Tríplice coroa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A tríplice Coroa, em esportes, é um título não oficial dado a uma equipe ou esportista que conquista três importantes títulos, geralmente em sequência ou em uma mesma temporada.

Origens[editar | editar código-fonte]

A simbologia da "tríplice coroa" remete ao período dos grandes impérios, evocando a figura de um rei conquistador, que governa simultaneamente três territórios. Está presente no Brasão de armas da Suécia, da província de Munster (Irlanda) e da cidade de Kingston upon Hull (Inglaterra), entre outros. "Tríplice Coroa" é também um dos nomes dados à Tiara papal ("Tríplice Tiara" ou "Triregnum"), utilizada desde o século XIV como símbolo da autoridade do Papa da Igreja Católica e abandonada por Paulo VI em 1963, num gesto de humildade que encerrou a segunda sessão da Concílio Vaticano II.[1]

Futebol[editar | editar código-fonte]

Diferentes entidades esportivas consideram pelo menos três diferentes conceitos de "Tríplice Coroa" no futebol. A "Tríplice Coroa Internacional" refere-se apenas a títulos reconhecidos pelas confederações continentais. A "Tríplice Coroa Européia" leva em consideração competições nacionais e a Copa Européia dos Campeões. A "Tríplice Coroa Brasileira" envolve duas competições nacionais e uma regional. E há ainda as "Tríplice Coroas Genéricas", que registram a conquista de três títulos quaisquer numa mesma temporada.

Futebol internacional[editar | editar código-fonte]

Para a Tríplice Coroa Internacional de Futebol, consideram-se apenas as competições oficializadas pela FIFA e pelas confederações continentais - UEFA da Europa; CONMEBOL da América do Sul; CONCACAF da América Central, América do Norte e Caribe; CAF da África; AFC da Ásia; e OFC da Oceania.[2]

Os clubes brasileiros que ganharam a Triplice Coroa Internacional foram o São Paulo, duas vezes (1993 e 1994), o Internacional em 2006 e o Corinthians em 2013.

Futebol europeu[editar | editar código-fonte]

Na imprensa esportiva européia, o conceito de "Tríplice Coroa" (em geral chamada "Treble", mas também "Triple Crown") é mais frequentemente aplicado para os clubes que conquistam três títulos em competições de temporada - excluindo-se, portanto, o Mundial de Clubes e competições de um único confronto, como as Recopas e Supercopas.

Na Europa, chama-se "Double" ("Dobradinha") à conquista, em uma mesma temporada, do Campeonato e da Copa de um país - feito raríssimo no futebol da Itália ou da Inglaterra, mas realizado 21 vezes pelo Linfield na Irlanda do Norte.[3] No caso, a "Tríplice Coroa" ("Continental Treble") é conferida ao clube que, além de conquistar o "Double" no seu país, na mesma temporada vence também a "Liga dos Campeões".

Em mais de 60 anos de Campeonato Europeu de Clubes, apenas 8 vezes uma equipe conquistou a Tríplice Coroa Européia: o Barcelona da Espanha duas vezes, em 2008–09 e em 2014-15; o Celtic da Escócia em 1966–67, o Ajax da Holanda em 1971–72, o PSV Eindhoven (também da Holanda) em 1987–88, o Manchester United da Inglaterra em 1998–99, Internazionale da Itália em 2009–10 e o Bayern de Munique da Alemanha em 2012-13.

Futebol português[editar | editar código-fonte]

No futebol português, desde a criação da Taça da Liga em 2007/2008, apenas um clube conquistou a "tríplice coroa" nacional. O Sport Lisboa e Benfica conseguiu o inédito feito na época de 2013/2014 ao conquistar a Primeira Liga, Taça de Portugal e Taça da Liga.[4]

Futebol brasileiro[editar | editar código-fonte]

Durante um bom tempo, a "Tríplice Coroa", nos moldes europeus, não podia ser aplicada no Brasil - já que, entre 2003 e 2012, os clubes brasileiros que estivessem na disputa da Copa Libertadores da América eram impedidos de participar da Copa do Brasil na mesma temporada. Mas, como aqui existem competições regionais, adaptou-se o conceito de "Tríplice Coroa" para o clube que vencer, na mesma temporada, o Campeonato Brasileiro, a Copa do Brasil e o seu Campeonato Estadual.

Desde 1989, quando foi criada a Copa do Brasil, apenas um clube conseguiu a "Tríplice Coroa do Futebol Brasileiro": o Cruzeiro em 2003.[5][6][7][8][9]

Tríplices coroas genéricas[editar | editar código-fonte]

De forma genérica, alguns órgãos da imprensa esportiva brasileira também chamam de "Tríplice Coroa" qualquer conquista de três títulos numa mesma temporada, misturando competições regionais, nacionais e internacionais.

