Júnior Moraes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Júnior Moraes
Júnior Moraes
Júnior Moraes em 2018.
Informações pessoais
Nome completo Aluísio Chaves Ribeiro Moraes Júnior
Data de nasc. 4 de abril de 1987 (35 anos)
Local de nasc. Santos (SP), Brasil
Nacionalidade brasileiro
ucraniano
Altura 1,76 m
destro
Informações profissionais
Clube atual Corinthians
Número 18
Posição centroavante
Clubes de juventude
2002–2006 Santos
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2007–2009
2008
2009
2010–2011

2011–2012
2012–2015
2015–2018
2017
2018–2022
2022–
Santos
Ponte Preta (emp.)
Santo André
Gloria

CSKA Sofia
Metallurg Donetsk
Dínamo de Kiev
Tianjin Quanjian (emp.)
Shakhtar Donetsk
Corinthians
0022 0000(4)
0009 0000(0)
0007 0000(2)
0035 000(20)
00025 0000(16)
00
0070 000(37)
0091 000(34)
0004 0000(2)
0102 000(62)
0016 000(1)
Seleção nacional3
2019– Ucrânia 0010 0000(1)


2 Partidas e gols totais pelos
clubes, atualizadas até 15 de março de 2022.
3 Partidas e gols pela seleção nacional estão atualizadas
até 28 de março de 2021.

Aluísio Chaves Ribeiro Moraes Júnior (Santos, 4 de abril de 1987), mais conhecido como Júnior Moraes, é um futebolista brasileiro naturalizado ucraniano que atua como centroavante. Atualmente, joga pelo Corinthians.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Início[editar | editar código-fonte]

Filho de Aluísio Guerreiro, atacante do Santos nos anos 1980, Junior Moraes começou a carreira no Santos e se destacou rápido. No dia 6 de maio de 2007, marcou o segundo gol da vitória santista sobre o São Caetano, garantindo o título do Campeonato Paulista de 2007.[1]

Ponte Preta[editar | editar código-fonte]

Em maio de 2008, Moraes, que não vinha sendo aproveitado no Santos, foi emprestado à Ponte Preta até dezembro.[2]

Santo André[editar | editar código-fonte]

Em 2009, o atacante rescindiu com a equipe do Santos, e logo foi contratado pelo Santo André onde ficou até o fim do ano.[3]

Gloria[editar | editar código-fonte]

No ano de 2010, debutou na Europa atuando no Gloria, da Romênia, vendido por € 10 mil, e formou dupla com seu irmão, o também atacante Bruno Moraes.[4]

Metallurg Donetsk[editar | editar código-fonte]

Já no ano seguinte foi jogar na Ucrânia, no Metallurg Donetsk,[5] vendido por € 1,25 milhões, mas não atuou em nenhum jogo e rescindiu seu contrato.

CSKA Sofia[editar | editar código-fonte]

No mesmo ano foi jogar no CSKA Sofia da Bulgária,[6][7] onde foi vice-campeão búlgaro, além de ser considerado craque e artilheiro da Liga Profissional Búlgara com 16 gols.

Retorno ao Metallurg Donetsk[editar | editar código-fonte]

Em 2012, Moraes acertou seu retorno ao Metallurg Donetsk, da Ucrânia,[8][3] por € 2 milhões e tornou-se o maior artilheiro da história do clube, com 37 gols em 70 jogos.

Dínamo de Kiev[editar | editar código-fonte]

Em 2015, ele deixou o clube para reforçar o Dínamo de Kiev, também da Ucrânia.[9] Foi campeão da Supercopa da Ucrânia 2015 e do Campeonato Ucraniano 2015–16.[10]

Tianjin Quanjian[editar | editar código-fonte]

No dia 28 de fevereiro de 2017, Júnior Moraes foi emprestado por 4 meses para o Tianjin Quanjian, da China. O clube chinês pagou € 2,10 milhões pelo empréstimo, tendo preferência pela compra.[11]

Shakhtar Donetsk[editar | editar código-fonte]

Após o fim do empréstimo, Moraes voltou ao Dínamo de Kiev, onde não teve seu contrato renovado, e assinou com o Shakhtar Donetsk, ainda da Ucrânia, onde fez um contrato válido por 2 temporadas.[12] Fez a sua estreia e marcou seu primeiro gol pelo clube ucraniano no dia 25 de julho de 2018, em uma vitória por 2-0 contra o FC Desna Chernihiv, pelo Campeonato Ucraniano 2018–19.[13]

Em 10 de agosto de 2019, Júnior Moraes se tornou o maior artilheiro brasileiro da história do Campeonato Ucraniano, marcando o primeiro gol na vitória do Shakhtar Donetsk contra o Dínamo de Kiev por 2 a 1. O jogador fez seu 78º gol no campeonato, ultrapassando o recordista anterior, Luiz Adriano, que somava 77 gols.[14]

