Julio César Cáceres

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Júlio César Cáceres
Júlio César Cáceres
Cáceres em 2011
Informações pessoais
Nome completo Júlio César Cáceres López
Data de nasc. 5 de outubro de 1979 (42 anos)
Local de nasc. San José de los Arroyos, Paraguai
Nacionalidade paraguaio
Altura 1,81 m
destro
Apelido El Emperador
Informações profissionais
Clube atual Olimpia
Posição ex-zagueiro
Função treinador
Clubes de juventude
Sportivo San José
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1999–2004
2004–2005
2005
2006
2006
2007
2008–2009
2010
2011–2012
2013–2018
2018–2021
Olimpia
Nantes
Atlético Mineiro (emp.)
River Plate (emp.)
Gimnàstic (emp.)
Tigres UANL
Boca Juniors
Atlético Mineiro
Olimpia
Guaraní
Olimpia
jogos (golos)
Seleção nacional
2000
1999–2010
Paraguai Sub-23
Paraguai
Times/clubes que treinou
2021– Olimpia

Julio César Cáceres López (San José de los Arroyos, 5 de outubro de 1979) é um treinador e ex-futebolista paraguaio que atuava como zagueiro. Atualmente comanda o Olimpia.

Como jogador, Cáceres atuou em 63 partidas e marcou dois gols pela Seleção Paraguaia, além de ter sido convocado para as Copas do Mundo FIFA de 2002, 2006 e 2010.

Carreira como jogador[editar | editar código-fonte]

Início[editar | editar código-fonte]

Cáceres foi revelado pelo Olimpia, equipe na qual ele logo se firmou e sagrou-se campeão em 1999 e 2000 do Campeonato Paraguaio. Em 2002 conquistou a Copa Libertadores da América e em 2003 a Recopa Sul-Americana.

Nantes e Atlético Mineiro[editar | editar código-fonte]

Em 2004 foi contratado pelo Nantes, da França, onde pouco atuou e sofreu várias lesões sérias.

Chegou ao Atlético Mineiro em 2005, por empréstimo, num ano em que o clube acabou sendo rebaixado para a Série B. Entretanto, Cáceres foi o 3° melhor zagueiro do Campeonato Brasileiro, de acordo com o ranking da Bola de Prata da revista Placar. Pelo alvinegro, foram 20 jogos, três gols e apenas uma expulsão.

River Plate, Gimnástic e Tigres[editar | editar código-fonte]

Jogando um futebol limpo, o paraguaio chamou a atenção de vários clubes argentinos, mas quem o conseguiu por empréstimo (o passe dele era do Nantes) foi o River Plate, em janeiro de 2006.

Após uma breve passagem pelo Gimnástic, entre julho de 2006 e janeiro de 2007, Cáceres assinou contrato com o Tigres UANL, onde ficou até o fim de 2007.

Boca Juniors[editar | editar código-fonte]

A sua excelente performance atraiu clubes da Inglaterra, Espanha e Áustria, mas foi na Argentina que ele voltou a jogar. Em janeiro de 2008 foi contratado pelo Boca Juniors, onde formou zaga com seu compatriota Morel Rodríguez.

Em outubro envolvou-se numa polêmica com o craque e capitão Juan Román Riquelme, ao afirmar que o meia argentino não corria em campo e não demonstrava motivação para defender a equipe.[1][2]

Retorno ao Atlético Mineiro[editar | editar código-fonte]

No dia 28 de janeiro de 2010, a sua volta ao Atlético Mineiro foi anunciada, via Twitter, pelo presidente Alexandre Kalil. O jogador assinou um contrato de dois anos com o clube.[3][4] Apresentado no dia 2 de fevereiro, Cáceres afirmou que pretendia reconquistar sua vaga na equipe e buscava conquistar títulos.[5]

Retorno ao Olimpia[editar | editar código-fonte]

No dia 8 de janeiro de 2011, o presidente do Olimpia postou em seu perfil oficial no Facebook anunciando a contratação de Cáceres. O jogador rescindiu seu contrato com o Atlético Mineiro no dia 10 de janeiro para acertar com o clube pelo qual foi revelado.[6]

Seleção Nacional[editar | editar código-fonte]

Convocado desde 1999, ele estreou pela Seleção Paraguaia principal no dia 17 de abril de 2002, num amistoso contra a Inglaterra realizado em Liverpool.

Seu auge foi na Copa do Mundo FIFA de 2006, realizada na Alemanha, onde Cáceres formou uma grande dupla de zaga com o experiente Carlos Gamarra.[7] No entanto, o Paraguai acabou eliminado ainda na fase de grupos.

Participações em Copas do Mundo[editar | editar código-fonte]

Mundial Sede Resultado Partidas
Copa do Mundo FIFA de 2002 Coreia do Sul e Japão Oitavas de final 4
Copa do Mundo FIFA de 2006 Alemanha Primera fase 3
Copa do Mundo FIFA de 2010 África do Sul Quartas de final 1

Títulos[editar | editar código-fonte]

Como jogador[editar | editar código-fonte]

Olimpia
Boca Juniors
Atlético Mineiro

Referências

  1. «Riquelme rebate críticas de Cáceres por 'desmotivação'». Trivela. 8 de outubro de 2008. Consultado em 8 de janeiro de 2022 
  2. «Cáceres pede desculpas a Riquelme após polêmica». Trivela. 9 de outubro de 2008. Consultado em 8 de janeiro de 2022 
  3. Alexandre Kalil (28 de janeiro de 2010). «Cáceres é do #Galo! Chega semana que vem.». Twitter. Consultado em 8 de janeiro de 2022 
  4. «Pelo Twitter, presidente do Atlético-MG anuncia a contratação de Cáceres». GloboEsporte.com. 28 de janeiro de 2010. Consultado em 8 de janeiro de 2022 
  5. Gabriela Pedroso e Maurício Miranda (2 de fevereiro de 2010). «Cáceres chega ao Atlético falando em títulos». O TEMPO. Consultado em 8 de janeiro de 2022 
  6. «Dan como hecho fichaje de Julio César Cáceres» (em espanhol). ABC Color. 8 de janeiro de 2011. Consultado em 8 de janeiro de 2022 
  7. «Paraguai convoca Gamarra e Manzur, mas despreza Ramírez». UOL. 15 de maio de 2006. Consultado em 8 de janeiro de 2022 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]