Juatuba

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Município de Juatuba
Bandeira de Juatuba
Brasão de Juatuba
Bandeira Brasão
Hino
Fundação 27 de abril de 1992
Gentílico juatubense
Prefeito(a) Valéria Aparecida dos Santos (PMDB)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Juatuba
Localização de Juatuba em Minas Gerais
Juatuba está localizado em: Brasil
Juatuba
Localização de Juatuba no Brasil
19° 57' 07" S 44° 20' 34" O19° 57' 07" S 44° 20' 34" O
Unidade federativa Minas Gerais
Mesorregião Metropolitana de Belo Horizonte IBGE/2010 [1]
Microrregião Belo Horizonte IBGE/2010 [1]
Região metropolitana Belo Horizonte
Municípios limítrofes Esmeraldas, Betim, Mateus Leme, Igarapé e Florestal
Distância até a capital 45 km
Características geográficas
Área 99,543 km² [2]
População 22 202 hab. Censo IBGE/2010 [1]
Densidade 223,04 hab./km²
Clima tropical de altitude
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,717 elevado IBGE/2010 [1]
PIB R$ 879,187 mil IBGE/2010 [1]
PIB per capita R$ 39 565,57 IBGE/2010 [1]
Página oficial
Prefeitura http://www.juatuba.mg.gov.br/

Juatuba é um município brasileiro do estado de Minas Gerais, localizado no vetor oeste da Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Toponímia[editar | editar código-fonte]

O nome do município, antes conhecido como Varginha, tem origem indígena, foi adotado em 1911 e significa, 'Sítio dos Juás' devido à abundancia no local deste fruto.[3]

Observação: Antigos moradores do município relatam que o nome Juatuba se originou de duas plantas que eram abundantes na região, uma delas seria o Juá (como mencionado no texto acima) e a outra seria o Jatobá. Daí, fez-se a fusão das duas palavras Juá + Jatobá o que originou o nome do município. Tem ainda a teoria que diz que Juá é o nome da fruta mas tuba significa abundância (em algum dialeto indígena), fazendo menção à quantidade da fruta presente na região.

História[editar | editar código-fonte]

O povoado de Juatuba iniciou-se em torno da estação ferroviária da antiga Rede Mineira de Viação. Este primeiro registro de habitação da região vincula-se ao ciclo do ouro, sendo a Serra de Santo Antônio ou a Serra de Santa Cruz, pontos de penetração das bandeiras precedentes de Ouro Preto e Mariana. Os bandeirantes, Fernão Dias Pais, Mateus Martins Leme, Borba Gato e outros, vindos dessas cidades em busca do ouro, enfrentaram as dificuldades de atravessar o Rio Paraopeba e fundaram os povoados de Mateus Leme e Esmeraldas[4].

O primeiro prefeito foi eleito em 1 de janeiro de 1993.[1]

Data de Emancipação: 27/04/1.992.[1]

Desmembrado do Município de Mateus Leme.[1]

Geografia[editar | editar código-fonte]

O município localiza-se na Região Metropolitana de Belo Horizonte, a 45 km da capital mineira e a 32 km de Itaúna.

População[editar | editar código-fonte]

Sua população aferida pelo IBGE em 2010 era de 22.202 habitantes.[1] O povoamento de se desenvolveu em torno da estação ferroviária da antiga Rede Mineira de Viação. O nome de origem indígena – ayú-á, a fruta colhida do espinho e tuba, o sítio dos juás ou lugar onde abundam juás – foi adotado a partir de 1911. A Lei nº 336, de 27 de dezembro de 1948 elevou o povoado a distrito, então pertencente ao Município de Mateus Leme. Pela Lei nº 10.704, de 27 de abril de 1992 foram emancipados trinta e três distritos de Minas Gerais e, entre eles, estava o de Juatuba.

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

Juatuba localiza-se na bacia do rio Paraopeba, que está contida na região hidrográfica do Rio São Francisco. O Ribeirão Serra Azul, afluente da margem esquerda do rio Paraopeba, é represado no município para abastecimento de água na Região Metropolitana de Belo Horizonte. A represa é controlada pela Companhia de Saneamento de Minas Gerais (COPASA) e denomina-se Sistema Serra Azul, que é parte integrante do Sistema Integrado do Paraopeba. Nesse sistema as populações são atendidas conjuntamente pelos sistemas de abastecimento do rio Manso, Serra Azul e Vargem das Flores.[5][6]

Referências

  1. a b c d e f g h i j IBGE (20 de agosto de 2013). «IBGE-Cidades-Minas Gerais-Juatuba-Síntese de Informações». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Consultado em 20 de agosto de 2013. 
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010. 
  3. http://www.jornaldejuatuba.com.br/
  4. http://www.juatuba.mg.gov.br/
  5. «APE Manancial Serra Azul» (PDF). Companhia de Saneamento de Minas Gerais – COPASA. 29 de setembro de 2016 
  6. «Parecer Único SUPRAM CM n.º 238/2010» (PDF). Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável – SEMAD. 18 de junho de 2010 
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Minas Gerais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.