Sua passagem pelo clube ucraniano encerrou em 2022, durante o período da Invasão da Ucrânia pela Rússia, quando vários jogadores tiveram que deixar a Ucrânia.[15] Em 7 de março de 2022, a FIFA liberou que estrangeiros que atuam na Rússia e Ucrânia fossem considerados “sem contrato” até 30 de junho e, portanto, teriam a liberdade de assinar com outros times.[16]

Pelo clube ucraniano, foi bicampeão do Campeonato Ucraniano (2018–19 e 2019–20) e campeão da Copa da Ucrânia (2018–19).[10]

Corinthians[editar | editar código-fonte]

Em 15 de março de 2022, assinou um contrato de 2 temporadas com o Corinthians.[17] No dia seguinte (16), foi anunciado oficialmente pelo clube paulista.[18] Em 22 de março, foi apresentado.[19] Fez a sua estreia com a camisa do clube alvinegro no dia 24 de março, no empate por 1-1 contra o Guarani, na Neo Química Arena, pelo Campeonato Paulista 2022. Marcou um dos gols na cobrança de pênaltis na classificação para a semifinal.[20] Marcou seu primeiro gol com a camisa do Corinthians no dia 11 de maio de 2022, na vitória por 2-0 contra a Portuguesa-RJ, na Neo Química Arena, pela Copa do Brasil 2022.[21]

Vida Pessoal[editar | editar código-fonte]

É o terceiro jogador brasileiro a se naturalizar ucraniano.[22] Por ser naturalizado, poderia ser convocado para lutar na guerra da Invasão da Ucrânia pela Rússia,[23] porém ele acabou indo embora para o Brasil.[15] O Jogador doou cerca de R$ 300 mil para o governo da Ucrânia, que será revertido para vítimas da guerra.[24]

Seleção Ucraniana[editar | editar código-fonte]

Convocação[editar | editar código-fonte]

Em março de 2019, Júnior Moraes se naturalizou ucraniano e foi convocado pela Seleção Ucraniana para as Eliminatórias da Euro de 2020 para jogar contra Portugal e Luxemburgo.[25]

Problemas com a UEFA[editar | editar código-fonte]

Após uma empate da Ucrânia com Portugal por 0 a 0 e uma vitória contra Luxemburgo por 2 a 1, a Federação Portuguesa de Futebol e a Federação Luxemburguesa de Futebol apresentaram um recurso à UEFA contra a convocação de Moraes, pois, de acordo com o regulamento da FIFA, um jogador naturalizado só pode atuar pela sua nova Seleção após viver no território da Seleção em questão ao menos cinco anos consecutivos depois de fazer 18 anos, algo que consideravam que Moraes não fez, já que ele jogou em times da Ucrânia por 4 anos e 8 meses, foi para a China e retornou. Como punição, a Ucrânia tinha chances de perder pontos nas Eliminatórias da Euro de 2020.[26] Em maio do mesmo ano, no entanto, a UEFA negou o recurso de ambas as federações.[27]


0000

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Clubes[editar | editar código-fonte]

Clube Temporada Campeonato

nacional

Copa

nacional[a]

Competições

continentais[b]

Outros

torneios[c]

Total
Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist.
Santos 2007 15 1 0 2 0 0 4 2 0 21 3 0
2008 1 1 0 1 1 0
Total 16 1 0 2 0 0 22 4 0
Ponte Preta 2008 9 0 0 9 0 0
Total 9 0 0 9 0 0
Santo André 2009 2 1 0 5 1 0 7 2 0
Total 2 1 0 7 2 0
Gloria 2010 17 10 2 3 17 10 2
2011 15 8 2 3 2 0 18 10 2
Total 32 18 4 3 2 0 35 20 4
CSKA-Sofia 2011–12 24 16 7 1 0 0 25 16 7
Total 24 16 7 1 0 0 25 16 7
Metallurg Donetsk 2012–13 23 11 6 4 2 1 27 13 7
2013–14 27 19 1 1 0 0 2 0 0 30 19 1
2014–15 13 5 0 13 5 0
Total 63 35 7 1 0 0 6 2 1 70 37 8
Dínamo Kiev 2015–16 20 7 3 4 1 0 7 1 0 35 9 3
2016–17 16 10 1 2 2 1 9 1 0 27 13 2
2017–18 18 5 1 11 7 1 29 12 2
Total 55 22 5 6 3 1 27 9 1 91 34 7
Tianjin Tianhai 2017 4 2 0 4 2 0
Total 4 2 0 4 2 0
Shaktar Donetsk 2018–19 27 19 8 4 3 0 8 4 4 39 26 12
2019–20 27 20 8 2 0 0 65 6 2 41 26 10
2020–21 17 6 1 1 1 0 7 2 0 25 9 1
2021–22 1 1 0 1 1 0
Total 45 26 9 5 4 0 15 6 4 106 62 23
Corinthians 2022 9 0 0 1 1 0 4 0 0 2 0 0 16 1 0
Total 9 0 0 1 1 0 4 0 0 2 0 0 16 1 0
Total na carreira 286 141 40 19 10 2 54 23 8 11 3 0 385 178 49

