Gilmar Dal Pozzo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Gilmar Dal Pozzo
Informações pessoais
Nome completo Gilmar Dal Pozzo
Data de nasc. 1 de setembro de 1969 (46 anos)
Local de nasc. Quilombo (SC), Brasil
Altura 1,94 m
Informações profissionais
Período em atividade Como Jogador:1989–2007
Como Treinador:2008–
Equipa atual Brasil Paysandu
Posição Treinador (ex-Goleiro)
Clubes de juventude
1988 Brasil Pratense-RS
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1989
1990–1992
1994–1995
1996
1997
1999–2000
2000–2003
2003
2004–2005
2005
2006
2007
Brasil Pratense-RS
Brasil Caxias
Brasil Veranópolis
Brasil Caxias
Brasil Londrina
Brasil Caxias
Portugal Marítimo
Brasil Goiás
Brasil Avaí
Brasil Santa Cruz
Brasil Veranópolis
Brasil Ulbra-RS
Times/Equipas que treinou
2008
2008
2009–2010
2010
2010–2011
2011–2012
2012–2014
2014
2015
2015–2016
2016–
Brasil Veranópolis
Brasil Pelotas
Brasil Veranópolis
Brasil Novo Hamburgo
Brasil Pelotas
Brasil Veranópolis
Brasil Chapecoense
Brasil Criciúma
Brasil ABC
Brasil Náutico
Brasil Paysandu

Gilmar Dal Pozzo (Quilombo, 1º de setembro de 1969) é um treinador e ex-futebolista brasileiro. Atualmente, treina o Paysandu.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Atuando na posição de goleiro, defendeu o Caxias, Veranópolis, Caxias, Londrina, Caxias, Marítimo, Goiás, Avaí, Santa Cruz, Veranópolis e Ulbra-RS. Marcou alguns gols ao longo da carreira, sendo quase todos em cobranças de pênaltis.[carece de fontes?]

Admirador do trabalho de Tite,[1] iniciou como treinador de futebol no Veranópolis. Neste clube sagraria-se Campeonato do Interior Gaúcho em 2008.[2]

Assumiu o comando técnico da Chapecoense em 11 de setembro de 2012 substituindo Itamar Schülle.[3] Conseguiu levar a equipe ao vice-campeonato Brasileiro de 2013 - Série B.

No dia 23 de maio de 2014, foi demitido da Chape após um mau início no Brasileirão 2014.[4] Foi contratado pelo ABC para a disputa da Série B após a demissão de Josué Teixeira. Mas após uma goleada por 4 a 1 para o Paraná, Gilmar acabou sendo mandado embora do comando do ABC.

Em setembro de 2015, Dal Pozzo foi contratado pelo Náutico e terminou a Série B no 5º lugar, e pela campanha feita em pouco tempo de treinamento, Dal Pozzo renovou com o clube pernambucano para a temporada 2016 com o claro objetivo de conquistar títulos. No dia 27 de abril de 2016, Dal Pozzo foi demitido do comando do Náutico, a razão pela demissão foi os maus resultados que estavam vindos em momentos decisivos para o clube, ele deixa a equipe com 62% dos pontos disputados em 28 partidas.[1]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Clube Anos Jogos Vitórias Empates Derrotas
Náutico 2015 - presente 26 15 (57,7%) 7 (26,9%) 4 (15,3%)
% Pontos ganhos 2015 - presente 66,6%

Títulos[editar | editar código-fonte]

Jogador[editar | editar código-fonte]

Caxias

Treinador[editar | editar código-fonte]

Pelotas
Veranópolis

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]