Neste sentido, há 13 casos de tríplice coroa no Brasil, envolvendo competições oficiais. O primeiro caso aconteceu em 1964 quando o Santos conquistou o Campeonato Paulista, o Torneio Rio-São Paulo e a Taça Brasil.

Em 1971 o Clube do Remo venceu o Torneio Seletivo Paraense à Série B, o Torneio do Norte e o Campeonato Nacional Norte-Nordeste.

Em 1981 o Flamengo conquistou o Campeonato Carioca, a Copa Libertadores da América e a Copa Intercontinental.

Em 1988 o Sport venceu o Troféu Roberto Gomes Pedrosa, o Campeonato Brasileiro de 1987 e o Campeonato Pernambucano de 1988.

Em 1992 e 2005, o São Paulo conquistou o Campeonato Paulista, a Copa Libertadores da América e a Copa Intercontinental / Mundial de Clubes.

Em 1993 o Vasco da Gama conquistou a Copa Rio, o Campeonato Carioca e o Torneio João Havelange.

Em 1993 o Palmeiras conquistou o Campeonato Paulista, o Torneio Rio-São Paulo e o Campeonato Brasileiro.

Em 1996 o Grêmio conquistou o Campeonato Gaúcho, a Recopa Sul-Americana e o Campeonato Brasileiro.

Em 2002 o Paysandu conquistou o Campeonato Paraense, a Copa Norte e a Copa dos Campeões.

Em 2009 o Internacional conquistou a Copa FGF, o Campeonato Gaúcho e a Copa Suruga Bank.

Em 2012 o Sampaio Corrêa Conquistou o Campeonato Maranhense, a Copa União do Maranhão e o Campeonato Brasileiro - Série D.

Em 2014 o Lajeadense conquistou o Campeonato da Região Sul-Fronteira, a Copa FGF e a Super Copa Gaúcha.

Evidentemente, não estão listados nesta seção casos de "Tríplice Coroa Nacional" (ver seção acima) nem os de "Tríplice Coroa Internacional" e "Quádrupla Coroa".

Automobilismo[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Tríplice Coroa do Automobilismo

A Tríplice Coroa do automobilismo é composta pelas três seguintes conquistas: O Grande Prêmio de Mônaco, as 500 Milhas de Indianápolis e as 24 Horas de Le Mans.

Beisebol[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Tríplice Coroa (beisebol)

No beisebol, a tríplice coroa não se refere a títulos conquistados pelos clubes, mas sim a conquistas dos atletas individualmente.

Surf[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Tríplice Coroa Havaiana

Turfe[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Tríplice Coroa (turfe)

Outros casos[editar | editar código-fonte]

Há ainda casos de Tríplice Coroa no ciclismo, tênis, rugby, vôlei etc.

No vôlei, por exemplo, a equipe do Sada Cruzeiro de Belo Horizonte (MG - Brasil) conquistou a Tríplice Coroa por duas vezes: na temporada 2011-12 (com os títulos do Campeonato Estadual, da Liga Nacional e do Campeonato Sul-Americano) e na temporada 2014-15 (com os títulos do Torneio de Irvine, do Campeonato Estadual e da Liga Nacional).

Fora do âmbito esportivo, fala-se em "Tríplice Coroa de Atuação" (em inglês, "Triple Crown of Acting") para atores ou atrizes que sejam premiados por seus trabalhos nos três diferentes veículos: cinema, teatro e televisão, respectivamente com os Prêmios Óscar, Tony e Emmy.[10][11]

No mundo dos concursos de beleza, a imprensa especializada dos Estados Unidos atribui a "Tríplice Coroa" para modelos que sejam premiadas em seu estado nos três diferentes sistemas (Miss Teen USA, Miss USA e Miss America).

Referências

  1. «Artigo da "Catholic Encyclopedia" sobre a Tiara papal». Consultado em 26 de agosto de 2010 
  2. «Confederações filiadas à Fifa». Consultado em 26 de agosto de 2010 
  3. «Página da RSSSF sobre Doubles e Trebles». Consultado em 26 de agosto de 2010 
  4. http://pt.fifa.com/newscentre/features/news/newsid=2341912/index.html?intcmp=fifacom_hp_module_news_top
  5. «Matéria da Placar sobre a Tríplice Coroa do Cruzeiro em 2003». Consultado em 26 de novembro de 2014 
  6. «Matéria do UOL esportes». Consultado em 26 de novembro de 2014 
  7. «Matéria da ESPN». Consultado em 26 de novembro de 2014 
  8. «Matéria do Lancenet». Consultado em 26 de novembro de 2014 
  9. «Matéria do Globo Esportes». Consultado em 26 de novembro de 2014 
  10. «Biografia da atriz Anne Bancroft mencionando sua "tríplice coroa de atuação" em 1970». Consultado em 26 de agosto de 2010 
  11. «Notícia da ABC News sobre a "tríplice coroa de atuação" de Alan Alda em 2005». Consultado em 26 de agosto de 2010 

Ver também[editar | editar código-fonte]