Títulos[editar | editar código-fonte]

Santos[editar | editar código-fonte]

CSKA Sofia[editar | editar código-fonte]

  • Supercopa da Bulgária: 2011

Dínamo de Kiev[editar | editar código-fonte]

Shakhtar Donetsk[editar | editar código-fonte]

Prêmios individuais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Bruno Freitas (30 de abril de 2015). «Herói de título dramático, Moraes diz que confia em nova virada do Santos». GloboEsporte.com. Consultado em 21 de fevereiro de 2020 
  2. «Herói santista e 'desbravador do Leste Europeu' Júnior Moraes fala sobre sonhos no futebol | Goal.com». www.goal.com. Consultado em 17 de agosto de 2018 
  3. a b «Junior Moraes: conheça atacante brasileiro do Shakhtar que se naturalizou ucraniano». ge. Consultado em 10 de março de 2022 
  4. «Irmãos brasileiros vão atuar juntos no Gloria Bistrita - Trivela». Trivela. 8 de setembro de 2010 
  5. «Moraes é o novo reforço do Metalurh Donetsk - Trivela». Trivela. 13 de fevereiro de 2011 
  6. «Moraes troca o Gloria Bistrita pelo CSKA Sofia - Trivela». Trivela. 24 de agosto de 2011 
  7. «Atacante Moraes, ex-Santos, é sucesso na Bulgária – Futebol Internacional – Blogs AT». blogs.atribuna.com.br. Consultado em 17 de agosto de 2018 
  8. Janeiro, Por GloboEsporte com*Rio de. «O outro lado de Donetsk: Júnior Moraes trilha caminho no Metalurh». globoesporte.com. Consultado em 10 de março de 2022 
  9. «Destaque na Ucrânia e amigo do Drácula, Moraes conta como sua carreira decolou na Europa - Trivela». Trivela. 23 de novembro de 2015 
  10. a b «Quem é Júnior Moraes? Sete fatos sobre o atacante que negocia para ser reforço do Corinthians». ge. Consultado em 16 de março de 2022 
  11. Antonio Marcos (28 de fevereiro de 2017). «Ex-Santos, Júnior Moraes chega no fim da janela e jogará com Pato no Tianjin». GloboEsporte.com. Consultado em 21 de fevereiro de 2020 
  12. «Destaque do Dínamo de Kiev, Junior Moraes acerta com o Shakhtar Donetsk por duas temporadas». Terra 
  13. «Junior Moraes marca na estreia pelo Shakhtar e time vence no Ucraniano». esportes.yahoo.com. Consultado em 11 de março de 2022 
  14. «Moraes faz gol de 'letra' e se torna o brasileiro com mais gols na história do Campeonato Ucraniano». Lance! 
  15. a b «Com choro e alívio, Júnior Moraes chega ao Brasil após liderar saída de jogadores da Ucrânia». ge. Consultado em 11 de março de 2022 
  16. «Fifa confirma liberação de estrangeiros que atuam na Rússia e Ucrânia». ge. Consultado em 11 de março de 2022 
  17. «Corinthians assina contrato com Júnior Moraes e fará anúncio até quarta-feira». ge. Consultado em 15 de março de 2022 
  18. «Corinthians anuncia a contratação do atacante Júnior Moraes». ge. Consultado em 16 de março de 2022 
  19. «Júnior Moraes é apresentado, diz que está pronto para estrear e rejeita pressão no Corinthians». ge. Consultado em 22 de março de 2022 
  20. «Júnior Moraes festeja estreia no sacrifício, classificação e diz: "Deu pra sentir o que é Corinthians"». ge. Consultado em 25 de março de 2022 
  21. «Atuações do Corinthians: Júnior Moraes desencanta, e Giuliano é decisivo em classificação». ge. Consultado em 12 de maio de 2022 
  22. Antonio Marcos (18 de junho de 2018). «Destaque do Dínamo Kiev, Moraes é o novo reforço do rival Shakhtar Donetsk». GloboEsporte.com. Consultado em 21 de fevereiro de 2020 
  23. «Brasileiro naturalizado ucraniano, Junior Moraes pode servir na guerra». www.band.uol.com.br. Consultado em 11 de março de 2022 
  24. «Após deixar a Ucrânia, Junior Moraes doa R$ 287 mil para governo do país». ge. Consultado em 11 de março de 2022 
  25. «Artilheiro na Europa, Júnior Moraes se naturaliza para defender a seleção da Ucrânia». ge. Consultado em 11 de março de 2022 
  26. «Uefa estuda caso de ucraniano de origem brasileira Júnior Moraes». www.uol.com.br. Consultado em 11 de março de 2022 
  27. «Uefa nega recurso de Portugal e Luxemburgo por escalação de Júnior Moraes pela Ucrânia». ge. Consultado em 11 de março de 2022 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]