Club Deportivo Godoy Cruz Antonio Tomba

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Godoy Cruz
Emblem 8080 1924 r.png
Nome Club Deportivo Godoy Cruz Antonio Tomba
Alcunhas O Expresso, Tomba, Bodeguero
Fundação 1 de junho de 1921 (96 anos)
Estádio Feliciano Gambarte
Capacidade 18 mil
Localização Godoy Cruz, Mendoza, Argentina
Presidente Argentina José Mansur
Treinador Argentina Lucas Bernardi
Patrocinador Argentina Cata Internacional
Argentina Gobierno de Mendoza
Material (d)esportivo Itália Macron
Competição Campeonato Argentino

Copa Libertadores da América

Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
editar

O Club Deportivo Godoy Cruz Antonio Tomba, mais conhecido como Godoy Cruz, é um clube de futebol argentino da cidade de Godoy Cruz, na Província de Mendoza. A equipe disputa atualmente o Campeonato Argentino de Futebol.

História[editar | editar código-fonte]

Godoy Cruz foi fundado em 1º de junho de 1921. Tudo começou quando um grupo de amigos se reuniram no "Victoria Bar" (localizado na frente da praça principal da cidade), e decidiram fundar um clube, aproveitando que naquela época estavam surgindo vários clubes. O Club Sportivo Godoy Cruz, inicialmente sob a presidência de Dom Romero Garay, desde o princípio estabeleceu um ambicioso projeto que abrangia a prática de várias atividades desportivas, tais como o futebol, esporte de enorme crescimento em toda a região, além de ginástica, xadrez e boxe.

Godoy Cruz equipe campeão da Terceira Divisão em 1994.

Somente nos anos 1980 e 1990, o clube foi capaz de implementar seu futebol a nível nacional e começou a fazer história no esporte local. Venceu torneios locais em 1989 e 1990, e jogou a penúltima edição do Torneio do Interior da temporada 1993/1994. O Expresso ganhou a chance de jogar a final do torneio contra o Guaraní. Foram duas partidas inesquecíveis: venceu por 1-0 e depois conseguiu arrancar um empate em Misiones, e assim o "Bodeguero", dirigido por Alberto Garro, depois de uma prestigiosa campanha, conseguiu a promoção para a Série B do Campeonato Argentino.

Em 16 de maio de 2006, a primeira final foi disputada contra Nueva Chicago em Mataderos, com 7.000 fãs "tombinos" apoiando a equipe, em partida que terminou 1-1. Em 20 de maio de 2006, o clube subiu pela primeira vez à primeira divisão do futebol argentino, ao conseguir, diante de uma torcida rival de 40.000 expectadores, vencer o Nueva Chicago por 3-1, vencendo no placar agregado por 4-2.

Godoy Cruz já disputou 5 torneios internacionais organizadas pela CONMEBOL, sendo o primeiro e único clube da província de Mendoza a alcançar essa instância. Jogou 3 edições da Copa Libertadores, em 2011, 2012 e 2017. I Disputou também 2 edições da Copa Sul-Americana, a primeira em 2011 e, posteriormente, em 2014.

A equipe disputou a Copa Libertadores da América de 2011, ficando no grupo 8, junto com o Peñarol, LDU Quito e Independiente. Entretanto, foi precocemente eliminado, após fraca campanha, em que ficou na última colocação.

Amistosos internacionais[editar | editar código-fonte]

Pelé do visíta por o estádio do Godoy Cruz, em Mendoza, com uma glória futebol federal, Victor Legrotaglie.

Estádio[editar | editar código-fonte]

Estádio Feliciano Gambarte, La Bodega.

O estádio foi inaugurado em 3 de Outubro de 1959, sendo Jorge Schmidt presidente do clube, Luis Carlos Filippini Presidente da Comissão para a construção do estádio, e Juan Esteban Stareloni Tinelli e engenheiros responsáveis ​​pelo projeto e gestão técnica.

Em 1987, se passaram até que o estádio foi nomeado para "Feliciano Gambarte", em homenagem ao ex-presidente do clube.

O Estádio Feliciano Gambarte, conta com capacidade para 18 mil torcedores.

O estádio provincial Malvinas Argentinas com capacidade para 45.000 é uma alternativa para quando jogam partidas do Campeonato Argentino.

Rivalidade[editar | editar código-fonte]

Seu maior rival é o Andes Talleres Sport Club, com o qual disputa o Clásico Godoycruceño.

Ele também tem outras rivalidades importantes como Independiente Rivadavia, Atlético San Martín, Gimnasia y Esgrima de Mendoza e San Martín de San Juan, com a última disputa do Clássico de Cuyo.

Títulos[editar | editar código-fonte]

  • Argentina Primera B Nacional: Ap. 2005, 2005-06.
  • Argentina Torneo del Interior: 1993-94.
  • Argentina Liga Mendocina: 12 títulos.
  • Argentina Copa Vendimia: 8 títulos.

Campanhas de destaque[editar | editar código-fonte]

Jogadores[editar | editar código-fonte]

  • Capitão Capitão
  • Lesionado Jogador contundido


Goleiros
Jogador
1 Argentina Rodrigo Rey Capitão
12 Argentina Robert Ramírez
25 Argentina Sebastian Moyano
Defensores
Jogador Pos.
2 Argentina Leonel Galeano Z
5 Paraguai Diego Viera Z
26 Argentina Facundo Cobos Z
4 Paraguai Danilo Ortiz LD
21 Argentina Luciano Abecasis LD
3 Argentina Marcelo Benítez LE
26 Argentina Walter Serrano LE
Meio-campistas
Jogador Pos.
13 EspanhaUruguai Diego Poyet V
27 Argentina Gabriel Carabajal V
30 Argentina Juan Andrada Lesionado V
32 Argentina Nicolás Sánchez V
35 Argentina Maximiliano Correa V
8 Argentina Facundo Silva M
11 Argentina Guillermo Fernández M
19 Argentina Fabian Henríquez M
20 Argentina Ángel González M
21 Argentina Fabrizio Angileri M
22 Argentina Ezequiel Bonacorso M
Atacantes
Jogador
7 Argentina Juan Fernando Garro
9 Argentina Javier Correa
17 Equador Jaime Ayoví
18 Uruguai Santiago García
23 Uruguai Maximiliano Sigales
Comissão técnica
Nome Pos.
Argentina Lucas Bernardi T

Jogadores históricos[editar | editar código-fonte]

Técnicos Destacados[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bandeira de ArgentinaSoccer icon Este artigo sobre clubes de futebol argentinos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Club Deportivo Godoy Cruz Antonio Tomba