Hudson Rodrigues dos Santos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Hudson
Hudson
Hudson atuando pelo São Paulo em 2018
Informações pessoais
Nome completo Hudson Rodrigues dos Santos
Data de nasc. 30 de janeiro de 1988 (31 anos)
Local de nasc. Juiz de Fora (MG), Brasil
Nacionalidade brasileiro
Altura 1,79 m
Apelido Hudshow
Informações profissionais
Clube atual São Paulo
Número 25
Posição Volante
Clubes de juventude
2006 Santos
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2007–2010
2009
2009
2010
2011
2012–2013
2013
2014
2014–
2017
Santos
Santa Cruz (emp.)
Ituano (emp.)
Red Bull Brasil (emp.)
Comercial
Oeste
Brasiliense
Botafogo-SP
São Paulo
Cruzeiro (emp.)



0012 0000(0)
0006 0000(0)
0031 0000(3)
0011 0000(0)
0014 0000(4)
0197 0000(6)
0038 0000(3)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 27 de outubro de 2019.

Hudson Rodrigues dos Santos mais conhecido como Hudson, (Juiz de Fora, 30 de janeiro de 1988), é um futebolista brasileiro que joga como volante Atualmente joga pelo São Paulo.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Iniciou sua carreira em 2007 pelo Santos onde foi campeão Paulista Sub-20. Ao subir para a equipe profissional do Peixe, atuou junto de Paulo Henrique Ganso, o qual, mais tarde, seria também seu companheiro no São Paulo.[1]

Em 2009, disputou o Campeonato Pernambucano pelo Santa Cruz e no segundo semestre do mesmo ano disputou a Copa Paulista pelo Ituano.

Em 2010, foi para o Red Bull Brasil onde conquistou o Campeonato Paulista Série A3 e foi vice-campeão da Copa Paulista 2010.

Teve uma passagem pelo o Brasiliense, onde chamou a atenção do Botafogo-SP que o contratou no início de 2014, com contrato válido até o final do Campeonato Paulista do mesmo ano. O jogador se destacou no campeonato, fazendo boas partidas, principalmente contra o Santos, quando fez sua melhor partida no campeonato estadual. Mostrou ter bom drible, chute e passe. Acabou marcando 4 gols no campeonato e chamou a atenção dos grandes clubes paulistas. Foi eleito o melhor volante do Paulistão.

São Paulo[editar | editar código-fonte]

Após se destacar pelo Botafogo-SP, acertou com o São Paulo no dia 8 de abril de 2014, com o contrato válido até o final da temporada, com opção de prorrogação do vínculo por mais dois anos.[2]

Estreou pelo Tricolor Paulista no dia 27 de abril no empate de 1-1 contra o Cruzeiro, partida válida pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro.[3]

Fez seu primeiro gol com a camisa tricolor três dias depois, na vitória por 4-2 contra a equipe equatoriana Emelec pelas quartas-de-final da Copa Sul-Americana de 2014.[4] Em 2016, foi o jogador com o maior número de desarmes na Libertadores.

Cruzeiro[editar | editar código-fonte]

Em 22 de dezembro, acertou empréstimo por um ano com o Cruzeiro, transação que envolveu a ida do jogador Neilton para o São Paulo pelo mesmo período.[5] Marcou seu primeiro gol pela nova equipe em 13 de abril de 2017, justamente contra o ex-clube, fechando a vitória por 2-0 no Morumbi, partida de ida da quarta fase da Copa do Brasil.[6] Nessa mesma partida, foi considerado o melhor jogador em campo pela Radio Itatiaia. No jogo de volta, derrota do Cruzeiro no Mineirão para o São Paulo por 2–1. Apesar do resultado, o time mineiro foi às oitavas com Hudson fazendo a "dobradinha" e sendo eleito o melhor em campo mais uma vez.

Na segunda partida da semifinal do Campeonato Mineiro de 2017 contra o América-MG, Hudson fez sua 3ª partida consecutiva como titular no Cruzeiro. Na partida, Hudson foi, novamente, um dos melhores em campo, tomando conta do meio-campo e indo muito bem ao ataque. No 1º tempo acertou a trave do goleiro João Ricardo num belo chute de fora da área. No 2º tempo, participou diretamente no gol de Arrascaeta, 2º do Cruzeiro na partida, vencida pelo Cruzeiro por 2–0, após bela jogada pela esquerda e passe decisivo para o autor do gol.

Pela semifinal da Copa do Brasil 2017 marcou um gol de cabeça contra a equipe do Grêmio, resultado que levou a decisão para os pênaltis. O Cruzeiro venceu a disputa por 3–2 e se classificou para a final.

Em 21 de dezembro de 2017, após uma longa negociação, o Cruzeiro anunciou a saída do jogador, que irá retornar ao São Paulo para a temporada de 2018.[7]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Atualizado até 27 de outubro de 2019.[8]

Clubes[editar | editar código-fonte]

Equipe Temporada Campeonato
nacional
Copa
nacional
Competições
continentais[b]
Outros
torneios[c]
Total
Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols
São Paulo 2014 19 0 7 1 26 1
2015 29 0 2 0 5 0 10 1 46 1
2016 19 0 2 0 14 0 16 1 51 1
2018 31 1 3 0 2 0 5 0 41 1
2019 15 1 1 0 1 0 16 1 33 2
Total 113 2 8 0 29 1 47 3 197 6
Cruzeiro 2017 17 1 9 2 2 0 10 0 38 3
Total 17 1 9 2 2 0 10 0 38 3
Total na carreira 130 3 17 2 31 1 56 3 234 9

Títulos[editar | editar código-fonte]

Santos
Red Bull Brasil
Cruzeiro
São Paulo

Referências

  1. Alvo do São Paulo, Hudson jogou com PH Ganso no Santos
  2. Faro, Fernando (14 de abril de 2014). «Hudson assina contrato com São Paulo e será apresentado na terça-feira - Esportes - Estadão». Estadão. Consultado em 14 de abril de 2017 
  3. Canônico, Leandro (27 de abril de 2014). «Cruzeiro x São Paulo - Campeonato Brasileiro 2014 | globoesporte.com». globoesporte.com. Consultado em 14 de abril de 2017 
  4. «Após início avassalador e susto, São Paulo faz 4 no Emelec e abre boa vantagem». ESPN. 30 de abril de 2014. Consultado em 14 de abril de 2017 
  5. «Cruzeiro e São Paulo acertam troca dos atletas Neilton e Hudson». Site oficial do Cruzeiro. 22 de dezembro de 2016. Consultado em 14 de abril de 2017 
  6. «Com gol contra de Pratto e 'lei do ex', Cruzeiro vence São Paulo e encaminha vaga no Morumbi». ESPN. 13 de abril de 2017. Consultado em 13 de abril de 2017 
  7. «Volante Hudson não defenderá as cores do Cruzeiro em 2018». cruzeiro.com.br. 21 de dezembro de 2017. Consultado em 21 de dezembro de 2017 
  8. «Perfil de Hudson». Consultado em 11 de janeiro de 2018 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.