Minas Gerais
Brumadinho está localizado em: Brasil
Brumadinho
Localização de Brumadinho no Brasil
20° 08' 34" S 44° 12' 00" O20° 08' 34" S 44° 12' 00" O
Unidade federativa  Minas Gerais
Mesorregião Metropolitana de Belo Horizonte IBGE/2008 [1]
Microrregião Belo Horizonte IBGE/2008 [1]
Região metropolitana Belo Horizonte
Municípios limítrofes Ibirité, Sarzedo, Mário Campos, São Joaquim de Bicas, Igarapé, Itatiaiuçu, Rio Manso, Bonfim, Belo Vale, Moeda, Itabirito, Nova Lima e Belo Horizonte.
Distância até a capital 51 km
Características geográficas
Área 640,150 km² [2]
População 35 085 hab. IBGE/2010[3]
Densidade 54,81 hab./km²
Clima Não disponível
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,773 alto PNUD/2000 [4]
PIB R$ 835 247,724 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 24 789,95 IBGE/2008[5]
Página oficial

Brumadinho é um município brasileiro do estado de Minas Gerais, localizado na Região Metropolitana de Belo Horizonte. De acordo com o censo realizado pelo IBGE em 2012, sua população é de 35.085 habitantes.[3]

O nome "Brumadinho" deve-se ao fato do local estar próximo à antiga vila de Brumado Velho, que por sua vez teria sido assim denominada pelos bandeirantes por causa das brumas comuns em toda a região montanhosa em que se situa o município, especialmente no período da manhã.[carece de fontes?]

Embora o município de Brumadinho seja atravessado pelas rodovias BR-381 (São Paulo-Belo Horizonte) e BR-040 (Rio de Janeiro-Belo Horizonte), e seja possível chegar à sede municipal a partir de ambas as rodovias, o acesso mais curto da capital à cidade de Brumadinho é pela rodovia MG-040, a chamada Via do Minério, uma estrada mais direta que sai da região do Barreiro, na parte sudoeste da capital, e atravessa os municípios de Ibirité e Mário Campos antes de chegar a Brumadinho. Há uma curta divisa direta de Brumadinho com o município da capital, mas localizada numa remota área montanhosa, sem estradas e de difícil acesso.

Importância dos mananciais de água[editar | editar código-fonte]

Apesar de sua pequena população, Brumadinho é importante para a região metropolitana de Belo Horizonte por causa de seus grandes mananciais de água, possibilitados pela extensão relativamente grande do município e pelo relevo montanhoso. Um quarto da água que abastece a região metropolitana vem dos mananciais de Brumadinho e dos municípios vizinhos, através dos sistemas Rio Manso e Catarina, operados pela Companhia de Saneamento de Minas Gerais (COPASA).[6]

Ainda no município, há uma grande lavra de água mineral, explorada pela empresa Hidrobrás e comercializada sob a marca "Ingá".[7] Segundo o jornal Estado de Minas, "a maior fonte de água mineral do mundo" estaria localizada na serra que separa os municípios de Brumadinho e Mário Campos.

Economia[editar | editar código-fonte]

Além de ser o 8ª maior município minerador de Minas Gerais,[carece de fontes?] com minas da MBR, Mannesmann Vale/Ferteco e Ferrous[8] , Brumadinho é recordista na produção de cachaça artesanal,[carece de fontes?] com o selo da AMPAC. São produzidas em Brumadinho a cachaça "Domina", com marketing voltado para o mercado feminino, e as marcas "Segredo do Patriarca", "Brumado Velho", "Saideira" e "Boa Vitória".

O Centro de Arte Contemporânea Inhotim, com uma das mais expressivas coleções de arte contemporânea do Brasil, localiza-se no município de Brumadinho, distrito de mesmo nome.[9]

A Corporação Musical Banda São Sebastião, fundada em 13 de maio de 1929 por Tarcilio Gomes da Costa, é mais antiga que o próprio município de Brumadinho, tendo completado 80 anos de existência em 2009.[9]


Distritos[editar | editar código-fonte]

Povoados[editar | editar código-fonte]

  • Parque da cachoeira
  • Retiro do Brumado
  • Córrego Fundo
  • Encosta da Serra da Moeda
  • Monte Cristo
  • Melo Franco
  • Quilombos do Sapé
  • Toca
  • Coronel Eurico
  • Eixo Quebrado

Turismo[editar | editar código-fonte]

Atrações[editar | editar código-fonte]

  • Inhotim - Centro de Arte Contemporânea
  • Encosta da Serra da Moeda
  • Mansão Matosinhos
  • Fazenda dos Martins
  • Topo do Mundo Bar e Restaurante
  • Arvorismo em Casa Branca
  • Serra da Moeda
  • Clube de Voo Livre
  • Safari Rural
  • Serra do Rola Moça
  • Mirante dos Veados
  • Templo Budista

Eventos[editar | editar código-fonte]

  • Rodeio em Brumadinho
  • Dezembrega
  • Folia Sertaneja
  • Festa de São Sebastião
  • Jubileu de Nossa Senhora das Mercês
  • Festa da Cachaça
  • Festa da Mexerica
  • Festa do Milho
  • Festa da Jabuticaba

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Visitado em 5 de dezembro de 2010.
  3. a b Censo Populacional 2010 Censo Populacional 2010 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Visitado em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Visitado em 11 de dezembro de 2010.
  6. Produção de água COPASA.
  7. Quem somos Hidrobras.
  8. Hoje em Dia. (6 de abril de 2010). "Mineroduto da Ferrous terá ramal Brumadinho" (em português). Hoje em Dia. Visitado em 12 de janeiro de 2012.
  9. a b Centro de Arte Contemporânea Inhotim. Visitado em 10 de outubro de 2009.