Estádio João Machado

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Machadão
Machadao.JPG

Nome Estádio João Cláudio de Vasconcelos Machado
Características
Local Natal, Rio Grande do Norte, Brasil
Gramado (110m x 75m)
Capacidade 42.000 pessoas[1]
Inauguração
Data 4 de junho de 1972 (47 anos)[2]
Partida inaugural Rodada dupla: ABC 1x0 América
Vasco da Gama 0x0 Seleção Brasileira Olímpica
Primeiro gol William (ABC)
Recordes
Público recorde 56.320 pessoas
Data recorde 29 de novembro de 1972
Partida com mais público ABC Futebol Clube 0x2 Santos Futebol Clube
Outras informações
Demolido Outubro de 2011
Mandante Alecrim FC
América FC
ABC FC
Interior do Estádio Machadão.

Estádio João Cláudio de Vasconcelos Machado, mais conhecido como Machadão, foi um estádio de futebol da cidade do Natal, no estado brasileiro do Rio Grande do Norte.

Além de receber partidas de futebol do Campeonato Potiguar, da Copa do Brasil e do Campeonato Brasileiro, o Machadão, de propriedade do município de Natal e gerido pela Secretaria de Esportes e Lazer (SEL), recebia em seus arredores o Carnatal, o Kartódromo e, periodicamente, shows, circos e parques de diversão. Projetado pelo arquiteto Moacyr Gomes da Costa, era considerado um dos mais belos do Brasil, tanto que foi chamado pelo então governador do estado Cortez Pereira de "um poema de concreto". Além do governador, foi inaugurado pelo então prefeito Jorge Ivan Cascudo Rodrigues.

Foi batizado inicialmente com o nome de Estádio Humberto de Alencar Castelo Branco e conhecido simplesmente como Castelão. Somente em 1989 teve seu nome alterado para Estádio João Cláudio de Vasconcelos Machado, em homenagem ao João Machado (11/4/1914-20/2/1976), presidente da Federação Norte-rio-grandense de Futebol a partir de 1954 por 20 anos.[3]

O estádio Machadão (juntamente com o ginásio Machadinho) foi demolido entre 21 de outubro de 2011[4] e 25 de novembro do mesmo ano.[5] No seu lugar, foi construída a Arena das Dunas, com vistas à realização da Copa do Mundo FIFA de 2014 na cidade.

Inauguração[editar | editar código-fonte]

A inauguração se deu com uma rodada dupla. A partida preliminar foi disputada entre ABC e América, e terminou em 1 a 0 para o time alvinegro, sendo o jogador William o primeiro a marcar um gol nesse estádio. Na partida principal, o time do Vasco da Gama jogou com a Seleção Brasileira Olímpica, num jogo que ficou no 0 x 0.

Recorde de público[editar | editar código-fonte]

Oficialmente, o recorde de público do estádio Machadão foi 56.320 pessoas com mais de 50,000 pagantes, em 29 de novembro de 1972, no jogo ABC Futebol Clube 0 x 2 Santos, válido pelo Campeonato Brasileiro.

Capacidade[editar | editar código-fonte]

Embora tenha sido projetado para receber 57 mil pessoas, ao longo dos anos a capacidade do Machadão foi reduzida para cerca de 35 mil, devido ao fechamento da chamada "geral", às infiltrações em sua marquise e a outros danos estruturais. Alguns jogos do América durante a década alcançaram públicos entre mais de 30 mil e quase 40 mil pessoas, o que gerou protestos de muitos engenheiros envolvidos com a obra, alegando que o estádio não aguentaria receber tal quantidade de torcedores, tendo em vista que a torcida fica mal distribuída no estádio (os locais de aglomeração das torcidas organizadas cheios de gente e outras partes parcialmente vazias).

Reforma[editar | editar código-fonte]

O Machadão foi reformado entre 2006 e 2007, visando receber os jogos do América no campeonato Brasileiro da Série A, que possuia uma alta estimativa de público, além de expectativa da chegada de turistas.[6] A antiga geral recebeu degraus de arquibancada e foi unida ao anel inferior do estádio. A reforma que custou cerca de 17 milhões de reais aos cofres públicos, através de uma parceria entre a Prefeitura do Natal, seu dono, e o governo federal, porém, apesar do considerável investimento, o estádio foi demolido 4 anos depois para dar lugar à Arena das Dunas, para a realização da Copa do Mundo FIFA de 2014

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «CBF» (PDF). Consultado em 11 de novembro de 2009. Arquivado do original (PDF) em 14 de outubro de 2009 
  2. [1][ligação inativa]
  3. Everaldo Lopes: Há 35 anos, o futebol do RN perdia João Machado, Tribuna do Norte, 2011-02-20
  4. «Machadão começa a ser demolido». No Minuto. 21 de outubro de 2011 
  5. «Machadão já está no chão». No Minuto. 25 de novembro de 2011 
  6. «Governo do RN investe na reforma do Machadão». Terra. Consultado em 10 de janeiro de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bandeira do Rio Grande do Norte.svgA Wikipédia possui o Portal do Rio Grande do Norte. Artigos sobre história, cultura, atrações, personalidades e geografia.