Sebastián Battaglia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Sebastián Battaglia
Sebastián Battaglia
Battaglia em março de 2015
Informações pessoais
Nome completo Sebastián Alejandro Battaglia
Data de nasc. 8 de novembro de 1980 (42 anos)
Local de nasc. Santa Fé, Argentina
Nacionalidade argentino
italiano
Altura 1,80 m
destro
Apelido El León
Seba
Informações profissionais
Clube atual sem clube
Posição ex-volante
Função treinador
Clubes de juventude
1998 Boca Juniors
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1998–2003
2004–2005
2005–2013
Boca Juniors
Villarreal
Boca Juniors
00087 0000(6)
00048 0000(0)
00162 000(15)
Seleção nacional
2003–2009 Argentina 00010 0000(0)
Times/clubes que treinou
2018
2018
2021–2022
Almagro
Banfield (auxiliar técnico)
Boca Juniors

Sebastián Alejandro Battaglia (Santa Fé, 8 de novembro de 1980) é um treinador e ex-futebolista argentino que atuava como volante. Atualmente está sem clube.

É o jogador mais vitorioso da história do Boca Juniors, tendo conquistado 18 títulos com o clube entre 1998 e 2012. Foi conhecido por ser um volante raçudo, com bom posicionamento, qualidade nos desarmes e nas roubadas de bola.

Passou a maior parte de sua carreira no clube Xeneize, mas também teve uma breve passagem pelo Villarreal. Já pela Seleção Argentina, Battaglia disputou apenas 10 jogos entre 2003 e 2009.

Carreira como jogador[editar | editar código-fonte]

Boca Juniors[editar | editar código-fonte]

Battaglia nasceu na Província de Santa Fé, e começou sua carreira na equipe B do Boca Juniors. Ele fez a sua estreia profissionalmente em 31 de maio de 1998, e rapidamente tornou-se um jogador importante para o Boca Juniors. O volante jogou por cinco anos no clube, quando, em novembro de 2003, o Villarreal, da Espanha, comprou 50% do seu passe, por 2,8 milhões de euros e adquiriu os seus serviços.[1]

Villarreal[editar | editar código-fonte]

O Villarreal foi considerado um excelente destino para Battaglia, já que havia uma grande quantidade de jogadores argentinos e ex-futebolistas do Boca, como Martín Palermo, Juan Román Riquelme, Diego Cagna, Rodolfo Arruabarrena e Fabricio Coloccini.

Battaglia jogou apenas uma temporada e meia no Villarreal, e nunca mostrou o mesmo futebol da época do Boca Juniors. Sua família também teve dificuldades para ajustar a nova vida na Espanha. Ele parou de jogar durante quase seis meses após uma lesão, mas decidiu retornar com a sua família para a Argentina.

Em julho de 2005, depois de algumas prolongadas negociações entre Boca Juniors e Villarreal, o volante obteve o seu desejo e voltou a jogar no Xeneize.

Retorno ao Boca Juniors[editar | editar código-fonte]

De volta ao clube argentino, ele recuperou a sua velha forma e retomou o seu bom futebol. Tornou-se capitão da equipe e posteriormente, no dia 8 de outubro de 2005, foi convocado pela Seleção Argentina para o jogo contra o Peru, pelas eliminatórias da Copa do Mundo FIFA de 2006. Ele também foi convocado para o amistoso contra o Catar, em novembro do mesmo ano.

Em dezembro de 2011, foi constatado que Battaglia sofria de uma doença desgastante dos ossos, a osteocondrite. As dores o impediram de prosseguir sua carreira, e assim ele anunciou sua aposentadoria dos gramados no dia 4 de abril de 2013, aos 32 anos.[2] Realizou um jogo de despedida dois anos depois, em julho de 2015, ao lado de ex-companheiros e ídolos do Boca, como Juan Román Riquelme e Martín Palermo.[3]

Carreira como treinador[editar | editar código-fonte]

Após ter comandado o Almagro em 2018, foi anunciado como novo treinador do Boca Juniors em agosto de 2021.[4] O técnico permaneceu no comando do clube Xeneize até 6 de junho de 2022, quando foi demitido depois de uma eliminação para o Corinthians na Copa Libertadores da América.[5]

Estatísticas como jogador[editar | editar código-fonte]

Atualizadas até 17 de abril de 2012

Clubes[editar | editar código-fonte]

Clube Temporada Campeonato
nacional
Copa
nacional[a]
Competições
continentais[b]
Outros
torneios[c]
Total
Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols
Boca Juniors 2011–12 1 0 0 0 0 0 0 0 1 0
Total 1 0 0 0 0 0 0 0 1 0
Total na carreira 1 0 0 0 0 0 0 0 1 0

Títulos[editar | editar código-fonte]

Como jogador[editar | editar código-fonte]

Boca Juniors
Villarreal

Como treinador[editar | editar código-fonte]

Boca Juniors

Referências

  1. «Villarreal confirma a contratação de Battaglia ao Boca Juniors». Maisfutebol. 12 de novembro de 2003. Consultado em 16 de fevereiro de 2022 
  2. «Multicampeão pelo Boca, Battaglia anuncia aposentadoria aos 32 anos». Terra. 4 de abril de 2013. Consultado em 16 de fevereiro de 2022 
  3. «Maior campeão da história do Boca, Battaglia tem jogo de despedida nesta quarta-feira». ESPN Brasil. 8 de julho de 2015. Consultado em 23 de maio de 2022 
  4. Felipe Lobo (17 de agosto de 2021). «Boca Juniors aposta na mística e escolha Sebastián Battaglia como treinador». Trivela. Consultado em 16 de fevereiro de 2022 
  5. «Boca Juniors anuncia a demissão do técnico Sebastián Battaglia após eliminação na Libertadores». GloboEsporte.com. 6 de julho de 2022 
  6. «Boca Juniors Squad 1995/1996». worldfootball.net. Consultado em 16 de fevereiro de 2022 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]