Guangzhou Evergrande Taobao Football Club

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde março de 2016). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Guangzhou Evergrande
Guangzhou Evergrande Football Club.png
Nome Guangzhou Evergrande Taobao Football Club
Alcunhas Tigres do sul da China
Mascote Tigre
Fundação 8 de janeiro de 1954 (62 anos)
Estádio Tianhe Stadium
Capacidade 60 000 pessoas
Localização Cantão, China
Presidente China Liu Yongzhuo
Treinador Brasil Luiz Felipe Scolari
Patrocinador China Evergrande Real Estate Group
Material esportivo Estados Unidos Nike
Competição China Super Liga Chinesa
China Chinese FA Super Cup
China SLC 2015
China CFA 2013
AFC.svg AFC 2015
FIFA Flag.svg MC 2015
Campeão
Campeão
Campeão
4º Lugar
Website gzevergrandefc.com
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
editar
Guangzhou Evergrande Taobao F.C.
Chinês simplificado: 广州恒大淘宝足球俱乐部
Chinês tradicional: 廣州恆大淘寶足球俱樂部
Tigres do Sul da China
Chinês: 华南虎

Guangzhou Evergrande Taobao Futebol Clube (em chinês: 广州恒大淘宝足球俱乐部,em inglês: Guangzhou Evergrande Taobao Football Club), é um clube de futebol da cidade de Cantão na China. A equipe foi fundada em 1954, mas sofreu algumas alterações de nome até chegar ao atual, que se refere ao nome da cidade e a proprietária do time, a Evergrande Real Estate Group. Guangzhou Evergrande Football Club é campeão da CSL (Chinese Super League). A casa do Guangzhou é o Tianhe Stadium, localizado na cidade de Cantão.

Contratações expressivas[editar | editar código-fonte]

Guangzhou ganhou China League One, pela primeira vez em 2007

O Guanghzou Evergrande não era um time expressivo na China, chegando a ser "tradicional" na segunda divisão Chinesa. Isso mudou quando o time foi comprado pela Evergrande Real Estate Group. A primeira contratação expressiva do time foi o brasileiro Muriqui, quando o clube ainda era da segunda divisão. O mesmo Muriqui liderou a campanha do time na "Série B", da qual o clube se sagrou campeão em 2010. Em 2011, o clube atraiu atenção ao contratar o Argentino Darío Conca do Fluminense, dando a ele o atual terceiro maior salário do mundo[1]. Contratou também o paraguaio Lucas Barrios[2], o brasileiro naturalizado sérvio Cléo[3], o brasileiro Elkeson [4]e o também brasileiro Paulão[5]. Tentou ainda contratar Kaká, o brasileiro Ronaldo e o argentino Montillo[6]

O principal patrocinador do time chinês, a Evergrande Real Estate Group afirmou que o time irá se tornar o "Chelsea Asiático".[7] Vendo o rival Shanghaï Shenhua trazer o atacante Drogba, o Guangzhou Evergrande quis responder à altura e tentou comprar o brasileiro Kaká[8]. Porém, a negociação não se concretizou e Kaká voltou para o Milan.

Nesta mesma época, o clube contratou o técnico Marcelo Lippi, campeão mundial em 2006 com a Itália e foi campeão da Super Liga Chinesa nos anos de 2011, 2012 e 2013. Além disso, está no Mundial de Clubes de 2013. O clube chinês enfrentou o FC Seoul na disputa pelo título, sagrou-se campeão e garantiu vaga na competição intercontinental. Em 2015, o clube passou a ser dirigido pelo capitão da Itália na conquista da copa do mundo em 2006 e melhor jogador do mundo no mesmo ano Fabio Cannavaro. Essa é a primeira experiência do ex-craque como treinador.

Estrangeiros[editar | editar código-fonte]

Os atacantes Muriqui, Ricardo Goulart, Paulinho e o volante Renê Júnior são os brasileiros do time. Alessandro Diamanti[9] e Alberto Gilardino são os italianos da equipe Além destes jogadores, há também outros estrangeiros asiáticos como o sul-coreano Cho Won-Hee.

Maior ídolo recente[editar | editar código-fonte]

O maior ídolo recente do Guangzhou Evegrande é o brasileiro Muriqui, que na disputa da Segunda Divisão chinesa foi fundamental para o título e acesso do Guangzhou, marcando 14 gols e se sagrando artilheiro deste campeonato. O próprio Darío Conca se surpreendeu ao chegar no clube com a idolatria por parte dos chineses com Muriqui. O brasileiro no total ficou de 2010 a 2014 jogando 133 partidas com 77 gols.

Outro ídolo do Guangzhou é o chinês Feng Junyan, ele é o jogador que mais atuou com a camisa dos Tigres do Sul da China com um total de 222 jogos, ele nasceu na cidade de Cantão mesma cidade onde fica o clube, e jogou no clube desde os juniores.

Outros brasileiros que ganharam muito destaque foram o atacante Elkeson que ganhou duas Super Liga Chinesa (2013 e 2014) sendo artilheiro nas duas edições, com 24 e 28 gols respectivamente e o Ricardo Goulart, campeão nacional em 2015.

