José Róbson do Nascimento

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Róbson
Informações pessoais
Nome completo Róbson
Data de nasc. 10 de maio de 1969 (48 anos)
Local de nasc. Barra de São Miguel (PB),  Brasil
Altura 1,86 m
Apelido Robgol ou "Robinho"
Informações profissionais
Clube atual Aposentado
Número 9
Posição atacante
Clubes de juventude
Brasil Paulistano-PE
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1989
19901996
1994
19951998
1999
2000
2000–2002
2003
2003
2004
2004
2004
20052007
Brasil Paulistano-PE
Brasil Náutico
Brasil Independente de Limeira
Brasil Mirassol
Brasil ABC
Brasil Potiguar de CN
Brasil Bahia
Brasil Paysandu
Japão Oita Trinita
Brasil Santos
Brasil Sport Recife
Brasil Juventude
Brasil Paysandu

José Róbson do Nascimento, mais conhecido como Róbson ou Robgol (Barra de São Miguel, 10 de maio de 1969) é um ex-futebolista brasileiro que atuava na posição de atacante.[1][2]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Apelido[editar | editar código-fonte]

O apelido Robgol surgiu em 1996, quando atuava pelo Náutico, após um clássico contra o Santa Cruz em que marcou os gols na vitória de 2 a 1, sendo uma brincadeira com o apelido Batigol, do atacante argentino Batistuta, que fazia sucesso na época.

Bahia[editar | editar código-fonte]

No Bahia, foi ídolo e um dos responsáveis pela conquista da Copa do Nordeste de 2001 e de 2002. Foi artilheiro no tricolor, justificando sua fama. No Bahia marcou 53 gols.

Paysandu[editar | editar código-fonte]

Na surpreendente campanha do Paysandu na Libertadores de 2003, marcou 7 gols e esteve presente entre os principais artilheiros da competição. Ainda no ano de 2003, marcou 15 gols no Campeonato Brasileiro da Série A antes de transferir-se para o Japão.

Em 2005, o atacante voltou para o paysandu sendo campeão paraense e sagrou-se vice-artilheiro da Série A do Campeonato Brasileiro com 21 gols, mesmo com o rebaixamento do Paysandu para a Série B.

Política[editar | editar código-fonte]

No ano de 2006, Robgol se elegeu deputado estadual no estado do Pará, pelo Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), e com isso, decidiu se aposentar do futebol.

Em 2010 foi candidato novamente, porém não conseguiu se reeleger.

No dia 19 de Abril de 2011, a Polícia Civil do Estado do Pará e o Ministério Público Estadual (MPE) do Pará apreenderam cerca de R$ 500 mil, além de R$ 40 mil em tickets alimentação da Assembleia Legislativa do Pará (Alepa). De acordo com O Diário do Pará, Róbson é investigado pelo MPE como possível participante em um esquema de fraudes em contracheques da Alepa, que já teria desviado quase R$ 1 milhão por mês desde 2008.

De acordo com o MPE, quatro tipos de fraudes foram constatadas: inclusão de vantagens indevidas nos contracheques, sonegação de imposto de renda e contribuição previdenciária, contratação de funcionários fantasmas e utilização de “laranjas” na folha de pagamento.

Títulos[editar | editar código-fonte]

ABC

Conquista Sport Clube (Conquista MG- 2000-2001)

Bahia
Paysandu


Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Referências