Afonso Alves

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Afonso Alves
Afonso Alves
Informações pessoais
Nome completo Afonso Alves Martins Junior
Data de nasc. 30 de janeiro de 1981 (36 anos)
Local de nasc. Belo Horizonte (MG),  Brasil
Altura 1,85 m
Destro
Informações profissionais
Clube atual Aposentado
Posição Atacante
Clubes profissionais1
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
20012002
2002–2003
2003–2006
20072008
2008–2009
2009–2010
2010–2012
2012–2014
Brasil Atlético Mineiro
Suécia Örgryte
Suécia Malmö
Países Baixos Heerenveen
Inglaterra Middlesbrough
Catar Al-Sadd
Catar Al-Rayyan
Catar Al-Gharafa
0006 0000(0)
0044 000(28)
0067 000(32)
0048 000(48)
0047 000(13)
0015 0000(3)
0049 000(43)
0004 0000(0)
Seleção nacional3
2007 Brasil Brasil 0008 0000(1)


1 Partidas e gols pelo clube profissional
contam apenas partidas das ligas nacionais,
atualizados até 7 de abril de 2015.


3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 13 de outubro de 2007.

Afonso Alves Martins Júnior (Belo Horizonte, 30 de janeiro de 1981) é um ex-futebolista brasileiro que atuava como atacante.[1]

Início de carreira e ida para a Europa[editar | editar código-fonte]

Afonso Alves foi revelado pelo Atlético-MG no inicio da década passada e no Brasil, foi o único clube em que Afonso Alves atuou. Com poucas partidas pelo Galo, em 2002 foi para a Europa, mas não em um grande centro. Ele foi atuar na Suécia, mais precisamente no Örgryte. Depois que passou dois anos no clube e marcou 28 gols em 44 partidas, ele se transferiu para o Malmö, tradicional equipe do país.

Ida para a Europa e estrelato[editar | editar código-fonte]

No novo time permaneceu por três temporadas, mas logo em sua primeira no ano de 2004, Afonso Alves ganhou o título do Campeonato Sueco. Na temporada seguinte sua fama de goleador já começava a aparecer. Ele foi o artilheiro da equipe com 15 gols onde o Malmö, na época, terminou o torneio nacional em quinto colocado.

Em 2006, Afonso Alves assinou contrato com o clube em que ele teve mais sucesso na carreira, depois que o Heerenveen, da Holanda, pagou cerca de 4,5 milhões de euros pelo seu passe. Sua primeira temporada foi praticamente perfeita. Em 34 jogos, o goleador balançou as redes em 31 oportunidades e se tornou o terceiro brasileiro a ser o maior artilheiro do campeonato da Holanda.[2] Os outros haviam sido Romário e Ronaldo.

Ficou famoso no Brasil por ser convocado pelo técnico Dunga para a Copa América de 2007 após ter feito boa temporada, assunto que levou os radialistas Benjamim Back e Gilberto Rodriguez, o "Portuga" da Rádio Energia 97 FM brigarem dentro do estúdio depois de sua convocação no programa Estádio 97, fato que gerou polêmica nacional na época.[3]

Logo após disputar a Copa América e ser campeão com a seleção brasileira, Afonso Alves voltou para o Heerenveen e anotou sete gols em uma só partida. Na ocasião, o jogo contra o Heracles Almelo terminou 9 a 0.[4] Porém, o brasileiro não conseguiu bater o recorde de gols em uma única partida do Holandês, obtido por Henk Schouten em 1956, quando fez 9 gols em partida do Feyenoord contra o Volewijckers. Pelo clube holandês, Afonso jogou 48 partidas e marcou 48 gols.

Transferência para o Middlesbrough[editar | editar código-fonte]

No começo de 2008, o brasileiro quis ter um desafio maior na carreira e acertou sua transferência para o Middlesbrough, da Inglaterra.[5] O preço que a equipe inglesa pagou foi cerca de 20 milhões de euros. Porém, Afonso se mostrou uma das maiores decepções da história do Campeonato Inglês: em 42 jogos, foram apenas 10 tentos marcados, além de ter sua casa assaltada durante uma partida em que jogava pelo Boro.[6]

Ida para o Catar e fim de carreira[editar | editar código-fonte]

No ano seguinte, foi para o Oriente Médio jogar pelo Al Saad do Catar.[7] Em apenas 15 jogos foi para às redes em três oportunidades. Com o fim da temporada, Afonso foi, por empréstimo, para o Al Rayyan[8], e foi muito bem na época 2009/10. Entrou em campo 17 vezes, e marcou 18 gols e ainda conquistou a Copa do Qatar. Por ter feito um bom campeonato, a recompensa veio com um contrato em definitivo com o clube.

Afonso permaneceu por mais dois anos no Al Rayyan, onde conseguiu fazer 32 jogos e marcar 25 gols. Em sua última temporada como jogador da equipe, em 2012, ainda conquistou mais um título, o Copa do Príncipe.

O atacante foi para o Al-Gharafa em 2012/13[9] e teve a oportunidade de jogar com os compatriotas Diego Tardelli e Alex. Pelo clube, fez apenas quatro partidas e depois rescindiu contrato, se aposentando após a saída do time qatari.[10]

Seleção Brasileira[editar | editar código-fonte]

Afonso Alves recebeu sua primeira oportunidade na seleção brasileira em 17 de maio de 2007, sendo convocado para os amistosos contra Turquia e Inglaterra[11], fazendo ainda parte da equipe que venceu a Copa América de 2007, não entrando em campo durante a competição. Afonso Alves marcou seu único gol com a camisa brasileira em um amistoso contra o México, em setembro de 2007[12]. Após essa partida, ele não foi mais chamado à servir o time brasileiro.

Jogos pela Seleção Brasileira principal[editar | editar código-fonte]

Gols pela Seleção Brasileira principal[editar | editar código-fonte]

Data Local Resultado Adversário Gols Competição
1. 12 de setembro de 2007 Boston, Estados Unidos 3-1 Flag of Mexico.svg México 1 Amistoso

Títulos[editar | editar código-fonte]

Malmö FF
Al-Rayyan
  • Copa do Emir do Catar: 2010
  • Copa do Príncipe Emir: 2012
Seleção Brasileira

Individuais[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Afonso Alves