Elenco atual[editar código-fonte]

Soccerball current event.svg Última atualização: 15 de abril de 2016.[10]

Goleiros
Jogador
13 China Fang Jingqi
19 China Zeng Cheng
32 China Liu Dianzuo
Defensores
Jogador Pos.
35 China Li Xuepeng Z
30 China Feng Xiaoting Z
3 China Mei fang LD
28 Coreia do Sul Kim Young-gwon LE
5 China Zhang Linpeng LE
Meio-campistas
Jogador Pos.
8 Brasil Paulinho V
33 China Rong Hao V
17 China Liu Jian V
2 China Liao Lisheng M
4 China Xu Xin M
10 China Zheng Zhi Capitão M
12 China Long Zheng M
16 China Huang Bowen M
39 China Tan Jiajun M
Atacantes
Jogador
7 Brasil Alan
9 Colômbia Jackson Martínez
11 Brasil Ricardo Goulart
29 China Gao Lin
34 China Hu Weiwei
Comissão técnica
Nome Pos.
Brasil Luiz Felipe Scolari T
Brasil Murtosa AT
Brasil Ivo Wortmann AT
Brasil Carlos Pracidelli TG
Brasil Darlan Schneider PF
Legenda
  • Capitão: Capitão
  • Lesionado: Jogador lesionado/contundido
  • +: Jogador em fase final de recuperação
  • +: Jogador que volta de lesão/contusão
  • Suspenso.: Jogador suspenso


Títulos[editar | editar código-fonte]

Continentais
Competição Títulos Temporadas
Coppa Asia.svg Liga dos Campeões da AFC 2 2013, 2015
Nacionais
Competição Títulos Temporadas
China Super Liga Chinesa 6 2011, 2012, 2013, 2014, 2015, 2016
China Copa da China 2 2012, 2016
China China League One 6 1956, 1958, 1981, 2007 e 2010
China Chinese FA Super Cup 2 2012, 2016

Uniformes[editar | editar código-fonte]

Uniformes dos jogadores[editar | editar código-fonte]

  • Uniforme principal: Camisa vermelha, calção branco e meias vermelhas;
  • Uniforme de visitante: Camisa amarela, calção preto e meias amarelas.
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo uniforme

Uniformes dos goleiros[editar | editar código-fonte]

  • Camisa amarela, calções e meias amarelas.
  • Camisa cinza, calções e meias cinzas.
  • Camisa azul, calções e meias azuis.
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
'
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
'
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
'

Uniformes anteriores[editar | editar código-fonte]

  • 2013
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo uniforme

Recordes[editar | editar código-fonte]

O clube tem como jogador com mais numero de partidas em sua história o meia chinês Feng Junyan com 222 partidas, estando desde a temporada 2003 no clube. O maior goleador da história do clube é o atacante brasileiro Muriqui que de 2010 a 2014 jogou 133 partidas com 77 gols.

A maior goleada da história do clube foi a vitória de 10 a 0 contra o Nanjing Yoyo na segunda divisão chinesa, no dia 21 de julho de 2010

Referências

  1. Mota, Cahê; , Edgard Maciel de; Canedo, Victor (1 de julho de 2011). «"Salário de Conca na China será o terceiro maior do futebol mundial"». Globo Esporte. Consultado em 17 de deembro de 2015. 
  2. «"Dortmund confirma acerto de Lucas Barrios com time chinês"». Trivela. 2 de maio de 2012. Consultado em 17 de dezembro de 2015. 
  3. «"Atacante brasileiro Cleo é contratado pelo Evergrande Futebol Clube de Guangzhou"». Embaixada da República Popular da China no Brasil. 11 de fevereiro de 2011. Consultado em 17 de dezembro de 2015. 
  4. «"Elkeson vai assinar pelo Guangzhou Evergrande"». Jornal de Notícias. 12 de dezembro de 2012. Consultado em 17 de dezembro de 2015. 
  5. Saldanha, Marinho (2 de março de 2011). «"Grêmio informa venda de Paulão para o Evergrande Guangzhou, da China"». UOL Esporte. Consultado em 17 de dezembro de 2015. 
  6. «"Clube chinês faz consulta por Montillo; novas propostas devem surgir"». Lancenet. Consultado em 17 de dezembro de 2015. 
  7. «"Novo time de Conca, Guangzhou quer se transformar no 'Chelsea asiático'"». Globo Esporte. 2 de julho de 2011. Consultado em 17 de dezembro de 2015.  Texto "último-Lima" ignorado (Ajuda); |nome1= sem |sobrenome1= em Authors list (Ajuda)
  8. «"Guangzhou faz proposta milionária por Kaká"». Lancenet. Consultado em 17 de dezembro de 2015. 
  9. Lobo, Felipe (26 de fevereiro de 2014). «"Substituto de Conca no Guangzhou, Diamanti não poderia querer uma estreia melhor"». Trivela. Consultado em 17 de dezembro de 2015. 
  10. «zh:球队» Team [Equipa] (em chinês). Guangzhou Evergrande. Consultado em 25 de fevereiro de 2016. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]